Mensagens

A mostrar mensagens de Fevereiro, 2015

Festival Periferias 2015

Imagem
ESPECTÁCULOS CASA DE TEATRO DE SINTRA   De quarta a Domingo, a programação vai estar centrada na Casa de Teatro de Sintra com espectáculos, sempre às 21h30. Estarão representados grupos vindos de vários pontos periféricos do país, assim como de países de língua oficial portuguesa (Moçambique, S. Tomé e Principe e Brasil).    Animações de rua Feira do livro de Artes Performativas Música ao Vivo Mais informações aqui: http://www.chaodeoliva.com/index.php/2015

Recuperação da Sala de Estar Indiana, no Palácio de Monserrate

Imagem
  Foto PSML Recuperação e revalorização da Sala de Estar Indiana, no Palácio de Monserrate Está a decorrer, desde o início do mês, a intervenção de recuperação e revalorização da Sala de Estar Indiana, no Palácio de Monserrate, que se prevê terminar em Maio. Esta intervenção, com um investimento de 35.000 Euros, insere-se no projecto global de restauro do Palácio de Monserrate. Fotos PSML A Sala de Estar Indiana, também designada por Sala de Desenho, tem uma decoração de estuques idêntica à Sala de Bilhar. Destacam-se o florão central do tecto e os dois potes (de fabrico português) da coleção de cerâmica de Sir Francis Cook. Fonte PSML  

Alagamares 10º Aniversário

Imagem
Texto  da  Alagamares (Excerto): "Em 9 de Março de 2005, um punhado de sintrenses fundava a Alagamares, e nunca mais até hoje parou, ocupando um espaço em aberto no nosso panorama local.Ver a cronologia em Eventos Passado s, no site www.alagamares.com Nestes 10 anos, além da Alagamares, Sintra viu surgir grupos importantes como o Danças com História, o Sintra Estúdio de Ópera, a Três Pontos, a Voando em Cynthia, a Dínamo e o Ardecoro, a Caminho Sentido e a revista digital Selene, blogues de intervenção cívica como o Rio das Maçãs, Sintra do Avesso, Retalhos de Sintra, Sintra Deambulada, O Reino de Klingsor, Tudo sobre Sintra ou Serra de Sintra, os Encontros de Alternativas, o trabalho intenso de grupos como o Chão de Oliva, o teatromosca, o Teatrosfera, o Utopia Teatro, o byfurcação ou a Musgo. Restaurou-se o Chalé da Condessa e a Parques de Sintra veio mudar o paradigma da gestão do Património, abriu o Centro de Ciência Viva, afirmaram-se escritores locais como Miguel Real,

Postal de Monserrate

Imagem
“Monserrate é aquele palácio de fadas que fica além da Penha Verde na volta da serra de Cintra, alcantilada e verde, todo garrido e garboso no seu estylo arabe entre arvoredos que dia a dia mais se copam, como para esconderem a residência, mimo d’arte n’uns longes d’essas habitações de conto maravilhoso, nas quaes se levava a entrar um anno e um dia.” Era assim o início de uma reportagem publicada na revista “ Illustração Portugueza ” de 26 de Setembro de 1904, sobre o Palácio de Monserrate. Construído no terceiro quartel do século XIX, por iniciativa de Francis Cook, visconde de Monserrate, sobre a ruína de um edifício anterior do século XVIII, o Palácio de Monserrate possuía um complexo sistema de redes de águas, esgotos, electricidade e aquecimento central, hoje obsoleto. A distribuição original destas redes pelo edifício foi feita através das galerias de ventilação existentes sob os pavimentos do piso térreo, cujo eixo principal é a actualmente designada galeria técnic

Debate sobre os 20 anos de Sintra como Património Mundial da UNESCO

Imagem
Foto do estado actual do que resta do Hotel Netto em 20/02/2015 O estado do interior  do Hotel Netto  em 20/02/2015- local  eleito por Ferreira de Castro Foto em 20/02/2015 A Alagamares - Associação Cultural promove no dia 4 de Março um debate sobre os 20 anos da classificação de Sintra como Património Mundial da UNESCO, na categoria de Paisagem Cultural. A iniciativa terá lugar pelas 15h, no MU.SA - Museu das Artes de Sintra e a entrada é livre. Entre os participantes, estarão nomes como José Cardim Ribeiro, Sidónio Pardal, Francisco Nunes Correia, Gerald Luckhurst, Vítor Serrão e João Lacerda Tavares. Memórias   Foto anterior à aquisição pela CMS -do Hotel Netto Um pequeno apontamento em 3 episódios, sobre um antigo hotel de Sintra. Episódio 1(A ultrapassagem) No início de  2013, constou que a Parque de Sintra Monte da Lua (PSML), teria intenção de comprar o antigo Hotel Netto em Sintra. Abordando o assunto mais tarde, com um responsável da PSML – foi-m

Público agradecimento

Imagem
Raúl Martins, amigo e leitor atento do Rio das Maçãs - colaborador frequente e a quem nos dirigíamos sempre que  era necessário obter informações sobre a história ou hábitos do Mucifal, partiu hoje inesperadamente - cidadão empenhado em diversas instituições  de Colares, actor e músico. Este post é uma pequena homenagem e um agradecimento ao Raúl, que fez o favor de ser nosso amigo.

Exposição de Camélias e Orquídeas em Sintra

Imagem
Decorre durante o este Domingo (22 fev), a Exposição de Camélias e Orquídeas no Terreiro do Palácio de Sintra. A PSML, promoveu  mais uma vez, a exposição “Camélias e Orquídeas em Sintra”, em parceria com a Associação Portuguesa de Camélias (APC) e o Clube dos Orquidófilos de Portugal (COP).  A exposição realizou-se no Terreiro em frente ao Palácio Nacional de Sintra,  num espaço pouco favorável, à observação dos exemplares expostos, devido à  reduzida área das tendas montadas. Evento que  segundo a organização: "tem o objectivo de promover o valor botânico associado às Camélias e Orquídeas em Sintra". O evento  contou com a participação das Quintas Históricas de Sintra e com os sócios da APC e da Sociedad Española de la Camelia, para além da habitual representação das Camélias dos parques e jardins sob gestão da Parques de Sintra. Assim, será possível observar os melhores exemplares de Camélias de cada um dos participantes, bem como as cultivares vencedoras do concu

Diário das Garças

Imagem
Foto de sexta-feira 20/02/2015 na Várzea de Colares Ontem sexta-feira à tarde, reencontrei a Garça, que será uma das que temos seguido , no seu local favorito junto ao rio das Maçãs -  talvez a preparar-se para mais uma pescaria. Após um largo intervalo de tempo, conseguimos de novo observar a Garça sobrevivente , que tão bem se integraram no habitat dos Patos Reais. http://riodasmacas.blogspot.pt/2014/10/as-garcas-reais-do-rio-das-macas.html http://riodasmacas.blogspot.pt/2015/02/a-garca-ja-nao-voa-aqui_13.html

Visita a Sintra

Imagem
Voltamos a publicar hoje,  pelo seu interesse um artigo de Márcia Galrão, publicado no "Diário Económico",  de 24/09/2013, que descreve um retrato ainda actual  e muito correcto do Concelho de Sintra. "Sintra, quando o património disfarça a crise Márcia Galrão   24/09/13 00:06 Um concelho de muitos contrastes, onde os monumentos e a cultura chegam para minimizar os efeitos duros da austeridade. Na vila que não quer ser cidade, os monumentos são donos e senhores de um cenário de postal ilustrado. Mais de 1,5 milhões de pessoas visitaram os principais monumentos de Sintra no último ano. Turistas de todo o mundo, como as amigas de Singapura que aproveitaram uma viagem a Lisboa de cinco dias, para uma escapadinha de comboio com o Castelo dos Mouros e o Palácio da Pena no itinerário. "Agora só nos falta ir comer um travesseiro", riem entusiasmadas, junto ao Sight Sintra que alugaram a sair da estação, e que lhes permite

Teatro em Almoçageme

Imagem
Curiosidade sobre o nome  do Grupo Cénico Pérola da Adraga de Almoçageme "Influenciado pelo Carnaval Brasileiro, Alexandre Mateus, começa por fazer pequenas variedades teatrais de rua, na altura desta época festiva. Nesta altura, alguém tipicamente saloio, dizia que nada de melhor existia no mundo do que as peras pérolas da Praia da Adraga. Alexandre Mateus adoptou o nome e aplicou-o ao seu grupo de teatro de rua. É assim que nasce o Grupo Cénico Pérola da Adraga que exibe a sua 1.ª peça teatral na Sociedade Recreativa e Musical de Almoçageme, em 1937." *Excerto sobre Grupo Cénico Pérola da Adraga retirado daqui: http://www.jf-colares.pt/?page_id=406

IV Exposição e Concurso de Camélias e Orquídeas em Sintra

Imagem
Sobre a Exposição de  "Camélias e Orquídeas" nos Jardins do Palácio da Vila Sintra  No fim de semana de 21 e 22 de fevereiro, a Parques de Sintra promove a exposição “Camélias e Orquídeas em Sintra”, em parceria com a Associação Portuguesa de Camélias (APC) e o Clube dos Orquidófilos de Portugal (COP). A exposição realiza-se no Terreiro em frente ao Palácio Nacional de Sintra, com entrada gratuita, e tem como objectivo promover o valor botânico associado às Camélias e Orquídeas em Sintra. A vertente do evento relativa às Camélias conta com a participação das Quintas Históricas de Sintra e com os sócios da APC e da Sociedad Española de la Camelia, para além da habitual representação das Camélias dos parques e jardins sob gestão da Parques de Sintra. Assim, no Terreiro em frente ao Palácio de Sintra, será possível observar os melhores exemplares de Camélias de cada um dos participantes, bem como as cultivares vencedoras do concurso que, através da avaliação de um júri esp

Carnaval MTBA 2015

Imagem
Avatar, um espectacular carro alegórico apresentado este ano Mais uma terça-feira  de Carnaval sem tolerância de ponto, para a função pública, por vontade do governo PSD/CDS - mas que todas as autarquias da Área Metropolitana de Lisboa, com os seus 18 municípios  a  concederam. Também  neste carnaval 2015, aconteceu mais um alegre corso carnavalesco do MTBA, das 4 aldeias (Magoito,Tojeira, Bolembre,Arneiro dos marinheiros ) - corso em que estivemos também este ano, origem das fotos que publicamos. Corso  carnavalesco, que tem como característica  (pelo menos nos três últimos anos), a política de ser  totalmente apolítico! A crise financeira, a crise económica, a crise social, não tem nesta manifestação carnavalesca, um sinal que seja, ao contrário do já famoso carnaval de Torres Vedras. A organização do corso movimenta um grande número de participantes muito acarinhados pelas gentes das 4 aldeias. Um carro alegórico de peso O Rei e Rainha das 4 aldeias Alegria e empenh

III Encontro de Coros no Museu Arqueológico de São Miguel de Odrinhas

Imagem
III Encontro de Coros   Realiza-se no próximo dia 21 de Fevereiro, pelas 15.00 horas, o III Encontro de Coros, no Museu Arqueológico de São Miguel de Odrinhas. Nesta iniciativa o Museu associa-se ao Espaço Cultural Ashram Pashupati , cedendo para este evento a «Basílica Romana» – espaço emblemático do Museu Arqueológico de São Miguel de Odrinhas – que conferirá uma especial ambiência e sonoridade a este Encontro Coral.   Sábado, dia 21 de Fevereiro, pelas 15.00 horas. Fonte :MASMO

O habitat dos Patos-Reais em Colares

Imagem
Pato Real, habitante feliz do rio das Maçãs No rio das Maçãs, (ribeira de Colares) existe um enorme bando de Patos-Reais, que  aqui tem o seu habitat. Rio das Maçãs, ainda um rio vivo, com uma diversidade de espécies - razão para escolha do texto que hoje publicamos. "O habitat dos Patos-Reais são normalmente habitats aquáticos como, lagoas, barragens, valas, rios, arrozais, parques urbanos entre outros. A dieta destes patos consiste essencialmente em alimentar-se de vegetações, plantas aquáticas, e pequenos invertebrados. Também já houve relatos de que se alimentam de pequenos anfíbios como os sapos. Apesar de terem uma dieta bastante definida, nada os impede de se alimentarem dos alimentos que os seres humanos lhes fornecem, como por exemplo pão. Em Portugal, o Pato-Real é uma ave não migratória, isto deve-se essencialmente ao clima e às condições que se mantêm estáveis ao longo do ano, não havendo assim necessidade de migrar para outras regiões à procura de melhore

Sintra antiga

Imagem
Foto  sem data do Arquivo Municipal de Sintra - Produção, Rocchini,F Crónica da semana ( 1927 ) por Norberto Lopes Queijadas de Sintra Há a água de Sintra, o Paço de Sintra , o Palácio de Sintra, a Serra de Sintra – e as Queijadas de Sintra. Nem todas as pessoas que vão á vila nobre bebem água da Sabuga ou da Passarinhos , nem todos sobem à Pena , entram no Paço de D.JoãoI e dão a volta ao Parque. Mas ninguém deixa de comer as queijadas. As queijadas são o símbolo de Sintra mais transparente de verdade. A única cousa mesmo, a única, que se traz para Lisboa, a única que irradia nas cidades e é copiada, plagiada, limitada, especulada. Acresce que as queijadas são também apesar da doçura contemplativa da linda vila real – a única cousa autenticamente doce. E quasi dizemos a única realmente humana, porque também elas, como nós, veem numa condessinha. Em verdade, nós gostamos tanto das queijadas, somos filhos da Matilde. A Matilde é que noz faz gulosos; a Matilde é que no

Porque hoje é Sábado...

Imagem
Em 1993, o então primeiro-ministro Cavaco Silva, decretou que a terça-feira de Carnaval nesse ano não daria direito a tolerância de ponto, o que sucedeu pela primeira vez em 23 anos. Nesse dia, os deputados do PSD compareceram em massa à Assembleia da República mas foram os únicos a aparecer. Passos Coelho e o seu governo, sempre " bom aluno", seguiu-lhe as pisadas. Resultados/ tolerâncias para o carnaval 2015 Público/ 8 Fevereiro 2015 "Há mais autarcas a dar tolerância de ponto no Carnaval                              08/02/2015 - 08:21 Há mais autarquias, incluindo sociais-democratas, a dar tolerância de ponto na terça-feira de Carnaval, apesar de o Governo PSD/CDS ter banido o feriado do calendário. A autonomia dos municípios permite que o façam. Já em 2014 a maioria das câmaras do país tinha dado folga aos trabalhadores, mas o número de associações de municípios que tomaram idêntica decisão em 2015 aumentou. E entre os município

A Garça já não voa aqui

Imagem
Antes o Vôo da Ave Antes o vôo da ave, que passa e não deixa rasto, Que a passagem do animal, que fica lembrada no chão. A ave passa e esquece, e assim deve ser. O animal, onde já não está e por isso de nada serve, Mostra que já esteve, o que não serve para nada. A recordação é uma traição à Natureza, Porque a Natureza de ontem não é Natureza. O que foi não é nada, e lembrar é não ver. Passa, ave, passa, e ensina-me a passar! Alberto Caeiro (heterónimo de Fernando Pessoa) A garça já não voa aqui Acompanhámos durante algum tempo um casal de garças, que resolveu instalar-se no final do último ano na Várzea de Colares - neste blog, fomos dando notícia dos encontros com essas elegantes aves, que se integraram na vivência do bando de patos reais que por aqui  têm o seu habitat. Notícia da última semana, avisara-nos que uma garça teria morrido - razão para as não  voltar a observar nos últimos tempos. Infelizmente, confirmámos que uma das garças que tanto animou a Vá

Dia Mundial da Rádio

Imagem
A Menina do Rádio -António Silva explica como funciona o Aparelho de Rádio Colecção @RiodasMaçãs

Peça do mês do Museu Arqueológico de São Miguel de Odrinhas

Imagem
Foto do Museu de Odrinhas Texto do Museu de São Miguel de Odrinhas: Cupa romana de Almorquim | Peça do Mês de Fevereiro A 13 de Fevereiro iniciavam-se em Roma os Parentalia , que duravam nove dias. Estas festividades eram em honra dos familiares falecidos e dos ancestrais antepassados. Por essa razão, escolhemos como peça do mês um túmulo da nossa colecção que testemunha várias gerações de uma mesma família. Trata-se de um túmulo romano em forma de cupa, descoberto na aldeia de Almorquim e actualmente em exposição no Museu Arqueológico de São Miguel de Odrinhas, onde deu entrada em 1955. Encontrava-se reutilizado como pia para cal. O epitáfio é o seguinte:   IVLIA G( aii Iulii ) • F( ilia ) • / PROCVLA • ET • / LICINIA • L( ucii Licinii ) • F( ilia ) • TVS/CA • H( ic ) • S( itae ) • S( unt ) ET / [. A]LBANIVS • G( aii Albanii ) • F( ilius ) • GAL( eria tribu ) / [T]V[SC]VS AN( norum ) VIII • H( ic ) • S( itus ) • E( st ) //   “ Iulia Procula , filha de Gaius ( Iul

Concluída a recuperação das fachadas do Palácio da Pena

Imagem
Concluída a recuperação das fachadas, cantarias e azulejos do Palácio Nacional da Pena   - Recuperação de fachadas, elementos de cantaria e revestimentos azulejares - Investimento total: aproximadamente 300.000€ - 2 anos em projecto e 8 meses de obra       A Parques de Sintra, (PSML), concluiu durante o mês de Janeiro a recuperação das fachadas do Palácio Nacional da Pena. A intervenção, que contou com um investimento de cerca de 300.000€, implicou 2 anos para desenvolvimento dos projetos e 8 meses para a realização das obras. A recuperação integral dos revestimentos exteriores do Palácio envolveu fachadas caiadas, elementos de cantaria e revestimentos azulejares.     Palácio da Pena com os andaimes (2012),que alteraram durante algum tempo a sua imagem. Fonte: PSML(texto)

Periferias-Festival de Artes Performativas em Sintra a 3 de Março

Imagem
O Periferias_Festival de Artes Performativas em Sintra,  voltará a animar a Zona Histórica de Sintra,  com a inauguração, no  DIA 3 DE MARÇO , às 17h, no antigo Museu do Brinquedo, de uma Exposição sobre teatro tradicional de São Tomé e Príncipe,  TCHILOLI Pela primeira vez o Periferias programou formação especializada, com a realização de uma Oficina de  Danças Africanas, dirigida pelo actor moçambicano  Santana Diaz Santana , no MUSA, antigo Casino de Sintra Igualmente pela primeira vez, a programação do Periferias será enriquecida com ESPECTÁCULOS DE RUA em locais surpresa (entre a Estefânea e a Vila, de Sintra) com os grupos  Marionetas da Feira (Vila da Feira) ,  SA Marionetas (Alcobaça)  e os actores  Ricardo Ávila (Açores)  e  Alexandre Pring (Brasil). Para mais informações:            chaodeoliva@chaodeoliva.com ou 219233719 *Fonte:Texto e fotos-Chão de Oliva

Sintra Árabe

Imagem
(Foto de Tenda em  S.Pedro de Sintra -Feira Medieval/14 Julho 2014) "(Sintra é) uma das vilas que dependem de Lisboa no Andaluz, nas proximidades do mar. Está permanentemente mergulhada numa bruma que se não dissipa. O seu clima é são e os habitantes vivem longo tempo. Tem dois castelos que são de extrema solidez. A vila está a cerca de uma milha do mar. Há aí um curso de água que se lança no mar e serve para a rega das hortas. A região de Sintra é uma das regiões onde as maçãs são mais abundantes. Esses frutos atingiam tal espessura, que alguns chegam a ter quatro palmos de circunferência. Acontece o mesmo com as peras. Na serra de Sintra crescem violetas selvagens. Da costa vizinha extrai-se âmbar excelente." In livro "Portugal na Espanha Árabe" do Prof. Doutor António Borges Coelho (tradução de texto de 1220, da autoria de Ibne Almunine Alhimiari). Via Obras de José Alfredo da Costa Azevedo III Exemplares das maçãs Reinetas de Fontanelas/Sintra &q

Tertúlia dos " Meninos d'Avó" dia 26 de Fevereiro

Imagem
Depois de no passado dia 15 de Janeiro se terem retomado as tertúlias dos Meninos d’Avó, por ocasião dos 10 anos do seu início, e interrompidas em 2007, nova tertúlia se voltará a reunir no próximo dia 26, no Legendary Café, Sintra, precedida de jantar literário, pelas 20h,sujeito a inscrição, e com o custo global de 9 euros, e envolvendo a partir das 21h 30m um happening poético com a presença de dois poetas convidados: Fernando Grade e Hugo Beja, poetas desintegracionistas, quando passam 50 anos da criação desse movimento, com a publicação em 1965 da obra Desintegracionismo, de Armando Ventura Ferreira.  O público que queira participar com leitura de poemas ou textos poderá fazê-lo a partir das 23h, aparecendo no local e data. Organização das associações Caminho Sentido e Alagamares. Morada:Rua Dr. Alfredo da Costa 8 R/c, Sintra, Telf. 21 9243825 Reservas até 48h. antes do evento para os contactos: jornalselene@gmail.com ou 962355891 Fonte:Texto Alagamares