A Estrada Nova da Rainha cortada ao trânsito desde o início deste ano

Uma das estradas mais bonitas de Sintra está cortada ao trânsito desde o princípio deste ano, porque as fortes chuvadas na altura provocaram uma derrocada!!!
Sinalização em Colares

Estrada que se inícia na Vila de Sintra, passando pela Quinta da Regaleira, Seteais, ( também actualmente encerrado pelo concessionário Hóteis Tivoli/Grupo Espírito Santo e PSML), e Monserrate, passando de seguida pela Eugaria terminando em Colares.
A estrada interrompida desde o início deste ano em Eugaria dificulta o acesso a Colares, como impede os visitantes de Sintra de circular por uma das zonas mais bonitas da Serra de Sintra.
Numa visita feita hoje parece que existem obras e a construção de um muro novo em propriedade privada...
Sinalização em Seteais

Quanto tempo demorará para que os que gostam de Sintra possam viajar pela estrada que foi construída em 1773 no tempo de Marquês de Pombal , Sebastião José Carvalho e Melo?

Comentários

Pedro disse…
E porque é que esta iconográfica "Estrada Nova da Raínha", em parte do percurso, passou a chamar-se "Rua Barbosa du Bocage"?
pedro macieira disse…
Pedro,
Eu próprio já tentei saber a razão deste mistério na estrada de Colares...

http://riodasmacas.blogspot.com/2007/07/o-mistrio-do-nome-da-estrada-velha-de_13.html

Esta estrada construída pelo Marquês de Pombal, teve uma grande importância nas ligações entre Colares e a Vila de Sintra. As razões que levaram a alteração em um troço da estrada da designação original, não está clara, alguns consideram que terá sido motivado para aproveitamento eleitoral, outra explicação é ter sido considerado que a parte urbana deveria ter uma designação diferente da zona suburbana.
A designação de "Rua Barbosa du Bocage" que se inicia no Largo Dr.Carlos França na Vila de Sintra não será o poeta Setubalense, que aliás não tem nenhuma ligação a Sintra que se saiba, mas o curioso é que a designação é atribuída a um seu sobrinho José Vicente Barbosa du Bocage (1823-1907), politico influente, catedrático, foi Ministro da Marinha, do Ultramar e dos Negócios Estrangeiros, cargo que ocupava na data do ultimato Inglês de 1891.(Edite Estrela, em” Nomes de Sintra.....que valem mais que simples palavras”).
José Vicente Barbosa du Bocage, que como o seu famoso familiar não terá nada a ver com Sintra.

Um abraço
Anónimo disse…
Caro Pedro Macieira,

De facto, para quem utiliza regularmente a referida estrada, (que nós também chamamos de Estrada Velha, por oposição à estrada mais recente, que é a Est. Nacional)é incómodo tão demorado corte.
Mas talvez ajude saber, mesmo para turistas, que só muito perto de Colares se verifica o corte.Assim, para quem vem de Sintra, passada a Quinta da Piedade e imediatamente antes da interrupção, há um desvio à direita, que permite aceder à Estrada Nacional, em Galamares.
O muro ruiu sobretudo porque as raizes do arvoredo que suportava o foram "empurrando" ao longo dos anos e as chuvas devem ter dado o "empurrão" final.
A construção está a ser feita pelas entidades oficiais dado que os proprietários não as fizeram; creio que há disposições legais que permitem este tipo de intervenção, com custo final imputado aos proprietários.
JAIME CORVO / Colares
pedro macieira disse…
Caro Jaime Corvo,
Não se consegue entender como foi necessário cerca de onze meses para iniciar as obras de uma estrada nacional, obstruída por um desmoronamento de um muro de uma propriedade privada.A sinalização existente não indica que o percurso sofre um desvio,mas indica que a proibição de circulação a 4Km, em Seteais e 1,5 em Colares.
Mas reconheço que não li nem ouvi lamentos sobre esta longa interrupção de circulação na Estrada Velha.O que também achei bastante estranho.
Um abraço

Mensagens populares deste blogue

Visita à Casa Branca nas Azenhas do Mar

Frutas da Região - Pêra " Lambe-os-dedos" II

Os cedros também se abatem na Serra de Sintra