sábado, dezembro 31, 2011

Porque hoje é 31 de Dezembro...

AnoNovo2011RiodasMacas
É o nosso voto, para todos os visitantes/leitores e colaboradores do Rio das Maçãs.

Acordai!
Uma composição de Fernando Lopes Graça/José Gomes Ferreira, interpretada pelo Coro de Câmara Cantat -Acordai! ( fazendo parte das Heróicas), é o tema musical de um vídeo que montámos para iniciar o Novo Ano de 2012

quinta-feira, dezembro 29, 2011

Bombeiros de Sintra deixam de transportar doentes não urgentes (Actualizado)

Photobucket
Comunicado das Associações de Bombeiros, via blogue "Tudo sobre Sintra"

Photobucket

De uma notícia da TSF -Aqui

Bombeiros de Sintra e Amadora suspendem transporte de doentes não urgentes a partir de dia 4

"Bombeiros de Sintra e Amadora suspendem transporte de doentes não urgentes a partir de dia 4
As dez corporações de bombeiros de Sintra e Amadora anunciaram esta terça-feira a suspensão, a partir de 4 de Janeiro, do serviço de transporte de doentes não urgentes contratado pela Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo.
As direcções das nove corporações de Sintra e a da Amadora estiveram reunidas esta terça-feira à tarde e deliberaram «por unanimidade» suspender este serviço até que a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) «altere procedimentos» de pagamentos, disse à agência Lusa o presidente da direcção da associação de bombeiros de Agualva-Cacém, Luís Silva.
As corporações alegam que o novo Sistema de Gestão Transportes de Doentes da ARSLVT, que instituiu novas regras no pagamento desses transportes, retirou aos bombeiros a sua «mais importante receita», uma vez que provocou quebras de 70 por cento de facturação.(...)"

quarta-feira, dezembro 28, 2011

Pão com Chouriço

FeiradoLivro29072011f
Na procura de um título para a foto que publicamos hoje, (Feira do Livro de Sintra deste ano), achámos que o democrático Pão-com-Chouriço, “especialidade” que encontramos nas nossas feiras, e muito elogiado por quem nos visita - até tema de um Workshop, na Penha Longa, serviria muito bem para esse efeito.

Exemplo 1
"Ao passar pelos vendedores do pão com chouriço acabadinho de tirar dos fornos a lenha, não há como resistir ao cheirinho e ao prazer de comer um pão ainda a fumegar. Para mim ir à Feira de S. Pedro e não comer um pão com chouriço é como ir ao cinema e não comer pipocas."
Aqui

Exemplo 2
"Workshop Pão com Chouriço Terças, das 17h00 às 19h00, 35 Euros por hóspede(Mínimo de 4 hóspedes, reservas 24 horas de antecedência).
Aprenda a fazer pão com Chouriço no nosso forno a lenha"
Aqui

terça-feira, dezembro 27, 2011

Vozes do Mar

AdragaDez2011
Mar da Praia da Adraga

Vozes do Mar

Quando o sol vai caindo sob as águas
Num nervoso delíquio d´ouro intenso,
Donde vem essa voz cheia de mágoas
Com que falas à terra, ó mar imenso?

Tu falas de festins, e cavalgadas
De cavaleiros errantes ao luar?
Falas de caravelas encantadas
Que dormem em teu seio a soluçar?

Tens cantos d´epopéias? Tens anseios
D´amarguras? Tu tens também receios,
Ó mar cheio de esperança e majestade?!

Donde vem essa voz, ó mar amigo?…
…Talvez a voz do Portugal antigo,
Chamando por Camões numa saudade!

Florbela Espanca

segunda-feira, dezembro 26, 2011

Sobreiro, Árvore Nacional de Portugal

Photobucket
Sobreiros do Parque de Monserrate, em que nunca foi retirada a cortiça

A partir da última quinta-feira, 22 de Dezembro, o sobreiro é a Árvore Nacional de Portugal, depois de um projecto de resolução aprovado, por unanimidade, na Assembleia da República e de uma petição pública com 2291 assinaturas.
A petição para consagrar o sobreiro (Quercus suber) como um dos símbolos do país foi lançada em Outubro de 2010 pelas associações Árvores de Portugal e Transumância e Natureza. Hoje, passado pouco mais de um ano, o sobreiro conquistou o hemiciclo.

“A partir de agora, abater um sobreiro não será apenas abater uma árvore protegida, mas sim, um símbolo nacional”,

Jornal Público -ler notícia -aqui

"As Associações Árvores de Portugal e Transumância e Natureza relembram que o dia de hoje é um ponto de partida e não um ponto de chegada. Muito há ainda a fazer na defesa desta espécie. Como sempre, estamos inteiramente disponíveis para continuar a lutar, com aqueles que a nós se quiserem juntar, na defesa das causas relacionadas com o sobreiro e os seus povoamentos."
Árvores de Portugal -ler post -aqui

sexta-feira, dezembro 23, 2011

Podas, dizem eles...

Photobucket

Photobucket

Photobucket
Fotos de hoje, na Av Barão Almeida Santos (Jardim da Correnteza), e também mais podas camarárias nos plátanos da Av.Desidério Cabounac (foto abaixo).

Photobucket

quinta-feira, dezembro 22, 2011

Fado Nosso

Photobucket

Poema de agradecimento à corja


Obrigado, excelências.
Obrigado por nos destruírem o sonho e a oportunidade
de vivermos felizes e em paz.
Obrigado
pelo exemplo que se esforçam em nos dar
de como é possível viver sem vergonha, sem respeito e sem
dignidade.
Obrigado por nos roubarem. Por não nos perguntarem nada.
Por não nos darem explicações.
Obrigado por se orgulharem de nos tirar
as coisas por que lutámos e às quais temos direito.
Obrigado por nos tirarem até o sono. E a tranquilidade. E a alegria.
Obrigado pelo cinzentismo, pela depressão, pelo desespero.
Obrigado pela vossa mediocridade.
E obrigado por aquilo que podem e não querem fazer.
Obrigado por tudo o que não sabem e fingem saber.
Obrigado por transformarem o nosso coração numa sala de espera.
Obrigado por fazerem de cada um dos nossos dias
um dia menos interessante que o anterior.
Obrigado por nos exigirem mais do que podemos dar.
Obrigado por nos darem em troca quase nada.
Obrigado por não disfarçarem a cobiça, a corrupção, a indignidade.
Pelo chocante imerecimento da vossa comodidade
e da vossa felicidade adquirida a qualquer preço.
E pelo vosso vergonhoso descaramento.
Obrigado por nos ensinarem tudo o que nunca deveremos querer,
o que nunca deveremos fazer, o que nunca deveremos aceitar.
Obrigado por serem o que são.
Obrigado por serem como são.
Para que não sejamos também assim.
E para que possamos reconhecer facilmente
quem temos de rejeitar.

Joaquim Pessoa

quarta-feira, dezembro 21, 2011

Cântico do Mar

PraiaGrandeDezembro2011b
Praia Grande, no último dia de Outono de 2011

AS VOZES DO MAR

Este búzio não o encontrei eu própria numa praia
Mas na mediterrânica noite azul e preta
Em Cós o comprei na venda junto ao cais
E comigo trouxe o ressoar dos temporais

Porém nele não oiço
Nem o marulho de Cós nem o de Egina
Mas sim o cântico da longa vasta praia
Atlântica e sagrada
Onde para sempre minha alma foi criada

Sophia de Mello Breyner Andersen

terça-feira, dezembro 20, 2011

Chalet da Condessa d'Edla

Chaleth17122011

O Chalet da Condessa d'Edla foi construído pelo Rei D.Fernando II e sua segunda mulher, Elise Hensler, Condessa d'Edla entre 1864-1869, na zona ocidental do Parque da Pena.

"O Chalet é um edíficio com uma forte carga cénica (segundo o espírito Romântico da época ), caracterizado pela marcação horizontal do reboco exterior, pintado a imitar um revestimento em pranchas de madeira, e pelo uso exaustivo da cortiça como elemento decorativo. A planta térrea é rectangular e a superior tem a forma de cruz. As paredes do piso superior apoiam-se em arcos atirantados e encastram lajes de pedra de uma varanda em toda a volta. As coberturas, em telha cerâmica com interessante acabamento artesanal, são de duas águas na zona central e de uma água nos quatro cantos inferiores.(...)"
De um texto da PSML

segunda-feira, dezembro 19, 2011

Mais abates de Árvores no Jardim da Correnteza

Photobucket

13h00
Continuam os abates de Árvores, nesta Sintra, ainda classificada pela UNESCO Património Mundial.
A foto ( de hoje), do tronco que restava de uma das árvores que a equipa de LENHADORES, contratada pela CMS, hoje em "serviço", irá abater completamente quando regressar da sua hora de almoço.
Pena que alguns dos moradores daquela artéria se recusem a ver a chacina que a autarquia anda a fazer, considerando que só existe um "problema de comunicação".

Visita ao Chalet da Condessa d'Edla no Parque da Pena

Chalet17122011

No último sábado, um grupo de associados da Alagamares, visitou o Chalet da Condessa d’Edla no Parque da Pena. Visita acompanhada pelo coordenador do Projecto, Arquitecto Lopo de Carvalho e pelo Administrador da PSML, Lacerda Tavares.

Seguindo este projecto desde 2006, foi agora possível observar a fase actual da recuperação dos interiores do Chalet. Fase de pinturas de madeiras e acabamento de superfícies, com o restauro e reintegração de elementos. Chalet que está visitável, é também mais um motivo para uma visita ao Parque da Pena.


Chaletg17122011

Chaletd17122011

Chaleb17122011

domingo, dezembro 18, 2011

Suspenso o desmantelamento das hortas comunitárias em Monte Abraão

Photobucket

Hortelões de Sintra podem manter cultivo

A Câmara de Sintra suspendeu o processo de desmantelamento de hortas comunitárias na freguesia de Monte Abraão, depois de no mês passado ter dado 30 dias aos hortelões para abandonarem os terrenos.

O vice-presidente da autarquia, Marco Almeida, disse à Lusa que a câmara está a preparar um regulamento para as hortas urbanas, que deverá ser submetido a reunião do executivo municipal em Janeiro. Até à sua conclusão fica suspensa a retirada das hortas que se encontram no bairro 1.º de Maio, em Monte Abraão, e os hortelões podem continuar nos terrenos.

Uma das hortas é mantida por moradores locais há quase 30 anos e a outra é cultivada por um grupo de jovens desde 2008.

A presidente da Junta de Freguesia de Monte Abraão, Fátima Campos (PS), aplaude a decisão da autarquia lembrando que os terrenos são importantes para a subsistência de alguns habitantes.

Notícia do Público online
http://ecosfera.publico.pt/noticia.aspx?id=1524986

sábado, dezembro 17, 2011

Porque hoje é Sábado...

Natal2011

Natal dos Simples

Vamos cantar as janeiras
Vamos cantar as janeiras
Por esses quintais adentro vamos
Às raparigas solteiras
Vamos cantar orvalhadas
Vamos cantar orvalhadas
Por esses quintais adentro vamos
Às raparigas casadas
Vira o vento e muda a sorte
Vira o vento e muda a sorte
Por aqueles olivais perdidos
Foi-se embora o vento norte
Muita neve cai na serra
Muita neve cai na serra
Só se lembra dos caminhos velhos
Quem tem saudades da terra
Quem tem a candeia acesa
Quem tem a candeia acesa
Rabanadas pão e vinho novo
Matava a fome à pobreza
Já nos cansa esta lonjura
Já nos cansa esta lonjura
Só se lembra dos caminhos velhos
Quem anda à noite à ventura

Popular/José Afonso -Portugal 1968 (Cantares de Andarilho)

sexta-feira, dezembro 16, 2011

Natal com Vinhos de Colares

Photobucket

A Adega Regional de Colares, permite uma boa solução para as prendas deste Natal.

Photobucket

Horário de funcionamento da loja da Adega Regional de Colares
Dias úteis -9Hoo-13h00 14h00-18h00
Sábado -9h00-13h00

quinta-feira, dezembro 15, 2011

A Av.Barão Almeida Santos tem agora ainda menos árvores

Photobucket

Photobucket
Fotos dos locais dos dois abates efectuados terça-feira (13/12/2011), na Av.Barão Almeida Santos (Jardim da Correnteza).

Substituir árvores abatidas por pedras de calçada

No ano passado (Julho), houve também dois abates de árvores, na mesma rua, e o passeio no dia seguinte já estava calcetado.

Photobucket
Foto de Julho de 2010

"A decisão de abate de uma árvore, enquanto bem público e elemento fundamental do ambiente urbano que é, deverá ser sempre um último recurso, a ponderar de forma fundamentada e criteriosa. Neste contexto, o Núcleo de Lisboa da QUERCUS, não pode deixar de condenar quaisquer intervenções camarárias que impliquem a destruição de mais exemplares arbóreos na Vila de Sintra, salvo se imperiosas e justificadas razões fitossanitárias o recomendassem."

De um comunicado da Quercus em 14 de Novembro de 2011

http://riodasmacas.blogspot.com/2011/11/comunicado-da-quercus-sobre-os-abates.html
Link
-Também foi abatida mais uma árvore na rua Desidério Cabournac.

quarta-feira, dezembro 14, 2011

Palácio/Hotel de Seteais - Interiores

Seteaia24072011

A oportunidade de uma visita ao interior do Palácio/Hotel de Seteais, durante a apresentação do livro “Palácio de Seteais Arquitectura e Paisagem” , de Jorge Batista,em Setembro último – possibilitou fazer as fotos que publicamos hoje.

Seteais24072011c

"Os interiores, na sua maior parte revestidos de sedas e mobílias, apresentam bom gosto, realçando-se os magníficos frescos do andar nobre, atribuído aos discípulos de Jean Pillement, ou até mesmo ao próprio pintor, dada a pureza das suas linhas. Na sala de jantar, encontramos uma exuberante vegetação exótica, em que se debatem sereias e tritões. No salão menor, são já as paisagens “rocailles”, onde brincam crianças, engalanadas por representações de reposteiros de estilo neo-clássico e por passamanarias ao gosto chinês."
*Texto: Câmara Municipal de Sintra

Seteais24072011d

Seteais24072011b


Seteais24072011e

Notas históricas
O Palácio de Seteais, hoje um hotel de luxo (concessão renovada recentemente ao Grupo Hotéis Tivoli) e com prolongadas obras de recuperação, terminadas o ano passado - é parte integrante do património edificado e histórico de Sintra.


“A quinta da Alegria ou Seteais foi anunciada para venda em 1796, estando encarregado d’esta Carlos José Von Nefs, morador na rua de S.Francisco da Cidade. Depois annunciaram, sucessivamente, o leilão de todos os bens da viuva D.Joanna Gildemeester, constante de muitas joias de perolas e brilhantes soltos, pinturas, loiças de Saxónia, livraria de bellas lettras, etc. O leilão continuava em 1800. O palacio de Seteais passou por compra, ao marquez de Marialva, que ahi ofereceu bellas festas a D.Maria I.”
“O terreiro pegado ao palacio serviu, in illo tempore, para exercitações dos milicianos cintrenses com as suas reiunas ferruginosas e, modernamente para os sportismos muito mais fragueiros das tauromachias. Em 1853 e 1855 houve ahi curiosissimas toiradas fidalgas.
A ultima festa que se deu no palacio de Seteais foi em 2 de Setembro de 1876.Consistiu em recita e baile, a que assistiram el-rei D.Fernando, o infante D.Augusto , a condessa d’Edla , os duques de Palmella e de Loulé, Fontes,etc.

No palacio de Seteais não se repetiram as festas. E elle lá se conserva immerso nas recordações deplorativas, e tristes pela nostalgia do passado..."

*Pinto de Carvalho - Texto, publicado na revista “Brasil Portugal” de 1 de Abril de 1901

segunda-feira, dezembro 12, 2011

Amanhã Sintra terá menos Árvores (Actualizado)

Actualização 18h00

Photobucket

Foto durante o abate de uma das árvores, hoje às 14h30. O acesso ao local com alguma dificuldade e a pedido,a foto foi tratada para que a identificação dos intervenientes não fosse pública.

Photobucket

No Jardim da Correnteza (antes da estátua do Soldado Desconhecido), estão marcadas árvores para mais abates amanhã. Estas intervenções têm a particularidade sintrense de a substituição das árvores abatidas serem efectuadas com pedras de calçada.

Seria bom que os amigos das árvores de Sintra, com os seus telemóveis ou máquinas fotográficas, registassem essa intervenção de forma a ficar mais um testemunho da falta de sensibilidade manifesta em relação ao património arbóreo, que grassa por estes lados.

domingo, dezembro 11, 2011

Diamantes Negros com nova Página Oficial

DiamantesNegros25092011
*Foto da actuação dos Diamantes numa festa na Praia Grande em Setembro de 2011

Os Diamantes Negros, têm agora uma nova Página Oficial:
www.diamantesnegros.org

Photobucket

"Registamos aqui muitas das histórias do passado assim como os acontecimentos actuais que dizem respeito à “Comunidade Diamantina” e aos seus amigos. - Sim, porque ser DIAMANTE não é a mesma coisa que ter tocado num conjunto, é muito mais! "
*Excerto do texto introdutório do novo site

Posts relacionados no Rio das Maçãs -Aqui

sábado, dezembro 10, 2011

Porque hoje (ainda) é Sábado...

ArvoreMonserrate

Árvores do Alentejo

Horas mortas... Curvada aos pés do Monte
A planície é um brasido e, torturadas,
As árvores sangrentas, revoltadas,
Gritam a Deus a benção duma fonte!

E quando, manhã alta, o sol posponte
A oiro a giesta, a arder, pelas estradas,
Esfíngicas, recortam desgrenhadas
Os trágicos perfis no horizonte!

Árvores! Corações, almas que choram,
Almas iguais à minha, almas que imploram
Em vão remédio para tanta mágoa!

Árvores! Não choreis! Olhai e vede:
-Também ando a gritar, morta de sede,
Pedindo a Deus a minha gota de água!

Florbela Espanca

Vila Viçosa, 8 de Dezembro de 1894 - Matosinhos, 8 de Dezembro de 1930

*Foto Parque de Monserrate

sexta-feira, dezembro 09, 2011

Raul Lino e Sintra

CasaBrancaraulLino
"Quando em 1897 regressa a Portugal, o jovem Raul Lino traz um desejo imenso de conhecer a nossa terra e isso fá-lo viajar por Portugal.
(...)
As grandes caminhadas por Sintra, vila pela qual se apaixona e na qual virá a construir, em 1912, a sua casa (a Casa do Cipreste), são uma constante nesta fase inícial. Sintra que em tudo considera excepcional pertence àquela classe de valores míticos de primeira grandeza do nosso firmamento espirítual.
(...)
Aproveitando domingos e feriados, Lino percorre, na companhia do amigo Roque Gameiro, os sítios ao[seu] alcance.(...)"
*Texto retirado de"Raul Lino" Arquitectos Portugueses de Joana Santos.

A Casa Branca das Azenhas do Mar (Foto)

O imaginário da Casa Branca é o da Arquitectura popular portuguesa – ou melhor o modo como Raul Lino viu a tradição popular – e que se transformou numa das marcas que o seu percurso imprimiu ao longo da primeira metade do século arquitectónico português.”

quinta-feira, dezembro 08, 2011

As Praias Encantadas de Roque Gameiro

Photobucket

Por gentileza de Pedro Cabral, do blogue Bonecos de Bolso, publicamos hoje os interessantes desenhos de Roque Gameiro, que ilustram um texto de Jaime Cortesão, em cujas ilustrações (embora não identificadas) se reconhece claramente a Pedra da Ursa e o Arco da Praia da Adraga.

*Não foi possivel obter a data da publicação de "O Romance das Ilhas Encantadas"

Photobucket

Photobucket

Post relacionado:
-A Natureza continua a moldar a Praia da Ursa -Aqui

quarta-feira, dezembro 07, 2011

Campeonato de Futsal da ADBL

Photobucket

No domingo (4 de Dezembro de 2011), as equipas de Futsal dos Bombeiros de Almoçageme e dos Bombeiros Lisbonenses defrontaram-se no Pavilhão Desportivo de Vila Verde. Encontro no âmbito do V campeonato de Futsal da ADBL.

Resultado: B.V. de Almoçageme 4 - B.V. Lisbonenses 1

Fases do jogo:

Photobucket
Com equipamento amarelo e azul, os B.V. de Almoçageme
Photobucket

Photobucket
No último minuto o golo dos Lisbonenses

Post relacionado no blogue "Sobre os Bombeiros Voluntários Lisbonenses"-Aqui

segunda-feira, dezembro 05, 2011

Horrores de Sintra

Photobucket
Fotos de 4 de Dezembro de 2011

No Carrascal/Sintra as "árvores" foram de novo massacradas. No Carrascal, não gostam de árvores! Porque é que não as abatem de vez???

O ano passado estas "árvores" foram vítimas de rolagens 2 (DUAS) vezes -em Janeiro e em Dezembro!.
Não haverá alguém com um mínimo de sensibilidade na Câmara Municipal de Sintra, que pare este massacre anual???


Photobucket


Photobucket

Photobucket

Photobucket

Posts relacionados:
-Não havia Necessidade! - Janeiro de 2010-Aqui
-Árvores de Sintra-Abril de 2010 -Aqui
-Porque é que não as abatem de vez?-Dezembro de 2010-Aqui