domingo, agosto 19, 2018

Passeio de motas clássicas em S.Mamede de Janas

No programa das festas de Janas, hoje era dia de concentração e passeio de motas clássicas.
Durante a chegada dos participantes ao recinto da Feira
10h30, o início do passeio com muitos participantes
Regresso pelas 14 horas.

sábado, agosto 18, 2018

Um dia na Festa de S.Mamede de Janas

10h00-As tradicionais três voltas à Capela na chegada dos animais ao recinto da feira, durante a manhã
11h00-Aspecto do recinto preparado para receber os visitantes
15h30 -Inicio das cerimónias religiosa
16h00 - A tradicional benção dos animais

17h00 -Período musical com a presença em palco do Grupo de "Concertinas Sons de Cascais"

quinta-feira, agosto 16, 2018

Postal do Parque da Pena

m197501114616
 Foto do início do SécXX, do Parque da Pena

ca. 1900-1919
negative, gelatin on glass
11 x 15 cm.
Gift of Kodak Pathe
75:0111:4616
NON-GEH NUMBER: 004 E
INSCRIPTION: Cintra chateau et parc de la Pena
NOTES: CATALOGUED 12/88, JBM.
SUBJECT: landscape, park / Pena Park

******************XXXX*****************************

 CINTRA

Oh! Cintra! Oh saudosíssimo retiro!
Onde se esquecem mágoas, onde se folga
De se olvidar no seio á natureza
Pensamentos que embala adormecido
O sussurro das folhas, c’o o murmúrio
Das despenhadas lymphas misturado!
Quem, descansado á fresca sombra tua,
Sonhou senão venturas? Quem, sentado
No musgo das tuas rocas escarpadas,
Espairecendo os olhos satisfeitos
Por céus, por mares, por montanhas, prados,
Por quanto há aí mais belo no universo,
Não sentiu arrobar-se-lhe a existência.
Poisar-lhe o coração suavemente
Sobre esquecidas penas, amarguras,
Ânsias, lavor da vida? – Oh grutas frias,
Oh gemedoras fontes, oh suspiros
De namoradas selvas, brandas veigas,
Verdes outeiros, gigantesca serras!
Não vos verei eu mais, delícias d’alma?

Almeida Garrett/1912

terça-feira, agosto 14, 2018

Almoçageme e as Festas de Nossa Senhora da Graça

Largo comendadorGomes da Silva em Almoçageme com

"Os naturais e forasteiros de Almoçageme começaram em 1758 a erguer uma nova capela em terrenos de semeadura de trigo. A capela é aberta ao culto com a celebração das primeiras missas em 15 de Agosto de 1768 e em Outubro deste mesmo ano realizaram-se os primeiros festejos em honra de Nossa Senhora da Graça e julgamos de interesse a decisão então tomada 'devesse solenizar a Srª da Graça no primeiro Domº de Outubro.Domingo do S.mo Rosário'."
in "Cem anos de vida e história da S.R.M de Almoçageme 1892 -1992"

*Foto: Largo Comendador Gomes da Silva em Almoçageme,1951-Arquivo Municipal de Sintra

*Post relacionado - O Largo de Almoçageme:
http://riodasmacas.blogspot.pt/2008/07/o-largo-de-almoageme.html

Rumo aos 250
Cartaz de 1925

FESTA DE NOSSA SENHORA DA GRAÇA

Em 2018 irá comemorar 250 anos a Festa da Nossa Senhora da Graça em Almoçageme.

"A tradição remonta a 1768 quando os habitantes de Almoçageme, na freguesia de Colares, empenhados na construção de uma igreja, meteram mãos à obra e começaram a juntar o dinheiro das esmolas. Paralelamente, as Festas em Honra da Nossa Senhora da Graça encerram o ano agrícola e o fim da época estival, juntando-se assim na mesma data as tradições milenares e as comemorações religiosas.
Com a presença de toda a população e de muitos forasteiros, junta à comemoração religiosa com a tradicional procissão a Festa Popular, com a presença da Banda Filarmónica de Almoçageme, conjuntos de baile, a banda das arruadas, o restaurante da Adega, quermesses e divertimentos para as crianças, o espectáculo de fogo de artifício e, para não variar, as cavalhadas, um jogo normalmente realizado por crianças e adultos dos sexo masculino, que consiste em retirar, sempre em circulação, com uma seta de madeira uma argola de uma gaiola, sem a deixar cair no chão até o jogo acabar. E a entrega da vitela ganha no sorteio das rifas. Nunca faltaram festeiros, para dar continuidade à tradição desta Festa secular."


Texto retirado daqui




domingo, agosto 12, 2018

Cortejo de oferendas em Almoçageme

Decorre ainda neste momento o leilão para angariação de fundos para a organização das Festas de Nossa Senhora da Graça. Festas que este ano em Outubro, comemoram os 250 anos, sem qualquer interrupção.

Fotos do Cortejo de oferendas hoje em Almoçageme
fotos em 12/08/2018
Várias gerações de almoçagemenses garantem a continuidade da Festa
Momento durante o leilão
As Festas de Nossa Senhora da Graça irão acontecer  de 4 a 9 de Outubro

sábado, agosto 11, 2018

Porque hoje é Sábado...

Praia Grande ao natural Praia Grande, Sintra, Portugal Paisagem marítima. Fotografia da Praia Grande  (sem a Piscina e  Hotel) reproduzida na obra "Lisboa e seus arredores", por Frédéric Marjay, de 1956. Fotografia sem data. Produzida durante a actividade do Estúdio Mário Novais: 1933-1983.

 *Foto da colecção da Biblioteca de Arte da Fundação Gulbenkian

Foto  sem data, em que já existe o hotel mas ainda sem piscina
Ano de construção das piscinas  da  Praia Grande :  Maio de 1966; • Ano da última renovação: 1996.
3ª Foto retirada do FB de:
Maria Do Carmo Vicente Legenda da foto:" Inicio da construção da piscina. Apesar do mau estado desta foto quem conheceu consegue identificar Alfredo Coelho e muitos outros."
Créditos da 2ª foto:
https://www.facebook.com/Sintra-Património-MundialWorld-Heritage-474575925938311/?pnref=story


*1961-Em Junho,  abre o Hotel das Arribas na Praia Grande (ainda sem piscinas)

*1966 -Em Maio, Alfredo Coelho, inaugura as piscinas da Praia Grande.



sexta-feira, agosto 10, 2018

Feira de S.Mamede de Janas

"As fitas coloridas com que enfeitam o gado e o ex-voto que vão colocar junto da imagem de S. Mamede." 
(foto 08/2017)
Saber mais sobre a Festa de S.Mamede de Janas:
http://riodasmacas.blogspot.pt/2011/08/festa-de-smamede-janas.html


"Uma das mais curiosas dessas festividades e que melhor evidencia a sobrevivência do culto da deusa é a de S. Mamede de Janas. Trata-se duma romaria que se realiza na ermida de S. Mamede, na povoação de Janas, a cerca de 3,5 k. ao norte de Colares, nos dias 15 e 16 de Agosto de cada ano. Os lavradores da região, e mesmo das zonas mais afastadas, como por exemplo de Torres Vedras, aparecem aí nesses dias, acompanhados do seu gado – bois, burros e cavalos – e até de animais domésticos. Chegam em geral pela manhã, dão três voltas à igreja no sentido inverso ao dos ponteiros do relógio e vão depois descansar. Antigamente entravam mesmo dentro da igreja com o gado.
À tarde fazem o pagamento das promessas e recebem então as fitas coloridas com que enfeitam o gado e o ex-voto que vão colocar junto da imagem de S. Mamede. 
Estes pormenores coincidem extraordinariamente com as características do culto de Diana. Esta deusa, filha de Júpiter, recebeu de seu pai, juntamente com Febo, o domínio das florestas e dos bosques.(...


IN “VESTÍGIOS DO CULTO DE DIANA EM PORTUGAL” da autoria do Dr. Fernando Castelo-Branco