quarta-feira, fevereiro 29, 2012

Outra Forma de Olhar

PescasPMacas222012f

PescaPMacasb2012f

"Percorremos todo o litoral Sintrense e lá encontramos um pesqueiro com algumas condições. Decidimos engodar com ouriço na esperança de apanhar uns bons sargos e alguma dourada que ali entrasse no encalce do ouriço.
Os Iscos disponíveis eram varios, camarão, sardinha, burriés e ovas de lapa.
A pouco e pouco foram saindo uns sargos e safias e no meio um polvo tirado pelo André.
Fizemos toda a enchente na esperança de tirar uns bons exemplares á semelhança do dia de ontem mas eles não apareceram.
O saldo foi positivo, muito km feitos e uns peixes para o grelhador e o convívio entre amigos junto ao mar foi o mais importante."
Texto retirado do excelente blog "Crónicas de um Pescador"

*Fotos de um dia desta semana na Praia das Maçãs

Festival de Artes Performativas em Sintra

Photobucket
Chão de Oliva / Centro de Difusão Cultural em Sintra
Rua Veiga da Cunha, 20 - 2710-627 Sintra
Tel.: 21 923 37 19 - Fax: 21 923 14 46
T.M. 91 926 32 56
e-mail: chaodeoliva@chaodeoliva.com
Site: www.chaodeoliva.com

terça-feira, fevereiro 28, 2012

O Painel da Escola Industrial e Comercial de Sintra

Photobucket
Iniciou-se ontem (27 de Fevereiro), na Escola Ferreira Dias, no Cacém, antiga Escola Industrial e Comercial de Sintra um evento, denominado "À Volta do Painel", que tem como objectivo um olhar atento sobre a pintura mural do átrio principal da escola, e também falar sobre as memórias da antiga escola - evento que irá decorrer até 9 de Março de 2012.

O Painel da Escola Industrial e Comercial de Sintra

Pintura mural, inventariada com o número ME/401754/146, pertencente à Escola Secundária com 3º ciclo de Ferreira Dias,
Trata-se de uma pintura mural executada por António Soares em 1964, sobre um painel fixo à parede. Encontra-se profundamente integrada na arquitetura da escola e no espírito da época.
Ao centro temos uma figura feminina, com vestes brancas e uma criança sem roupa aos ombros. Esta criança segura
uma placa onde se pode ler "Escola Técnica/ Sintra Cacém". Ao lado desta, encontra-se uma figura masculina, de mais idade, que tem nas mãos um livro.
Do lado esquerdo e direito estão, respetivamente, cinco jovens do sexo masculino e do sexo feminimo, que hasteiam, bandeiras com símbolos alusivos aos vários cursos técnicos lecionados na escola.
A Escola Secundária com 3° Ciclo de Ferreira Dias teve a sua origem na Escola Industrial e Comercial de Sintra, criada 1959. O edifício inicial, onde se encontra a referida pintura, não sofreu grandes modificações desde a sua criação.
O autor da obra, Mestre António Soares (1894 - 1978), viveu numa época em que se começam a afirmar em Portugal novas correntes estéticas, ligadas ao modernismo, a par do naturalismo. Não teve qualquer tipo de formação académica e iniciou-se na vida artística através da ilustração. Destacou-se igualmente nas áreas da arquitetura, decoração e cenografia. No âmbito da pintura mural, podemos destacar as pinturas no café lisboeta, A Brasileira.
Caracteriza-se por um estilo que lembra Columbano, com grande interesse pela figura e pela sensibilidade e emoção que consegue transmitir. Participou em várias exposições
internacionais, entre 1959 e 1967.

texto retirado daqui

Photobucket



Memórias da E:I.C de Sintra
Com a colaboração prestimosa de Luís Cardoso, (antigo aluno da escola),publicamos hoje duas fotos dos anos 60, com duas turmas dos cursos industriais. Luís Cardoso era na altura já Mestre de Oficinas e também elemento do conjunto musical Sintrense "Diamantes Negros", que abrilhantou várias vezes os bailes de finalistas da escola.
Photobucket
Photobucket

segunda-feira, fevereiro 27, 2012

Roubo de cobre causa grande prejuízo à rede do eléctrico da Praia das Maçãs

Electrico2012
Recta na Ribeira de Sintra, local onde foi vandalizada a linha aérea do eléctrico

Roubo de cerca de 200 metros de fio de cobre da Catenária do eléctrico, na noite da última 4ª feira, na recta da Ponte Redonda - impede agora também a circulação a partir da Ribeira de Sintra, no sentido Praia das Maçãs.

Este roubo implica um grande prejuízo, na altura em que se espera a recuperação da linha em Monte Santos, afectada num dos últimos temporais e que tem impedido desde essa altura, o eléctrico de chegar a Sintra.

Será necessário impedir novos roubos, criando com a policia Municipal e GNR, uma apertada vigilância no extenso percurso do eléctrico.

Electrico20122

domingo, fevereiro 26, 2012

O Voo do Falcão Peneireiro

FalcaoPeneireiro2012

FalcãoPeneireiroPGrande5f

FalcãoPeneireiroPGrande002012

FalcãoPeneireiroPGrandef

FalcãoPeneireiroPGrande99f

Falcão PeneireiroPGrande2012f
*Fotos desta semana na Praia Grande/Sintra

O Peneireiro é um pequeno falcão que deve o seu nome à capacidade de peneirar, parecendo que fica suspenso no ar. Desta forma observa o chão procurando as suas potenciais refeições, geralmente a pouca distância do solo.

O falcão Peneireiro, caça persistentemente, voando e peneirando, de cauda aberta, acima do solo. Assim que a sua presa é localizada, “mergulha” a pique para a atacar. As suas longas asas pontiagudas permitem-lhe um voo possante, rápido e ágil. A sua cauda é longa e as asas são arqueadas em forma de foice.

Saber mais sobre o falcão Peneireiro - aqui

sábado, fevereiro 25, 2012

Porque hoje é Sábado...

Photobucket

Que Há para Lá do Sonhar?

Céu baixo, grosso, cinzento
e uma luz vaga pelo ar
chama-me ao gosto de estar
reduzido ao fermento
do que em mim a levedar
é este estranho tormento
de me estar tudo a contento,
em todo o meu pensamento
ser pensar a dormitar.

Mas que há para lá do sonhar?

Vergílio Ferreira, in 'Conta-Corrente 1'

*Foto: Fontanelas/Sintra, local onde o escritor Vergílio Ferreira tinha casa e a povoação prestou-lhe a homenagem com um monumento que recorda a sua presença naquela terra, em que as ruas são versos....

sexta-feira, fevereiro 24, 2012

Painel de azulejos de Graça Morais vandalizado em Rio de Mouro

Com a devida vénia, transcrevemos na integra um post do blogue “Tudo de Novo a Ocidente”. O autor, Júlio Cortez Fernandes, esteve esta noite na Assembleia Municipal que se realizou no Palácio Valenças, onde alertou de viva voz, a uma assembleia pouco atenta, para o acto de vandalismo praticado no painel de Graça Morais em Rio de Mouro, pedindo a rápida remoção dos cabos eléctrico que o danificaram.

UM ACTO DE VANDALISMO-GRAÇA MORAIS NÃO MERECIA!

Photobucket
Foto Tudo de Novo aOcidente

UM ACTO DE VANDALISMO-GRAÇA MORAIS NÃO MERECIA!
No post que publicamos em 29 de Julho de 2007, manifestamos o nosso descontentamento pelo estado de abandono em que se encontra o painel de autoria da ilustre figura da cultura portuguesa, que é GRAÇA MORAIS, colocado na zona envolvente da estação ferroviária de Rio de Mouro, no município de Sintra.
Há poucos dias colocaram iluminação numa das componentes da obra de arte, que está nas paredes do viaduto do caminho de ferro. Pensámos: finalmente, vale mais tarde que nunca! Verificamos hoje que era melhor terem ficado quietos, porque:
OS TUBOS COM OS CABOS ELÉCTRICOS, AS CAIXAS DE APARELHAGEM E AS BRAÇADEIRAS DE FIXAÇÃO, foram instalados directamente sobre os AZULEJOS DO PAINEL, vandalizando assim a obra de GRAÇA MORAIS!
Não há palavras para tamanho atentado à cultura. Quem tem culpa? Não sei, mas daqui lanço um apelo reparem rapidamente esta asneira, para continuar a ter esperança que em Portugal ainda é possível acreditarmos nas instituições. Estou muito indignado! Se estiverem de acordo os que visitam este "blog" protestem.

quinta-feira, fevereiro 23, 2012

Polacos tentam conquistar o Castelo dos Mouros

castelo2final copy


Depois da entrada dos chineses e árabes na EDP e REN e dos angolanos no BPN, os polacos tentaram conquistar o nosso Castelo dos Mouros...

Notícia do Correio da Manhã:

Polacos quiseram tirar bandeira no Castelo dos Mouros

Sucedem-se os incidentes com os adeptos do Legia Varsóvia que acompanharam a equipa polaca a Portugal para assistirem ao encontro com o Sporting que se disputa às 20h05 desta quinta-feira, a contar para a Liga Europa. Desta feita foi no Castelo dos Mouros, em Sintra, onde ao princípio da tarde de quarta-feira oito turistas dessa nacionalidade foram escoltados até à estação da CP de Sintra depois de terem tentado retirar a bandeira portuguesa que ali estava içada.

Por:Miguel Curado

O grupo de polacos chegou ao Castelo dos Mouros pelas 13h00 de quarta-feira. Revistados à entrada pelos vigilantes do monumento, foram forçados a deixar as garrafas de álcool que transportavam, ao que obedeceram ordeiramente.
Segundo fonte oficial da Parques de Sintra (empresa que gere este e outros monumentos turísticos do concelho), a visita decorreu normalmente, até ao momento em que o grupo passou junto a uma das muralhas do castelo onde está içada a bandeira portuguesa. Foi então que os polacos tentaram retirar aquele símbolo nacional, mas os seus intentos saíram frustrados graças à intervenção da equipa de seguranças privados.
Após terem sido manietados, os oito polacos foram conduzidos à estação da CP de Sintra, com o auxílio de uma patrulha da GNR.

quarta-feira, fevereiro 22, 2012

Traz Outro Amigo Também (Actualizado)

Zeca Afonso
2 Agosto 1929 - 23 Fevereiro 1987


Recordar Zeca Afonso
Ao longo de todo o dia a RTP faz um tributo ao homem, à vida e a obra com parte da programação dedicada ao poeta, compositor e intérprete José Afonso.

Na RTP1 podem assistir ao primeiro episódio da série documental "Zeca Afonso - Maior que o pensamento", de Joaquim Vieira.

- Dia 23, às 22:40.

Na RTP Memória podem ver o concerto "José Afonso ao vivo no Coliseu", gravado ao vivo a 29 de janeiro de 1983, no Coliseu dos Recreios.

- Dia 23, a partir das 15:20, com repetição a partir das 23:15.

Na Antena1 também recorda Zeca Afonso.

- Dia 23, ao longo de todo o dia podem ouvir nove poemas ditos por António Cardoso Pinto.
- Dia 24, a partir das 21:13, transmissão do concerto Amigos Maiores que o Pensamento do grupo Canto D'Aqui.

Via José Almeida Dias

DiscoJoseAfonsoLinkEm 1963, José Afonso gravou o EP Baladas de Coimbra com "Os Vampiros".

Intolerância Sintrense

CarnavalMagoito2012ff4
Animação em Arneiro dos Marinheiros, durante a passagem pelas ruas da localidade do Corso do MBTA

Fernando Seara, para quem a Distrital de Lisboa do PSD, já tem um novo desafio a propor-lhe após deixar a autarquia de Sintra, não permitiu aos “seus” funcionários, beneficiar da tradicional tolerância de ponto na Terça-feira Gorda - forma de engordar a estatística de Câmaras PSD, que seguiram fielmente o desejo do seu Presidente de partido e Primeiro Ministro.


PSD- 1 Sintra- 0

Com a intolerância do PSD, as populações do Concelho de Sintra, que não têm como patrão o Estado, puderam cumprir as tradições carnavalescas. Assim o MBTA (Magoito, Bolembre, Tojeira e Arneiro dos Marinheiros), fez sair o seu tradicional corso carnavalesco nesta Terça-feira de Carnaval. Corso que percorreu as ruas das 4 aldeias .

CarnavalMagoito2012f3

CarnavalMagoito2012f2

CarnavalMagoito2012ff3


CarnavalMagoito2012f

terça-feira, fevereiro 21, 2012

Porque hoje é Terça-feira Gorda

Outros Carnavais

Photobucket
Desfile Carnavalesco em 1929, na Avenida da Liberdade em Lisboa /foto de Ferreira da Cunha -Arq.Fot. da CMS
Photobucket

Revista Ilustração Nº196 de Fevereiro de 1934

segunda-feira, fevereiro 20, 2012

Notas sobre o naufrágio do Alchimist Emden

Photobucket
No post Naufrágios, de 6 de Fevereiro de 2012, não tinha sido possivel acrescentar algumas notas sobre o encalhe no litoral da Ericeira, do navio de bandeira Cipriota,"Alchimist Emden" - por esse motivo voltamos hoje ao assunto.

O "Alchimist Emden" encalhou na Praia de Cambelas (Ericeira), em 15 de Fevereiro de 1978, transportava 1600 toneladas de produtos químicos e explosivos.
Um destacamento do Regimento de Engenharia de Lisboa(REL) executou, em tempo "record", a abertura de um itinerário de acesso à praia , com vista a possibilitar o trabalho de desencalhe e descarga do navio , tarefa que a não ser feita teria vindo a originar um desastre ecológico naquela zona da costa.
Foi feita a tranfega para terra do total da carga.O navio ficou a apodrecer no mar, estando a popa do "Alchimist Emden" ainda visível no local em 2009.

Photobucket
Foto de Fev.1978 na Praia de Cambelas com o navio encalhado

domingo, fevereiro 19, 2012

Questão da tolerância ou a falta dela

Photobucket

"Pelo menos 116 câmaras das 308 do País vão dar o dia ou meio-dia da terça-feira de carnaval aos seus funcionários. Por outro lado, segundo dados obtidos pela Lusa, 105 decidiram não dar tolerância de ponto.
O Governo (PSD/CDS) decidiu não dar tolerância de ponto aos funcionários públicos da administração central no carnaval, ficando em aberto as tomadas de posições na administração local.
Entre as câmaras do partido maioritário no Governo (PSD), pelo menos 75 não vão conceder o dia e 31 decidiram dar o feriado aos seus munícipes."

Noticiava hoje o Correio da Manhã

E em Sintra, Fernando Seara (PSD), permitirá a tolerância de terça-feira de Carnaval?

Segundo o blogue "Tudo Sobre Sintra", existem notícias vindas de fora, que indicam que Sintra, também poderá assistir aos festejos de Carnaval na próxima terça-feira nas várias localidades do Concelho que organizam festejos carnavalescos, há muitos anos - muito antes de Fernando Seara e Passos Coelho, estarem nos seus actuais cargos.
Notícia da BBC- aqui
Notícia da RFI -aqui

Créditos
Foto de Cavaco pedinte encontrada aqui

sábado, fevereiro 18, 2012

Porque hoje é Sábado...

Photobucket

Não me Peçam Razões

Não me peçam razões, que não as tenho,
Ou darei quantas queiram: bem sabemos
Que razões são palavras, todas nascem
Da mansa hipocrisia que aprendemos.

Não me peçam razões por que se entenda
A força de maré que me enche o peito,
Este estar mal no mundo e nesta lei:
Não fiz a lei e o mundo não aceito.

Não me peçam razões, ou que as desculpe,
Deste modo de amar e destruir:
Quando a noite é de mais é que amanhece
A cor de primavera que há-de vir.

José Saramago, in "Os Poemas Possíveis"

*Foto:Placa junto à Oliveira, onde se encontram as cinzas de José Saramago, em frente à Casa dos Bicos em Lisboa

sexta-feira, fevereiro 17, 2012

Azenhas do Mar no Inverno de 2012

AzenhasdoMar2f

Azenhas do Mar3f
-Fotos das Azenhas do Mar esta semana, num Inverno cheio de Sol e com um extenso areal


Texto de uma publicação de 1929 da Comissão de Melhoramentos das Azenhas do Mar

O Projecto do Casino

"Reconhecida a necessidade absoluta da instalação de um casino ou clube modesto onde se reunam as familias locais, resolvemos promover a constituição de uma sociedade por quotas que chamasse a si tão útil iniciativa; já está subscrito até 25 contos o capital primitivo e resta-nos mandar elaborar o projecto e escolher o terreno para tal fim.

A maioria dos habitantes têm insistido connosco para a organização de uma pequena banda de música; logo que a maioria dos adultos que andam na Escola (Escola Primária Oficial das Azenhas do Mar) saibam as primeiras letras promoverem o necessário ao ensino da música.(...)"

Comissão de melhoramentos das Azenhas do Mar

Relatório e Contas – Exercício de 1928 –Ed.1929

quinta-feira, fevereiro 16, 2012

Árvores e as Alergias

Igreja S.Martinho/Sintra
*Foto de Plátano vítima de mais uma rolagem no adro da Igreja de S.Martinho, na Vila Velha de Sintra

Pelo seu interesse, trancrevemos um oportuno texto sobre as alergias provocadas pelas plantas e árvores,publicado no Correio do Minho, em 18/03/2010:

Pólenes são agressores invisíveis escondidos nas ervas e não nas árvores


A maioria das pessoas vê as árvores como as grandes causadoras das suas alergias, mas muitas vezes o pólen é um “agressor” invisível que está “escondido” nas ervas e nas flores, alertou o presidente da Sociedade Portuguesa de Alergologia.

Mário Morais de Almeida contou à agência Lusa um caso ocorrido recentemente na freguesia de Marvila, em Lisboa: “As pessoas estavam convencidas de que eram os plátanos que estavam a afetar a sua qualidade de vida e lhes estavam a provocar alergias”.

Para tentar esclarecê-las, a Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SPAIC) fez um rastreio à população e concluiu que eram muito poucas as pessoas que tinham alergia ao plátano.

“Eram alérgicas a outros pólenes para os quais não estavam alertadas, porque não os veem. É como seja um agressor invisível”, explicou Morais de Almeida.

No final desta ação, as “pessoas tomaram consciência de que a solução não passava pelo abate das árvores, mas por tratarem os seus sintomas de alergia”.

Mário Morais adiantou que “as pessoas têm tendência a culpabilizar um inimigo que, ainda por ci ma, é grande e que eventualmente pode sujar a casa e o automóvel, mas têm de perceber que não é isso que lhes dá problemas de saúde. São os agentes invisíveis que estão chocar contra o seu nariz, a sua boca” e que vêm das gramíneas, das ervas e de outras árvores.

Nesta altura do ano, as árvores, como os plátanos, estão a largar as suas sementes, o que se traduz na existência de 'algodões' que circulam, mas são apenas “o útero da árvore a largar as suas sementes”.

“Não é isso que provoca as alergias”, advertiu o responsável, comentando que, no caso dos plátanos, a polinização já aconteceu umas semanas antes deles largarem estas sementes.

A agência Lusa questionou a associação de defesa do ambiente Quercus sobre as queixas da população sobre as árvores e o seu eventual abate. O dirigente Francisco Ferreira disse que há alguma pressão das pessoas nesse sentido, mas as autarquias não abatem as árvores.

“Existem queixas, mas as câmaras, em geral, não aceitam esse argumento como válido e não abatem as árvores”, sustentou o ambientalista.

http://www.correiodominho.com/noticias.php?id=25028

quarta-feira, fevereiro 15, 2012

Abate de Plátanos pela CMS a pedido de moradores no Lourel

Photobucket
O local do Plátano abatido do lado direito da entrada da Vila dos Plátanos
Photobucket
O local do Plátano abatido do lado esquerdo do portão da da Vila dos Plátanos

No Lourel/Sintra, foram abatidos dois saudáveis Plátanos pela CMS , existentes na via pública há mais de 20 anos em frente a um imóvel, denominado Vila dos Plátanos.

Na Vila dos Plátanos, nem todos os moradores gostavam dos Plátanos, ora porque fariam sombra, ora porque as raízes provocavam ranhuras nos muros do quintal – então a pedido de alguns moradores, a CMS abateu-os.

A Vila, agora de Plátanos só tem o nome –atribuído pelos Plátanos que agora deixaram abater.

Também Sintra e todos nós perdemos com esta intervenção mais duas árvores, património que devia ser tratado com mais respeito e com uma atitude pedagógica em defesa das árvores por parte de uma autarquia, que faz ouvidos de mercador, aos apelos dos que pensam que as árvores são elementos fundamentais no nosso ambiente - nas nossas cidades e nos nossos campos.

Photobucket
O local dos dois Plátanos abatidos ( todo o resto da rua está coberta por Plátanos, provocando agora este abate a quebra do seu alinhamento)

"A decisão de abate de uma árvore, enquanto bem público e elemento fundamental do ambiente urbano que é, deverá ser sempre um último recurso, a ponderar de forma fundamentada e criteriosa. Neste contexto, o Núcleo de Lisboa da Quercus, não pode deixar de condenar quaisquer intervenções camarárias que impliquem a destruição de mais exemplares arbóreos na Vila de Sintra, salvo se imperiosas e justificadas razões fitossanitárias o recomendassem."

*De um comunicado da Quercus em 14 de Novembro de 2011

segunda-feira, fevereiro 13, 2012

Praia Grande em dia de Maré Baixa

PGrandeMBaixa

Mais um dia de Sol de Inverno e uma Maré Baixa, criou um imenso areal da Praia Grande - permitindo olhar a Praia de ângulos pouco habituais.
PGrandeMBaixa3

PGrandeMBaixa7

PGrandeMBaixa4

PGrandeNBaixa5
Fotos de hoje 13/02/2012

domingo, fevereiro 12, 2012

sábado, fevereiro 11, 2012

Porque hoje é Sábado...

Gato2012

Gato que brincas na rua
Como se fosse na ama,
Invejo a sorte que é tua
Porque nem sorte se chama.

Bom servo das leis fatais
Que regem pedras e gentes,
Que tens instintos gerais
E sentes só o que sentes.

És feliz porque és assim,
Todo o nada que és é teu.
Eu vejo-me e estou sem mim,
Conheço-me e não sou eu.

Fernando Pessoa

sexta-feira, fevereiro 10, 2012

No Mucifal a Tradição ainda é o que era! (Actualizado)

Photobucket
Durante a "poda" camarária, ontem (09-02-2012)

Também os Plátanos do Mucifal/Sintra, foram vítimas das práticas "tradicionais" de rolagens, que destroem as árvores, motivando ataque de fungos, e infecções que mais tarde provocam o seu precoce abate.
O aspecto que os infelizes Plátanos agora apresentam, choca a sensibilidade de quem os observa - tornando o Mucifal ainda mais triste.
Photobucket
Hoje (10-02-2012), após a rolagem
Photobucket
Foto de hoje, de dois de Plátanos adultos que não deixaram que continuassem com ramos
Photobucket
Foto de hoje - mais um Plátano bárbaramente "podado"...
Fotos em 9 e 10 de Fevereiro de 2012

OS "Plátanos" do Mucifal no Blogue A Sombra Verde

Photobucket

"Albert Einstein terá dito que existem apenas duas coisas infinitas, o universo e a estupidez humana. Terá ainda acrescentado ter sérias dúvidas sobre a primeira.

Eu, que em nada me quero comparar ao génio de Einstein, não tenho nenhuma dúvida sobre a segunda, sobretudo quando vejo a forma como, por cá, destruímos, todos os anos, as árvores das nossas vilas e cidades."

http://sombra-verde.blogspot.com/2012/02/estupidez-humana-nao-e-relativae.html