quinta-feira, junho 21, 2018

Um Sonho de Uma Noite de Verão no Palácio da Vila



"Dia 22 de junho, Palácio Nacional de Sintra. O terreiro deste Palácio recebe um concerto gratuito ao ar livre para celebrar a chegada do Verão a partir das 21 horas. Pelo meio da música, haverá intervenções de Catarina Furtado e João Reis.
A apresentadora e o ator vão narrar partes da obra  “Um Sonho de Uma Noite de Verão”, de Felix Mendelssohn, enquanto que as sopranos Bárbara Barradas e Cátia Moreso e o Coro Juvenil de Lisboa estarão responsáveis pela parte musical. A direção ficará para o maestro Massimo Mazzeo."
Texto da CMS

quarta-feira, junho 20, 2018

O eléctrico de Sintra

O eléctrico nº1 azul, na passagem hoje por Colares
O eléctrico de Sintra foi inaugurado há 114 anos, a 31 de Março de 1904, com o material circulante encomendado à J.G.Brill Company (Estados Unidos).O percurso, com uma extensão de 8.900 metros, foi prolongado a 10 de Julho desse ano até à Praia das Maçãs, totalizando uma extensão de 12.685 metros. Mais tarde, a 31 de Janeiro de 1930, o eléctrico chegou às Azenhas do Mar.

A cor azul, surgiu com a Companhia Sintra Atlântico (1914-1975), posteriormente consequência das privatizações que aconteceram após o 25 de Abril de 1974, tendo sido integrada na Rodoviária Nacional (1976-1995).


O eléctrico nº6  vermelho, ontem à tarde de regresso a Sintra, na  passagem por  Galamares
Em 1995, já em plena democracia, com a onda de privatizações na altura, é adquirida pelo grupo Barraqueiro, que vendeu 20% do capital ao grupo britânico Stagecoach Holding, que acabou por pintar os eléctricos de vermelho.

Nos nossos dias o eléctrico renasceu a partir de 1996, em várias fases , recuperando-se inicialmente o troço Estefânia, Ribeira de Sintra e inaugurando-se posteriormente o troço entre a Ribeira de Sintra e o Banzão a 30 de Outubro desse ano. A passagem da exploração para a Câmara Municipal de Sintra, permitiu retomar a circulação em 2001, e mais tarde fazer chegar de novo o eléctrico à Praia das Maçãs.

segunda-feira, junho 18, 2018

José Maria Latino Coelho

General de brigada do estado-maior de engenharia, ministro da. marinha, sócio efectivo e secretario perpetuo da Academia Real das Ciências de Lisboa, lente na Escola Politécnica, vogal do Conselho Geral de Instrução Publica, deputado, par do reino, jornalista, escritor, etc.
Nasceu em Lisboa a 29 de Novembro de 1825 faleceu em Sintra em 29 de Agosto de 1891.
Era filho de João Alberto Coelho, que faleceu sendo tenente-coronel de artilharia, e de D. Maria Henriqueta Latino Martins de Faria Coelho. (retirado de Portugal Dicionário histórico)



Lápide do prédio onde viveu Latino Coelho na Vila Velha, homenagem de Sintra no 20º aniversário da sua morte (Foto:PedroMacieira)
Curiosidades

Em 22 de Julho de 1911,a Câmara Municipal de Sintra, usando uma faculdade que lhe conferia o decreto de 15 de Outubro de 1910, determinou que o feriado municipal fosse a 29 de Agosto, dia em que faleceu José Maria Latino Coelho, no ano de 1891.Hoje o feriado municipal em Sintra é a 29 de Junho dia de S.Pedro.
Latino Coelho faleceu em Sintra na Vila Velha, no largo que tem o seu nome, no prédio assinalado com uma lápide que refere o evento.

A casa de Latino Coelho, no Largo do mesmo nome(Foto:Pedro Macieira)
Saber mais sobre Latino Coelho-pressionar
Gravura de Latino Coelho-gravura publicada na Rev. Contemp. de Portugal e Brazil, t. 2, 1860. - Soares, E. - Dic. de icon., n.º 1613-A).Biblioteca Nacional Digital

Fonte consultada: Obras de José Alfredo da Costa Azevedo

sábado, junho 16, 2018

Do Vale da Raposa a Gigarós

Nos últimos dias uma intervenção da CMS,  resolveu um caso que há muito tempo necessitava de solução. O Vale da Raposa, na Estefânia , sendo uma propriedade particular e num local nobre da Vila de Sintra, mantinha  um enorme matagal, e acumulação de lixo. Com a limpeza coerciva por parte da autarquia naquela propriedade, terá sido anulado um perígo  para a saúde pública e potencial  risco de incêndio naquele local - o panorama que  agora se desfruta do  jardim da Correnteza, miradouro muito visitado, é ainda de uma beleza maior.

Fotos em 14/07/2018
A intervenção decorre até ao fim deste mês

E uma limpeza radical em Gigarós

Junto a uma ribeira em Gigarós a desmatação  em curso na altura (07/06/2018),  já apresentava o resultado que a foto  demonstra.

Outras "limpezas":
http://riodasmacas.blogspot.com/2018/06/a-limpeza.html

sexta-feira, junho 15, 2018

Avenida Heliodoro Salgado e Estefânia nos anos sessenta

Avenida Heliodoro Salgado 1960-Foto de FP.Eaton

 a Avenida Heliodoro Salgado , na Estefânia nos anos sessenta, quando era uma movimentada via de Sintra , com o tradicional eléctrico azul da “Sintra Atlântico”que tinha o início da linha , em frente à estação da CP. Avenida Heliodoro Salgado-1960-Colecção de Valdemar Alves
Avenida Heliodoro Salgado-1965, com sinaleiro-Colecção de Valdemar Alves

quarta-feira, junho 13, 2018

Em Queluz a 17 de Junho a "Rota dos Palácios" com automóveis antigos.


A  IV Expo Clássicos de Queluz “Rota dos Palácios”, iniciativa do Queluz Clássicos - Automóvel Antigo, que decorrerá frente ao Palácio Nacional de Queluz, no dia 17 de junho, pelas 10h00.
À semelhança do que tem sucedido em anos anteriores vão estar presentes diversos clubes, particulares e grandes marcas do circuito automóvel tais como a Porsche, Lotus, Mercedes, BMW, VW, Fiat, Renault, Citroen entre outros.
*Fotos prova  Londres -Lisboa em 2017/Cascais