Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2012
Imagem
Elegemos a manifestação de 15 de Setembro de 2012 , “Que se Lixe a Troika”, pela sua importância política e pelas suas consequências, o acontecimento político de 2012 a nível nacional. Foto: 15 de Setembro de 2012- “Que se lixe a troika|" , Praça de Espanha em Lisboa   Desempregados, empregados, precários, reformados, classe média, filhos, pais, avós, encheram as ruas de Portugal. O País dos “brandos costumes”, veio para a rua mostrar a sua indignação contra a insensibilidade social do governo de Passos Coelho –é necessário e urgente outros 15 de Setembro!

Cultura Sintrense mais pobre

Imagem
Arquivamento do procedimento de classificação do Troço Ribeira/Praia das Maçãs da antiga linha de eléctricos de Sintra

Estado da Arte

Imagem
  Programa de privatização de Portugal   O Governo PSD/CDS concessionou aos franceses da Vinci,a empresa ANA. Empresa que ficará com a concessão dos aeroportos portugueses por 50 anos!!

Postal da Praia da Ursa

Imagem
Praia da Ursa ,postal dos anos 60 A Praia da Ursa , situada em pleno Parque Natural Sintra- Cascais, é acessivel pela estrada nacional-247, seguindo-se pela N-247-4 no sentido do Cabo da Roca. Classificação do Jornal "Público Praia da Ursa-Colares Acesso pela estrada: Não Distância da estrada: 2000 metros Parque de estacionamento: Não Praia marítima Comprimento e largura da praia com maré alta (em metros): 50 X 10 Comprimento e largura da praia com maré baixa (em metros): 50x20 Areia branca Bandeira azul: Não Surf: NãoWindsurf: Não Temperatura média da água no Verão: 19 Temperatura média da água no Inverno: 15 Praia vigiada/sinalizada: Não Nadador-salvador: Não  Embarcações de patrulha: Não Postos de vigia: Não Praia vigiada por capitania: Não Restaurantes na praia: Não Restaurantes na estrada: Não Cafés na praia: Não Cafés na estrada: Não Cabines de madeira: Não Cabines de lona: Não Guarda-sóis: Não Aluguer de cadeiras: Não
Imagem

Realidades Portuguesas

Imagem
Presidente da Câmara de Lisboa França Borges observa a distribuição gratuita de leite pasteurizado aos alunos da Escola Primária 31, da Alameda  das Linhas de Torres em Lisboa em 1962 (foto do Arq.Fotográfico da CML /.Serôdio,Armando) 2012  Escolas de Sintra vão servir 28.730 almoços a crianças carenciadas "Os refeitórios das escolas de 1.º ciclo e jardins-de-infância de Sintra vão servir 28.730 almoços gratuitos durante as férias de Natal, naquela que é, por vezes, a única refeição que algumas crianças comem durante o dia. Até 2 de Janeiro, às 12 horas, à semelhança do que acontece em dezenas de estabelecimentos escolares de Sintra, abrem as portas do refeitório da Escola Básica n.º2 de Queluz, e três dezenas de crianças que se encontram de férias dirigem-se às mesas onde já estão servidos os pratos de sopa. A seguir à sopa, vem o prato principal (acompanhado de legumes), a bebida e a sobremesa (sempre fruta) naquela que é a principal refeição que estes alunos com idades
Imagem

Porque hoje é Sábado...

Imagem
  Natal, e não Dezembro Entremos, apressados, friorentos, numa gruta, no bojo de um navio, num presépio, num prédio, num presídio no prédio que amanhã for demolido... Entremos, inseguros, mas entremos. Entremos e depressa, em qualquer sítio, porque esta noite chama-se Dezembro, porque sofremos, porque temos frio. Entremos, dois a dois: somos duzentos, duzentos mil, doze milhões de nada. Procuremos o rastro de uma casa, a cave, a gruta, o sulco de uma nave... Entremos, despojados, mas entremos. De mãos dadas talvez o fogo nasça, talvez seja Natal e não Dezembro, talvez universal a consoada. David Mourão-Ferreira *Foto das ruínas do restaurante Flor do Mar, de Júlio Grego,na Praia das Maçãs

Aterrar de novo em Lisboa

Imagem
O Governo recuou  hoje  na venda da TAP, ao grupo Synergy do boliviano/brasileiro e também polaco, German Efromovich. A razão invocada foi a falta de garantias bancárias...

Era uma vez a TAP

Imagem
  Antigo cartaz publicitário da TAP "Após o fim da Guerra, o governo português, através do Secretariado de Aeronáutica Civil, tomou a iniciativa de organizar a aviação civil no país, publicando, em 14 de março de 1945, a Ordem de Serviço No.7. O documento assinalou a criação da Secção de Transportes Aéreos, que passou a ser designada com o nome de “Transportes Aéreos Portugueses”. A nova empresa aérea – com controle governamental - teve como fundador o General Humberto Delgado (diretor do Secretariado), compondo sua equipe o primeiro tenente aviador Joaquim Trindade dos Santos (Chefe da Seção), o capitão piloto aviador Luís Tedeschi Bettencourt (adjunto do Chefe e mais tarde Diretor dos Serviços Técnicos) e Benjamim Fernando Fonseca de Almeida (Piloto-Chefe)." Retirado de " TAP Portugal 65 anos - Asas dos Descobridores " 03/2010 (Daniel R.Carneiro, Aviation On Line)   “Porque é tempo de decisões difíceis, porque a crise financeira é grave, porque não podemo

Amanhecer em Sintra

Imagem
Palácio da Pena,numa destas manhãs de Dezembro   ... Nas derradeiras convulsões da terra, No ímpeto final d’ancia mais crua, Rebentou-lhe do seio uma alta serra, Com quem depois de amores teve a lua. O granito em cascatas espantosas Precipitado com terrivel sanha, Fez recuar as vagas tenebrosas Que rugiam na base da montanha. E como ia esfriando se formava Do seu conjunto um ramalhete immenso: Gingantea flor de marmore simulava O centro que dos céus direis suspenso. ... Flor de Mármore" de Francisco Gomes de Amorim,1878

Aposentados e Reformados

Imagem
  “pensionistas estão a receber mais do que descontaram” 1ºMinistro, Passos Coelho 16/12/2012   Porque a afirmação do 1º Ministro, não sendo clara, parece assentar em ideias que demonstram alguma falta de conhecimento sobre o sistema nacional de Reformas e Pensões, e as suas regras - aproveitamos parte de um texto da Petição , entregue ao Presidente da República, pela APRE , para ajudar ao esclarecimento. Da Petição da APRE:  "Os cidadãos aposentados da função pública (Caixa Geral de Aposentações) e do sector privado (Segurança Social) têm direito a remunerações mensais designadas ora por pensões de aposentação (na função pública), ora por pensões de reforma (no caso dos militares e equiparados), ora por pensões de velhice no sector privado. Para simplificar, chamaremos a todas «pensões de aposentação».    A pensão de aposentação não é uma benesse do Estado português, muito menos do governo ou dos demais órgãos de soberania — actuais, pretéritos ou vindouros. É um

Postal de Cintra

Imagem
  Postal sem data-Editor: Alberto Malva No “ Guia do Viajante em Portugal e suas colónias em Africa". Ed.Empresa Nacional de Navegação-1907: “O Castello da Pena foi primitivamente um convento, da ordem de S.Jeronymo, fundado em 1503, por El-Rei D.Manuel, em memória do tempo em que alli passou esperando a frota de Vasco da Gama, no regresso da India.Era esse convento uma espécie de prisão, para onde eram mandados os frades d’aquella Ordem, quando comettiam faltas.De architectura godo-arabica, está construído em um dos mais elevados cabeços da serra. Foi em 1841, que D.Fernando,avô do actual monarcha, mandou transformar o convento em palácio, reedificando uma parte do edificio que tinha sido attingida pelo terramoto de 1755.” Nota para visitantes: "Edificio da Pena-visita-se todos os dias e a toda a hora sem bilhete , só o parque e a egreja.Para vêr o palacio, é necessário um bilhete da Administração da Caza Real. Estando S.S.M.M. reinantes, que alli perm

Sobre os Jardins do Palácio Nacional de Queluz

Imagem
  Foto PSML No dia, 13 de Dezembro foi lançada, no Palácio Nacional de Queluz, a publicação “Os Jardins do Palácio Nacional de Queluz, intervenção de conservação”, uma edição da Associação World Monuments Fund (WMF) Portugal com coordenação editorial dos Professores A. Elena Charola e José Delgado Rodrigues.  Este livro é fruto de um trabalho multidisciplinar que aposta na investigação histórica e científica, testemunhando e documentando todos os estudos e intervenções levadas a cabo pela WMF Portugal nos Jardins do Palácio Nacional de Queluz durante cerca de 8 anos. 

Porque hoje é Sábado...

Imagem
Feliz, feliz Natal,  que faz que nos lembremos das ilusões da nossa infância, recorda ao avô as alegrias da sua juventude, e transporta o viajante para a sua chaminé e o seu doce lar! Charles Dickens (trad. livre do original) *Foto de 13/12/2012, Palácio da Vila com a Árvore de Natal deste ano

Homenagem

Imagem
  No próximo Domingo, dia 16 de Dezembro irá realizar-se uma exposição de homenagem ao artista recentemente falecido, Faraújo . Entre as 14h e as 19h no Salão da Adega da Viúva Gomes em Almoçageme, Obra e Homem serão recordados neste evento que pretende reunir amigos, familiares e admiradores do seu amplo trabalho como criador do barro e ainda algumas das suas pinturas. *Foto da Página de Facebook de Faraújo Fernando

Assaltada a Casa do Preto

Imagem
 Notícia "Correio da Manhã" : "Três homens encapuzados e armados assaltaram ontem (terça-feira)à noite a Casa do Preto, conhecida pastelaria de fabrico de queijadas, na Estrada Chão de Meninos, em Sintra. Os assaltantes invadiram o espaço pelas 20h20 e apontaram as armas aos funcionários para os obrigar a entregar todo o dinheiro em caixa. O grupo fugiu com cerca de 800 euros. A GNR esteve no local e a PJ investiga."
Imagem
 Nos últimos dias fizemos uma pequena referência sobre a inexistência de sinais  em Sintra, que marcam a época natalícia, como a tradicional Árvore de Natal do Palácio da Vila –  hoje,  verificámos que estava  a iniciar-se a “plantação” no Largo do Palácio da Vila da  já  habitual Árvore de Nata l . V ale mais tarde do que nunca! A chegada do Pai Natal-água forte de D.Fernando II,1848 "A tradição da Árvore de Natal foi introduzi da em Portugal por D.Fernando II, casado com a rain h a D.Maria II Em Portugal , até meados do século XIX, a tradição do Natal tinha como centro a figura do Presépio. (...) Com a ascensão do Trono de Portugal da Rainha D,Maria II, os hábitos da Corte Portuguesa por altura do Natal mudaram.Assim em 1836, a Rainha casou com o Principe Ferdinand von August Franz Anton von Sachsen-Coburg-Gotha-Kohary, mais tarde D.Fernando II, o Rei-Artista. (...) Com a vinda para Portugal de Dom Fernando II foi introduzida na Corte Portuguesa, a tradição da Árvore

Ateliers de Desenho e Aguarela

Imagem

Visita a Collares

Imagem
 Revista de Turismo nº8  de 20 de Outubro de 1918 "Oceano! Serra! Collares! Praia das Maçãs! Cintra!  Eis que o espirito nos dictava e exigia, e que foi o nosso itinerario. (...) Segue-se  essa encantadora estrada,  que se assemelha a uma cobra  ondulante  envolta nas escarpas  da montanha, passa-se pela pittoresca villasinha  de Almoçageme, perdida  na solidão dos montes, e  entra-se depois na soturnidade etica da Varzea de Collares.(...) Oh! – Collares! Com a sua tristeza, com as suas quintas, com a fecundidade bem-dita  do seu maravilhoso  solo, que produz o delicioso  nectar  universalmente conhecido – que de recordações dispertas  em quem vive  mais do passado que do presente !?!”

Postal do Parque da Pena

Imagem
 Foto do início do SécXX, do Parque da Pena ca. 1900-1919 negative, gelatin on glass 11 x 15 cm. Gift of Kodak Pathe 75:0111:4616 NON-GEH NUMBER: 004 E INSCRIPTION: Cintra chateau et parc de la Pena NOTES: CATALOGUED 12/88, JBM. SUBJECT: landscape, park / Pena Park ******************XXXX*****************************  CINTRA Oh! Cintra! Oh saudosíssimo retiro! Onde se esquecem mágoas, onde se folga De se olvidar no seio á natureza Pensamentos que embala adormecido O sussurro das folhas, c’o o murmúrio Das despenhadas lymphas misturado! Quem, descansado á fresca sombra tua, Sonhou senão venturas? Quem, sentado No musgo das tuas rocas escarpadas, Espairecendo os olhos satisfeitos Por céus, por mares, por montanhas, prados, Por quanto há aí mais belo no universo, Não sentiu arrobar-se-lhe a existência. Poisar-lhe o coração suavemente Sobre esquecidas penas, amarguras, Ânsias, lavor da vida? – Oh grutas frias, Oh gemedoras fontes, oh suspiros De namoradas selvas,

Porque hoje é Sábado...

Imagem
SONETO PRESENTE Não me digam mais nada  senão morro aqui   neste lugar    dentro de mim a terra de onde venho é onde moro o lugar de que sou é estar aqui. Não me digam mais nada senão falo. E eu não posso dizer. Eu estou de pé. De pé como um poeta ou um cavalo de pé como quem deve estar quem é. Aqui ninguém me diz quando me vendo a não ser os que eu amo  os que eu entendo os que podem ser tanto como eu. Aqui ninguém me põe a pata em cima porque é de baixo que me vem acima a força do lugar que fôr o meu. José Carlos Ary dos Santos 7 de Dezembro de 1937/ 18 de Janeiro 1984 *Poema publicado  em 1973/Resumo **Foto: foz do rio das Maçãs /Praia das Maçãs

Postais de Cintra

Imagem
"Entrando no Largo da Rainha D.Amélia, encontra, á direita, o portão que dá acesso ao Palácio Real, suptuoso edificio, cheio de históricas recordações.A fachada principal, deita para um extenso pateo, ao fundo do qual houve, em tempo, corridas de touros e outros divertimentos. O palacio é de forma irregular, não se podendo avançar com precisão, qual o estylo que presidiu á sua edificação e reconstrucção , visto encontrar-se uma miscellanea de estylos caracteristicos de diferentes epochas. È tradição que este vetusto edificio foi residencia dos reis mouros de Lisboa. D.João I, D.João II e D.Manuel, mandaram alli proceder a importantes obras.O terramoto de 1755, causou-lhe importantes estragos, e ás suas reparações, mandou o Marquez de Pombal que se procedesse. Foi n'este palacio que nasceu D.Affonso V, em Janeiro de 1432, e foi tambem alli que faleceu em Agosto de 1481."    Guia do Viajante em Portugal e suas Colónias em África-1907    Palácio Nacional de Cintra, post

Conto de Natal

Imagem
  A grande Árvore de Natal que costumava "aterrar", nesta época festiva, em frente ao Palácio Nacional, este ano, faltou. Talvez pela malfadada crise, penso eu. O ra, para compensar essa falta, a bonita fonte que ali existe decidiu-se a derramar, em vez de água, fios de ouro ... ouro verdadeiro ... só que, como nos contos de fadas, se lhe tocarmos desfaz-se em mil gotas ... gotas de água, claro. É só um "faz de conta" para os nossos olhos, um pouquinho de festa, apenas. Texto e foto de Emília Reis

Surfista inglês resgatado pela Força Aérea em Arriba na zona da Praia Grande (Actualizado às 18H20m de 04/12/2012)

Imagem
Actualização com imagens fornecidas pela Força Aérea Portuguesa Sintra: Surfista inglês resgatado de arriba (CM) Um surfista de nacionalidade inglesa que estava desaparecido desde ontem foi esta segunda-feira resgatado pela Força Aérea numa zona de arriba entre as praias Grande e Adraga, em Sintra. De acordo com o Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa, o surfista encontrava-se num local de difícil acesso, o que inviabilizou o seu resgate por via terrestre e marítima, e foi necessário recorrer a um helicóptero EH101 da Força Aérea Portuguesa. O homem foi resgatado por volta das 12h50, tendo o helicóptero aterrado no aeroporto de Figo Maduro (Lisboa) às 13h00. De seguida, o surfista, que apresentava ferimentos num braço, foi transportado numa ambulância do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) para o Hospital São José. Nas acções de resgate estiveram ainda envolvidos os Bombeiros Voluntários de Almoçageme e o piquete da Polícia Marítima de C

Sobre os sonos dos deputados que aprovaram o Orçamento de Estado 2013

Imagem
    Consegue dormir descansado, Sr. Deputado?!!! Consegue dormir descansado, Sr Deputado da maioria, depois de ter levantado o braço para aprovar a lei do Orçamento de Estado para 2013? Não sentiu o braço pesado? E a sua consciência, não lhe pesou? É que a mim pesam e muito as medidas que os senhores acabaram de aprovar claramente discriminatórias dos "cidadãos" aposentados, pensionistas e reformados, grupo em que me incluo, em grosseira colisão do O.E. com o princípio da Igualdade, da confiança e da boa-fé. No círculo familiar próximo do Sr. Deputado, não há “idosos” pertencentes à classe média, aquela  que V. Exªs querem exterminar? Ou são todos da classe alta? Não vos disseram que a partir das medidas que os senhores aprovaram os vossos familiares também estão a ser roubados, relativamente ao compromisso assumido pela Segurança Social e pela Caixa Geral de Aposentações no momento em que se reformaram? Não foram estes 270 mil, que os senhores consideram “privilegiado

Sinais de Natal em Sintra

Imagem
Programa   8 de Dezembro, 17h30, Palácio de Queluz (Sala do Trono)  ‘Os Violinhos’ Duração aprox. 60 minutos  15 de Dezembro, 15h, Palácio de Sintra (Capela)   Coro Leal da Câmara Duração aprox. 50 minutos  PREÇOS**: entrada no concerto incluída no bilhete do Palácio em que se realiza. Palácio da Pena: Adulto 11€/ Jovem 9€ Palácio de Sintra: Adulto 8,5€ / Jovem 6,5€ Palácio de Queluz*: Adulto 8,5€ / Jovem 6,5€ *possibilidade de aquisição de um bilhete reduzido, exclusivo para o concerto em Queluz (5 Euros adulto; 3 Euros jovem) Bilhetes à venda nas bilheteiras dos Palácios, na INFO Parques de Sintra e no Turismo de Sintra Informações para público: +351 219237300 / animacao.cultural@parquesdesintra.pt

Porque hoje é Sábado...

Imagem
 Portugal em Paris Solitário por entre a gente eu vi o meu país. Era um perfil de sal e abril. Era um puro país azul e proletário. Anónimo passava. E era Portugal que passava por entre a gente e solitário nas ruas de Paris. Vi a minha pátria derramada na Gare de Austerlitz. Eram cestos e cestos  pelo chão. Pedaços do meu país. Restos. Braços. Minha pátria sem nada sem nada despejada nas ruas de Paris. Manuel Alegre Créditos: Foto retirada daqui