Conversas sobre o vinho de Colares nas Azenhas do Mar

Aconteceu no sábado , o primeiro encontro integrado no “Ciclo de Conversa & de Sabores “ no CEDCRAM, Centro Educativo, Desportivo, Cultural e Recreativo das Azenhas do Mar, local onde se encontrava até ontem uma exposição de artefactos, vinhos e alguma documentação relativa á produção do vinho de Colares, e da sua Região Demarcada de Colares.
As conversas iniciaram-se com uma dissertação sobre o tema do encontro pelos convidados João Rodil, e Graça Pedroso, passando pelo legado a Colares do Dr. Brandão de Vasconcelos ,médico e fundador do sindicato agrícola, e da Adega Regional de Colares, até ás práticas ligadas á produção do vinho ramisco, acompanhada por uma assistência atenta e conhecedora da cultura do vinho de Colares.De seguida passou-se a uma prova de vinhos produzidos nos terrenos arenosos desta região.


Esta exposição do Vinha e do Vinho, irá deslocar-se para Almoçageme, onde ficará durante algum tempo.

Esperamos que este embrião de um futuro Museu, encontre nos seu roteiro muitas vontades para reunir esforços para que esse projecto se realize. Uma instalação que iria dar projecção à região, e especialmente ao Vinho de Colares.


Post relacionado:De Museu a exposição itinerante-pressionar


Comentários

wicky disse…
Em Almoçageme aonde ??

Gostaria de ir ver.

Fui há anos a un espectáculo na Adega de Colares onde foram cantadas áreas da Carmen , de Bizet.

Inesquecivel, tal como o Ramisco de Colares ...
Titá disse…
Não soube desta inciciativa, mas posso desde já adiantar, que sou apreciadora do vinho de colares.

Um beijo e boa semana
pedro macieira disse…
Wicky,

A exposição ficará instalada em Almoçageme e ainda não tenho informação da data de abertura.Mas o local penso que será a Adega Viuva Gomes, espero que na altura haja divulgação deste evento.
Cumprimentos
pedro macieira disse…
Tita,
obrigado pela visita, aqui no blogue, vou dando noticias destes eventos, que pretendem ser o embrião de um Museu da Vinha e do vinho de Colares.
Um abraço
Anónimo disse…
A diferença entre a primeira vez que o visitei e esta última é enorme.
Fiquei deslumbrada com aquelas garrafas antigas, numca imaginei que houvesse coisas tão belas e com tantos anos. Na minha casa sempre existiu uma garrafa antiga da adega regional,mas comparadas com aquelas nada tem haver.
Maria
pedro macieira disse…
Realmente a cultura do vinho de Colares/ramisco, é muito rica e antiga nesta região, a segunda Região Demarcada, a seguir ao Douro.
Obrigado pela visita, e pelas palavras.
Um abraço

Mensagens populares deste blogue

Visita à Casa Branca nas Azenhas do Mar

Frutas da Região - Pêra " Lambe-os-dedos" II

Os cedros também se abatem na Serra de Sintra