sábado, outubro 31, 2015

Porque hoje é Sábado...

Varzea de Colares29102015blog.jpg
Várzea de Colares nos dias de hoje (foto com a bomba de gasolina da BP, em 29/10/2015)Vistaparcial de ColaresBombadaGazolinaM Clara Gome Foto  antiga não datada,  bomba da gasolina da Várzea de Colares com os frondosos plátanos
 Créditos: Maria Clara Gomes via página de FB "Adoro Sintra ".

A propósito da Várzea de Colares
O Jornal " O Concelho de Sintra" nº29 de 1 de Junho de 1911 , publicava um artigo dedicado à Várzea de Colares, que transcrevemos parcialmente mantendo a acentuação e ortografia do original.

A poetica Varzea de Collares e o dia de S.JoãoHa 37 annos via-se ao pé da antiga ponte e no sítio que hoje occupa a adega Bernardino Gomes e Comp.ª uma tosca cabana coberta de colmo vendo-se sobre uns fetos peras, pecegos e mais fructas; e um barril do bello ramisco...
Eram as filhas do conhecido fazendeiro Chistovão d'Almeida, vulgo da Volta, as caixeirinhas assiduas d'aquella tendinha em miniatura! Coitadas! não morreram velhas!
Parece-me estar ainda em pleno e intimo convivio com os meus amigos João Paraty, Conde de Caparica, Manoel Pereira, Conde de Idanha, do Tojal, Portocarrero, Villa Real, Luiz do Rego, Isidoro de Bemfica...e tuti quanti - a maior parte já fugiu para a outra banda.
O dia de S.João d'aquelles tempos!
Emquanto os barcos do Almeida da volta se retiravam suavemente com as cachopas, ás vezes misturadas com os Marialvas que lhes pagavam o bote, grupos alegre d'outras raparigas dançavam alegremente ao som do pifano sem chaves, e descantes populares.
(...)
Não havia caminho de ferro, nem electricos, nem automoveis, e a Varzea sempre repleta de visitantes, Marquez de Vallada, Conde de Misquitela (velho) que tristes recordações! - parece-me milagre eu poder ainda contar estas coisas.
(...)
Quem me déra ter ainda o bom humor de glosar, como quando nos botes recitava em prosa mal rimada.

Collares é um jardim
Bordado de bellas flores,
Dahlia açucena e jasmim
Cravos perfeitos amores?

C.
http://riodasmacas.blogspot.pt/2010/09/varzea-de-colares-de-antigamente.html

sexta-feira, outubro 30, 2015

Árvores de Colares

Estes plátanos, situadas na freguesia de Colares, concelho de Sintra, são, com toda a certeza e como acontece noutros pontos do país, uma herança do tempo em que a Junta Autónoma de Estradas (JAE), hoje Estradas de Portugal (EP), plantava árvores à beira das nossas estradas.
ArvoresColares28092015Ph.blogjpg.jpg
Estrada de Colares

De um comunicado da Associação de Defesa do Património de Sintra (ADPS)-sobre o Congresso Mundial da OCPM , em Sintra / Novembro de 2011:

"Os conhecimentos na área da arboricultura para a conservação do arvoredo permitem hoje em dia a aplicação de técnicas para a manutenção em segurança das árvores que pela sua localização, espécie, raridade, longevidade ou monumentalidade devem ser especialmente protegidas na área classificada como Património Mundial e na sua Zona Tampão e de Transição."
ArvoresdeColares2015blog.jpg
Várzea de Colares.
 

quinta-feira, outubro 29, 2015

Plano de Pormenor da Praia Grande prevê restrição automóvel na época balnear


Foto na Praia Grande em 08/09/2014

Pelo seu interesse transcrevemos na íntegra um artigo do Público de 26/10/2015 sobre a proposta de Plano de Pormenor da Praia Grande:

Plano da Praia Grande, Sintra, prevê restrição automóvel na época balnear


No parque de campismo, fechado por falta de condições sanitárias, admite-se a construção de um parque de campismo e caravanismo de quatro estrelas.

A Câmara de Sintra vai colocar em discussão pública o Plano de Pormenor da Praia Grande (PPPG), que prevê um empreendimento turístico na antiga colónia de férias da CUF e a restrição automóvel na frente marítima na época balnear.
A proposta do PPPG, aprovada já pelo executivo camarário, prevê dois parques de estacionamento, a recuperação do parque de campismo e um empreendimento turístico na Quinta do Mar (ex-CUF), na estrada que liga a Almoçageme.
"Não se corta o trânsito, não é possível, porque isso prejudicava muito os restaurantes. Vamos é possibilitar que haja outro tipo de estacionamento, uma oferta maior e não a desordem que temos visto até agora", disse à Lusa o presidente da autarquia, Basílio Horta (PS).
Apesar do autarca afastar a proibição do acesso automóvel a partir do Hotel Arribas, porque "se perdia mais do que se ganhava", notou que o plano vai criar "uma zona finalmente ordenada e completamente requalificada".
A proposta do PPPG, que abrange uma área de 99 hectares (ha), na freguesia de Colares, prevê a "qualificação do espaço público na frente da praia através do condicionamento à circulação viária, reperfilamento da via e substituição dos pavimentos".
A reestruturação viária incluirá uma rotunda para inversão do sentido de trânsito e um parque de estacionamento público, com 382 lugares para ligeiros e quatro lugares para autocarros, "alternativo aos condicionamentos de trânsito previstos na frente de praia, destinado a servir a afluência balnear no Verão", lê-se no relatório da proposta.
Entre o entroncamento com a Estrada do Rodízio e a nova rotunda serão criados mais 109 lugares de estacionamento público ao longo da via, além de um parque privado com 80 lugares de apoio à Praia Pequena, logo a seguir ao parque de campismo.
A arborização da frente de praia, com alargamento dos espaços pedonais e quiosques, uma ciclovia do lado mar, a remodelação dos balneários públicos, e pequenas bolsas de estacionamento do lado da arriba, são outras medidas apontadas.
Para a Quinta do Mar, antiga colónia de férias da Companhia União Fabril (CUF), está projectada a reconversão em "empreendimento turístico" dos 14 imóveis, incluindo os cinco edifícios dos dormitórios, com o máximo de três pisos acima do solo e 40 camas/ha.
Nos 4,43 ha do parque de campismo, fechado por falta de condições sanitárias, admite-se a construção de um parque de campismo e caravanismo de quatro estrelas, como previsto no Plano de Ordenamento da Orla Costeira (POOC) Sintra-Sado.
A área para circulação interna, instalações e equipamentos comuns "não pode exceder 25% da área total do parque" e são "admitidas instalações complementares destinadas a alojamento até 25% da área total do parque destinada aos campistas", estabelece a proposta.
O plano, com uma área repartida em 36,73% de solo urbano e 63,27% de solo rústico, assenta em três eixos estratégicos: "preservação e qualificação ambiental e redução dos riscos", "valorização da oferta turística e do uso balnear" e "qualificação do espaço urbano e rústico".
Entre as condicionantes patrimoniais a levar em conta nas intervenções, apesar de se localizarem fora da área do plano, são referidas as jazidas paleolíticas da Praia da Adraga, a jazida de pegadas de dinossáurios da Praia Grande e o santuário romano consagrado ao Sol, à Lua e ao Oceano, no Alto da Vigia.
Segundo Ana Queiroz do Vale, directora municipal de Ambiente, Planeamento e Gestão do Território, a proposta será colocada em discussão pública após publicação oficial e "está prevista uma sessão com a população" para esclarecimento das medidas do plano.
          http://www.publico.pt/local/noticia/plano-da-praia-grande-sintra-preve-restricao-automovel-na-epoca-balnear-1712427

terça-feira, outubro 27, 2015

segunda-feira, outubro 26, 2015

Fontanelas e o III Festival da Maçã Reineta

Fontanelas25102015Bblog.jpg
Fotos em Fontanelas 25/10/2015

Realizou-se no fim de semana, em Fontanelas, o III Festival da Maçã Reineta uma iniciativa organizada pela Associação de Produtores de Frutos Tradicionais da Região de Colares, pela União Recreativa e Desportiva de Fontanelas e Gouveia e pela União de Freguesias de Terrugem e São João das Lampas, União das Freguesias de Sintra, com o apoio da Câmara municipal de Sintra e várias entidades.
O festival tem por objetivo divulgar a produção, venda, consumo e confecção deste fruto que abunda na região de Sintra e  especial em Fontanelas, em chão de areia.

Fontanelas25102015blog.jpg
A banca do Sr. Fonseca com a sua produção de Maçãs Reinetas, um dos vários produtores presentes no certame.

domingo, outubro 25, 2015

Preços de época baixa nos parques e monumentos sob gestão da PSML

PrincipalPP24102015pblog.jpg
Foto do Palácio da Pena neste Sábado (24/10/2015), ao fim da tarde


Informação PSML:
A partir do próximo dia 25 de outubro, entram em vigor os horários e tarifários da época baixa 2015/2016 nos parques e monumentos sob gestão da Parques de Sintra, até 1 de março de 2016. Os preços de adultos, jovens e família não sofreram qualquer alteração em relação ao período homólogo anterior, ao contrário dos preços para seniores, que baixaram. Os visitantes continuarão também a usufruir de bilhetes com desconto caso pretendam visitar mais do que um dos parques ou monumentos sob gestão da Parques de Sintra.
http://www.parquesdesintra.pt/noticias/horarios-e-precos-de-epoca-baixa/

sábado, outubro 24, 2015

Porque hoje é Sábado....

Garça22102015blog.jpg
Na última quinta-feira, avistámos de novo uma das  Garças-reais que adoptaram como seu habitat nas margens do rio das Maçãs - as fotos foram as possiveis desta vez, esperamos ainda durante muito tempo continuar a fotografá-las.
Garça22102015CP2blogjpg.jpg
Fotos em 21 de Outubro de 2015, na Várzea de Colares

http://riodasmacas.blogspot.pt/2014/10/as-garcas-reais-do-rio-das-macas.html

Sobre a Garça-real

A Garça-real (Ardea cinerea), pertencente à família Ardeidae, é a maior das garças da Europa, com 90 cm de comprimento, entre 175 e 195 cm de envergadura e cerca de 2 kg de peso. É uma espécie conspícua, facilmente observável e reconhecível no campo, mesmo pelos observadores menos experientes. As garças apresentam um voo impetuoso, com o pescoço retraído formando um “s” e emitem frequentemente um grasnar rouco característico. A plumagem das aves adultas é idêntica para os dois sexos, dominando os tons de cinzento, preto e branco. A cabeça e pescoço são maioritariamente brancos, com excepção de uma nítida coroa preta prolongada, na plumagem nupcial, por duas ou três penas também negras. O dorso é cinzento, bem como parte das asas em que somente as penas de voo (primárias e secundárias) são pretas. O bico é amarelo e as patas cor de carne. Os juvenis apresentam uma maior uniformidade no cinzento da plumagem.

DISTRIBUIÇÃO E ABUNDÂNCIA
Distribui-se praticamente por todo o Paleárctico, desde o Norte de África e Eurásia até à Manchúria. Nidifica ainda em alguns países do sudoeste africano e também na Índia, Sri Lanka, China, Tailândia, Coreia e Japão. Na Europa, tanto a área de distribuição como o efectivo populacional têm registado incrementos, embora se verifiquem algumas flutuações associadas, em parte, a condições climatéricas que têm contribuído para a expansão da espécie em direcção a norte e para a sua regressão na Europa Central. Em Portugal a população nidificante, estimada entre 200 e 300 casais em 1991, está maioritariamente concentrada no Alto Alentejo. A abundância da espécie aumenta, no entanto, nos meses de Inverno, sendo parte da população oriunda da Dinamarca, Países Baixos, Alemanha, França e Espanha.
Texto sobre as Garças-reais,encontrado aqui:


http://naturlink.sapo.pt/Natureza-e-Ambiente/Fichas-de-Especies/content/Garca-real-pescadora-elegante?bl=1&viewall=true

quinta-feira, outubro 22, 2015

Refugiados

IMG_103258457680348.JPG
Foto da União Europeia 2015

Portugal prepara-se para a chegada do primeiro grupo de refugiados. Sintra é uma das autarquias que se prepara para receber essas pessoas.
 A câmara municipal de Sintra diz que tem condições para acolher e enquadrar neste programa de refugiados cerca de 90 famílias. - Duas casas devolutas da câmara de Sintra vão servir para receber os primeiros refugiados neste concelho -
 Ver mais:
http://www.rtp.pt/noticias/pais/sintra-pode-receber-pelo-menos-90-familias-de-refugiados_a867551



Festa da Maçã Reineta em Fontanelas

IMG_68317984195645.JPG


Exemplares das maçãs Reinetas de Fontanelas/Sintra
Macieiras em Fontanelas em chão de areia, vizinhas das vinhas de  uvas Ramisco

quarta-feira, outubro 21, 2015

Teatro em Sintra


Com encenação de Paula Pedregal e interpretação de Alexandra Diogo, Nuno Machado e Sofia Borges, este é um espectáculo intemporal de imagens e conteúdo fortes, que impõe uma reflexão através do confronto com a controvérsia das relações humanas.

ESTREIA DIA 23 DE OUTUBRO, Sexta-Feira
72ª Criação da Companhia de Teatro de Sintra
Informações e reservas: 219233719

terça-feira, outubro 20, 2015

Visita às Azenhas do Mar

AzenhasdoMarDSC02268B19102015blog.jpgAzenhas do Mar com um extenso areal e com a piscina oceânica assoreada  (como acontece todos os anos),na tarde ontem.
 
"Azenhas do Mar são a denominação de uma aldeia, duma antiquíssima povoação, que pertenceu há mais dum século ao extinto Concelho de Colares, orago de Nossa Senhora da Assunção, jurisdição da Comarca de Torres Vedras. Fez parte das 25 povoações que constituiam o distrito daquela invocação e era a oitava em importância e número de fogos que, já em 1815, atingiam o somatório de 22.
O indicado distrito de Nossa Senhora da Assunção confinava com os das freguesias de S.Martinho da Vila de Cintra, S.João das Lampas, e com o Oceano, pertencendo-lhe as praias que lhe são adjacentes, e indo acabar no cabo ou farol da Roca (Visconde de Jerumenha no seu livro Cintra Pinturesca Pg. 155 a 157) (...)"

In Opúsculo da Comissão de melhoramentos das Azenhas do Mar -relatório e Contas , exercicio de 1928. Ed. 1929 

AzenhasdoMarDSC0228419102015blog.jpg
Foto em 19/10/2015
Posr relacionado:
http://riodasmacas.blogspot.pt/2015/05/noite-nas-azenhas-do-mar.html

segunda-feira, outubro 19, 2015

Colares nos passeios de William Beckford


Vista de Colares a partir do Castelo

"Segui pela estrada de Colares, e senti no ar uma suavidade e uma fragância deliciosa. Uns chuveiros que tinham caído, refrescaram toda a superfície dos campos, e coloriram de púrpura e de verde alcantis para  lá da Penha Verde, porque a numerosa família das urzes achava-se em plena florescência, e os pequenos prados, com os seus curvos e torcidos sobreiros, tão numerosos à beira dos caminhos, estão agora cobertos de grande lírios brancos, matizados de  cravos."

William Beckford /Correspondência 1787

Photobucket
Sobreiros de Monserrate de onde nunca foi retirada a cortiça

*A construção do Palácio do bispo D.Dinis ter-se-á, iniciado em 1620
Diniz de Melo e Castro, nasceu em Colares, onde viveu largos anos. Morreu em Lisboa, em 24 de Novembro de 1640.Bispo de Viseu (1638) ,Guarda e Leiria, de que tomou posse em 11 de Dezembro de 1627.fundou a casa da Câmara e a Misericórdia de Colares .Obteve o domínio do arruinado castelo, fazendo construir sobre ele a sua casa.
`*

**A construção do Palácio dos Melo e Castro, em Colares, ter-se-á, por ventura, iniciado em cerca de 1620. O facto de se terem detectado alguns elementos pétreos manuelinos avulsos permitem supor que o edifício seiscentista se terá desenvolvido a partir de uma estrutura preexistente, nomeadamente segundo uma tradição historiográfica da Casa da Câmara, a qual, por sua vez, teria aproveitado a antiga alcazaba do hoje desaparecido castelo muçulmano.

Posts relacionados:
http://riodasmacas.blogspot.pt/2009/04/o-castelo-de-colares.html

http://riodasmacas.blogspot.pt/2009/04/o-castelo-de-colares-ii.html

sábado, outubro 17, 2015

Mau tempo em Sintra (Em actualização)

Sobre o cancelamento da I MOSTRA DE VEÍCULOS CLÁSSICOS DE BOMBEIROS "REVIVER MAIS"
COMUNICADO

revivermais.png
*Informação "Reviver Mais"-  Domingo  18/10/2015/18h30
"Devido às condições climatéricas adversas verificadas na manhã de ontem, sábado, dia 17 de Outubro, a REVIVER MAIS entendeu cancelar a realização da Mostra de Veículos Clássicos de Bombeiros que havia sido programada para Sintra, frente ao Palácio Nacional, integrada nas comemorações  do seu 13.º aniversário."

*INFORMAÇÃO: Na sequência das condições meteorológicas de sábado, a Parques de Sintra irá manter ainda encerrados, para limpezas, o Castelo dos Mouros e o Parque... da Pena (embora o Palácio esteja aberto). Todos os restantes Parques e Monumentos se encontram em pleno funcionamento, nomeadamente, Palácio da Pena (acesso direto sem circular pelo Parque), Palácio de Sintra, Palácio de Queluz, Parque e Palácio de Monserrate, bem como o Chalet da Condessa d'Edla (acesso pelo exterior do Parque), Convento dos Capuchos e percurso da Vila Sassetti. Daremos mais informações assim que possível.
Actualização  CMS -Domingo 18/10/2015 -12h00
Vila17102015blog.jpg
 Pequenos "estragos" do temporal de Sábado na Vila Velha de Sintra
*INFORMAÇÃO: Apesar do Alerta Laranja ter terminado às seis da tarde deste sábado no distrito de Lisboa e não estar previsto ocorrerem situações excepcionais que provocaram ventos na ordem dos 120 km por todo o concelho durante este sábado, a autarquia apela que durante as próximas horas não sejam utilizados os caminhos e as estradas da serra de Sintra.
CMS (18h00) Sábado 17/10/2015
ArvoreVila17102015blog.jpg
Os efeitos das fortes rajadas de vento nesta manhã de Sábado na Vila velha

MAU TEMPO EM SINTRA

Os jardins da Quinta da Ribafria, e da Quinta Nova da Assunção em Belas vão encerrar ao público durante o dia de hoje devido aos fortes ventos que se fazem sentir em todo o concelho de Sintra
*Informação CMS

Foto retirada do FB de Manuel Cabo

"Uma das árvores centenárias do Hotel Central abriu-se ao meio que por sorte não provocou feridos de maior apenas uma pessoa foi ligeiramente atingida na perna os nossos Bombeiros são impecáveis em poucos minutos eles responderam prontamente."
 *No FB de Manuel Cabo
https://www.facebook.com/manuel.cabo.71


INFORMAÇÃO: Devido às condições meteorológicas adversas foram encerrados os acessos à serra de Sintra, sendo impossível neste momento chegar ao Parque e Palácio da Pena, Castelo dos Mouros e Convento dos Capuchos.
Atualizaremos a informação assim que os acessos reabrirem

*Informação PSML

No FB Talho da Lurdes:
"...dando uma volta pelas praias e Janas vejo que está complicado, nas maçãs as esplanadas estão espalhadas pela estrada fora, painéis laterais de paragens partidos, hoje só se vê trancos e caruma na estrada mas o caso pior que vi foi uma árvore de grande porte caída na estrada mas prontamente os bombeiros de Bv Colares iriam para lá."
*Foto e legenda retirado do FB Talho da Lurdes

Postal de Colares com Árvores

ArvoresColares16102015blog.jpg

"Finalmente em Colares. Toda a paisagem em redor ganha pujança e lírismo inegualáveis. Os horizontes alargam-se em direcção à grandeza religiosa do oceano. A exuberância delirante da vegetação que cobre todas as encostas, todas as ondulações do terreno sinuoso é um verdadeiro sonho megalómano da Natureza tão pródiga aqui em benções e em bens."
Oliva Guerra/Roteiro Lírico de Sintra/1940

Electrico431102014Pblog copy.jpg

sexta-feira, outubro 16, 2015

Parques de Sintra nomeada para os World Travel Awards - "Melhor Empresa do Mundo em Conservação"

Palacio_Nacional_da_Pena_creditos_PSML_Wilson_Pere
Foto PSML
De um texto informativo da Parques de Sintra Monte da Lua:
 "Parques de Sintra nomeada para os World Travel Awards - "Melhor Empresa do Mundo em Conservação" - - Votação online do público e profissionais do turismo até 8 de novembro - Parques de Sintra venceu em 2013 e 2014 - World Travel Awards são considerados os “Óscares do Turismo” Sintra, 13 de outubro de 2015 – A Parques de Sintra foi novamente nomeada para os “World Travel Awards”, na categoria de “Melhor Empresa do Mundo em Conservação” (World’s Leading Conservation Company). Estes são considerados os “Óscares do Turismo” e a Parques de Sintra foi vencedora em 2013 e 2014, – em 2015 volta a ser a única nomeada europeia nesta categoria. As votações para os World Travel Awards (WTA) estão abertas até 8 de novembro, sendo possível a qualquer pessoa votar nas melhores instituições na área do turismo, a nível mundial."

Para votar na Parques de Sintra basta:
 Registar-se em www.worldtravelawards.com/register  

* Os vencedores serão conhecidos a 12 de dezembro, numa cerimónia a decorrer em El Jadida, Marrocos.

Vote_Pena.JPG

 

quinta-feira, outubro 15, 2015

I Mostra de Veículos Clássicos de Bombeiros em Sintra

Bombeiros  Voluntários de Colaresblog.jpg
Bombeiros Voluntários de Colares -O auto-tanque-pronto-socorro Studebaker construído em 1950, na fábrica dos Cinco Irmão Unidos

BombeirosDiaMunicipal2012f Bombeiros Voluntários de Almoçageme - Pronto-Socorro Morris  Commercial de 1946
revivermais.png
I MOSTRA DE VEÍCULOS CLÁSSICOS DE BOMBEIROS "REVIVER MAIS" - SINTRA, 17 DE OUTUBRO DE 2015
 Integrada nas comemorações do 13.º aniversário da REVIVER MAIS, está prevista para o dia 17 de Outubro, na Vila de Sintra, no Terreiro da Rainha D. Amélia, junto ao Palácio Nacional de Sintra, com o apoio da Sintra Parques - Monte da Lua, da Liga dos Bombeiros Portugueses, da Federação de Bombeiros do Distrito de Lisboa e da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários do Dafundo (Museu Automóvel).

quarta-feira, outubro 14, 2015

Mike Stewart o Senhor Bodyboard / Visitas à Praia Grande

MikeStewart2011blog.jpg
 Foto de Mike Stewart no Sintra Portugal Pro 2010 na Praia Grande

*Visita habitual na Praia Grande, Mike Stewart, é de facto o Senhor Bodyboard. Mike Stewart nasceu em 1964 na ilha de Oahu, terra natal do Presidente  dos EUA, Barack Obama e palco do ataque japonês à base de Pearl Harbour - onde começou a fazer bodyboard na versão moderna do, paipo - a prancha havaiana de madeira em que o surfista seguia deitado.
 
MikeStewart2015blog.jpg
Foto no Sintra Portugal Pro - Setembro 2015 na Praia Grande

*Nove vezes campeão do Mundo é talvez o único bodyboarder a sobreviver ao escárnio dos primos surfistas...
Bodyboard25092015kblog.jpg
Foto no Sintra Portugal Pro Setembro 2015, no aquecimento antes de mais uma participação na Praia Grande

A passagem por Portugal  é habitual no roteiro do Mundial que começou em 1995.Viana do Castelo foi palco da primeira etapa fora do Havai, logo nesse ano, e o Sintra Portugal Pro comemorou este ano o 20º aniversário.
MikeStewart20112Pblog.jpg
Foto de  Mike Stewart  em 2011 na Praia Grande
MikeStewart20115blog.jpg
Foto de Mike Stewart  no  Pro Portugal 2015 no último mês de Setembro na Praia Grande

*Créditos:
Fonte das legendas das fotos adapt. de um artigo publicado na revista P2 do jornal Público (08/10/2015) "O Sr.Bodyboard trouxe o Mundial à Nazaré" da autoria  de Carlos Mariano.

Posts relacionados:
http://riodasmacas.blogspot.pt/2015/09/sintra-portugal-pro2015-na-praia-grande.html

http://riodasmacas.blogspot.pt/2014/09/ultimo-dia-do-sintra-portugal-pro-2014.html

http://riodasmacas.blogspot.pt/2011/08/sintra-portugal-pro-2011-4-e-5-dia.html

terça-feira, outubro 13, 2015

Postal do Palácio da Pena

PPBrumasblog.JPG
Palácio da Pena

Memória histórica
Nota para visitantes:
"Edificio da Pena-visita-se todos os dias e a toda a hora sem bilhete , só o parque e a egreja.Para vêr o palacio, é necessário um bilhete da Administração da Caza Real. Estando S.S.M.M. reinantes, que alli permanecem durante algum tempo da estação de verão , só é permitido vêr o parque. "
No Guia do Viajante em Portugal e suas colónias em Africa".
Ed.Empresa Nacional de Navegação-1907


*
O Palácio da Pena, o Parque da Pena, o Castelo dos Mouros (também reconstruído por D.Fernando II) e o Convento dos capuchos faziam parte do projecto de D.Fernando II para aquele maciço montanhoso e com um bosque semi-devastado que é hoje o magnífico Parque da Pena.

segunda-feira, outubro 12, 2015

Notas sobre o Parque da Pena

Fonte dos Passarinhos
Parque da Pena
Em colaboração com o Barão de Eschwege e o Barão de Kessler, D. Fernando II (reg.1853-1855) vai definir também o plano e projecto do Parque que viria a envolver o Palácio da Pena. Aproveitando o terreno acidentado, a fertilidade do solo e a singularidade climática da serra, manda plantar um imenso arvoredo, originário de regiões distantes, enquadrando, bem ao gosto romântico da época, ruínas, pavilhões e pequenas construções para criar ambientes diversos e cenários de inigualável beleza natural.A intervenção botânica na serra foi de grande envergadura, já que a imagem profundamente arborizada da serra de Sintra, que hoje conhecemos não correspondia, de modo algum, à realidade na segunda metade do século XIX. Além de espécies florestais europeias, foram introduzidas muitas outras originárias de regiões distantes. Foi o caso das sequóias e túias da América do Norte, das araucárias do Brasil e da Austrália, das criptomérias do Japão e dos cedros do Líbano. Construiu-se assim, um ambiente natural de rara beleza e de enorme importância científica que, seguramente muito contribuiu para a classificação de Sintra, pela Unesco como Património da Humanidade




Em 1869, D. Fernando II casa com Elise Hensler, Condessa d' Edla (n.1839-m.1929). A sua segunda esposa iria ser a sua mais fiel colaboradora no processo de arborização e embelezamento do Parque da Pena e tapadas anexas. Partilhando o mesmo gosto pela natureza que o monarca, Elise Hensler vai contribuir para o enriquecimento dos jardins, quer através da plantação da Feteira da Condessa, quer introduzindo espécies raras provenientes da América do Norte, onde vivera parte da sua juventude. Para terem uma residência separada do Palácio, D. Fernando II e a Condessa mandaram edificar o Chalet, edifício hoje parcialmente destruído, que preconizou o gosto pela construção de chalets em Sintra e no Estoril. Em 1885, D. Fernando deixa em testamento, para além de outras propriedades, todo o Parque e o Palácio da Pena à sua segunda esposa. Perante a violenta reacção da opinião pública ao testamento, a condessa acabaria por vender ao Estado em 1889, todas estas propriedades.


Fonte: Texto PSML