terça-feira, março 29, 2016

Notas sobre o jazigo de Carvalho Monteiro

Desenho de Luigi Manini para o jazigo de Carvalho Monteiro no Cemitério dos Prazeres
CapelaCarvalhoMonteiroNanini68_00000068.jpg
Desenho enviado por Maria Clara Gomes

legenda (tradução livre):

Descrição parcial do alçado principal, corte longitudinal do edifício e decoratições dos detalhes do segundo projecto para a capela funerária da família Carvalho Monteiro, no cemitério dos Prazeres em Lisboa

Autor: Luigi Manini (1848/1936), desenhador

Identificazione: Parziale di alzato principale, spaccato longitudinale dell'edificio e dattagli decorativi del secondo progetto per la Cappella funebre della famiglia di Calvalho Monteiro, nel cimitero dei Prazeres a Lisbona
Autore: Manini Luigi (1848/ 1936), disegnatore
Cronologia: 1908
Tipologiadisegno
Materia e tecnica: China nera su carta
Misure: 500 mm x 643 mm

Crédito:
Elemento decorativo do jazigo de Carvalho Monteiro no cemitério dos Prazeres em Lisboa (foto @riodasMaçãs)

Notas sobre Carvalho Monteiro (Monteiro dos Milhões)
Nasceu na cidade do Rio de Janeiro, filho de pais portugueses.
"Carvalho Monteiro era conhecido pela imprensa da época pelo seu carácter simultaneamente altruísta e excêntrico, de que é exemplo o famoso Leroy 01o relógio mais complicado do mundo. Tendo sido encomendado pelo próprio, este tinha 24 funções e cerca de 975 peças.
Carvalho Monteiro manda também construir o seu túmulo no Cemitério dos Prazeres ao mesmo arquitecto que construiu a Quinta da Regaleira, Luigi Manini. A porta do jazigo, também ele recheado de simbologia, era aberta com a mesma chave que abria a Quinta da Regaleira] e o seu palácio em Lisboa, na Rua do Alecrim. O jazigo, localizado do lado esquerdo na alameda de quem entra no Cemitério, ocupando uma área com o lugar, o tamanho e a forma do secretário num templomaçónico, referenciando a igreja como oriente, ostenta múltipla e variada simbologia. A porta tem uma abelha gravada na aldraba, carregando uma caveira. A abelha, diligente e trabalhadora, representa o maçom no seu esforço organizado. O gradeamento, que podemos ver nas traseiras do jazigo, ostenta a simbologia do vinho e do pão, o espírito e o corpo.Corujas, símbolo de sabedoria, ornamentam o jazigo, assim como as papoilas-dormideiras que simbolizam a morte"
in Wikipédia

PrazeresCarvalhoMonteiroblog.jpg
Elemento decorativo do jazigo de Carvalho Monteiro no cemitério dos Prazeres (foto @riodasMaçãs)
http://riodasmacas.blogspot.pt/2016/03/a-ultima-morada-de-carvalho-monteiro-no.html

 "Arte tumular ou arte funerária é um termo usado para designar obras feitas para permanecerem em cima das sepulturas nos cemitérios e igrejas. É uma forma de representação que está ligada à cosmovisão de determinado contexto histórico, ideológico, social e econômico, interpretando a  vida e a morte. Essa interpretação pode ser feita através de um conjunto de símbolos ou de uma obra narrativa, utilizando-se materiais variados como o mármore, ogranito, o ferro fundido e o bronze.
A arte tumular atingiu seu apogeu nos séculos XVIII e XIX, sendo hoje menos utilizada em virtude do avanço do cemitério-jardim."
in Wikipédia
Exemplos de arte tumular no Cemitério de Montmartre/Paris
MonparnassePblog.jpg
Fotos de elementos decorativos no cemitério de Montmartre em Paris
EmileZolacemiterioMontmartre.blogjpg.jpg
Túmulo de Émile Zola em Montmartre

Patos da Várzea de Colares

Patos19032016Pbblog.jpg
Fotos em 20/03/2016
Patapato19032016blog.jpg

Post relacionado:
http://riodasmacas.blogspot.pt/2015/02/o-habitat-dos-patos-reais-em-colares.html

http://riodasmacas.blogspot.pt/2014/02/patos-reais-no-rio-das-macas.html

domingo, março 27, 2016

A última morada de Carvalho Monteiro no cemitério dos Prazeres

jazigoCarvalhoMonteiroP2blog.jpg
Carvalho Monteiro faleceu em Sintra em 24 de Outubro de 1920, tem no cemitério dos Prazeres em Lisboa, um monumental jazigo, projectado  por Luigi Manini,  que também assinou o projecto da Quinta da Regaleira em Sintra.
António Augusto Carvalho Monteiro, nasceu no Rio de Janeiro, em 27 de Novembro de 1950.
Por ser herdeiro de uma enorme fortuna era conhecido por "Monteiro dos Milhões".


jazigoCarvalhoMonteiroPblog.jpg
Em post anterior,  estão indicadas as diversas característica simbólicas de todos os elementos que guarnecem o jazigo de Carvalho Monteiro.

"António Augusto Carvalho Monteiro, ele próprio, mandou construir o seu túmulo no Cemitério dos Prazeres por Luigi Manini, o mesmo arquiteto-cenógrafo que terá construído a Quinta da Regaleira, arquiteto com quem partilhava o mesmo ideal intelectual e artístico. O jazigo fica situado no lado esquerdo da alameda, à entrada do Cemitério.
Ocupa uma área com o lugar, o tamanho e a forma do secretário num templo maçónico. A igreja é referenciada como oriente, mostrando muita e diversa simbologia. Curioso é o facto de que a porta do jazigo ser aberta com a mesma chave que abria a Quinta da Regaleira, em Sintra, bem como o seu palácio na Rua do Alecrim, em Lisboa."
- See more at: http://www.historiadeportugal.info/antonio-augusto-carvalho-monteiro/#toc2



jazigoCarvalhoMonteiroPBVblogL.jpg
Posts relacionados:
 http://riodasmacas.blogspot.pt/2014/04/imaginario-e-legado-de-carvalho.html
http://riodasmacas.blogspot.pt/2016/03/porque-hoje-e-sabado_26.html


sábado, março 26, 2016

Porque hoje é Sábado...


Foto: Integrando o espírito da quadra - pormenor do jazigo de Carvalho Monteiro (Monteiro dos Milhões), no cemitério dos Prazeres em Lisboa.


*"Carvalho Monteiro manda também construir o seu túmulo no Cemitério dos Prazeres ao mesmo arquitecto que construiu a Quinta da Regaleira, Luigi Manini. A porta do jazigo, também ele recheado de simbologia, era aberta com a mesma chave que abria a Quinta da Regaleira e o seu palácio em Lisboa, na Rua do Alecrim. O jazigo, localizado do lado esquerdo na alameda de quem entra no Cemitério, ocupando uma área com o lugar, o tamanho e a forma do secretário num templo maçónico, referenciando a igreja como oriente, ostenta múltipla e variada simbologia. A porta tem uma abelha gravada na aldraba, carregando uma caveira. A abelha, diligente e trabalhadora, representa o maçom no seu esforço organizado. O gradeamento, que podemos ver nas traseiras do jazigo, ostenta a simbologia do vinho e do pão, o espírito e o corpo.Corujas, símbolo de sabedoria, ornamentam o jazigo, assim como as papoilas-dormideiras que simbolizam a morte."
In Wikipédia

sexta-feira, março 25, 2016

A tradição da apanha do mexilhão na Sexta-feira Santa

Mxlhao343325032016blog.jpg
Apanhar de mexilhão, durante a Páscoa tornou-se uma tradição familiar  que ainda continua  bastante viva  em toda a costa sintrense - embora correndo alguns riscos.
Mxilhao340725032016Gppbblog.jpg

 Esta festividade comemora-se na altura do Equinócio de Primavera, que provoca marés muito baixas. Este facto, associado à crença cristã de não se comer carne na Páscoa, acabou por criar a tradição de, na manhã de Sexta-feira Santa, da apanha do mexilhão. Na zona do Mindelo /Praia das Maçãs a apanha iniciou-se cedo na manhã de hoje, conforme as fotos testemunham.


mexilhao34462532016Bblog.jpg
Em território do Oceano, é necessário estar atento e rápido nas fugas...
mexilhao3455325032016blog.jpg
Foto  no Mindelo/Praia das Maçãs
Mxilhao343326032016blog.jpg
Mindelo/Praia das Maçãs
Mxilhao343225032016blog.jpg
Apuro das técnicas e instrumentos adequados
Mexilhao346326032015blog.jpg


O Mexilhão

O acervo da Condessa d'Edla

Após a reconstrução do Chalet da Condessa d'Edla no Parque da Pena, tem a Parques de Sintra - Monte da Lua (PS-ML), conseguido reunir algumas peças que lhe terão pertencido. A aquisição de um serviço de chá, foi agora acrescentado ao acervo do Chalet.
Servico_cha_condessa_noticia.jpg




Fonte PS-ML
O armário verde da Condessa


ArmárioCondessang4370826.jpg

«O armário pertencia aos descendentes da cantora lírica que se casou em segundas núpcias com o rei D. Fernando II. Foi comprado pela Parques de Sintra e reforça o acervo do Palácio da Pena.
Foto DN

A peça de mobiliário combina madeira entalhada e painéis de cerâmica e é um exemplar do século XIX com detalhes da transição do século XVI para o XVII."Trata-se de uma peça bastante significativa no contexto do mobiliário oitocentista, constituindo um excelente exemplo da tendência de reaproveitamento de materiais escultóricos e elementos de móveis mais antigos que marcaram o gosto de D. Fernando II, o rei-artista", diz, em comunicado, a Parques de Sintra, empresa que gere o Palácio da Pena, Chalé da Condessa e Castelo dos Mouros, entre outros equipamentos. "É muito representativa do gosto dos primeiros proprietários", avança o conservador do Palácio da Pena, Hugo Xavier, em declarações ao DN.
(...)
O armário, verde, é de madeira de carvalho com "as portas e frentes de gavetas revestidas com baixos-relevos em cerâmica de fabrico germânico produzidos originalmente para um fogão de sala ou Kachelofen, com figuras bíblicas e elementos clássicos", detalha o comunicado da Parques de Sintra.
Fonte: D.N.

O cesto de piquenique da Condessa
 Foi atribuído ao Chalet da Condessa d'Edla, o Prémio 2013 União Europeia - Europa Nostra, na categoria de Recuperação, evento que ocorreu no dia 10 de Outubro de 2014. Na altura além  do descerramento de uma  placa alusiva, foram expostos vários objectos pessoais pertencentes a Elise Hensler.
Chalet10102014INTbcBlog.jpg
O cesto de piquenique de Elise Hensler, Condessa d'Edla,  segunda mulher de D.Fernando II, adquirido pela PSML.

Chalet10102014INTbfBlog.jpg
Desenho de autoria de D. Fernando, representando-se como D.Quixote com o seu Sancho Pança. Assinado e datado, em Lisboa, 18 de Maio de 1872. - "Caderno de desenhos da autoria de D.Fernando".
Carta d'Armas da Condessa d'Edla concedido por Erneste II de Saxe-Coburgo-Gota a 10 de Junho de 1869, na altura do seu casamento com o Rei D.Fernando II.


Condessafoto.jpg
"Albumina original da Condessa de Edla, mulher morganática de D. Fernando II. Cerca de 10x 6,5 cm, montada em cartão, fotógrafo Fritz, Rua do Almada , Porto. Dedicatória de Amélia Rangel , a seu irmão, no verso. ?? euros. Pouco comum."
- Informação que acompanhava  a foto encontrada numa página do Facebook  (grupo fechado) de partilha e venda de velharias...

 Elise Hensler, segunda mulher de D.Fernando II, mais tarde Condessa d’Edla. De origem suíça-alemã, vai com a família muito jovem para os Estados Unidos onde adquire nacionalidade americana. Enquanto cantora lírica de carreira internacional Elise Hensler vai atuar, primeiro no Porto, em 1859, vindo depois para Lisboa onde conhece o rei viúvo com quem virá a casar em 1869. Unidos não só pelo amor à música como também pelo amor à natureza, D. Fernando e a condessa d’Edla serão os verdadeiros criadores do Parque da Pena.

Post relacionado
Visita ao Chalet da Condessa d'Edla
http://riodasmacas.blogspot.pt/2014/11/visita-ao-chalet-da-condessa-dedla.html

Créditos:
Foto da Condessa d'Edla encontrada aqui:
Marius Pinus

quinta-feira, março 24, 2016

Contributos para o Diário da Garça Real

Dia de pescaria no rio das Maçãs
Garça23032016rm5blog.jpg

Há alguns anos a Várzea de Colares é local de eleição para algumas Garças Reais. Neste momento a existência de uma única Garça, tem sido um alvo frequente da  nossa objectiva. A Garça, continua bem integrada no habitat de um bando de Patos Reais que há muito se instalou no rio das Maçãs - ontem, estivemos de novo a observá-la nas suas tentativas para "pescar" o almoço.

GarçaR23062016RMkblogjpg.jpg
A preparar o mergulho para apanhar peixe
Garça23032016rmblog.jpg
Fotos de 23 de Março de 2016
Garça23032016rm2blog.jpg
A tentativa saiu gorada
Garça23032016rm3blog.jpg
Mas tentará mais algumas vezes
Garça23032016rm4blog.jpg
Fotos de 23 de Março de 2016
Posts relacionados sobre as Garças da Várzea de Colares:

http://riodasmacas.blogspot.pt/2015/08/o-voo-da-garca-real.html

http://riodasmacas.blogspot.pt/2014/10/as-garcas-reais-do-rio-das-macas.html

http://riodasmacas.blogspot.pt/2012/06/refeicao-da-garca-nocturnagoraz-no-rio.html

http://riodasmacas.blogspot.pt/2015/08/observar-as-aves-da-vizinhanca.html



quarta-feira, março 23, 2016

Tempo - Previsão para esta 4ª feira

palaciopena21032016PPblog.jpg
Previsão para 4ª feira, 23.março.2016
 INSTITUTO PORTUGUÊS DO MAR E DA ATMOSFERA

 Períodos de céu muito nublado, diminuindo gradualmente de nebulosidade a partir do meio da tarde. Aguaceiros, em geral fracos e pouco frequentes, em especial nas regiões Centro e Sul, e que serão de neve acima de 1400/1600 metros, subindo a cota para 1600/1800 metros a partir da tarde.

 Vento fraco a moderado (10 a 25 km/h) do quadrante norte, soprando por vezes moderado a forte (25 a 40 km/h) nas terras altas do Centro e Sul no início e fim do dia.
 Formação de geada nas regiões do interior Norte e Centro. Possibilidade de ocorrência de neblina ou nevoeiro matinal.

 GRANDE LISBOA:
 Períodos de céu muito nublado, diminuindo gradualmente de nebulosidade a partir do meio da tarde. Possibilidade de ocorrência de aguaceiros fracos.
Vento em geral fraco (10 a 20 km/h) de noroeste, soprando por vezes moderado (20 a 30 km/h) durante a tarde.
ESTADO DO MAR
Costa Ocidental: Ondas de noroeste com 1 a 2 metros, aumentando para 2 a 3 metros. Temperatura da água do mar: 13/14ºC Costa Sul: Ondas de sudoeste com 1 metro. Temperatura da água do mar: 14/15ºC TEMPERATURAS MÍNIMAS E MÁXIMAS PREVISTAS:  LISBOA - 09/16ºC

 METEOROLOGISTA: Ângela Lourenço

 INFORMAÇÃO DO INSTITUTO PORTUGUES DO MAR E DA ATMOSFERA
 Atualizado a 23 de março de 2016 às 0:38 UTC

*Foto do Palácio da Pena e  suas brumas de 21/03/2016

terça-feira, março 22, 2016

Postal de Bruxelas

BruxelasGrandPlace1976.jpg
Grand Place /Bruxelas

Com Mafra na foto do dia de ontem


Foto do Lockheed C-130 H. utilizado na  cerimónia de Mafra para transporte de paraquedistas - na passagem pelo céu de Colares.

ConventoMafra120420112blogb.jpg
 Cerimónia ao estilo o 10 de Junho e o primeiro discurso às Forças Armadas,  do Presidente da República, ontem em frente ao Palácio Nacional de Mafra.

 
Foto do Lockheed C-130 H. no regresso de Mafra a caminho da sua Base, na rota de Colares

Sobre o Convento de Mafra

Mandado construir por D. João V (1689-1750), em cumprimento de um voto para obter sucessão do seu casamento com D.Maria Ana de Áustria, ou a cura para uma grave enfermidade de que padecia, o Real Convento de Mafra é o mais importante monumento barroco português.
(...)
Construído em pedra lioz da região de Pero Pinheiro e Sintra, o edifício ocupa uma área de 37.790m2, compreendendo 1200 divisões, mais de 4700 portas e janelas, 156 escadarias e 29 pátios e saguões.Sendo a maior "fábrica" do tempo, aqui trabalharam operários vindos de todo o reino, chegando a atingir cerca de 50.000 num mesmo ano.

De um folheto do Instituto dos Museus e Conservação.


segunda-feira, março 21, 2016

Praia das Maçãs em modo "Máquina do tempo"

MorrisPBblog.jpg

"Praia das Maçãs onde desagua o rio do mesmo nome num areal fortemente batido pelas ondas.A praia, de fundo arenoso, estende-se num comprimento  de 500 m. Abrigada dos ventos S. e SE., é uima esplêndida estação de Inverno. De Verão dominam os ventos N. e NE.Extremamente belo o panorama das arribas maravilhosamente recortadas, fechado a SO. por altas rochas caindo a prumo sobre o mar."
Raul Proença/Guia de Portugal 1924

*História da foto
Foto de Domingo, dia 20 de Março de 2016, após descolorir a imagem da câmara digital, aproveitando o estacionamento de um belo Morris Minor (1948?), um clássico, na bela Praia das Maçãs, assim dando  talvez um salto no tempo de 68 anos.

O Morris Minor é um modelo compacto da British Motor Corporation
Designer:Sir Alec Issigonis
com motor 848 CC de origem
Produção: 19481971

domingo, março 20, 2016

Equinócio da Primavera 2016

"Precisamente às 4h30 (hora de Lisboa) de dia 20 março acontece o equinócio da primavera, o momento em que o Sol, no seu movimento anual aparente, passa no equador celeste, explica o Observatório Astronómico da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. Também é por esta altura que o dia e a noite têm aproximadamente o mesmo número de horas. O equinócio de março é o momento escolhido para anunciar o início da primavera no hemisfério norte – e o início do outono no hemisfério sul."
 Explica o "Observador":
 http://observador.pt/2016/03/19/primavera-2016-precoce-dos-ultimos-120-anos/
PrimaveraAbelha03022016blog.jpg
Foto Colares 2016

sábado, março 19, 2016

Porque hoje é Sábado...

Gil Antunes participa no Rallye Villa de Adeje, nas Canárias

Gil Antunes. piloto de ralis, natural de Aruil, Freguesia de Almargem do Bispo, Pêro Pinheiro e Montelavar, alinha na prova centrando-se na 2ª e última ronda do Trofeo Clio R3T Iberia Trophy Canarias, onde obtiveram um 3º lugar no Rally Islas Canarias.

Foto Autosport

Post relacionado:
http://www.tudosobresintra.com/2016/03/gil-antunes-participa-no-rallye-villa.html

Oportunidade para a publicação de fotos do local onde decorre a prova automobilística, Costa Adeje em Tenerife - local de muitas cores.

Tenerifeselect 7blog copy.jpg
Tenerife, Costa Adeje
Tenerifselect4blog.jpg
Tenerife, Costa Adeje
Tenerife06112014blog.jpg
tenerife Costa Adeje
Tenerifefotoselect6blog.jpg
Tenerife Praia de las Américas
TenerifePlayaAmericas06112014Selectblog.jpg
Tenerife, Praia de las Américas

sexta-feira, março 18, 2016

O jantar dos aspirantes da corveta alemã «Charlotte» no Hotel Netto

Legenda-No regresso da Pena(clicar na gravura para ampliar)

A visita dos aspirantes da corveta alemã «Charlotte» a Sintra em 1905
"– Cintra atrae todos os estranjeiros que nos visitam e é certo que, pelos seus naturaes encantos pela belleza dos seus arvoredos, pelo pittoresco dos seus panoramas, pela surpresa das suas vistas, tem fama universal. Os aspirantes da corveta allemã «Charlotte» em numero de sessenta, vestindo as suas fardas brancas foram visitar a soberba e gracil villa em terça-feira 22 de Agosto, tendo janttado no Hotel Netto e indo em digressão até á Pena.

Era d´um bello efeito a caravana dos touristes que destacavam com os seus uniformes por entre a verdura, montados em burros e seguindo alguns em carruagens, conservando-se sempre no maior enthusiasmo, trocando impressões com uma jovialidade meridional, dados os seus espíritos positivos de allemães, por essa grandeza de panoramas, pela suavidade da aragem, pelo communicativo bem estar que vem d’ essas arvores e d´esses penhascos colliocados ali pela natureza, d´uma surprehendente maneira que encanta a visita e delicia o espírito.
O jantar correu animadissimo, retirando os aspirantes da «Charlotte» pela noite e saindo a corveta no dia seguinte, tendo havido dois dias antes da partida um jantar, a bordo do qual assistiu grande numero de pessoas da colonia allemã."

Illustração Portugueza de 28 de Agosto de 1905

Legenda- S.A.R. o principe de Hessen, official alemão, à volta da Pena com os aspirantes
-Fotos da"Illustração Portugueza" de 4 de Setembro de 1905 (clicar na foto para ampliar)
Notas sobre antigos hotéis de Sintra:
Dois antigos hotéis de Sintra são referenciados nestes artigos da "Illustração Portugueza":

O Grand Hotel Costa, ao fundo na 1ª gravura e que pertenceu a José Pedro Costa , já não existe há muito tempo,foi na época um hotel de referência na Vila de Sintra . O edifício onde existiu este antigo hotel, é ocupado desde 1982 pelos serviços de Turismo de Sintra.

O Hotel Netto, local preferido por Ferreira de Castro, para os seus tempos de escrita. Edifício infelizmente votado ao abandono ao longo dos anos, encontra-se agora, após ser vendido em hasta pública, pelo mais recente proprietário (CMS), com projecto de reconstrução(?). Imóvel bastante degradado no local turístico mais visitado de uma Sintra, elevada a Paisagem Cultural da Humanidade pelo comité da UNESCO em 1995.
 
Postal antigo Publicidade da época (sem data)

 O edifício onde existiu este antigo hotel, é ocupado desde 1982 pelos serviços de Turismo de Sintra.A publicidade da época denota a qualidade dos serviços do extinto hotel.

Ao fundo o Grand Hotel Costa (Postal ilustrado de 1928)
Preçário dos hotéis de Sintra de 1907
                                                                   
In "Guia do viajante da Empresa Nacional de Navegação" de 1907

 
Posts relacionados:
http://riodasmacas.blogspot.pt/2013/11/sobre-o-hotel-netto-da-vila-velha-dxe.html
http://riodasmacas.blogspot.pt/2015/10/cms-coloca-o-hotel-netto-em-hasta.html