domingo, fevereiro 01, 2015

Convento do Carmo em Colares II

Interior do Convento do CarmoNaterciGomesRFB.jpg
Imagem do interior do Convento do Carmo, por  prestimosa colaboração de Natércia Gomes.
" Tinha uns jardins lindos cheios de cameleiras e uns tanques onde no verão se podia nadar".


Cronologia do Convento do Carmo:
Cerca de 1450 -Fundação do convento por frei Constatino Pereira (sobrinho do contestável D.Nuno Álvares Pereira).1465 -Falecimento de frei Constatino Pereira, fundador do Convento. 1528-Sagração da igreja conventual pelo bispo D.Frei Cristóvão Moniz.1612 -O bispo de Viseu D.Dinis de Melo e Castro, obtém o padroado da capela-mor da igreja conventual, revestimento azulejar da capela de São Pedro.
(...)
1834 -Na sequência do decreto liberal que determina a expulsão das ordens religiosas, a propriedade é adquirida e transformada em habitação. Séc.XIX -Alexandre Herculano hospedou-se na propriedade. 1963-Propriedade era pertença do quarto conde de Antas, Carlo Augusto de Melo e Castro da Silva Pereira (nascido em 1905).
Fonte :Roteiro de Colares/Junta de Freguesia de Colares


http://riodasmacas.blogspot.pt/2015/01/convento-do-carmo-em-colares.html

sábado, janeiro 31, 2015

Convento do Carmo em Colares

Convento do Carmo Collares1926.jpg
Foto do Arquivo Municipal de Sintra -Convento do Carmo 1926


O Visconde de Juromenha, descreve em 1838 na “Cintra Pinturesca” o local onde se encontra instalado o Convento do Carmo:
“Acha-se o Convento edificado em hum sitio ameno, em huma planície na raiz da Serra, e sobranceiro á Villa de Collares, cercado de frondoso arvoredo. Gosa ao perto da aprazível vista da varsea, casas de campo, pomares, e quintas revestidas de copados arvoredos, e mais longe de logares, e casaes, terminado o horizonte de hum tão variado e deleitavel painel o occeano, cujas vagas prateadas se estão vendo em distancia quebrar naquellas praias.



Tem a Igreja a porta para o poente e está assentada em hum Adro, no fim do qual se lê em letras maiusculas:


O Bispo D.Fr.Christovão Moniz, Religioso do Carmo, sagrou esta Igreja até este logar no anno de 1528." O Convento de Santa Ana do Carmo em Colares foi o terceiro convento da ordem Carmelita fundado em Portugal, mas o segundo convento fundado em Sintra.

Em 1457, Frei Constantino Pereira fundou este novo convento, Frei João de Santa Ana e os outros frades da ordem dos Carmelitas Calçados, transferem-se de Janas onde se encontravam desde 1436 para o novo local, entre Gigarós e o local denominado Boca da Mata, em plena serra de Sintra.
 
Após a extinção das Ordens Religiosas decretada por Joaquim António de Aguiar em 1834, o convento foi abandonada pelo seus ocupantes, encontrando-se em bom estado de conservação, sendo actualmente uma propriedade particular, com a denominação de Quinta do Carmo.

Fontes:

-Obras de José Alfredo da Costa Azevedo- II
-Cintra Pinturesca -Visconde de Jurumenha


sexta-feira, janeiro 30, 2015

IV Ciclo de Conferências sobre Raul Lino

Casa Branca/Azenhas do Mar
Colóquio  sobre Raul Lino |
IV Ciclo de Conferências do Colóquio Nacional sobre Raul Lino

Data: 4 e 5 de Fevereiro

Local: Hotel Tivoli Palácio de Seteais e Centro Cultural Olga Cadaval

Organização: IADE em Parceria com a C.M. Sintra


O I ciclo teve lugar a 3 e 4 de Abril no Palácio de Seteais, o II ciclo a 25 e 26 de Junho na Casa dos Penedos, o III ciclo aconteceu no Paço Real da Vila de Sintra e no Museu Arqueológico de São Miguel de Odrinhas a 17 e 18 de Outubro e o IV ciclo de Inverno tem lugar no Palácio de Seteais e no Centro Cultural Olga Cadaval a 4 e 5 de Fevereiro de 2015.

Mais informação em:http://bit.ly/1ups4tE



Post relacionado:
http://riodasmacas.blogspot.pt/2014/07/visita-casa-branca-nas-azenhas-do-mar.html

quinta-feira, janeiro 29, 2015

Ver de novo as pegadas dos Dinossauros da Praia Grande

PGPegadas28012015blog.jpg
A Câmara Municipal de Sintra terminou no final do ano passado a reabilitação do acesso sul à Praia Grande, onde existem pegadas de dinossauro do período Cretácico que se encontram marcadas nos rochedos.
O caminho encontrava-se em mau estado  há longos anos, com pedras e terras desmoronadas, o que impossibilitava a observação das pegadas.
PGpegadas28012015bblog.jpg


«Da Sintra que foi descobrindo e conhecendo ao longo da vida ,Galopim de Carvalho assume que "há um recanto pelo qual nutre um carinho especial talvez por ser o sítio pelo qual mais lutei".O lugar de que fala com emoção é uma enorme lage quase vertical, situada no topo sul da Praia Grande , onde se podem observar pegadas de dinossáurios.Até porque não há muitos lugares como este em Portugal,lugares onde tenham ficado tão bem marcados os rastos desses répteis que viveram há muitos milhões de anos.»

no "Parque Paratequero" edição do «Pedra da Lua/Público
PGPegadas280120154blog.jpg
As pegadas das arribas da Praia Grande terão entre 145 a 100 milhões de anos (Cretácico inferior).
PGPegada928012015blog.jpg

Informação CMS:
"A reabilitação incluiu, numa fase primária a remoção de pedras e terras desmoronadas nos degraus e na via pública, reparação dos degraus e remoção dos pilaretes metálicos existentes que se encontravam oxidados e degradados.
O material substituído, por razões de boas práticas ambientais, é de plástico compósito 100% reciclado, derivado da reutilização de sacos de plástico e resíduos de plástico diverso.
A obra, iniciada em julho e terminada no final de outubro de 2014, teve um custo de cerca de 20 mil euros."
http://www.cm-sintra.pt/pegadas-de-dinossauros-na-praia-grande
Foto antiga da escadaria da Praia Grande

Foto antiga da Praia Grande- Sintra 365 degraus Co
A escadaria com os 365 degraus, com  crianças da Colónia de Férias da CUF, que existia perto -Foto retirada do FB de Oceanberg

quarta-feira, janeiro 28, 2015

Mucifal antigo

Mucifal

A pequena aldeia de Mucifal fica situada na margem direita do Rio das Maçãs (Ribeira de Colares), no Parque Natural de Sintra - Cascais. É uma zona ainda bastante rural, às portas da cidade de Lisboa. A sua Capela, e Largo, são de destacar, tendo ao lado o Mercado. O Largo do Mucifal - Largo Nossa senhora das Dores - é conhecido por visitantes e população dos arredores, pelas festas que aí se organizavam durante o Verão. A aldeia fica perto das praias e é um local agradável para um passeio.
Texto encontrado aqui:
http://www.guiadacidade.pt/pt/poi-mucifal-23863


Acaminho dos Vinhais Mucifal1926.jpg
A caminho dos Vinhais 1926 (foto do arquivo Municipal de Sintra)
Saloios em traje popular durante a vindima na regi
Páteo da casa de um lavrador -Mucifal 1926 (foto do Arquivo Municipal de Sintra)


Posts relacionados com Mucifal antigo:
http://riodasmacas.blogspot.pt/2007/03/capela-de-nossa-senhora-das-dores-no.html
http://riodasmacas.blogspot.pt/2008/10/o-dia-da-inaugurao-do-posto-escolar-do.html
http://riodasmacas.blogspot.pt/2009/02/historias-dramaticas-na-praia-das-macas.html
http://riodasmacas.blogspot.pt/2006/08/o-segredo-do-ltimo-ferreiro-do-mucifal.html
http://riodasmacas.blogspot.pt/2009/06/luzes-do-mucifal.html

terça-feira, janeiro 27, 2015

Filme "Barros Queirós, uma figura moral da República" no Palácio Valenças

A Animacroma Filmes e a Alagamares promovem no dia 12 de Fevereiro pelas 18h, no Palácio Valenças, em Sintra (Vila), a apresentação e projecção do filme de Miguel Ferraz, “Barros Queirós, uma figura moral da República”.
Barros-Queiroz-2.jpg
Ver mais aqui:
http://www.alagamares.com/12-de-fevereiro-filme-sobre-barros-queiroz-no-palacio-valencas/

segunda-feira, janeiro 26, 2015

O 51º Aniversário dos Diamantes Negros


DiamantesNegrosduetto250129015d.blogjpg.jpg
Realizou-se no domingo, um Almoço-convívio para celebrar a passagem de mais um aniversário dos Diamantes Negros.
Corria o ano de 1964, quando a primeira  actuação de um novel conjunto  sintrense, ocorreu na Sociedade União Sintrense no dia 25 de Janeiro desse ano.
DiamantesNegrosduetto250129015qblog.jpg
Durante o convívio, os Diamantes como não podiam deixar de fazer, animaram os muitos amigos presentes, com uma actuação musical com a qualidade e repertório que nos habituaram.
DiamantesNegrosduetto250129015vblog.jpg
Durante 2014, ano que a banda sintrense comemorou os 50 anos da sua fundação, as comemorações culminaram com um  grande concerto no C.C. Olga Cadaval, a 10 de Maio e  em 20 de Setembro a actuação nas festividades de Nossa Senhora do Cabo espichel em S.Pedro de Sintra .
DiamantesNegrosduetto250129015.opblogjpg.jpg
Na sua primeira apresentação no dia 25 de Janeiro de 1964, a constituição dos DIAMANTES NEGROS era a seguinte:
Carlos José Paulo Santos (Caínhas) -Álvaro José Silvestre, Carlos Alberto Rodrigues e Carlos Henriques, (Xixó).

DiamantesNegrosduetto250129015blog.jpg
http://riodasmacas.blogspot.pt/2014/05/os-diamantes-sao-eternos.html
http://riodasmacas.blogspot.pt/2014/09/diamantes-negros-em-spedro-de-sintra.html