Tempo de Eleições

 


“Somos uma pobre gente, que apenas conhecemos as nossas necessidades, e queremos por mandatário quem também as conheça e que nelas tenha parte; quem seja verdadeiro intérprete dos nossos desejos, das nossas esperanças, dos nossos agravos. Se os deputados dos outros círculos procederem de uma escolha análoga, entendemos que as opiniões triunfantes no parlamento representarão a satisfação dos desejos, o complemento das esperanças, a reparação dos agravos da verdadeira maioria nacional sem que isto obste a que se atenda aos interesses da minoria, que aí se acharão representados e defendidos como se representa e defende uma causa própria.(...)”

Alexandre Herculano, Deputado eleito por Sintra em 1858

em "Carta aos Eleitores do Círculo Eleitoral de Sintra"

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Visita à Casa Branca nas Azenhas do Mar

Irmãos Mayer

Os cedros também se abatem na Serra de Sintra