domingo, novembro 29, 2015

Tertúlias de Colares - Os lugares de Maria Gabriela Llansol

TertuliasdeColares29112015blog.jpg
Tertúlias de Colares na Sala da Folha no Domingo 29/11/2015, com a professora Teresa Cadete

Do exílio a Colares

"Mucifal 24 de Abril de 1985 (terça)
Hoje, sem que eu saiba nem como nem porquê, a sala de jantar é quase igual à de Jodoigne; no entanto só a mesa é a mesma, e esse ambiente atravessou várias vicissitudes através de Herbais e Mucifal.
(...)
Ao nível do momento fui a Sintra. Li Hölderlin, telefonei à minha mãe. Chove e ouço cair a chuva através do cortinado que pus na janela e que só ocupa a sua parte central. O estore; avariou-se e o senhorio não tem dinheiro para o mandar concertar."
Maria Gabriela Llansol/O azul Imperfeito/Livro de Horas




Maria Gabriela Llansol vivia em Sintra desde 1980 e a sua casa em Colares era um espaço discreto como a sua postura na vida. Espólio literário de Maria Gabriela Llansol, falecida aos 76 anos, em 3 de Março de 2008, foi doado à Associação de Estudos Llansolianos, criada em 2006 para estudar a obra da escritora. Maria Gabriela Llansol deixa obras como "O Livro das Comunidades" (1974), "Causa amante" (1984), "Um falcão no punho" (1985) e "Um beijo dado mais tarde" (1990). «Lisboaleipzig» (1994) e «Amigo e Amiga», vencedor do Grande Prémio de Romance e Novela da APE 2006.

Post relacionado:
http://riodasmacas.blogspot.pt/2008/10/novo-espao-llansol-em-sintra.html

sábado, novembro 28, 2015

As Vinhas do Barão

Barão Von Bruemmer
"O barão Bodo von Bruemmer viveu quatro vidas. Nasceu num lugar chamado Curlândia, sobreviveu a duas guerras mundiais, mudou quinze vezes de escola, teve um cancro. Nunca se sentiu de nenhum país, até encontrar casa em Portugal, aos 60 anos. Aos 96 tornou-se viticultor. Da sua vinha, em Sintra, saem lotes premiados.Mas esta não é uma história sobre vinhos nem a descoberta do segredo da longevidade. Esta é a história de um homem que, prestes a fazer 104 anos, ainda quer continuar a desafiar o tempo."

http://www.noticiasmagazine.pt/2015/barao-bodo-von-bruemmer/

in Magazine Notícias (D.N.) de 8 de Novembro de 2015

Em 1960 conseguiu comprar o Casal de Santa Maria, em Casas Novas na freguesia deColares, no momento seguinte juntou-se aos Bombeiros Voluntários de Colares, "porque estava preocupado com os incêndios que ameaçavam a região".

Aos 96 anos encontrou novamente força e ânimo para destruir e construir, para começar de novo, "plantar uma vinha no Casal de Santa Maria". Em 2010 produziu o primeiro vinho, actualmente tem 13.

" A nova vida de Von Bruemmer como produtor de vinhos também se traduziu numa nova vida para o Casal Santa Maria, onde trabalham nove pessoas, entre empregados, a secretária do barão e dois enólogos. O enólogo chefe é Jorge Rosa Santos".

A vinha
Numa localização previligiada entre o Oceano Atlântico e a serra de Sintra, fica o Casal de Santa Maria, a vinha mais ocidental do continente europeu, ocupando nove hectares de terreno na aldeia de Casas Novas, em Colares.A produção vinícola nesta quinta foi retomada em 2007, mais cem anos depois de ser interrompida em 1903.

Créditos:
Magazine Notícias (D.N.) de 8 de Novembro de 2015 (transcrições parciais do texto)
texto Catarina Fernandes Martins/fotografias Gerardo Santos/Global Imagens

Lisboa, Colares
Jorge Rosa Santos/António Figueiredo
Chardonnay, Arinto, Alvarinho
13,00%

Porque hoje é Sábado...

A constituição do Parlamento após as eleições de 4 de Outubro de 2015

O Parlamento de Portugal é constituído por uma única Câmara, designada Assembleia da República. Sendo um dos órgãos de soberania consagrados na Constituição, além do Presidente da República, do Governo e dos Tribunais, é, nos termos da lei fundamental, “a assembleia representativa de todos os cidadãos portugueses”.
A Constituição, o Regimento e o Estatuto dos Deputados definem as competências e as regras de funcionamento da Assembleia da República e os direitos e deveres dos seus Membros, garantindo as relações de separação de poderes e interdependências relativamente aos outros órgãos de soberania.
​Além da função primordial de representação, compete à Assembleia da República assegurar a aprovação das leis fundamentais da República e a vigilância pelo cumprimento da Constituição, das leis e dos actos do Governo e da Administração.
Fonte:Site do Parlamento.pt
https://www.parlamento.pt/Parlamento/Paginas/default.aspx

sexta-feira, novembro 27, 2015

Notas sobre a Casa dos Penedos



"Um patamar que a própria obra cria, sensivelmente a meio do morro"
(Raul Lino 1879-1974)

Quinta do Saldanha, Casa dos Penedos, antigo Externato Santa Maria,  e  Palácio Valenças.




«A Casa dos Penedos será talvez umas das realizações deste arquitecto (Raul Lino), em que  melhor se entende a sua preocupação com as "boas maneiras" anunciadas na sua obra escrita e transposta para a arquitectura, mas sobretudo entendidas na construção desta casa, onde podemos encontrar "gestos inteligentes e sinais  de insensatez".
Concluída em 1922, por encomenda do financeiro Carlos Machado Ribeiro Ferreira, que tinha já recorrido aos serviços do arquitecto tanto em Cascais como em Lisboa.»
In Raul Lino 1879/1974/Ed.Blau

Fotos de 26/05/2014
 
Post relacionado:
Casa dos Penedo- projecto de Raul Lino à venda

quinta-feira, novembro 26, 2015

Casa dos Penedos - projecto de Raul Lino está à venda

Casa dos Penedos/Pedro Cabral/Blog Bonecos de Bolso


"Concluída em 1922, por encomenda do financeiro Carlos Machado Ribeiro, que tinha já recorrido aos serviços do arquitecto (Raul Lino), tanto em Cascais como em Lisboa, esta grande residência encontra-se na encosta onde se implanta um patamar que a própria obra cria, sensivelmente a meio do morro - uma relação directa com a paisagem montanhosa de Sintra, que lhe dá, quando observada a partir da vila e dos pontos mais baixos, uma predominância decisiva na paisagem que domina e define, fazendo com que simultaneamente se converta num ponto de referência.(...)"
*Em Raul Lino 1879-1974

E está agora à venda por 10 milhões de euros...
http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=800413

.

Créditos

Desenhos de Pedro Cabral, publicados no blog "Bonecos de Bolso"

http://bonecosdebolso1.blogspot.pt/2010/07/casa-dos-penedos-2.html


Casa dos Penedos Sintra photo CasadosPenedos1outubro1926ilustraca.jpg

Casa dos Penedos de Raul Lino, publicado na "Ilustração" de 1 de Outubro de 1926


 photo CasadosPenedosRL.jpg Publicado na "Ilustração" Nº20 de 16 de Outubro de 1926

segunda-feira, novembro 23, 2015

Companhia de Seguros paga 100 mil euros ao armador do "Santa Maria dos Anjos"

Caxinas17923603_dqh4K.jpg
O "Santa Maria dos Anjos" foto de Markus Luske


10 meses depois do desaparecimento dos 5 pescadores do "Santa Maria dos Anjos"

*Notícia via Jornal de Notícias e blog Tudo sobre Sintra:

«Conseguimos um entendimento em relação ao valor do seguro da embarcação, que estava por acertar", explicou a advogada Lara Cunha, acrescentando que o acordo entre as ambas as partes foi alcançado durante uma reunião na tarde desta quinta-feira, em Lisboa, o qual contempla o pagamento da Companhia de Seguros Lusitânia ao armador de "aproximadamente 100 mil euros". A advogada sublinhou que este foi o único assunto abordado na reunião com a seguradora. Sobre o pagamento do seguro às famílias dos cinco pescadores desaparecidos no naufrágio da embarcação, a advogada disse ter conhecimento de que, há cerca de duas semanas, "foi desbloqueada a questão jurídica" que estava a atrasar o pagamento das indemnizações. Ainda no decorrer deste mês, segundo a advogada, os familiares das vítimas vão começar a receber "pensões provisórias" e, a curto prazo, os valores totais. Contactada pela Agência Lusa, fonte da Companhia de Seguros Lusitânia confirmou que "as verbas de indemnização às famílias já começaram a ser pagas", embora reconhecendo que o "processo ainda não está totalmente encerrado, devido a questões jurídicas". Recorde-se que, em outubro deste ano, os responsáveis da APROPESCA, Organização de Produtores de Pesca Artesanal, mostraram-se publicamente indignados com a "morosidade excessiva" no pagamento do seguro às famílias, apelando a que o apoio financeiro chegasse rapidamente aos familiares e ao armador, lembrando que o acidente já tinha acontecido há mais nove meses. O Santa Maria dos Anjos, uma embarcação com seis pescadores residentes na Póvoa de Varzim e Vila do Conde a bordo, naufragou a 14 de janeiro deste ano, junto à Praia das Maçãs, em Sintra, tendo um dos pescadores conseguido salvar-se. Os outros cinco tripulantes continuam desde então desaparecidos. A embarcação tinha saído de Peniche e dirigia-se para Cascais para a pesca do linguado.»

http://www.tudosobresintra.com/2015/11/armador-do-santa-maria-dos-anjos-recebe.html
http://www.jn.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Lisboa&Concelho=Sintra&Option=Interior&content_id=4893509

PM14012015blogac.jpg
Na Praia das Maçãs alguns destroços dos "Santa Maria dos Anjos" que o mar transportou até ao areal

 
Posts relacionados:
14/01/2015
  http://riodasmacas.blogspot.pt/2015/01/o-naufragio-do-santa-maria-dos-anjos_14.html
15/01/2015
http://riodasmacas.blogspot.pt/2015/01/o-naufragio-do-santa-maria-dos-anjos_15.html
16/01/2015
http://riodasmacas.blogspot.pt/2015/01/naufragio-do-santa-maria-dos-anjos.html

PMKamov16012015blog.jpg
Mau tempo, vento forte e chuva dificultaram resultados nas buscas em Janeiro  dos  5 pescadores

Meios de busca utilizados em Janeiro

Fotos de 16/01/2015
 
PMKamov16012015hblog.jpg
A presença de um Heli Kamov da Protecção Civil, nas buscas pelas falésias entre a Ericeira  e a Praia Grande.

Post relacionados:
http://riodasmacas.blogspot.pt/2015/01/o-naufragio-do-santa-maria-dos-anjos_14.html
http://riodasmacas.blogspot.pt/2015/01/o-naufragio-do-santa-maria-dos-anjos_15.html
PMBVC15012015pblog.jpg
Bombeiros Voluntários de Colares nas buscas para  encontrar os 5 pescadores que desapareceram  após naufrágio do "Santa Maria dos Anjos",  perto da Praia das Maçãs.
PMCorveta115012015blog.jpg
 A corveta  Baptista  de Andrade, enfrentou na altura um mar com ondas alterosas.

 Fotos de Janeiro de 2015

PMHeli15012015blog.jpgHelicóptero EH-101 Merlin participando nas buscas, que  decorriam entre a Praia Grande e a Praia da Aguda.

sexta-feira, novembro 20, 2015

Encontro Sintra Desenhada


Via FB "Adoro Sintra":
Encontro USkP Sintra Desenhada... nos 20 anos da classificação como Património Mundial. 6.dez 2015 - Ponto de encontro às 14h30 no Palácio Nacional de Sintra. Entrada livre. Neste encontro os Urban Sketchers Portugal irão comemorar, desenhando, os 20 anos da classificação de Sintra como Paisagem Cultural Mundial da Humanidade pela UNESCO Em 1992, a UNESCO alargou as categorias do Património Mundial e criou a de “Paisagem Cultural”. Sintra foi a primeira Paisagem Cultural na Europa, classificada em 1995. Mais informação em Cultural Landscape of Sintra e na edição Portugal e o Património Mundial da UNESCO + Info:
 http://whc.unesco.org/en/list/723
http://urbansketchers-portugal.blogspot.pt/…/encontro-sintr
Desenho de Pedro Alves

https://www.facebook.com/AdoroSintra/?fref=ts

quarta-feira, novembro 18, 2015

Chegar ao Palácio da Pena através da Quinta da Amizade

VilaSassetti 21905
 A convite da PSML visitámos em Maio  de 2012 a Quinta da Amizade e a Vila Sassetti, em 2015, é já possível utilizar este novo acesso para chegar ao Castelo dos Mouros e Parque da Pena. Hoje pelo seu interesse, publicamos na íntegra  um artigo publicado na revista "Visão" de Outubro último:


Subir,parar, admirar
"Com a recuperação da Vila Sassetti, em Sintra, nasceu um novo percurso pedestre que liga o centro histórico ao Palácio da Pena e Castelo dos Mouros. A vista é bonita, mas requer fôlego e treino

Chegar à Pena pelo novo e sinuoso percurso da Vila Sassetti é um desafio para quem não tem o físico treinado. A rota começa no jardim da Vila Sassetti, uma propriedade implantada na vertente norte da serra de Sintra.
Atravessado por uma linha de água artificial, o jardim tem palmeiras-do-chile, uma coleção de camélias e fetos arbóreos, entre outras plantas que, na altura certa, hão de florescer exuberantes. O caminho leva-nos até ao edifício principal, refúgio de férias de Victor Carlos Sassetti desenhado por Luigi Manini (o mesmo arquiteto que viria a construir a Quinta da Regaleira), com uma torre circular central, passamos depois pela Casa do Caseiro, transformada em cafetaria (só funcionará no próximo ano), e pelos restantes anexos. Foi a aquisição da Vila Sassetti por parte da Parques de Sintra, em 2011, que permitiu a criação deste novo percurso pedestre que liga o centro histórico de Sintra ao Palácio, Parque da Pena e Castelo dos Mouros. Seguimos viagem atravessando toda a Vila Sassetti. Salta à vista o contraste entre a paisagem romântica deixada para trás e a serra por onde continuamos. O caminho prossegue sinuoso, deve fazer-se a passo lento, mas firme. O piso, nem sempre plano, tem inclinações e, em algumas zonas, vários degraus. Passam-se pequenas pontes, contornam-se as rochas naturais da serra, evitam-se as raízes de árvores no chão, ramos que se atravessam. Castanheiros, acácias e carvalhos são alguns dos nossos companheiros de passeio, assim com o Penedo da Amizade, um dos locais mais antigos e emblemáticos para a prática de escalada.
O novo percurso tem uma extensão de 2550 metros até ao Palácio da Pena, 1850 metros até ao Parque da Pena e Castelo dos Mouros.
Segundo os cálculos da Parques de Sintra, faz-se em cerca de 45 minutos/1 hora. No entanto, tudo depende da condição física da pessoa ou da quantidade de paragens que se faça.
É sempre melhor, claro, do que o percurso antigo, pela Rampa da Pena, onde o visitante costumava cruzar-se com os carros, uma questão que a Parques de Sintra queria resolver. Mas chegados ao destino, percebe-se que este percurso pedestre é um «apenas» um novo passeio à descoberta dos «velhos» segredos da serra de Sintra."

*título e texto publicado na revista "Visão"/24/10/2017/Susana Lopes Faustino
ASassetiCottage3a
Quinta da Amizade, desenhada por Luigi Manini para, Victor Carlos Sassetti, que foi dono dos Hotéis Bragança, em Lisboa, e Victor, em Sintra,

http://visao.sapo.pt/actualidade/visaose7e/sair/2015-10-24-Subir-parar-admirar
Post relacionado:
http://riodasmacas.blogspot.pt/2015/09/quinta-da-amizadevila-sasseti-novo.html

terça-feira, novembro 17, 2015

domingo, novembro 15, 2015

Algumas ruas do Mucifal sem fornecimento de água até quarta-feira



Photobucket

Os Serviços Municipalizados de Água e Saneamento de Sintra (SMAS) informam que, no âmbito da empreitada “Drenagem de águas residuais domésticas e pluviais” no Bairro do Totobola, será interrompido o fornecimento de água nos dias 16, 17 e 18 (segunda a quarta-feira), entre as 08h30 e as 12h, afectando as seguintes ruas (clique na imagem para ampliar): Rua Alto do Pedregal; Rua da Ribeirinha (da Rua do Alto do Pedregal e Rua da Indústria, inclusive); Rua da Saudade; Rua do Pinheiro; Rua do Planalto; Rua e Travessa dos Baratas. [Fonte: SMAS]

Via blog "Tudo sobre Sintra"

http://www.tudosobresintra.com/2015/11/algumas-ruas-do-mucifal-sem-agua.html

Sintra Solidária

Paris 13/11/2015 /cores solidárias
Castelo dos Mouros tricolor

sábado, novembro 14, 2015

Porque hoje é Sábado...

Monserrateblog.jpg
Árvore

Árvores crescem em lugares
inesperados. Árvores estranhas
com seus frutos humanos. Árvores
de guerra caídas sobre a estrada.
Árvores de paz rompendo os ramos.
Ar de Abril desfeito numa tempestade.
Árvore como se fosse uma armadura
onde ainda escrevo sem querer,
sem crer, teu nome - ligeiro arbusto.

Eduardo Guerra Carneiro/Isto Anda Tudo Ligado/Fólio Exemplar

*Foto Parque de Monserrate

quinta-feira, novembro 12, 2015

Postal de Colares com Eléctrico

Electrico29102015Bblog.jpg
O  horário de inverno do eléctrico de Sintra entrou em vigor a 1 de outubro e estará em funcionamento até 3 de abril de 2016. Quarta a domingos, para o público em geral, e de segunda a quinta para grupos

terça-feira, novembro 10, 2015

Visitas a Sintra

PPenaPrinc1707201502blog.jpg
*Foto de 17/07/2015
Parques de Sintra Monte da Lua, recebeu o visitante 2 Milhões

  A Parques de Sintra recebeu  dia 6 de Novembro último, pela primeira vez, num só ano, a entrada do “visitante 2 milhões”.
 Este marco reflete o crescimento continuado de visitas às áreas sob gestão da Parques de Sintra que, até ao momento, regista já um aumento de 15,21% (relativamente ao período homólogo de 2014).
 
Gráfico do crescimento de visitas nos Parques e Monumentos sob gestão da PSML

Visitas até 06/11/2015, às 11h00
 – Parques de Sintra
Número de visitas por local:
Parque e Palácio Nacional da Pena 960.993
Palácio Nacional de Sintra 450.162
  Castelo dos Mouros 314.525
Palácio Nacional e Jardins de Queluz 122.123
Palácio e Parque de Monserrate 98.076
Convento dos Capuchos 30.065
Chalet da Condessa d'Edla 19.648
Quintinha de Monserrate 2.259
Picadeiro Henrique Calado (EPAE) 2.149
Total 2.000.000
*Fonte:PSML
 
O Turismo de Portugal, participou em Maio de 2014,  no Dubai, na Arabian Travel Market, uma importante feira de viagens e turismo do Médio Oriente  com um stand informativo sobre o destino Portugal - estando presente  neste importante certame, a  Parques de Sintra Monte da Lua (PSML), com a categoria de palácios e monumentos.(*Foto de Mariana Guerra, no Dubai para o "Rio das Maçãs")





Poema de Abril

Esta é a madrugada que eu esperava/ O dia inicial inteiro e limpo/Onde emergimos da noite e do silêncio/E livres habitamos a substância do tempo
Sophia de Mello Breyner Andresen, in 'O Nome das Coisas'
 
Foto do ponto mais Ocidental do Continente Europeu/Cabo da Roca

segunda-feira, novembro 09, 2015

Pancho Guedes já não mora aqui

Photobucket

1925 -2015
Amâncio d'Alpoim Miranda Guedes mais conhecido por Pancho Guedes, faleceu no sábado na África do Sul, aos 90 anos. Arquitecto, pintor, escultor e pintor modernista. É autor do "Casal dos Olhos", em Eugaria, perto de Colares. Estudou em S.Tomé, Guiné ,Lisboa, Lourenço Marques (actual Maputo), Joanesburgo e no Porto.Trabalhou no departamento de arquitectura da Universidade de Witwatersrand, em Joanesburgo e na Universidade Lusófona, em Lisboa, durante o ano académico de 1996/97.

 EugariaCasaPS01092015blog.jpg
O "Casal dos Olhos" -a casa de Pancho Guedes na Eugaria

"O próprio Pancho iniciara o movimento renovando um humilde casebre, tecendo um casulo de andaimes que, quando removidos, revelaram o que , assegurava, era um novo vernáculo. A casa era a homenagem a ele próprio e uma combinação jocosa de estilos dissidentes tão curvilínea como uma matrona e tão radiosa como uma cortesã."

  *In"Uma Casa em Portugal"de Richard Hewitt, Ed.Gradiva 1996


Ver no "Público": Pancho Guedes Arquitecto heterodoxo e desconcertante
http://www.publico.pt/culturaipsilon/noticia/pancho-1713710

Posts relacionados: " A Eugaria de Pancho Guedes":

http://riodasmacas.blogspot.pt/2011/03/eugaria-de-pancho-guedes.html
http://riodasmacas.blogspot.pt/2015/09/postal-da-eugaria-ii_21.html
http://riodasmacas.blogspot.pt/2015/09/postal-da-eugaria.html
http://riodasmacas.blogspot.pt/2007/12/postal-da-eugaria.html
http://riodasmacas.blogspot.pt/2009/11/o-casal-da-serrana-ii.html

Pancho Guedes em 2010 na sua casa de Sintra/foto do Jornal Público

«Nos últimos cinco anos, desde a morte da companheira, Dorothy Ann Philips - "na universidade houve muitas namoradas, até que uma disse a verdade e casei com ela" -, Pancho tem vivido sozinho em Sintra, na Eugaria. Ali diz que consegue viver como sempre viveu. "Ali refaço a vida que tinha em África, rodeado de romenos e americanos, expatriados." "Na ilha de Sintra" refugia-se no arquipélago da Eugaria. Mas, e ainda que traga sempre consigo "uma infinidade de sonhos, inspirações vagas e baralhadas", enfrenta também a solidão.»

No jornal "Público" de 21 de Março de 2011

EugariaCasa3.jpg

domingo, novembro 08, 2015

A Teia da Aranha

Devido à assombrosa diversidade de formas, especializações e ciclos de vida que apresentam, os Artrópodes são um grupo chave em diferentes aspectos ecológicos, desempenhando papeis fundamentais como herbívoros, predadores, polinizadores e decompositores.
Aranha2156706112015Pblogjpg.JPG
Foto  de teia de Aranha em Colares em 06/11/2015

Texto do Diário de Notícias:
"Um grupo de investigadores das universidades Complutense de Madrid, de Oslo e de Uppsala apresentam esta semana na revista Nature um estudo sobre a estrutura tridimensional de uma das regiões - denominada "domínio N-Terminal" - das proteínas que compõem a seda das aranhas.
Até agora era um mistério como se produzia a transição da proteína em estado líquido ao estado sólido. Este grupo de cientistas descobriu que, à medida que avançam ao longo da glândula ampulácea, situada no extremo do abdómen da aranha, as moléculas da proteína da seda organizam-se até formar um verdadeiro cristal líquido.
As fibras da seda da aranha são muito mais resistentes do que um cabo de aço de grossura semelhante e muito mais elásticas. Estas podem esticar até 135% do seu comprimento original sem se quebrarem. Esta seda também é três vezes mais resistente do que as fibras sintéticas mais avançadas que se conhecem. Até agora, o homem não conseguira produzir nada semelhante.
A seda da aranha é composta por moléculas proteicas, cadeias formadas por milhares de aminoácidos. As análises estruturais com raio X mostram que a fibra finalizada tem zonas em que as cadeias de proteínas de cruzam mediante conexões estáveis, o que explica a sua resistência".

sábado, novembro 07, 2015

Porque hoje é Sábado...

Artigo publicado em 6 de Novembro de 2015 no "Público" online:
O Portugal que cabe nas fotografias de Wim Wenders

Uma piscina vazia, decadente, e a Praia Grande, em Sintra, como pano de fundo. Esta é uma das imagens da exposição “À luz do dia até os sons brilham”, de Wim Wenders, que vai ser inaugurada a 7 de Novembro no Reservatório da Mãe d’Água em Lisboa, no âmbito do Lisbon & Estoril Film Festival. Mas a mesma piscina foi também cenário de “O Estado das Coisas”, um dos mais icónicos filmes do realizador alemão, produzido pelo português Paulo Branco, e premiado com o Leão de Ouro em Veneza. Foi apenas o primeiro filme a juntar Wenders a Portugal. Dez anos depois, o país foi uma das paragens no percurso do protagonista do road movie “Até ao Fim do Mundo”. E em 1994, Wenders estreou “Lisbon Story – Viagem a Lisboa”, ode à capital portuguesa e ao cinema.

Durante a preparação e rodagem destes filmes Wim Wenders não deixou de fotografar, e o resultado são algumas das imagens que integram esta exposição inédita, organizada pela Fundação Wim Wenders. O realizador alemão, que já admitiu que "sem a fotografia enlouqueceria", vai estar na inauguração da exposição, no sábado, 7 de Novembro, às 15h00. O bilhete de acesso à Mãe d'Água e à exposição tem o custo de 5 euros.
 O Lisbon & Estoril Film Festival dedica ainda ao cineasta uma homenagem onde serão exibidos, entre outros, as longas-metragens filmadas em Portugal

http://www.publico.pt/multimedia/fotogaleria/wim-wenders-portugal-fotografia-355019#/0

Créditos:
Jornal Público