terça-feira, Julho 29, 2014

Olhares de passagem pela Vila Velha

Foto:Rua do Macieira

Há muitos pontos de interesse fotográfico na Vila Velha de Sintra, mas  que no caso, não passam de sinais de desleixo para com um local, que deveria ser cuidado e tratado como uma jóia do património Sintrense.


Foto:Escadinhas do Hospital

No caso seguinte uma visão de uma passagem no Palácio Nacional de Sintra, pouco visível para os muitos visitantes ocasionais.

Fotos de 25 de Junho de 2014

segunda-feira, Julho 28, 2014

Efeméride - Centenário da 1ª Grande Guerra 1914-1918



Em 28 de julho de 1914, a ocupação da Sérvia pelas forças do Império Austro-Húngaro marcava o início de
 um conflito que rapidamente se propagou, num esquema de alianças que dividiu o mundo em dois, alterou
o curso da história e constituiu, para muitos autores, a verdadeira entrada na contemporaneidade.

Portugal acabou por abandonar a neutralidade inicial, em parte pela necessidade de afirmação da

 jovem República (proclamada 4 anos antes) no contexto internacional, em parte pela necessidade
     de defesa dos seus interesses coloniais em África. África foi, de resto, o primeiro palco de
 guerra das tropas portuguesas, que desde setembro de 1914 se viam envolvidas em combates fronteiriços
 no Sul de Angola e no Norte de Moçambique, embora só em 9 de março de 1916 a Alemanha nos declarasse
 oficialmente guerra.

Só em princípios de 1917 se inicia o envio de tropas portuguesas para a Flandres, com o primeiro

contingente do Corpo Expedicionário Português (C.E.P.) a embarcar, em janeiro, a bordo de
três vapores ingleses. Este exército, composto por cerca de 30.000 homens, foi sujeito a uma instrução
 preparatória intensiva de nove meses, sob a direção do então ministro de Guerra, o general Norton
de Matos. Ficaria conhecida como "Milagre de Tancos". Visivelmente mal preparado e equipado,
o C.E.P. sofreu pesadas baixas, sendo tristemente célebre a data de 9 de Abril de 1918, que assinala
 a Batalha de La Lys






Equipamentos  militares da época

Máscara anti-gás e fardamento de um modelo de um soldado escocês da 51st Higland Division, que chegou a França em Maio de 1915.


Postal da Vila Velha

Quinta do Sadanha, Casa dos Penedos, antigo Externato Santa Maria,  e  Palácio Valenças em primeiro plano.

Quinta do Saldanha
http://riodasmacas.blogspot.pt/2009/01/quinta-do-saldanha.html

Casa dos Penedos
http://riodasmacas.blogspot.pt/2014/07/olhares-sobre-casa-dos-penedos-ii.html
Antigo Externato Santa Maria
http://riodasmacas.blogspot.pt/2014/07/externato-de-santa-maria.html

Palácio Valenças
http://riodasmacas.blogspot.pt/2009/02/palacio-de-valencas.html

domingo, Julho 27, 2014

Sintra no Sábado à noite


No Terreiro do Palácio Nacional de Sintra, uma feira Natural.PT e um espectáculo multimédia noturno Natural.PT, com projeção na fachada do Palácio.

Fotos de Sábado 26/07/2014


Junto ao Centro Cultural Olga Cadaval, projecção do filme "A Canção de Lisboa"

Com uma organização algo amadora, e a inexistência de qualquer tipo de cadeiras para os espectadores - será necessário a haver continuidade, nestas sessões, de serem  melhoradas as  condições para quem pretenda assistir naquele local à projecção  de filmes ao ar livre.

sábado, Julho 26, 2014

A Canção de Lisboa, em Sintra

 
 
 

Hoje pelas 22h00, junto ao Centro Cultural Olga Cadaval, projecção do filme "A Canção de Lisboa" - entrada gratuita.

 
 

Vasco Santana, Beatriz Costa e António Silva na mais admirável, inspirada e irresistível comédia portuguesa de sempre
Vasco Leitão, estudante de Medicina em Lisboa, vive da mesada de umas tias de Trás-os-Montes que nunca vieram à capital e o consideram um excelente aluno. O Vasco, porém, prefere os retiros de fado, os arraiais, os bailes e as mulheres bonitas. Especialmente Alice, uma costureira do Bairro dos Castelinhos, o que não agrada ao seu pai, o intratável alfaiate Caetano, que conhece bem o rol das dívidas do Vasco e a sua vida de boémio. Um dia, o Vasco chumba no exame, é posto pelo seu senhorio na rua e, para cúmulo, aparecem as tias...
Cottinelli Telmo é aquilo que se pode chamar um caso singular do Cinema Português. Arquiteto de formação, assina o primeiro filme sonoro em Portugal, que é também a sua única longa-metragem já que morreu prematuramente. "A Canção de Lisboa" é ainda a primeira grande comédia populista do cinema português, o género de maior sucesso de sempre em todo o cinema nacional, e hoje continua a ser aclamado como um filme de culto. Dos diálogos inspirados ao humor irresistível, onde a tradição da Revista e a comédia de costumes se fundem de forma notável, "A Canção de Lisboa" é, sem exagero, um dos mais célebres e admiráveis filmes portugueses de sempre, a que não é alheio o talento de um elenco portentoso com o mítico trio Vasco Santana/Beatriz Costa/António Silva à cabeça.

Texto  retirado daqui

sexta-feira, Julho 25, 2014

Festas Populares do Mucifal iniciam-se hoje

Foto da página de FB do Bar da Sede do Mucifalense

Foto de um baile nas Festas do Mucifal, no Largo da Capela, antes da interrupção de oito anos e da mudança o ano passado, para junto do Pavilhão do  União Mucifalense.


Posts relacionados:

-O regresso das Festas do Mucifal -Aqui

-Festas Populares do Mucifal 2013 -Aqui

Horário de Verão do Eléctrico da Praia das Maçãs

 
 


quinta-feira, Julho 24, 2014

Feira Natural.PT e Espectáculo multimédia no Palácio da Vila

Com a presença da Adega Regional de Colares


Feira Natural.PT e espectáculo multimédia no Terreiro do Palácio de Sintra
 
Vai ter lugar, no Terreiro do Palácio Nacional de Sintra, na próxima sexta-feira e sábado (25 e 26 de julho), a feira Natural.PT e o espectáculo multimédia noturno Natural.PT, com projeção na fachada do Palácio.
Organizada pelo ICNF, esta mostra de produtos e serviços associados aos recursos naturais, culturais e patrimoniais das Áreas Classificadas, conta com 27 expositores e pretende dar a conhecer a marca Natural.PT. De acordo com a organização, esta é “uma aposta nacional na biodiversidade, na economia, no património e na identidade de Portugal através da valorização e promoção de produtos e serviços associados a estes espaços singulares”. 
 
Feira
Sexta-feira: 11h00 às 23h00
Sábado: 10h00 às 23h00
 
Espectáculo multimédia
Sexta-feira e sábado: 21h00, 21h30, 22h00 e 22h30.
 
Texto PSML

Espectáculo SINTRARTES em 2011
 
Outro espectáculo de luz e música o SINTRARTES, aconteceu em 23 de Setembro de 2011, utilizando também a fachada da Palácio da Vila


Fotos de 23/09/2011

quarta-feira, Julho 23, 2014

Postal da Praia das Maçãs

"Praia das Maçãs onde desagua o rio do mesmo nome num areal fortemente batido pelas ondas.
A praia, de fundo arenoso, estende-se num comprimento  de 500 m. Abrigada dos ventos S. e SE., é uima esplêndida estação de Inverno. De Verão dominam os ventos N. e NE.Extremamente belo o panorama das arribas maravilhosamente recortadas, fechado a SO. por altas rochas caindo a prumo sobre o mar."

Raul Proença/Guia de Portugal 1924

Foto antiga  da praia das Maçãs,não datada

Praia das Maçãs faz em 2014, 130 anos da sua edificação. Embora as primeira edificações pertençam a 1888 na verdade é que três anos antes três homens de boa vontade (Luis de Almeida Albuquerque, dr.Joaquim de Vasconcelos Gusmão e António Maria Dias Pereira Chaves Mazzioti),agregando a si dois engenheiros de grande categoria profissional , se constituiram em comissão, e levaram a cabo a construção do lanço de estrada que continuou, até à Praia das Maçãs, a velha estrada de Colares que partindo de Sintra e passando por Seteais, Monserrate e Eugaria chegava , apenas até ao Banzão.


Foto antiga do Ringue de patinagem, da Praia das Maçãs - hoje só utilizado para torneios de futebol de 5/futsal  com  um verde, relvado sintético.

*Fotos enviadas por  João Vassalo