A montra do Vinho de Colares

O café“Cantinho da Várzea” em Colares, vizinho paredes meias com o rio das Maçãs, tem neste momento uma montra alusiva ao famoso Vinho de Colares. Iniciativa muito interessante, num momento em que a divulgação ao vinho Ramisco, elemento integrante na cultura das gentes desta região, não existe.

No “O Vinho de Colares” uma edição da Adega Regional de Colares em 1938, em destaque nesta exposição , é sublinhado a frase:

«“O Ramisco” Casta nobre de Colares e os seus três amigos, O SOL, A AREIA E O MAR.»

Perfeita síntese do ambiente que a vinha desta casta necessita para produzir as uvas que produzem o vinho referenciado tantas vezes por Eça de Queirós nas suas obras.

Anúncio ao vinho de Colares, publicado em 1933 no "Diário da Manhã"

Comentários

Rui Silva disse…
Pedro, confesso que não sou particular apreciador do Ramisco (e tenho muita pena de o dizer, pois já me tentei obrigar a bebê-lo mais regularmente, sem sucesso), mas acredito que se trata de um entre vários produtos da região que mereciam outra visibilidade.

Abraço
Rui
Rui Silva disse…
Fui ler o que escrevi há uns tempos sobre o Vinho de Colares. Mantenho:

http://serradesintra.blogspot.com/2007/07/divagao-sobre-o-vinho-de-colares.html

Um abraço
Rui
Anónimo disse…
ALVE, SALVE PORTUGAL NOSSA PATRIA MÃE...
pedro macieira disse…
Rui,
O vinho Ramisco, faz parte da cultura desta região, já em 1385 se plantava a vinha por estes lados. a vinha como sabes é plantada em solo de areia a uma profundidade de 3 metros!!!. Uma outra caraterística destas vinhas é que não são atacadas pela filoxera, o que permitia que esta região tivesse boas produções de vinho.
Hoje em dia, a cultura tradicional é diminuta,actualmente há bastantes hectares de vinhas plantadas pela Fundação Oriente com métodos modernos, o que não parece ser muito bem aceite por estes lados...

A cultura da vinha e do vinho fez desta região o que é actualmente, e as suas Adegas hoje mais ou menos vazias são o sinal dos tempos.

Recentemente num edifício muito bonito a Adega Visconde de Salreu,em Colares, hoje vazio ( que é uma pena) foi feita uma exposição sobre os 100 anos da Região Demarcada do Vinho de Colares, a 2ª em antiguidade depois do Douro. Essa exposição foi o que mais importante se fez para a divulgação do Vinho de Colares.

Portanto não deixar morrer esta prática centenária e tudo a que esta´ligado, é uma tarefa que me parece uma prioridade e que não sinto que esteja air no sentido certo.

Um abraço

Mensagens populares deste blogue

Visita à Casa Branca nas Azenhas do Mar

Frutas da Região - Pêra " Lambe-os-dedos" II

Os cedros também se abatem na Serra de Sintra