O Palácio das Mil e uma Noites


NOTAS HISTÓRICAS SOBRE O PALÁCIO DA PENA

D.Fernando de Saxe-Coburgo-Gotha-Koháry, consorte da rainha D.Maria II, em 1839 após hasta pública, adquire o Mosteiro de Nossa Senhora da Pena.No ano seguinte inicia-se a empreitada do arranjo paisagístico exterior que se prolongará por mais de quarenta anos.D.Fernando entregou a remodelação das ruínas do mosteiro ao Barão de Eschwege, embuído por uma estética romântica de que D.Fernando era simpatizante, erigiu um palácio ousado que D.Amélia considerava, que tinha saído”directamente de um conto das Mil e uma Noites”pois nele” havia desde o minarete árabe às torres góticas , passando pelas cúpulas renascentistas e mesmo o barroco enriquecido pelo manuelino .”

O Palácio da Pena, terá sido o local de onde partiu, em 1910 D.Amélia e sua sogra D.Maria Pia ,a caminho da Ericeira ao encontro do seu filho D.Manuel o rei destronado a caminho do exílio quando da queda da monarquia,

O Mosteiro de N.Sª. da Pena

No Guia do Viajante em Portugal e suas colónias em Africa".
Ed.Empresa Nacional de Navegação-1907:

“O Castello da Pena foi primitivamente um convento, da ordem de S.Jeronymo, fundado em 1503, por El-Rei D.Manuel, em memória do tempo em que alli passou esperando a frota de Vasco da Gama, no regresso da India.Era esse convento uma espécie de prisão, para onde eram mandados os frades d’aquella Ordem, quando comettiam faltas.De architectura godo-arabica, está construído em um dos mais elevados cabeços da serra.

Foi em 1841, que D.Fernando,avô do actual monarcha, mandou transformar o convento em palácio, reedificando uma parte do edificio que tinha sido attingida pelo terramoto de 1755.”

Nota para visitantes:

"Edificio da Pena-visita-se todos os dias e a toda a hora sem bilhete , só o parque e a egreja.Para vêr o palacio, é necessário um bilhete da Administração da Caza Real. Estando S.S.M.M. reinantes, que alli permanecem durante algum tempo da estação de verão , só é permitido vêr o parque. "

Foto publicada em "Ilustração Portuguesa "1909 autoria :Benoliel)Legenda:Rainha D.Amélia e El-Rei D.Manuel no Palácio da Pena

Saber mais sobre o Palácio da Pena:
-Palácio da Pena-pressionar
-IPPAR,Palácio da Pena-pressionar

Comentários

Anónimo disse…
E curioso saber que ja no tempo da monarquia se podia visitar o Palacio da Pena mediante o pagamento de um bilhete a Administracao da Casa Real, quando esta se encontrava ausente.
E tera sido atraves do telefone que existe no Palacio, da epoca,que D.Amelia tera tido conhecimento dos graves acontecimentos da implantacao da republica?
Nao e importante mas quando visito o Palacio e o vejo,e esta a pergunta que me ocorre sempre.
Anónimo disse…
vem e acende uma vela !

Mensagens populares deste blogue

Visita à Casa Branca nas Azenhas do Mar

Frutas da Região - Pêra " Lambe-os-dedos" II

Os cedros também se abatem na Serra de Sintra