segunda-feira, fevereiro 27, 2017

Praia da Ursa II

Fotos de 2009 As fotos da Praia da Ursa, desta vez do areal


A Praia da Ursa “permanece invisível até se alcançar o alto das falésias de mais duma centena de metros de altura, a partir das quais se desenham os trilhos íngremes e ziguezagueantes, que lhe dão acesso.

Para quem se dá ao trabalho de lá chegar o prémio é um escaninho de paraíso, íntimo e quase secreto, amuralhado por vertiginosas arribas e emoldurado por dramáticos Farilhões, o mais emblemático dos quais responde pelo nome de Pedra da Ursa.

Um colar de escolhos e cachopos semeados em redor contribuem para a beleza do lugar, mas também para aplacar a fúria do mar e velam pela segurança dos banhistas, boa parte dos quais são naturalistas.
"

De um texto da revista “Fugas“ do Jornal "Público" de 31 de Maio de 2008
escolha das 10 melhores praias, texto de Luis Maio

Post relacionados:
Praia da Ursa -aqui
Praia da Ursa nos 10 mais do "Fugas"-aqui

domingo, fevereiro 26, 2017

Adega Regional de Colares


"Pensa-se que a introdução da casta “Ramisco” na região se deve ao rei D. Afonso III (séc. XIII), que a teria trazido de França. O grande enólogo Ferreira Lapa afirma que “o Colares é o vinho mais francês que possuímos”. O rei D. Dinis (séc. XIII-XIV) aplicou aos mouros, donos das terras de Colares, um tributo no qual se inclui uma quarta parte da produção de vinho da região. A primeira exportação de vinho de Colares, documentada, efectuou-se no reinado de D. Fernando I (séc. XIV). D. João I (séc. XIV-XV) ofereceu esta região a D. Nuno Alvares Pereira como recompensa pela vitória de Aljubarrota.(...)"

Na Revista de Vinhos, nº 154, Setembro de 2002.

Fados no Mucifal

A Associação de Idosos Pensionistas e Reformados do Mucifal .
organizou uma noite de fados, com casa cheia.
fotos dos momentos de ontem
Uma sala repleta para ouvir os fadistas e conviver no final da semana
Momentos de fados no Mucifal
Momentos de uma noite de certeza bem passada

quinta-feira, fevereiro 23, 2017

Praia da Ursa (reedição)

Fotos de 2009




Poucos se arriscam a descer à praia mais ocidental da Europa – a Praia da Ursa – devido aos escorregadios trilhos que lhe servem de acesso. Mas quem já visitou esta praia, vizinha do Cabo da Roca, não esquece a imponente e arrebatadora beleza selvagem que enquadra o pequeno (por vezes inexistente) areal.

Duas gigantescas pedras destacam-se no seu lado Norte fazendo-nos lembrar, a primeira, uma ursa em pose altiva. Uma lenda conta que há muitos milhares de anos, quando a terra estava coberta de gelo, aqui vivia uma ursa e seus filhotes. Quando o degelo começou, os Deuses avisaram todos os animais para abandonarem a beira-mar, mas a ursa, teimosa, recusou-se pois ali tinha nascido e ali queria ficar. Os Deuses enfurecidos transformaram a ursa em pedra e os seus filhotes em pequenos calhaus dispersos à volta da mãe e ali ficaram para sempre dando assim o nome à praia.


Um passeio de Inverno a não perder!

Texto da Agenda Cultural do Gabinete de Imprensa da CMS

quarta-feira, fevereiro 22, 2017

Trinta anos depois

1929, 2 de Agosto - 1987, 23 de Fevereiro
"Se a canção de protesto pretende directa e concretamente atingir uma dada estrutura politico-social, num dado momento histórico com referência a factos, individuos e lugares, então eu não sou um cantor de protesto. De resto as minhas canções são predominantemente líricas. Mas elas pretendem opor-se  ( quer as líricas quer as intencionais) a padrões de gostos e predilecções, vigentes entre nós"
José Afonso numa entrevista ao "Comércio do Funchal" em 1/6/1969

terça-feira, fevereiro 21, 2017

segunda-feira, fevereiro 20, 2017

Nova nota sobre a biodiversidade do Rio das Maçãs

Patonovo20022017blog.jpg
Hoje na observação do rio das Maçãs, foi detectado um pato de uma outra espécie integrado no bando de Patos-reais que tem o seu habitat no rio das Maçãs, na Várzea de Colares.
Com alguma frequência aparecem na Várzea de Colares, outras espécies de patos e até gansos, desta vez ainda não foi possivel saber a sua designação, sendo um pato mais corpulento e com cores diferentes das características dos patos e patas deste enorme bando de Patos-reais..
PatoNovoc20022017blogjpg.jpg
PatonovoB20022017blog.jpg
Post relacionado sobre o habitat dos patos-reais no Rio das Maçãs:
http://riodasmacas.blogspot.pt/2015/02/o-habitat-dos-patos-reais-em-colares.html

Visitas ao Rio das Maçãs:
http://riodasmacas.blogspot.pt/2014/07/a-visita-ao-rio-das-macas-do-pato.html