Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2014

Libertação na ribeira de Colares (rio das Maçãs) de peixes reproduzidos em cativeiro

Imagem
Foto:Garça no rio das Maçãs, Várzea de Colares em 2012 Nos próximos dias 30 de Abril e 6 de Maio, o Aquário Vasco da Gama, o Centro de Biociências do ISPA e a Quercus, vão proceder à libertação no meio natural de mais de um milhar de peixes reproduzidos em cativeiro, acções que ocorrerão na ribeira de Colares (Sintra, dia 30) e no rio Arade (Alferce, dia 6). Os peixes a libertar pertencem às espécies Squalius pyrenaicus (escalo do sul; Em Perigo de extinção) e Iberochondrostoma almacai (boga do sudoeste; criticamente em perigo de extinção). Este projecto, que conta ainda como parceiros a Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Técnica de Lisboa e a Câmara Municipal de Figueiró dos Vinhos, está em curso desde 2008 com o objectivo reproduzir e manter populações ex situ de algumas das espécies de peixes de água doce mais ameaçadas no nosso país. Os repovoamentos serão efectuados em troços dos rios de origem (dos indivíduos inicialmente capturados para repr

Acção de controle de espécies arbóreas infestantes na Serra de Sintra

Imagem
Foto:Parque da Pena A Parques de Sintra acolhe, dia 10 de maio , durante a manhã, uma acção de voluntariado para controlo de espécies arbóreas infestantes (arranque de espécies invasoras, tais como Acácias, Pitósporos e Háqueas) na Tapada do Saldanha, Serra de Sintra. Esta acção é aberta a todos os participantes, mediante inscrição prévia, e os voluntários serão acompanhados por técnicos, na sua maioria biólogos que, durante todo o ano, estão presentes nas ações do Projeto BIO+Sintra. As espécies infestantes são muito difíceis de erradicar, apresentando-se como uma forte ameaça para a flora e fauna da Serra de Sintra. Devido ao seu rápido crescimento, dominam as espécies autóctones, prejudicando o desenvolvimento de árvores como o Carvalho Português, o Carvalho Alvarinho, o Sobreiro ou o Medronheiro. No que respeita à vida animal, representam especial perigo para alguns tipos de aves como a Águia-de-Bonelli, dado que formam habitats cerrados pouco adequados para gara

As Caravelas da Praia das Maçãs

Imagem
 Foto1   Nos anos 50, a Praia das Maçãs teve uma "fábrica" de motociclos muito conhecida na região - a oficina de António Jacinto Canastro, onde era fabricada a "Caravela Praia das Maçãs", um motociclo com motor de 50cc - dessa oficina resta uma barracão destelhado e hoje o local, é um parque de estacionamento do Talho do Mário, na Praia das Maçãs.  Foto2 Foto 3   Publicamos as fotos   de duas "Caravelas Praia das Maçãs", (talvez as únicas existentes), reconstruidas  na oficina do Sr. José Domingos no Mucifal. A Foto 1. a Caravela da Praia das Maçãs, propriedade de  Nuno Gaspar, co-autor de dois magníficos livros  sobre  a Praia das Maçãs: " O passado e o presente " e " Um passeio de Cintra até ao Mar "  um grande coleccionador de fotos e postais de Sintra.  As fotos 2e 3, a Caravela, da  colecção do Arquitecto Frederico Valsassina, existente na sua casa na Praia das Maçãs .   Saber mais sobre a "Caravel

Os dias seguintes

Imagem
1º de Maio de 1974/Lisboa

Postal de Colares com cravo

Imagem

25 de Abril, sempre!

Imagem
«COMO TODOS SABEM, HÁ DIVERSAS MODALIDADES DE ESTADO.OS ESTADOS SOCIAIS, OS CORPORATIVOS E O ESTADO A QUE  CHEGÁMOS.» Salgueiro Maia, Santarém, madrugada de 25 de Abril 1974

25 de Abril, sempre!

Imagem
Manuscrito de  Sophia Mello Breyner Andresen/ Biblioteca Nacional Foto publicada no Diário de Notícias em 26 de Abril de 1974

Bivalves, toxinas & informação

Imagem
 Foto:Mexilhões na Praia das Maçãs em 2009 Na véspera da sexta-feira Santa, 18 de Abril, dia em que a tradição "obriga" a apanhar mexilhão, enviámos à Capitania de Cascais o seguinte  pedido de informações sobre a situação: Enviada: quinta-feira, 17 de Abril de 2014 21:20 Para: CAP P CASCAIS - Capitania Assunto: Apanha de Bivalves Boa noite, Sendo autor de um blog da região de Sintra, tomei conhecimento durante o final de tarde da interdição da apanha de bivalves em virtude da existência de toxinas. Havendo nesta zona do litoral a tradição da apanha lúdica de mexilhão nas sextas-feiras Santas. Gostaria de saber quais as medidas previstas para evitar a apanha e a posterior venda de mexilhão, para todos que desconhecem os perigos para a saúde da ingestão de bivalves nesta altura. Cumprimentos http://www.riodasmacas.blogspot.com  http://riodasmacas.blogspot.pt/2014/04/interdita-apanha-do-mexilhao.html A resposta da Capitania de Cascais-recebida h

Postal de Cintra

Imagem
"Os principais monumentos nacionais que se encontram dentro dos limites do Plano de Urbanização- o Palácio Nacional, a igreja de Stª Maria e a Capela de S.Lázaro - já estão cercados por um perímetro de protecção estabelecido pela Direcção dos Monumentos e Edifícios Nacionais, no interior  do qual toda a construcção está severamente  fiscalizada(...)" in Urbanização de Sintra -Ante-plano  1949 "Julgamos necessário ampliar  a zona de protecção do Palácio Nacional, porque prevemos a formação de novos bairros de extensão ao norte deste Palácio, sobre colinas donde a silhueta deste edifício se perfila duma maneira muito bonita sobre a montanha do Castelo dos Mouros(...)" in Urbanização de Sintra -Ante-plano 1949 Diário da República nº114 IIª Série de 16 de Maio de 1996

Os trabalhos das Abelhas

Imagem
 Foto.zangão em visita a Colares O aumento da mortalidade das abelhas requer "medidas urgentes" avisa o Parlamento Europeu O Parlamento Europeu (PE) lançou um alerta em 2011,quanto à necessidade de “medidas urgentes” no controlo da morte das abelhas, que tem vindo a aumentar, o que pode ter grandes impactos na agricultura. O comunicado vem no seguimento do relatório aprovado pela Comissão Europeia, que alerta para o “impacto negativo profundo na agricultura, na produção e segurança alimentares” que poderá representar o aumento da taxa de mortalidade das abelhas na União Europeia (UE). De acordo com o comunicado, 76% da produção alimentar e 84% das espécies vegetais da UE dependem da polinização das abelhas. O argumento é do PE, que lança várias propostas à Comissão Europeia para o bem da biodiversidade, da sustentabilidade ambiental e dos ecossistemas. Os apelos mais prementes prendem-se com o apoio à investigação para prevenção e controlo de doenças que vitimam a

Escola Portuguesa de Arte Equestre nos Jardins do Palácio de Queluz

Imagem
Todas as quartas-feiras, às 11h00, têm lugar nos Jardins do Palácio Nacional de Queluz apresentações da Escola Portuguesa de Arte Equestre (EPAE) com a duração de 20 a 30 minutos. Estes espetáculos, organizados com os cavalos e cavaleiros da EPAE, estão acessíveis a todos os visitantes do Palácio e/ou Jardins de Queluz. A Escola Portuguesa de Arte Equestre

No Tempo das Borboletas

Imagem
A Primavera é o tempo das Borboletas.Em Colares elas chegaram agora, mas  em  menor número que em outras Primaveras. As mudanças climáticas e a intervenção do homem muito  têm contribuido para a redução destas espécies, que além da sua função na biodiversidade, dão um cor  especial aos campos e jardins. Fotos de 19/04/2014 no Mucifal/Colares "As borboletas , são insectos da ordem Lepidoptera classificados nas superfamílias Hesperioidea e Papilionoidea , que constituem o grupo informal "Rhopalocera". Como outros insectos de holometabolismo , o seu ciclo de vida consiste em quatro fases: ovo , larva , pupa e imago (Adulto). Os fósseis mais antigos conhecidos de borboletas são do meio do Eoceno , entre 40-50 milhões de anos atrás 2 . As borboletas demonstram polimorfismo , mimetismo e aposematismo . Algumas, como a Borboleta-monarca , migram longas distâncias. Algumas borboletas desenvolveram relações simbióticas e parasíticas com insectos sociais t

Porque hoje é Sábado...

Imagem
TRINTA DINHEIROS No bengaleiro do mercado público penduraram o coração. Vestem o fato dos domingos fáceis. Não têm rosto têm sorrisos muitos sorrisos aprendidos no espelho da própria podridão. Têm palavras como sanguessugas. Curvam-se muito. As mãos parecem prostitutas. Alma não têm. Penduraram a alma. Por fora parecem homens. Custam apenas trinta dinheiros. Manuel Alegre/Praça da Canção/1968

Informação em velocidade de tartaruga sobre as toxinas dos bivaldes

Imagem
Publicado  pela capitania de Cascais,durante este final de tarde  (18/04/2014)com a data de ontem,a informação sobre a questão dos bivaldes e das toxinas. https://www.facebook.com/photo.php?fbid=858115970881533&set=a.787182457974885.1073741828.749584825067982&type=1&stream_ref=10 Aguardamos desde ontem uma resposta sobre o assunto que dirigimos em e-mail à Capitania de Cascais. Post relacionado-Interdita a apanha do mexilhão http://riodasmacas.blogspot.pt/2014/04/interdita-apanha-do-mexilhao.html

Interdita a apanha do mexilhão [Actualizado]

Imagem
Saber mais  sobre a interdição da apanha de bivaldes no blog "Tudo sobre Sintra": http://www.tudosobresintra.com/2014/04/autoridades-alertam-que-apanha-de.html Foto de 2012 no Mindelo/Praia das Maçãs , que não será possivel ver este ano com a interdição da apanha lúdica do mexilhão que acontece tradicionalmente na Sexta-feira Santa. Post relacionado de 2012: A tradição ainda é o que era no litoral Sintrense  http://riodasmacas.blogspot.pt/2012/04/tradicao-ainda-e-o-que-era-no-litoral.html  Actualização -Sexta-feira 16/04/2014 - 12h50m Via C.M de Sintra e  Agência Lusa ALERTA: A apanha de bivalves está proibida em diversas zonas da costa de Portugal continental, devido à presença de toxinas causadoras de intoxicação diarreica, revelou na quinta-feira o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). De acordo com o IPMA, na sua página da internet, foi imposta temporariamente a interdição da apanha e captura para todos os bivalves no litoral entre Peni

O Dia Internacional dos Museus e Sìtios no Museu Arqueológico de São Miguel de Odrinhas

Imagem
O Museu Arqueológico de São Miguel de Odrinhas realizou ontem dia 16 de Abril, no âmbito do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, uma conferência seguida de visita intitulada «A villa e a necrópole romanas do Casal do Rebolo (Almargem do Bispo, Sintra)» guiada .por Alexandre Gonçalves, onde está patente o espólio mais significativo daquele importante sítio arqueológico de Sintra.  "Tendo como ponto de partida as atitudes do Homem perante a morte, a exposição "Diis  Manibus - Rituais da Morte durante a romanidade" dá a conhecer um importante conjunto de materiais arqueológicos descobertos na região de Sintra" "A região de Sintra integrava durante a Antiguidade o extenso território rural administrado pelo senado de Olisipo, a única cidade da Lusitânia que obteve o previlegiado estatuto do Municipio de Direito Romano. A zona mais ocidental do Municipio Olisiponense, onde se intregra o território sintrense, apresenta uma inequívoca unidade 

Imaginário e Legado de Carvalho Monteiro em livro

Imagem
  Dia 19 de Abril, sábado, pelas 21h, a Alagamares promove a apresentação no Café Saudade, em Sintra, do livro de Manuel Gandra “A.A.Carvalho Monteiro, Imaginário e Legado”, com intervenções do próprio e de Miguel Real. Entrada Livre.   http://www.alagamares.com/19-de-abril-apresentacao-de-livro-sobre-carvalho-monteiro/ Jazigo de Carvalho Monteiro no cemitério dos Prazeres António Augusto Carvalho Monteiro, filho de pais portugueses, nasceu no Brasil, no Rio de Janeiro em 27 de Novembro de 1850 e faleceu em Sintra em 24 de Outubro de 1920. Foto do monumental jazigo no cemitério dos Prazeres,em Lisboa Um interessante pormenor do jazigo de Carvalho Monteiro   Sobre a Quinta da Regaleira Nos finais do Séc. XIX a quinta foi comprada pelo capitalista e homem de grande cultura, formado em Direito pela Universidade de Coimbra, António Augusto de Carvalho Monteiro, o “Monteiro dos Milhões”, com uma enorme riqueza acumulada no Brasil. Para a construção do palácio e da c

Dia Internacional dos Monumentos e Sítios no Museu Arqueológico de Odrinhas

Imagem
MUSEU ARQUEOLÓGICO DE SÃO MIGUEL DE ODRINHAS, SINTRA Dia 16 de Abril – Comemoração do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios Conferência: «A villa e a necrópole romanas do Casal do Rebolo (Almargem do Bispo, Sintra)», por Alexandre Gonçalves. O Museu Arqueológico de São Miguel de Odrinhas irá realizar no próximo dia 16 de Abril, no âmbito do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, uma conferência seguida de visita intitulada «A villa e a necrópole romanas do Casal do Rebolo (Almargem do Bispo, Sintra)». Esta actividade iniciar-se-á no Auditório do Museu, onde terá lugar a conferência. Esta será seguida de visita guiada à exposição temporária «DIIS MANIBVS – Rituais da Morte durante a Romanidade», onde está patente o espólio mais significativo daquele importante sítio arqueológico de Sintra. Dia 16 de Abril – 15.00 Horas Duração: 90 minutos (com 15 minutos de intervalo) Público-alvo: Público em geral. Acesso: Gratuito – mediante marcação. Mais inform

Postal da Praia do Magoito

Imagem
A Praia do Magoito como em todo o litoral Sintrense, sofreu com as últimas intempéries - uma visita à praia, permitiu os registos que hoje publicamos. A falta de areia do extenso areal é o sinal deixado pela agitação marítima dos meses de Fevereiro e Março.

Voar nos céus de Sintra

Imagem
Diáriamente pelos céus de Colares os Epsilon-TB 30, produzem um ruído característico,que já nos habituámos, em voos de treino em formação ou não,oriundos da Base Aérea 1 na Granja do Marquês.Hoje publicamos alguns apontamentos sobre estes nossos vizinhos do ar. Foto:Epsilon-Tb 30 na pista da BA1 em Sintra   O EPSILON-TB 30 produzido pela firma francesa AEROSPATIALE, foi projectado para servir a fase elementar de pilotagem e para permitir que se vá mais além através da fase básica (ou intermédia). É um avião bi-lugar em tandem, de asa baixa e curta e trem triciclo retrátil. O motor de 6 cilindros horizontais é de injecção automática, possui um dispositivo de alimentação e lubrificação para o voo invertido e aciona um hélice de velocidade constante. A configuração do seu painel de instrumentos, a sua velocidade de cruzeiro, a robustez da sua célula que suporta de +6,7 G a -3,35 G e a sensibilidade de comandos, conferem-lhe caraterísticas similares às de um pequeno avião d

Porque hoje é Sábado...

Imagem
LISBOA PERTO E LONGE Lisboa chora dentro de Lisboa Lisboa tem palácios sentinelas. E fecham-se janelas - branca e rota a blusa de seu povo - essa gaivota Lisboa tem casernas catedrais museus cadeias donos muito velhos palavra de joelhos tribunais. Parada sobre o cais olhando as águas Lisboa é triste assim cheia de mágoas. Lisboa tem o sol crucificado nas armas que em Lisboa estão voltadas contra as mãos desarmadas - povo armado de vento revoltado violas astros - meu povo que ninguém verá de rastos. Lisboa tem o Tejo tem veleiros e dentro das prisões tem velas rios dentro das mãos navios prisioneiros aí olhos marinheiros - mar aberto - com Lisboa tão longe em Lisboa tão perto. Lisboa é uma palavra dolorosa Lisboa são seis letras proibidas seis gaivotas feridas rosa a rosa Lisboa a desditosa desfolhada palavra por palavra espada a espada. Lisboa tem um cravo em cada mão tem camisas que abril desabotoa mas em maio Lisboa é uma canção onde há versos que