quinta-feira, setembro 30, 2010

Incêndio em Motel abandonado no Algueirão

Photobucket

Cerca das 19h00 de ontem, um grande aparato de veículos dos Bombeiros Voluntários de Algueirão -Mem Martins e S.Pedro de Sintra, no ataque a um incêndio num antigo Motel, junto ás instalações da "Moviflor" no Algueirão.

Photobucket

Photobucket

quarta-feira, setembro 29, 2010

Notas para história da " Caravela Praia das Maçãs" (III)

Para este trabalho de pesquisa sobre a "Caravela Praia das Maçãs", foi determinante a amável colaboração de José Domingos e Nuno Gaspar a quem desde já agradecemos.
Photobucket

O motociclo "Caravela Praia das Maçãs"foi construído desde os anos 50, na oficina "Ciclo-Reparadora " de António Jacinto Canastro na Praia das Maçãs - havendo vários modelos, com vários tipos de motores. O motociclo que hoje publicamos foi construído em 1962, e tem um motor de 50cc , "MAVIC" (Manuel Vieira Condessa), motores que chegaram a ser montados nas motorizadas MAVICO, da mesma marca do fabricante do motor.

Publicámos também -aqui- um modelo mais antigo da "Caravela Praia das Maçãs" que tinha um motor SACHS, além de outras diferenças no depósito e no banco do condutor.

Uma "Caravela Praia das Maçãs" modelo de 1962

Photobucket
(Fotos da colecção de Nuno Gaspar)
Photobucket
Este motociclo encontrava-se neste estado antes da reconstrução efectuada na oficina de José Domingos no Mucifal.

A amabilidade de Nuno Gaspar, permite-nos publicar um documento de grande importância neste trabalho sobre as "Caravelas Praia das Maçãs" - a factura da sua venda em 17 de Janeiro de 1962.
Photobucket

A "Caravela" após a reconstrução

Photobucket

Photobucket

Photobucket
Fotos da "Caravela Praia das Maçãs", modelo de 1962, pertencente a Nuno Gaspar

terça-feira, setembro 28, 2010

Notas para história da " Caravela Praia das Maçãs" (II)

Com a prestimosa colaboração de Nuno Gaspar, podemos hoje continuar a publicação de elementos para a história da "Caravela Praia Maçãs" - motociclo construído numa oficina da Praia das Maçãs desde os anos 50.

Photobucket

Nesta foto da colecção de Nuno Gaspar, o construtor das "Caravela Praia das Maçãs", António Jacinto e a sua sobrinha.

Photobucket

Aqui, onde nos nossos dias é um parque de estacionamento para clientes do Talho do Mário na Praia das Maçãs, era o local onde as "Caravelas Praia das Maçãs" eram construídas. Hoje uma ruína destelhada.


Photobucket
Foto de época com um dos modelos de "Caravela Praia Das Maçãs" (Foto da colecção Nuno Gaspar)

O mesmo modelo da "Caravela Praia das Maçãs", da foto anterior - reconstruído na oficina de José Domingos no Mucifal, pertencente à colecção do Arq. Frederico Valsassina.(Publicado -aqui)

Photobucket
Foto publicada na Revista ACP-Clássicos nº117 de Setembro de 2010

Foto de modelo da "Caravela Praia das Maçãs" de 1962
Photobucket
Foto da colecção de Nuno Gaspar

Amanhã, publicaremos fotos deste motociclo já reconstruído, pertencente a Nuno Gaspar.
Post relacionado:
Notas para história da "Caravela Praia das Maçãs" -Aqui

segunda-feira, setembro 27, 2010

Na Rota do Centenário da República no Museu do Brinquedo

museubrinquedo

De 15 de Setembro a 31 de Dezembro de 2010 e no âmbito das Comemorações do Centenário da República Portuguesa, o Museu do Brinquedo terá disponível ao público uma actividade intitulada «Rota do Centenário da República».
Público-alvo
Trata-se de uma actividade destinada a crianças/jovens e é gratuita. Estes poderão fazê-la quando enquadrados em grupos (escolares) ou individualmente.

Ler mais-aqui
MuseuBrinquedo2r
Fotos do Museu do Brinquedo

domingo, setembro 26, 2010

Desfile de Carros Históricos em Sintra (1ª Parte)

Um desfile de vários veículos históricos,ontem em Sintra, integrado nas Festas de N.ª Sr.ª do Cabo Espichel, que decorrem até 29 de Setembro.
Publicamos hoje a primeira parte desse desfile, com veículos históricos dos Bombeiros, PSP, Força Aérea e CML.

Photobucket
Bombeiros Voluntários de Almoçageme -Pronto-Socorro Morris de 1946
Photobucket
Bombeiros Voluntários de Sintra - Pronto Socorro Chevrolet de 1962
Photobucket
Bombeiros Voluntários do Dafundo -Pronto Socorro de Nevoeiro 1936
Photobucket

Bombeiros Voluntários de Queluz -Auto -projector Willys, de 1946

Photobucket
Ambulância VW da Força Aérea Portuguesa
Photobucket

Volkswagen 1300 da PSP

Photobucket
Biblioteca Itinerante da CML -Citroen Type H

sábado, setembro 25, 2010

Notas para história da " Caravela Praia das Maçãs"

Photobucket
A fábrica das "Caravelas Praia das Maçãs"

Nos anos 50, a Praia das Maçãs teve uma "fábrica" de motociclos muito conhecida na região - a oficina de António Jacinto Canastro, onde era fabricada a "Caravela Praia das Maçãs", um motociclo com motor de 50cc - dessa oficina resta uma barracão destelhado e hoje o local, é um parque de estacionamento do Talho do Mário na Praia das Maçãs.

A fábrica das “Caravelas Praia das Maçãs” do Carlos Canastro produziu várias unidades. As “Caravela Praia das Maçãs” ainda estão muito presentes nas memórias das pessoas que fomos falando para fazer esta pesquisa.

Publicamos as fotos da reconstrução de uma "Caravela Praia das Maçãs", efectuada na oficina do Sr.José Domingos no Mucifal, que fez o favor de nos ceder as fotos e que hoje faz parte da colecção do Arquitecto Frederico Valsassina, existente na sua casa na Praia das Maçãs.


Etapas da reconstrução da "Caravela Praia das Maçãs"

Photobucket

Photobucket
O estado em que se encontrava a "Caravela"
Photobucket

Numa fase mais adiantada da cuidada reconstrução
Photobucket
Este motociclo tem um motor Sachs, havendo outras "Caravelas Praia das Maçãs", com outros tipos motores – a seu fabrico era feito a partir de peças e componentes que se encontravam no mercado, mas a iniciativa de no anos 50, de construir um modelo original de motociclo com marca própria , parece ser um feito que merece todos os elogios .

Resultado Final

Photobucket
Caravela Praia das Maçãs, pertencente ao Arquitecto Frederico Valsassina -Foto da Revista ACP-Clássicos nº117 de Setembro 2010

Continuaremos na tentativa de encontrar o que resta dessa linha de montagem das “Caravela Praia das Maçãs”, em próximos posts.

sexta-feira, setembro 24, 2010

A circulação do Eléctrico foi prolongada até 31 de Outubro

Photobucket
O Eléctrico da Praia das Maçãs, Maçãs irá continuar a circular até ao dia 31 de Outubro de 2010 - informação que recebemos esta tarde.

Photobucket
Fotos de hoje 24/09/2010

O fim do horário de Verão do Eléctrico da Praia das Maçãs (Actualizado)

Photobucket
O horário de Verão do eléctrico da Praia das Maçãs, termina no dia 26 de Setembro. Este Verão o eléctrico só circulou a partir de 18 de Junho, de Sexta a Domingo - continuando nos outros dias com obras na via. Esperando que ao fim do horário de Verão, suceda um horário de Inverno e que no próximo Verão a circulação do eléctrico se faça, todos os dias.

Photobucket

Histórias do Eléctrico da Praia das Maçãs

O nosso amigo Carlos Santos-Caínhas, deixou um comentário que é um testemunho da história do eléctrico da Praia das Maças - pelo seu interesse fica aqui transcrito:

"(...) Eu tenho história por laços de família com a então Sintra Atlântico concessionária dos eléctricos. Porquê? O meu pai era correeiro e estofador, tinha a sua oficina na Rua do Arco do Teixeira, (ao lado da Piriquita), e tudo quanto fosse relacionado com esses trabalhos na Companhia eram-lhe adjudicados. Fui com ele muita vez para as oficinas da Ribeira, parece que ainda tenho nas narinas o cheiro da oficina, sobretudo quando tocava para almoçar e o pessoal ia comer o que levava nas marmitas. O meu pai é que fazia de novo as cortinas dos eléctricos (em lona), os que tinha estofos e estavam rotos eram reparados, ou estofados de novo, (os eléctricos fechados). Dos vários autocarros estofados de novo ao longo da vida do meu pai, lembro-me de ter sido todo estofado de novo, um cujos bancos originais eram em pele de búfalo, mandaram vir igual, eram peles importadas, e tinham o cunho com um búfalo e Made in USA. Hoje era incomportável fazer um trabalho com aquela perfeição, isto terá sido no inicio dos anos 60.
Fica bem falar de pessoas que foram o suporte da Sintra Atlântico durante uma vida inteira, como por exemplo o chefe das oficinas da Ribeira, o Senhor Claudino, grande profissional. daqueles que fazia antes, para explicar como se executa. Um homem sério, que trabalhou uma vida para aquele patrão, sempre com uma grande dedicação e sabedoria. O senhor Pedro, soldador, e bate-chapas, fazia-se ali uma carroceria totalmente nova, fizeram várias. E muitos outros, no Inverno quando os eléctricos não tinham trabalho o pessoal guarda-freio, recolhia à oficina e faziam trabalhos de reparação. Neste caso estava o Senhor Fernando Crespo, e outros que estou a ver a cara mas não me lembro do nome, um deles era um (menino naquele tempo) que salvo erro,* é o Presidente da Junta de Colares, foi cobrador, guarda freio, e de Inverno ia para as oficinas. Outro nome os Catarino's. E fico-me por aqui.
Espero que não me levem a mal, recordar é viver."
Carlos Santos -Caínhas

*Onde se lê "é" o Presidente da Junta de Colares, deverá ler-se; - "foi"!
Porque já me tinha esquecido que o actual é o meu amigo, Rui que conheço desde criança, e esse nunca foi da Sintra Atlântico que eu saiba.
Foi concerteza o Presidente da Junta de Colares antes do Rui, esse sim. Outros nomes da Sintra Atlântico, o Cardoso que era fiscal, o seu filho Tó que no Verão estava numa casinha na Praia das Maçãs para dar assistência ao maior fluxo de tráfego. Esta família morava mesmo na Ribeira de Sintra nas casas da Companhia.
Carlos Santos -Caínhas
"O Passeio de Eléctrico"
Photobucket

No número de 14 de Agosto de 2010 da revista "Fugas" do Jornal Público, o Eléctrico da Praia das Maçãs é o protagonista de uma reportagem com texto e fotos de Luís Maio.

"A Linha do eléctrico que liga Sintra à Praia das Maçãs deve ser a quintessência da experiência bucólica sobre carris. Viaja-se em peças de museu gloriosamente restauradas, que hoje circulam sobretudo pelo prazer de circular, ao ritmo do seu tempo de construção. Levam três quartos de hora a percorrer menos de 13 quilómetros de paisagem protegida entre a serra densamente florestada e o mar aberto, passando por quintas pitorescas e vilas tradicionais. O eléctrico é assim parte integrante, ou mesmo o epítome, da mística que consagrou Sintra como santuário do romantismo(...)"

quinta-feira, setembro 23, 2010

Festas de N.ª Sr.ª do Cabo Espichel em Sintra (II)

Publicamos hoje um pequeno resumo de uma reportagem fotográfica do nosso amigo Carlos Santos - Caínhas, do desfile que aconteceu no Sábado passado em Sintra - integrado nas Festas de N.ª Sr.ª do Cabo Espichel . Estas novas fotos vêm permitir uma visão complementar do evento Sintrense, que também foi referido aqui.

IMG 3742

IMG 3615

IMG 3623

IMG 3650

IMG 3654

IMG 3695

IMG 3716

IMG 3731

IMG 3734

quarta-feira, setembro 22, 2010

Três incêndios em simultâneo em Sintra na tarde de ontem

Photobucket
Incêndio de Janas ontem

Durante a tarde de ontem deflagraram incêndios quase em simultâneo em Janas, A-dos-Eis e no Sabugo. Os incêndios foram combatidos pelas corporações do Concelho de Sintra, com apoio dos Bombeiros de Algés, Oeiras,Amadora e Cascais e um helicóptero Kamov. Face à pronta actuação das corporações no terreno os incêndios foram dominados rapidamente.

O incêndio de Janas de ontem irrompeu na mesma zona que em 2007, aconteceu outro grande incêndio.

Photobucket

Fotos do incêndio de Janas ontem à tarde

Photobucket

Photobucket

O incêndio em A-dos-Eis, visto do local do incêndio de Janas
Photobucket

segunda-feira, setembro 20, 2010

A Adega Regional de Colares e o Cacho Dourado

Photobucket

Voltamos hoje a um assunto que várias vezes tem sido tratado aqui neste blogue - atribuição a Colares do troféu «Cacho Dourado» em 1936, durante a a Festa da Vindimária de Lisboa. Um interessante artigo na "Gazeta do Caminho de Ferro" Nº1190 de 16 de Julho de 1937, relata a festa de entrega do troféu na Adega Regional de Colares pelo Chefe de Estado de então, General Oscar Carmona.

"Chega o sr. Ministro da Educação Nacional que é recebido pela autoridades locais e pelo sr. Alberto Tota, representante da Adega Regional de Colares.
Veem-se crianças das escolas de Azenhas do Mar, bandas da União Sintrense. Grémio Musical de Almoçageme e da Escola Profissional da Paiã a quem cabe a Guarda de Honra. Há ainda Bombeiros Voluntários e o Grupo União Sport de Colares.
(...)
A Legião Portuguesa presta honras ao Chefe de Estado que, depois de uma breve revista é recebido à entrada da Adega Regional de Colares.
O Chefe de Estado abraça Alberto Tota enquanto as bandas de Almoçageme e Paiã executam o hino nacional, e sobem ao ar inúmeros foguetes.

cachoDourado

cachodourado2

cachodourado3
" Em seguida o Chefe de Estado entregou o troféu a um casal do Rancho de Colares, fazendo depois um elogio ao Sr. Alberto Tota.(...)

Host unlimited photos at slide.com for FREE!
O Cacho Dourado de Colares

Adelina Fernandes, Fernanda Coimbra e Cecilia Mendes, actrizes do nosso teatro lisboeta, cantaram canções regionais, acompanhadas com uma orquestra com instrumentos de corda.

Vários grupos se fizeram ouvir em lindas canções portuguesas.
Foi por último servido, ao ar livre um Colares de honra aos visitantes e convidados."

in "Gazeta do Caminho de Ferro" nº1190 de 16 de Julho de 1937