Os 117 anos dos Bombeiros Voluntários de Colares.

(Foto:PedroMacieira)

Os Bombeiros Voluntários de Colares comemoram hoje 117 anos de existência ao serviço das populações do Concelho de Sintra. As comemorações do aniversário decorrerão até dia 11 de Março.

Notas históricas sobre uma corporação centenária:

(Foto:PedroMacieira)
Transcrito parcialmente da página da Internet dos Bombeiros Voluntários de Colares

" (...)É facto provado que a Associação dos Bombeiros Voluntários de Colares, a primeira a ser criada no Concelho de Sintra, iniciou serviços operacionais em 9 de Março de 1890, com a inauguração da sua “Estação de Incêndios”, embora os seus primitivos Estatutos só tivessem sido aprovados por Alvará do Governo Civil de Lisboa datado de 22 de Junho de 1892.


De entre as 27 pessoas que integraram a comissão que redigiu e assinou esses Estatutos, destacamos os nomes de:• José Inácio da Costa, natural de Colares, um dos fundadores do Montepio e benemérito que muito contribuiu para vários melhoramentos em Colares, como a fundação a expensas suas de uma banda de música integrada no Corpo de Bombeiros, a construção da estrada para a Praia das Maçãs, etc.;


• Eduardo Rodrigues da Costa, também natural de Colares, que veio a ser o primeiro Chefe da Esquadra e depois o Comandante do Corpo de Bombeiros e doador do material com que este iniciou as suas actividades;• António Maria Dias Pereira Chaves Mazziotti, também ele natural de Colares, que durante 17 anos foi Secretário da Junta do Crédito Público, em representação do Governo e, em várias legislaturas, de 1880 a 1908, foi Deputado pelo Partido Progressista, representando os Círculos de Sintra, Lisboa e Beja.Pelo menos até 1892, o novo Corpo de Bombeiros constituiu a 5ª Esquadra da Real Associação dos Bombeiros Voluntários da Ajuda, de que era então Comandante o Príncipe D. Afonso Henriques, Duque do Porto e irmão do Rei D. Carlos I.Com esta nova Esquadra, os Bombeiros da Ajuda, passaram então a estar estruturados como segue:
1.ª Esquadra, no Palácio da Ajuda, chefiada por João Luís Duarte;
2.ª Esquadra, na Casa Pia, chefiada por Eugénio L. Oliveira;
3.ª Esquadra, no Palácio da Necessidades, chefiada por Eugénio L. Oliveira;
4.ª Esquadra, no Hospital S. José, chefiada por Artur Mena;
5.ª Esquadra, em Colares, chefiada por Eduardo Rodrigues da Costa."

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Visita à Casa Branca nas Azenhas do Mar

Frutas da Região - Pêra " Lambe-os-dedos" II

Os cedros também se abatem na Serra de Sintra