sábado, julho 31, 2010

Porque hoje é Sábado...

Photobucket
O sobrevoo ontem de Colares por um helicóptero Kamov, da Protecção civil, motivou a publicação do post de hoje.

Embora já tenha fotografado um Kamov em acção, no combate ao incêndio do ano passado em Gigarós, só agora houve a oportunidade de fazer fotos mais próximas.

Felizmente até agora a trágica rota dos incêndios de Verão tem deixado a serra de Sintra descansada - excepto no incêndio da semana passada, na encosta junto ao mar na Malveira da Serra, que não provocou grandes prejuízos pois era uma zona de mato.

Photobucket
Fotos do incêndio na serra de Sintra (Gigarós) em 20 de Junho de 2009

O Kamov Ka-32, tem como característica principal a ausência de um rotor de cauda e dois sistemas de rotores principais de 3 pás girando um para cada lado.

Photobucket
Recorrendo ao site Áreamilitar, podemos ficar a conhecer melhor este helicóptero russo:

“Portugal adquiriu seis destas aeronaves, na sua versão para combate a incêndios. Os Ka-32 portugueses estarão equipados com um depósito suspenso do tipo «balde» com capacidade para até 5000 litros de Água.

O Kamov Ka-32, consegue transportar quase tanta água como a aeronave de combate aos fogos Canadair, podendo reabastecer-se tanto em rios como em simples lagos, onde a aeronave do Canadá não pode operar.
Além de operações de combate a incêndios os Kamov KA-32A portugueses ao serviço da «Protecção Civil» também colaboraram em operações de busca e salvamento.”

Memória Fotográfica

Photobucket
Na Vila Velha de Sintra, já não é possível fazer uma foto assim...

Saiba porquê - Aqui

sexta-feira, julho 30, 2010

Do Blogue



A reedição do vídeo - "Vila Velha de Sintra", serve para ilustrar o resultado que ontem o contador de páginas vistas, do blogue marcava: 300.506.
Número atingido era uma das metas a que me tinha proposto no início desta já longa tarefa.
Espero que o resultado agora obtido, corresponda a um interesse dos visitantes, pelas coisas de Sintra - e que o modesto "serviço público", prestado pelo Rio das Maçãs nos seus quatro anos de existência, tenha com os seus conteúdos, conseguido passar a mensagem e dar uma ajuda no aumento da participação cívica em assuntos que dizem respeito a todos nós.

Photobucket

quinta-feira, julho 29, 2010

Mistérios da Vila Velha

Em Agosto de 2008, tínhamos chamado à atenção para o mau estado em que se encontrava o "telhado" do Café Paris, na Vila Velha em frente ao Palácio Nacional de Sintra.
Aquele telhado, tipo águas furtadas construído em madeira, fazia parte da imagem daquele local, e o seu desaparecimento é uma perda patrimonial difícil de aceitar. O seu desaparecimento nos últimos tempos não parece incomodar ninguém - não li nenhum comentário, (excepto, aqui), nem ouvi algum protesto pela sua destruição .

Photobucket
A casa/telhado do Café Paris antes e agora

TELHADO
Estas eram as imagens que os turistas que visitavam Sintra (Património da Humanidade), levavam nas suas máquinas fotográficas de um local nobre de Sintra, e um dos locais mais visitados.
telhado222


Agora o problema foi "resolvido" - fez-se desaparecer o topo do telhado...

telhado2010f
Nesta casa no cimo do terraço do Café Paris," há mais de 50 anos que não morava lá ninguém, antigamente terá morado a mãe e ex-mulher do joão Manuel da "Piriquita", a senhora já idosa com os seus três filhos,a Rosa, a Idalina e o Cassiano, mais um neto.É uma casa toda em madeira (o chamado tabique), o telhado também era em madeira. Os anos foram dando cabo daquilo, porque nunca foram efectuadas quaisquer tipo de reparações.Impressiona porque devem haver infiltrações nas casas que ficam por baixo ," informou-nos o amigo Carlos Santos - Caínhas, que chegou a ir a essa "casinha, que não era mais do que um pequeno cubículo que nós chamávamos, chalet dos Grilos".
Se o deitar a baixo, pegar como forma de resolver as questões de património edificado abandonado e em ruínas - e na Vila há infelizmente tantos exemplos, teremos um grave problema, se ninguém assumir a responsabilidade de penalizar proprietários que delapidam o património desta forma.

quarta-feira, julho 28, 2010

Crónicas da Vizinhança (V)

Photobucket
Publicado no Jornal Público de 24 Julho de 2010
Photobucket

Avisado pela crónica do vizinho MEC, do último sábado no Público, da chegada dos primeiros pêssegos-rosa deste ano - encontrei nessa tarde, os que estão na foto na feira de Almoçageme. E ao contrário da crónica do ano passado, "Na árvore já não há", este ano na árvore ainda há, durante o próximo mês de Agosto.
E pelo que ficou descrito em mais esta excelente crónica, este ano os pêssegos-rosa parecem ter ainda melhor sabor.

terça-feira, julho 27, 2010

O Túmulo dos Dois Irmãos

Muitas pessoas que passam, vindas do Ramalhão fazendo o caminho em direcção ao Centro Histórico (Vila Velha) por São Pedro, já se terão interrogado sobre o que será o Monumento situado em frente do Portão do Campo do 1º de de Dezembro, e do lado oposto da Estrada. Para esclarecimento de quem não sabe, aqui vai tudo explicado. Fotos antigas e actuais, e recorte do Jornal de Sintra de 17 de Junho de 1977.

Carlos Santos – Caínhas

tumulo5


tumulo2

Photobucket

tumulo3

tumulo4


*Créditos
post publicado por gentileza de Carlos Santos

segunda-feira, julho 26, 2010

Fim de tarde de domingo trágico na Praia Grande

Um jovem foi dado como desaparecido ao fim da tarde de domingo, após alertas de banhistas na Praia Grande.

Photobucket

Transcreve-se um despacho da agência Lusa:

Lisboa, 25 jul (lusa) - O jovem que se encontra desaparecido na Praia Grande, Sintra, desde as 19:30 de hoje, tem 13 anos de idade, disse à Agência Lusa fonte da Polícia Marítima.
Após o alerta foram acionados meios marítimos e aéreos para localizar o jovem, tendo sido deslocada também para o local uma viatura dos bombeiros de Almoçageme, Sintra.
Uma moto de água de um concessionário está a colaborar nas buscas para localizar o jovem nas águas da Praia Grande.

As buscas foram suspensas cerca das 22H00, de domingo devendo ser retomadas ao início do dia desta segunda-feira.

Photobucket

Photobucket

Incêndio no Parque Natural Sintra - Cascais

Photobucket

Na madrugada de domingo, deflagrou um incêndio numa área de mato na Malveira da Serra, junto à estrada nacional 247, que atingiu toda a encosta até ao mar. O incêndio colocou em risco algumas das habitações daquele local.As fotos publicadas são das 16H00 de ontem, numa altura em o incêndio estava quase extinto.

Photobucket
Os Bombeiros de Almoçageme uma das corporações de bombeiros que estava hoje de prevenção no local.
Photobucket
No outro lado da estrada nacional 247, duas viaturas dos Bombeiros de Almoçageme e do Estoril.
Photobucket
Na encosta junto ao mar às 16h00, ainda existiam vestígios de fumo

Photobucket
Veículos dos Bombeiros de Barcarena e Queluz, preparados para qualquer reencendimento, na altura em que o calor deste domingo se fazia sentir.

Segundo dados da Autoridade Nacional da Protecção Civil (ANPC), na Malveira da Serra, Concelho de Cascais, distrito de Lisboa, 92 bombeiros e 31 veículos operacionais, apoiados por um helicóptero bombardeiro pesado, combateram o fogo que deflagrou na madrugada de hoje (03:06) numa área de mato e que já foi declarado "dominado".

domingo, julho 25, 2010

Bonecos de Bolso em Sintra

Photobucket
Excerto do texto de apresentação da Exposição "Bonecos de Bolso em Sintra"

Pedro Cabral do blogue Bonecos de Bolso, está na "Saudade" desde a última Sexta-Feira - um espaço recuperado da antiga fábrica de queijadas Matilde, perto da estação da CP de Sintra. Pedro Cabral expõe um grande conjunto de desenhos subordinados à temática Sintrense.

Photobucket

Photobucket

Photobucket

As antigas salgadeiras, onde antes era armazenado o queijo fresco, acolhem agora os excelentes desenhos de Pedro Cabral

Photobucket

sábado, julho 24, 2010

Sintra com menos Árvores -Texto da Árvores de Portugal

Na sequência do abate na semana passada de várias árvores, na Av.Barão Almeida Santos em Sintra, publicou a Árvores de Portugal, o texto da autoria de Pedro Nuno Teixeira Santos, que publicamos hoje um pequeno excerto:

Photobucket

SINTRA COM MENOS ÁRVORES
"A primeira ideia que a maioria das pessoas associa a Sintra é a de densos arvoredos. Infelizmente, quem pesquisar por Sintra neste blogue, praticamente só encontrará referências a podas ou ao abate de árvores, na vila e no concelho.
Sobre as indescritíveis podas, executadas a mando da Câmara Municipal, no passado Inverno, muito foi escrito, neste e noutros blogues, denunciando uma situação que envergonha todos os portugueses e, em particular, os naturais desta vila cuja paisagem é (ainda) Património da Humanidade.
O silêncio foi a forma mais frequente usada pela autarquia de Sintra para (não) responder à carta aberta que lhe foi enviada, sustentada numa petição pública, com mais de 1 000 assinaturas, bem como ao comunicado emitido pela nossa associação e pela Quercus.
(...)
Por outro lado, na última semana, fomos confrontados com a informação prestada por uma cidadã de Sintra, relativa ao abate de árvores na vila. Tudo feito com extrema rapidez e seguindo o mesmo princípio de “segredo de Estado”, que a Câmara de Sintra aplica a todas as intervenções nos arvoredos públicos.(...)"
Pedro Nuno Teixeira Santos
Texto integral -aqui


Eficiência Autárquica
Os serviços da autarquia com uma intervenção de grande eficiência, calcetaram rápidamente o passeio de onde tinham "desaparecido" de um dia para o outro as 3 árvores na Av. Barão Almeida Santos.

Photobucket
Foto de 18 de Julho de 2010

Photobucket
Foto de 23 de Julho de 2010

sexta-feira, julho 23, 2010

Exposição "Vinho de Colares"

Photobucket

“O VINHO DE COLARES"
Adega Visconde Salreu em Colares

"Até 10 de Outubro pretende-se recordar o papel de excelência dos vinhos da centenária Região Demarcada de Colares como motor de desenvolvimento económico-social da região, assim como a importância deste legado cultural e patrimonial na promoção do Concelho de Sintra.
Para além de ser uma justa homenagem à actividade vinícola local, a reabertura deste espaço é mais um importante passo para a integração do Vinho de Colares nas potencialidades turísticas de Sintra a desenvolver."

De um texto da CMS

Informações:
Caves Visconde de Salreu - Av. Do Atlântico (Banzão, Colares)
Horário: De 24 de Julho a 10 de Outubro de 2010 aos Sábados e Domingos, das 14H00 às 19H00
Entrada: Livre
Provas de Vinhos aos Domingos
Loja: Venda de vinho e livros alusivos ao tema

Photobucket

Photobucket

quinta-feira, julho 22, 2010

Clima Sintrense

Ontem o sol voltou ao litoral Sintrense. Nas Azenhas do Mar sem neblinas, os tons azuis prevaleciam.

Photobucket
Photobucket

(Instituto de Meteorologia)
Céu pouco nublado ou limpo, apresentando períodos de maior
nebulosidade por nuvens altas nas regiões Norte e Centro até ao
início da tarde.
Vento fraco a moderado (inferior a 25 km/h) de norte, soprando
moderado a forte (25 a 40 km/h), com rajadas até 60 km/h, no litoral
oeste, em especial durante a tarde.
Pequena descida da temperatura mínima e pequena subida da máxima.
Neblina ou nevoeiro matinal no litoral oeste.

ESTADO DO MAR
Costa Ocidental: Ondas de noroeste com 2 a 3 metros.
Temperatura da água do mar: 17/18ºC
Costa Sul: Ondas de sudoeste inferiores a 1 metro.
Temperatura da água do mar: 20ºC


Post relacionado:
Nevoeiros Sintrenses -aqui

quarta-feira, julho 21, 2010

Memórias Sintrenses (III)

No dia 25 deste mês passam setenta anos sobre o falecimento de Carlos Oliveira Carvalho, antigo administrador do Parque da Pena e continuador da obra de D.Fernando e da Condessa d’Edla – neste post registamos essa efeméride, com dois textos de duas pessoas que conhecem muito de Sintra e que fazem o favor de colaborar com este blogue – Emilia Reis e Carlos José Santos .

Host unlimited photos at slide.com for FREE!

"No tempo do antigo regente Carlos de Oliveira Carvalho não se cortava uma árvore sem a sua autorização - Que saudades do velho "Carvalho da Pena!"
José Alfredo da Costa Azevedo


Carlos Eugénio de Oliveira Ferreira Carvalho o “Carvalho da Pena” 1870-1940


Passam no próximo domingo setenta anos sobre o falecimento de Carlos de Oliveira Carvalho - o Carvalho da Pena - ocorrido em 25 de Julho de 1940, em Sintra, na "Vila de S.Miguel" perto da Igreja de Santa Maria.
A Dra. Maria Almira Medina num belo texto que leu no Palácio Valenças em Maio de 2007, “A Memória é uma Rosa Aberta”, fez um apelo à C.M.S. para que colocasse, na casa onde faleceu, uma placa que evocasse a memória daquele que, no Parque da Pena, foi o continuador da obra de D.Fernando e da Condessa d'Edla, ao qual, sabemos, dedicou apaixonadamente a sua vida.
Emilia Reis

Também o já nosso amigo Carlos Santos –Caínhas a propósito de Carvalho da Pena, fez o favor de nos enviar um texto e uma foto.

No artigo sobre o Casino, a determinada altura fala-se no Sr. Carvalho da Pena, aqui lhe envio a foto do Sr. Carvalho, que foi chefe do avô da minha mulher, ao tempo Guarda Florestal, depois Mestre.
A florestação da Serra de Sintra, é obra feita sob a sua direcção.

Das minhas memórias, eu escrevi:

-A obra do parque da Pena como está escrito, dito, e redito, é fruto do querer, do saber, e do gosto do Rei D. Fernando II . A manutenção de todo aquele património esteve sob a administração de gente muito competente que amava o Parque, e estava dentro do espírito que o Rei lhes tinha feito transparecer. Dessas pessoas ressaltam dois nomes. Primeiro o Sr. Carvalho, (avô do meu amigo Sr. Carlos Carvalho, este marido da D. Maria Luísa Soares), que foi um dos responsáveis pela florestação da serra. Ficou conhecido como o Carvalho da “Pena”.


Photobucket
Mais tarde, e desse eu lembro-me bem, o responsável era o Engenheiro Roque de Pinho, nome muito conhecido mas não me recordo que morasse cá em Sintra, era uma pessoa muito visível, cirandava de um lado para o outro, e via-o passar bastantes vezes na sua viatura Wolkswagen azul, e a pé.

Estatura meã, para o cheio, com os seus óculos que lhe davam um ar peculiar na sua face assim um bocado para o arredondado. Não só eram responsáveis pelo Parque da Pena, mas também do Castelo, e da Serra em geral, de Sintra a Cascais.

Carlos Santos -Caínhas

terça-feira, julho 20, 2010

Nevoeiros Sintrenses

Esta segunda-feira enevoada, não foi ideal para quem queria ir à praia - a ausência de banhistas é uma consequência natural de um dia como o de ontem.

azenhas12f2010

Céu pouco nublado ou limpo, apresentando-se muito nublado no
litoral oeste, em especial a norte do Cabo Raso, e com neblina
ou nevoeiro até final da manhã.
Vento fraco (inferior a 15 km/h), soprando moderado (20 a 35 km/h)
de noroeste no litoral oeste em especial durante a tarde.
Pequena descida de temperatura no litoral Norte e Centro.

ESTADO DO MAR
Costa Ocidental: Ondas de noroeste com 1 a 1,5 metros,
aumentando para 2 a 2,5 metros.
Temperatura da água do mar: 17/18ºC
Costa Sul: Ondas de sueste com 1 metro, passando a
ondas de sudoeste.
Temperatura da água do mar: 22ºC

TEMPERATURAS MÁXIMAS PREVISTAS:
PORTO - 23ºC
LISBOA - 28ºC
FARO - 30ºC
------------------------------------------
-Mas as neblinas e os nevoeiros nos meses de Verão fazem parte do clima desta nossa zona.

Azenha10f2010
Azenhas do Mar ontem à tarde - só encontrámos um banhista, na piscina oceânica que não receou o clima sintrense...
azenhas20100720
azenhas2f2010

segunda-feira, julho 19, 2010

Abates de árvores em Sintra (Actualizado)

Os abates de tílias e não só, continuam nesta Sintra, ainda classificada Património da Humanidade.
Publicamos mais uns tristes exemplos de como se continua a"tratar" as árvores em Sintra - neste caso na zona urbana de Sintra -Fotos de Domingo, 18-07-2010!


Nota: Relativamente à espécie das árvores abatidas na Av.Barão Almeida Santos, não está confirmado que tivessem sido tílias- segundo informações que nos tem feito chegar. (assunto que iremos procurar informação correcta).

Photobucket
Av.Barão Almeida Santos

Photobucket
Av.Barão Almeida Santos
Photobucket
Largo 1º de Dezembro - era uma tília!
Photobucket
Esta árvore cortada, já existe há algum tempo em Chão de Meninos, talvez seja um monumento em homenagem há acção dos madeireiros...

Petição em Defesa das Árvores de Sintra -Aqui

domingo, julho 18, 2010

O Casino de Sintra

Photobucket

José Alfredo da Costa Azevedo, em "Bairros de Sintra", conta algumas histórias sobre o Casino da Estefânia, numa época em que aquele interessante edifício partilhava o seu espaço com uma repartição de Finanças e um liceu, e que actualmente é o Museu de Arte Moderna de Sintra.

"O Casino hoje ocupado por repartições públicas e por um liceu, foi mandado construir pelo já falado Adriano Júlio Coelho sob projecto também do Norte Júnior.
Pouco durou esse Casino.Ficou mal situado e o Adriano Coelho não queria «batota».
Um dia estava a decorrer a sua construção, o saudoso Carvalho da Pena disse a Adriano Coelho : «Faça o casino em Sintra, Ele, aqui, não vinga!» Adriano Coelho, intrigado, perguntou: «Então, aqui não é Sintra?».retorquiu o Carvalho, que tinha muito espírito: «Não! Aqui é Lourel de Cima!».
Sobre as janelas do primeiro andar , via-se, em grandes letras, a palavra CASINO.
Logo alguém espalhou que aquelas letras queriam dizer:«Caro Adriano Sem Isca Nada Obténs.»
As obras do casino foram iniciadas sem licença e sem que tivesse sido apresentado na Câmara qualquer projecto. Por tal motivo foi aplicada uma multa, que a empresa pagou. Foi autuante, por ordem da Câmara , o cabo Simões, que durante muitos anos comandou o posto da Polícia de Segurança Pública. Depois disto , a construção foi legalizada. O Adriano Coelho, talvez por ter muito dinheiro , julgava-se um «quero, posso e mando». Contudo, é justo dizer que muito fez por Sintra. Por isso a homenagem que lhe foi prestada, dando o seu nome à rua em que estamos, foi um acto de inteira justiça.
Era no Casino que se realizavam os ensaios do Orfeão de Sintra e, antes, no cinema que foi substituído pelo Carlos Manuel. Foi seu regente o maestro Luís Silveira. Deu alguns concertos , mas teve vida efémera.deve ter acabado por volta de 1926 ou 1927. Chegou a ter cerca de duzentos elementos. Tudo acaba..."
Obras de José Alfredo da Costa Azevedo –1 Bairros de Sintra

O Museu de Arte Moderna de Sintra, ligado à Fundação Berardo depois de ter sido Casino, Repartição de Finanças e Liceu


Photobucket


Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket