Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2012

O Dia do Trabalhador

Imagem
  H oje véspera do 1º de Maio – Dia do Trabalhador, mas tendo  presente os cerca de milhão e meio de portugueses no desemprego e mais de dois milhões em estado de pobreza. Uma situação social que é necessário inverter rapidamente com medidas que criem emprego - pressionando a tomada de decisões, que provoquem a alteração da actual estratégia neoliberal do governo, em favor da economia de casino, para uma politica de valorização do trabalho e de uma sociedade com maior justiça social. E ste  1º de Maio, é  também oportunidade para publicar várias fotos  inéditas, da festa do  primeiro  1º de  Maio de 1974 em Lisboa.  .

Colóquio/Debate sobre as Árvores de Sintra

Imagem
  Realizou-se ontem, na Sociedade União Sintrense, o Colóquio/Debate em Defesa das Árvores de Sintra, organizado pela Alagamares, com um painel de especialistas e uma assistência interessada. O painel do colóquio era constítuido pelo Arq. Gonçalves Teles, Engº Eugénio Sequeira, da Liga para a Protecção da Natureza, Dr.Rui Brandão, da Sociedade Portuguesa de Alergologia, EngºNuno oliveira, da Parques de Sintra-Monte da Lua, e Dr.Carlos Albuquerque, da Câmara Municipal de Sintra. Após as diversas intervenções do painel de convidados , seguiu-se  da parte da assistência,  algumas  intervenções, e  várias questões  dirigidas aos membros do painel.  Esperamos que este colóquio sobre as árvores, e as de Sintra em especial, seja uma semente, que ajude o crescimento de  melhores práticas e  maior sensibilidade para tratar das nossas árvores.

Colóquio em Defesa das Árvores de Sintra.Hoje às 15h00

Imagem
  O Colóquio em Defesa das Árvores de Sintra, organizado pela Alagamares, visa discutir  e alertar para diversos problemas relacionados  com a  protecção do coberto vegetal –arbóreo e vegetal  de Sintra, troca de opiniões e análise de boas e más práticas no contexto  existente. Temas como as podas e abates, as plantações , a organização da floresta, as supostas alergias e outros assuntos estarão em debate. *Foto: Abate injustificado de um Plátano centenário em Dezembro de 2010 em Colares

Guardiões do Rio das Maçãs

Imagem
Os Patos-reais do Rio das Maçãs, são uma autêntica atracção na Várzea de Colares , contando sempre com a solidariedade da população, que diariamente os alimenta com pão, que trazem de propósito ou é gentilmente fornecido pelo café "Cantinho da Várzea ".Neste momento a  manutenção do bando estará assegurada pelos filhotes, que já  se movimentam ligeiros nas águas do rio das Maçãs.

Colóquio em "Defesa do Património Natural.O Caso de Sintra" no próximo Sábado dia 28

Imagem

Telejornal da RTP do dia 25 de Abril de 1974

Imagem

25 ABRIL 1974

Imagem
.....................................................................................................................

Miguel Portas

Imagem
  1 de Maio de 1958 - 24 de Abril de 2012

Um País Suicidário

Imagem
Era uma vez um país onde o pão era contado onde quem tinha a raiz tinha o fruto arrecadado onde quem tinha o dinheiro tinha o operário algemado onde suava o ceifeiro que dormia com o gado onde tossia o mineiro em Aljustrel ajustado onde morria primeiro quem nascia desgraçado. Era uma vez um país de tal maneira explorado pelos consórcios fabris pelo mando acumulado pelas ideias nazis pelo dinheiro estragado pelo dobrar da cerviz pelo trabalho amarrado que até hoje já se diz que nos tempos do passado se chamava esse país Portugal suicidado. .......................... Em "As Portas que Abril abriu" José Carlos Ary dos Santos Foto: "O mano João alfarrabista no Mercado de S.Bento" Arquivo Fot.CML/Ilustração Portuguesa 1907,30 Dezembro./Benoliel,Joshua

Colóquio em "Defesa do Património Natural.O Caso de Sintra"

Imagem

Eléctrico da Praia das Maçãs cercado pela indiferença

Imagem
E m 2009, o eléctrico de Sintra retomava o percurso entre Sintra e a Praia das Maçãs – à frente ao lado do guarda-freio, Fernando Seara dava nota institucional a esta nova era do eléctrico. H oje,  o mesmo eléctrico está cercado pela indiferença. Durante um já longínquo temporal,caiu uma árvore que atingiu um poste da linha aérea em Monte Santos, ( que ainda aguarda reparação), muito tempo depois em Fevereiro deste ano, um roubo de 200 metros de fio de cobre da linha aérea, na recta da Ribeira de Sintra -dois meses depois, ainda estão cabos pendurados no local, permitindo mais roubos de fio de cobre. E stes dois acontecimentos obrigam a um corte total na energia em toda a rede do eléctrico – não permitindo que nenhum eléctrico saia da Ribeira de Sintra. S endo o eléctrico um elemento importante no cenário turístico de Sintra, a degradação da rede como está a ocorrer, não é aceitável e a possível saída de Fernando Seara para se candidatar à autarquia de Lisboa, não é razão para qu

Porque hoje é Sábado...

Imagem
Oceano  Junto do mar, que erguia gravemente À trágica voz rouca, enquanto o vento Passava como o vôo do pensamento Que busca e hesita, inquieto e intermitente, Junto do mar sentei-me tristemente, Olhando o céu pesado e nevoento, E interroguei, cismando, esse lamento Que saía das coisas, vagamente... Que inquieto desejo vos tortura, Seres elementares, força obscura? Em volta de que idéia gravitais? Mas na imensa extensão, onde se esconde O Inconsciente imortal, só me responde Um bramido, um queixume, e nada mais... Antero de Quental *Antero de Quental nasceu a 18 de Abril de 1842, falecendo a 11 de Setembro de 1891 *Foto  -  Mar da Praia das Maçãs ontem 20/04/2012

Inspirações na orla da Praia

Imagem
A s Azenhas do Mar são um local inspirador - a sua atmosfera, o casario na falésia, a proximidade do mar, a  luz ambiente, tudo isto alimenta a criatividade a quem lá vive e por quem lá passa.  É o caso do artista  autodidacta, Zé Pintor, da Adega das Azenhas, onde há algum tempo começou a acontecer, uma dinâmica exposição de pinturas a óleo da sua autoria, na sala do restaurante.  P or gentileza do amigo Zé Pintor, publicamos hoje alguns dos seus últimos trabalhos.

Defender as Árvores de Sintra

Imagem
Dia 28 de Abril, realiza-se um Colóquio em Defesa das Árvores de Sintra, na Sociedade União Sintrense, organizado pela Alagamares. Árvores de Sintra-Memórias recentes   Foto de um abate injustificado pela EP de um Plátano centenário em Colares Dez. 2010 De um texto de Pedro Nuno Teixeira dos Santos da "Árvores de Portugal", sobre a intervenção da "Estradas de Portugal "(EP) nas árvores de Sintra em 18 de Novembro de 2009: "Na realidade, a EP não só não está interessada em plantar mais árvores, como está desejosa de se ver livre do património arbóreo que herdou da extinta JAE. É que, para além de não gerarem os tais lucros imediatos, estas árvores são, para a EP, uma fonte de problemas pois há sempre alguém que as quer ver cortadas ou, no mínimo, podadas. Acrescem os custos com os trabalhos de manutenção de todo este património espalhado pelas estradas do nosso país."   http://www.arvoresdeportugal.net/2009/11/alameda-de-platanos-de-colares

Reparada a vedação da estação arqueológica da Vila Romana de Santo André

Imagem
Foto de ontem já com a vedação reparada Cerca da 14h00 de ontem,  estava a ser ultimada a reparação da vedação da estação arqueológica da Vila romana de Santo André em Almoçageme, derrubada há bastante tempo devido a um acidente de viação. Assunto a que nos temos referido  várias vezes , devido ao risco de intrusões naquele local, potenciando o perigo de destruição/desaparecimento do trabalho já efectuado na estação arqueológica.

Colóquio sobre as Árvores de Sintra

Imagem

Da Terra do Sol Nascente até ao Cabo mais Ocidental do Continente Europeu

Imagem
Legenda :Foto de um turista  japonês extasiado, a observar  a linha do  horizonte  do Atlântico - pendurado mesmo no  limite  dos limites, do ponto mais ocidental  do Continente  Europeu.(Fotos de 16/04/2012) Tradução do texto em japonê s - Aqui

Cascatas das Azenhas do Mar

Imagem
«É o mais pitoresco "postal ilustrado" do litoral do concelho de Sintra. As Azenhas do Mar cujo topónimo se admite derivar dos moinhos de água (as Azenhas ) dos tempos de ocupação árabe que ali terão existido - possuem uma das imagens mais singulares da costa portuguesa. (...) A instância balnear já seria procurada pelo menos desde 1930, quando ficou pronto o troço do eléctrico desde a Praia das Maçãs. (...) As tradicionais actividades agrícolas onde se incluía a plantação das vinhas da casta Ramisco que tornaram afamado o vinho de Colares, tem vindo a ser substituídas por moradias e urbanizações que, aos poucos, vão iludindo as normas supostamente de protecção do litoral entre Cascais e Mafra.A pesca artesanal e desportiva vai resistindo, mas cada vez mais limitada pela erosão das arribas. Como é patente no vergonhoso estado de abandono a que está votado o miradouro de onde se pode observar a imagem do casario branco"congelado" no tempo,não se sabe até quando

Os poços cobertos de Janas

Imagem
  «No caminho da praia Poço coberto, Janas, 1957. Arquivo da Ordem dos Arquitectos, PT-OA-IARP-LSB-SNT00-001» Depois de ter encontrado a excelente foto, do poço coberto de Janas, via blogue ”BicLaranja” - prometi  na altura, tentar encontrar o poço  fotografado em 1957. Após alguns contactos  tive a sorte de localizar um dos intervenientes na foto (sentado em cima do burro) o sr.Armindo, habitante de Janas, hoje com 90 anos, que se reconheceu na foto de 1957, mas  já com pouca memória do poço. Posteriormente em contacto com  outros habitantes de Janas, foi  possível encontrar o local do poço coberto, fotografado em 1957 - hoje ocupado pela esquina do prédio (foto)que existe actualmente, e que teria sido tapado na altura da construção do  imóvel.   Na esquina deste prédio existiu o poço coberto da foto de 1957   O outro poço coberto de Janas A cerca de 200 metros do poço da fotografia de 1957, Janas ainda conserva  um outro poço coberto, talvez com a mesma idade, pois os dois

Porque hoje é Sábado...

Imagem
Nevoeiro Nem rei nem lei, nem paz nem guerra, Define com perfil e ser Este fulgor baço da terra Que é Portugal a entristecer - Brilho sem luz e sem arder, Como o que fogo-fátuo encerra. Ninguém sabe que coisa quer. Ninguém conhece que alma tem, Nem o que é mal nem o que é bem. (Que ânsia distante perto chora?) Tudo é incerto e derradeiro. Tudo é disperso, nada é inteiro. Ó Portugal, hoje és nevoeiro... É a Hora! Fernando Pessoa *Foto, Penedo visto do Mucifal esta semana em dia de nevoeiro.

Post Solidário

Imagem
Acompanhando desde o início os conturbados acontecimentos na Guiné-Bissau, pela comunicação social, a  única informação actualizada que nos foi chegando  foi através do blogue," Ditadura do Consenso "  do jornalista António Aly Silva.  Os sucessivos posts publicados, nesse blogue, permitiu-nos uma informação que mais nenhum orgão de comunicação  social existente na Guiné conseguiu, porque ocupados pelos militares que desencadearam o golpe. Por esse motivo o autor do blogue foi preso esta manhã e maltratado pelos militares golpistas. Libertado há momentos publicou agora um post, que reproduzimos,  mostrando-lhe  desta forma  a nossa solidariedade pela coragem que demonstrou nestes acontecimentos e  provando a importância da blogosfera como meio de comunicação, ultrapassando os meios de comunicação tradicionais, permitindo a circulação rápida da informação

Colóquio "Defesa do Património Natural.O Caso de Sintra"

Imagem