quinta-feira, Outubro 23, 2014

As Garças Reais do Rio das Maçãs

Um casal de Garças Reais, frequenta neste momento o rio das Maçãs - no dia 17 de Outubro, tivemos a oportunidade rara de as encontrar e  "conviver" algum tempo com estas elegantes aves, no habitat do grande bando de Patos Reais.


Foto 17/10/2014

Foto 17/10/2014
foto 17/10/2014
 
Foto 17/10/2014

Imponente, com o seu longo pescoço cinzento, a garça-real é muitas vezes a maior ave aquática que a vista alcança. Devido à facilidade com que é observada, é frequentemente uma das primeiras espécies a serem vistas por quem se inicia na observação de aves.

Foto 17/10/2014

Resultado da pescaria...


Posts relacionados sobre as Garças do Rio das Maçãs:
http://riodasmacas.blogspot.pt/2012/06/refeicao-da-garca-nocturnagoraz-no-rio.html

http://riodasmacas.blogspot.pt/2012/06/garca-real-em-sintra.html

Em voo no rio das Maçãs 17/10/2014

quarta-feira, Outubro 22, 2014

Momentos do Colóquio Nacional Raul Lino em Sintra

Foto: Casa dos Penedos(Raul Lino), vista da janela do Paço Real de Sintra

Decorreu  nos dias 17 e 18 de Outubro, o  III Ciclo de Conferências do Colóquio Nacional sobre Raul Lino,  na sala Manuelina no Paço Real de Sintra e no Museu Arqueológico de São Miguel de Odrinhas.
Miguel Real na apresentação do livro de Raul Lino "Os Paços Reais da Vila de Sintra"

"Dos pontos mais importantes por onde melhor se pode atingir a verdadeira Sintra, e monumento de uma fisionomia particularíssima, o antigo Paço Real merece ser conhecido e admirado pelas suas tradições, pela formosura dos seus trechos arquitectónicos e pelo poder evocativo com que ainda hoje nos cativa."
Raul Lino/Os Paços Reais da Vila de Sintra/1948


Intervenção de Adriana  -"Sintra como obra dos cidadãos"

COLÓQUIO NACIONAL RAUL LINO EM SINTRA
III Ciclo de Conferências do Colóquio Nacional sobre Raul Lino em Sintra.
17-18 Outubro .
Paço Real da Vila de Sintra / Museu Arqueológico de São Miguel de Odrinhas
...
A iniciativa realçou a intervenção do arquitecto Raul Lino (1879-1974) em Sintra e em Portugal, decorrendo em 4 ciclos de conferências ao ritmo das 4 estações. O I ciclo teve lugar a 3 e 4 de Abril no Palácio de Seteais, o II ciclo a 25 e 26 de Junho na Casa dos Penedos e o III ciclo acontece no Paço Real da Vila de Sintra e no Museu Arqueológico de São Miguel de Odrinhas a 17 e 18 de Outubro.

terça-feira, Outubro 21, 2014

Climas

GRANDE LISBOA: Céu pouco nublado ou limpo, apresentando por vezes períodos de maior nebulosidade por nuvens altas. Vento em geral fraco (inferior a 20 km/h) de nordeste, rodando para norte durante a tarde. Pequena subida da temperatura máxima.

Fotos da Praia Grande, ontem (17h00),envolta em denso nevoeiro
Praia Grande 20/10/2014
Piscina com obras

segunda-feira, Outubro 20, 2014

O tempo da Feira das Mercês

Este fim de semana em Sintra  aconteceu  a emblemática Feira das Mercês, além disso,  aconteceram exposições, mercado de rua, conferências e teatro e  ainda outras  propostas para sugerir  uma  visita  a Sintra.


"É a mais importante feira do districto de Lisboa e embora os mercados de gados e de varios productos não tenham na região da Estremadura nem pitturesco nem o valor da feiras minhotas e alentejanas, esta impõe-se pela variedade de typos e arrabaldinos que ali concorrem. Veêm-se carros de todos os feitios, vehiculos quasi prehistoricos arrastados por alimarias de todas as idades, homens que discutem, mulheres de typos vistosos que se apeiam no local da feira, ranchadas que se mettem nos campos devorando as merendas.

Á mistura um ou outro lisboeta curioso do pitoresco e d'um pouco de bom ar, que ri vê as transacções, que contempla aquellas fileiras de vendedores de fructas e de leitões assados e se retira á noite, na boa paz , n'um comboio rapído que silva e o deixa no Rocio."

Foto e texto na "Illustração Portugueza" de 24 de Outubro de 1904
* Grafia e acentuação conforme original

domingo, Outubro 19, 2014

Uma manhã nas corridas



Uma passagem pela manhã de Sábado pelo Autódromo do Estoril, permitiu captar momentos dos treinos  de classificação, para a corrida de resistência de 4 horas de Domingo, (Última prova  da European Le Mans Series) - sentindo um pouco o ambiente das  " 24 horas de Le Mans".

Foto: Mecânico da Signalet Alpine
 
Foto :Alpine A450B-Nissan-Signalet Alpine/categoria LMP2

LMP2 (LE MANS PROTOTYPES 2)
Os LMP2 disputam os primeiros lugares na classificação geral. De elevada performance, podem apresentar carroçarias abertas ou fechadas, possuem chassis em fibra de carbono e, como limite ao desenvolvimento tem como preço de venda os 361.100 Euros. Os motores destes carros poderão ter 4. 6 ou 8 cilindros, cilindrada máxima  até 4500 cc., devendo o bloco do motor ser proveniente de um modelo de produção. O preço máximo de cada motor novo não poderá ultrapassar os 78.500 Euros.

Foto:ORECA 03 -JUDD/Race Performance

Foto:Ferrari F458 Itália GT3/SMP RACING

Foto: Box JMW MOTORSPORT

Foto: MORGAN-JUDD/Newblood By Morand Racing/LMP2

Foto:FERRARI F458 ITALIA GT3/SMP Racing

Foto: O descanso do guerreiro...

Mais informações sobre as 4 Horas do Estoril- aqui

sábado, Outubro 18, 2014

Porque hoje é Sábado...

 Carlos José Paulo Santos,  colaborador frequente do Rio das Maçãs, fez o favor de autorizar a publicação de uma preciosa peça da história da Sociedade União Sintrense.

  Sociedade União Sintrense (SUS), fundada em 8 de Maio de 1877.


Dois grandes pilares da história da SOCIEDADE UNIÃO SINTRENSE.
Francisco Figueiredo dos Santos e Carlos Caetano dos Santos (Caínhas Pai), e o inseparável Pinóquio agarrado ao seu querido dono (foto).

O Ti Chico ia todos os dias abrir o bar da colectividade, o meu pai mais espaçadamente, fosse qual fosse o tempo.
Já se sentia naqueles tempos que as coisas estavam a mudar, a frequência era maior quando chegava estes tempos porque a Sociedade União Sintrense, tinha sempre uma àgua pé que arrumava quase todas as outras aqui na volta, a àgua pé era produzida na casa havia lá tudo, desde pipas a prensa, como não se podia vender usava-se o truque de que cada barril tinha um nome escrito a giz, com o nome de um associado. No dia 8 de Dezembro era o dia da matança do porco, do qual vos apresentarei noutro local uma foto de alguns colaboradores.

Texto  e foto de Carlos José Paulo Santos (Caínhas)
(Baterista dos Diamantes Negros)

Página de Facebook sobre a Sociedade União Sintrense:
https://www.facebook.com/sociedade.uniaosintrense

quinta-feira, Outubro 16, 2014

TEATRO EM S. TOMÉ COM UMA CO-PRODUÇÃO DA COMPANHIA DE TEATRO DE SINTRA/CHÃO DE OLIVA



ESTREIA EM S. TOMÉ DE UMA CO-PRODUÇÃO DA COMPANHIA DE TEATRO DE SINTRA/CHÃO DE OLIVA E DA CACAU/FUNDAÇÃO ROÇAMUNDO
 
“Conversas começadas”, é a 70ª produção da Companhia de Teatro de Sintra/Chão de Oliva, co-produzida com a Cacau/Fundação Roçamundo, com estreia marcada, nas instalações desta última entidade, no próximo dia 17, às 20,30h, na cidade de S. Tomé, S. Tomé e Príncipe.
O espectáculo foi construído com base em pequenos textos escritos pelos actores, textos que iam surgindo no decorrer de exercícios em palco. Textos onde se espelham um olhar lúcido dos jovens intervenientes atores/autores, sobre o meio em que vivem, sobre o presente que se arrasta e o futuro do qual não se adivinha o contorno. Um espectáculo amargo e doce, tenso e descontraído, aparentemente leve mas incisivo, que não deixará ninguém indiferente.
Da ficha do espectáculo destaca-se os intérpretes Joel Trindade, José Neto e Yuri Sacramento, actores santomenses; a revisão e fixação do texto de Isaura Carvalho, da Cacau, e a encenação de João de Mello Alvim, do Chão de Oliva.
Com este espectáculo, pretende-se lançar as bases para a criação de um novo grupo santomense, o Cacau Teatro, assim como dar continuidade à parceria de intercâmbio firmada entre o Chão de Oliva e a Fundação Roçamundo, na linha de outras intervenções que o Chão de Oliva vem fazendo nos países de língua oficial portuguesa e que são potencializadas pelo Periferias – Festival de Artes Performativas em Sintra, organizado por esta associação.
 
 
 
Chão de Oliva / Centro de Difusão Cultural em Sintra
Rua Veiga da Cunha, 20 - 2710-627 Sintra
Tel.: 21 923 37 19
T.M. 91 926 32 56

*Texto Chão de Oliva