Vinho de Colares no "Fugas"

Um interessante texto sobre o vinho de Colares , publicado no suplemento do jornal Público, “Fugas”, no último sábado (14/03/2009) da autoria de Rui Falcão, faz um retrato da cultura da vinha da casta ramisco e da produção do famoso vinho de Colares nos nossos dias.

(imagem com texto parcial) do "Fugas" de 16/03/2009


Transcrição de dois pequenos excertos:

“Colares tem tudo contra si e o futuro é incerto . A racionalidade diz-nos que nada faz sentido e que é um mundo perdido. Mas a sensibilidade diz-nos que Colares é uma peleja contra todas as adversidades, que representa a individualidade, a alegria da cor que nos garante que o mundo não se escreve a preto e branco.”

“(...)Colares tem tudo contra si! Até a sua localização junto de Lisboa e do mar, da praia e da Serra de Sintra, num dos pedaços mais apetecíveis para a construção civil...
Colares oferece vinhos adoráveis, vinhos autênticos que combinam uma certa dose de ingenuidade com um carácter verdadeiramente peculiar.Os vinhos de Colares jóias vivas do nosso património, vinhos originais, deliciosos, de uma autenticidade e identidade espantosas. Claro que, por serem tão diferentes, são vinhos incompreendidos, por vezes injustiçados. Sim é verdade, têm pouca fruta, são terrosos, salinos, com pouco álcool, ou seja, vinhos ao revés das tendências contemporâneas.Mas, e sem qualquer dose de paternalismo exacerbado, podem ser excelentes, infinitamente superiores ao que poderíamos esperar face a tantas adversidades. São vinhos interessantes que temos obrigação de acarinhar. Livre-se de preconceitos e experimente-os!(...)”

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Visita à Casa Branca nas Azenhas do Mar

Frutas da Região - Pêra " Lambe-os-dedos" II

Os cedros também se abatem na Serra de Sintra