Aeroportos há muitos....

A aproximação ao aeroporto da Portela (Foto:PedroMacieira)

A questão do novo aeroporto tem colocado os portugueses a discutir qual o melhor local para construir o aeroporto que substituirá (ou não), o actual na Portela.

Uns defendem a Ota, (a 40 Km de Lisboa), outros acham que que na margem esquerda ( a tal do deserto) é que se está bem.Seja em Poceirão seja agora Alcochete.

Também existem os que defendem a continuação do aeroporto na Portela, juntamente com outro aeroporto de apoio, (Portela+1).É o caso da posição da autarquia Sintrense,em que em moção aprovada em Assembleia Municipal em Dezembro de 2005 a Coligação que apoia Fernando Seara,defendeu a utilização do aeródromo da Base Aérea militar (Granja do Marquês) como estrutura complementar ao Aeroporto da Portela.

A Assembleia Municipal concordou na sua maioria com a proposta apresentada, com a abstenção do socialista António Barbosa.

A Pista da Granja do Marquês (Foto Google Earth)

O vereador socialista João Soares, tem uma opinião divergente: não concorda com a utilização da Granja do Marquês para aviões civis, e em entrevista ao Jornal digital Alvor de Sintra 17 de Abril de 2006 , diz que,“ há também ali problemas que tem a ver com as acessibilidades, enquanto não tivermos acessibilidades capazes, não faz sentido falarmos da Granja do Marquês como uma alternativa da Portela".E adianta que "Os aviões de baixo custo estão na Portela e estão bem na Portela”.

Estando Sintra a participar nesta discussão que parece não ter fim, avançamos com algumas informações sobre o “aeroporto” de Sintrense.

Base Aérea de Sintra Nº1
As origens da Base Aérea de Sintra remontam a 1914, após promulgação pelo Presidente da República, Manuel de Arriaga, a 14 de Maio, da lei que cria a Escola Militar de Aviação, com base em estudos efectuados pelo Aero Club de Portugal. Esta escola, inicialmente construída em 1915 em Vila Nova da Rainha, foi transferida para a Granja do Marquês, em 05 de Fevereiro de 1920.
Posteriormente, em 1928, viu o seu nome alterado para Escola Militar de Aeronáutica, até à sua extinção em Outubro de 1939, altura em que passou a designar-se por Base Aérea nº 1.

Outras valências da pista da Granja do Marquês

Foto antiga de uma prova, na pista da Granja do Marquês(Foto:ACP)

Quase quarenta anos depois da primeira prova de velocidade organizada na base aérea da Granja do Marquês (Sintra), o Automóvel Clube de Portugal fez regressar os carros de competição a este circuito histórico.Numa organização conjunta com a FPAK e da ACDME (Associação de Comissários de Desportos Motorizados do Estoril), o evento – que decorrerá este fim de semana (dia 16 e 17 de Junho)– vai ter um programa repleto de provas para os mais diversos tipos de automóveis.

-Saber mais sobre a Base Aérea da Granja do Marquês-pressionar
-Saber mais sobre as provas automobilisticas deste fim de semana na Granja do Marquês-aqui
-Noticía do Jornal "Alvor de Sintra" sobre a moção da Granja do Marquês-pressionar

Comentários

José Cavalheiro disse…
Boas Pedro.
Sempre na vangiuarda da pesquiza para posterior informação da riqueza histórica do concelho de Sintra.
Sim senhor! aqui ficamos a saber a história da base aérea n.º1.
Lembro-me perfeitamente destas provas na Granja do Marques.
Continua.
Fica bem
pedro macieira disse…
Como tantos lugares, já hoje em Portugal, Sintra também tem uma palavra sobre a questão nacional do novo aeroporto....
Um abraço
Anónimo disse…
Creio que Base Aerea de Sintra seria exito total como base aerea Low-Cost.Pena para os Sintrenses que o vereador do turismo da Camara de Sintra, Joao Soares tenha tao pouca visao sobre o turismo e sobre as potencialidades de uma base low-cost em sintra que poderia valorizar imediatamente toda a Regiao e aumentar o numero de turistas assim como permitir aos portugueses acesso as companhias low-cost que transportam os europeus. Assim vai o Pais...

Mensagens populares deste blogue

Visita à Casa Branca nas Azenhas do Mar

Frutas da Região - Pêra " Lambe-os-dedos" II

Os cedros também se abatem na Serra de Sintra