Acessos proibidos

Foto Cruz,Chaves-arq.foto.CML

Reedição (actualizada) de post publicado em 19 Março de 2008-04-25,
associando-me ao protesto, sobre o encerramento dos jardins e miradouro do Palácio de Seteais que sempre foi de acesso público.


Depois dos acessos proibidos no Parque da Pena, alegadamente por motivos de segurança de futuras obras de restauro do Chalet da Condessa, também o Palácio de Seteais tem o acesso impedido ao público durante um ano pelos mesmos motivos.O "Rio das Maçãs" associa-se às vozes que já contestaram esta medida tomada pelo concessionário ( hotel Tivoli, grupo Espírito Santo) daquele espaço - destacando os blogues “Alagablogue”, e o “Sintra do Avesso”, exigindo que os PSML,e a CMS criem uma solução durante o longo período das obras, que permita o acesso dos visitantes a um local, que tem uma vista impar para a Várzea de Sintra, como um dos ângulos mais interessantes do palácio da Pena, visto através do Arco de Seteais.
«Na segunda metade do séc XIX, o Campo(de Seteais) recaiu no domínio público , e os danos foram tantos que os descendentes e sucessores do Marquês de Marialva por três vezes tentaram fechar o terreno, por cuja conservação eram responsáveis. Mas o povo, cioso do seu direito, por três vezes impediu o ajardinamento do centro do Campo, que sucessivamente foi servindo para ali se realizarem jogos de futebol, concursos hípicos, feiras agrícolas e festejos populares, até que o Estado Português, em 1946, adquiriu ao ultimo proprietário, Conde Sucena, a casa e a quinta, livre de foros desde 1797, e também os domínios útil e directo do campo de Seteais. Hoje é a empresa concessionária do Hotel-Palácio quem se opõe às tentativas populares que de vez em quando procuram divertir-se no terreno relvado.»
História do Palácio e Quinta de Seteais-Estudos Sintrense II-Francisco Costa-1958
- Pedimos que contactem a Presidência da Câmara Municipal de Sintra presidencia@cm-sintra.pt e o Gabinete do Vereador da Cultura gabver.lpatricio@cm-sintra.pt solicitando esclarecimentos acerca do encerramento dos jardins públicos de Seteais, na sequência da controversa atitude do Grupo Espírito Santo há cerca de três meses.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Visita à Casa Branca nas Azenhas do Mar

Frutas da Região - Pêra " Lambe-os-dedos" II

Os cedros também se abatem na Serra de Sintra