Mensagens

A mostrar mensagens de 2021

Candidaturas à VII edição do Prémio de Fotografia de Sintra prolongadas até Setembro

Imagem
  " A Câmara Municipal de Sintra tem a decorrer candidaturas para a VII edição do Prémio de Fotografia de Sintra, até dia 30 de setembro. As inscrições podem ser realizadas por fotógrafos nacionais e estrangeiros, residentes em Portugal, com idade igual ou superior a 18 anos, que desenvolvam a sua atividade em termos amadores ou profissionais. Os participantes têm total liberdade temática, admitindo-se as técnicas analógica e digital. Cada fotógrafo pode unicamente concorrer com o máximo de duas obras, inéditas e originais, da sua exclusiva autoria e propriedade, cujos direitos de autor lhe pertençam, sendo indispensável que: Não seja objeto de fotomontagem, com imagens próprias ou alheias; Não esteja incluída em publicação ou peça; Tenham sido concluídas nos dois anos anteriores à sua apresentação a concurso; As suas dimensões não excedam os 30x40cm, devidamente apresentadas em suporte apropriado para exposição. O júri é composto por 3 elementos, um representante da Câmara Munici

Correspondência de Cintra

Imagem
 Primeira página do "O Concelho de Cintra" nº24 de 25 de Maio de 1911 O jornal "O Concelho de Cintra" nº41, de Setembro de 1911, noticiava o programa de comemorações do 1º aniversário da implantação da República no Concelho de Sintra - notícia que transcrevemos, conservando a ortografia e acentuação do original "  Anniversario da Republica Em todo o concelho de Cintra se realizam hoje e amanhã manifestações de regosijo solemnizando o 1º Anniversário da proclamação da Republica Portugueza. Por noticias recebidas n'esta redacção sabemos, que em Rio de Mouro, haverão grandes festejos. Em Cintra e S.Pedro as musicas percorrerão as ruas ao romper da manhã. Em Collares e Almoçageme de egual fórma haverão festejos. Por ordem do Almoxarife da Pena, serão dadas por artilharia no Castello dos Mouros, uma salva de 21 tiros, ás 6 horas da manhã d'hoje. Em Bellas, Montelavar e Lameiros tambem se realisam manifestações populosas saudando a Republica."

Quinta Maziotti em Colares - (reedição)

Imagem
Quinta Mazziotti - Colares Correspondência de William Beckford-1787 (...) Jantámos numa asseada e excelente pousada, situada no centro da vila de Sintra. A rainha concedeu ultimamente ao marquês esta casa e um largo tracto de terreno contíguo, e das suas janelas e loggias vêem-se em baixo fundos barrancos e abruptas quebradas cobertas de bosques e matas, entremeadas de pedras musgosas e vetustos castanheiros. Apenas baixou o sol fomos para Colares, onde passeámos num terraço pertencente ao senhor Laroche, negociante francês, que deu provas de bom gosto na disposição da sua casa. Grupos de pinheiros e castanheiros, rompendo das fendas dos rochedos, e elevando-se uns acima dos outros a uma altura considerável, dão a Colares a aparência de uma aldeia dos Alpes; e ao longo do caminho inúmeras fontes à sombra de sobreiros e copados limoeiros, rebentam dos muros desmoronados e caem em tanques de pedra. " U m favorito servidor do falecido rei, que tem nestes sítios uma gran

Do Penedo para Colares

Imagem
“O vale de Colares é para mim uma fonte de perene distracção. Descobri muitas veredas, que através de matas e castanheiros e pomares que nos levam a sítios acidentados e verdejantes, onde os loureiros bravos e as moitas de limoeiros pendem livremente sobre a margem pedregosa de um pequeno rio, e deixam cair na corrente as suas flores e os seus frutos.(...)” In "Correspondência de William Beckford 1787" Na descida do Penedo para Colares-Foto do Arquivo Fotográfico da Câmara Municipal de Lisboa- autor não identificado Foto actual do mesmo local (Do Penedo para Colares) O Penedo visto já de Colares, com um tecto do nevoeiro tradicional no mês de Agosto

Olhares Sintrenses

Imagem
Imagens gémeas O Parque de Monserrate e o Convento dos Capuchos, foram  propriedade de Francis Cook, durante o Séc. XIX, curiosamente nos nossos dia, nos dois locais distintos encontrámos duas imagens "gémeas",  em que a natureza fez o seu trabalho e que terão sido testemunhas durante mais de dois séculos da passagem da História de Sintra. Foto em 9 de Novembro de 2016, Convento dos Capuchos " As  paredes e no chão, as sondagens arqueológicas encavam por entre a história que se sobrepôs à história mais antiga. Com a extinção das ordens religiosas em 1834 e a expropriação dos frades que o habitavam, o convento passou para as mãos de Francis Cook, visconde de Monserrate. Em pleno século XIX, os terrenos à volta do convento foram usados como jardins de lazer e passeio – ao estilo romântico - contíguos ao Parque e Palácio de Monserrate. Às intervenções românticas, seguiu-se o abandono: sob tutela do Estado desde 1949, o monumento esteve entregue à degradação e fe

Porque hoje é Sábado...

Imagem
Gatos de Colares Foto1 Foto2 Foto3 Foto4 Oda al Gato Los animales fueron Imperfectos, ... Largos de cola, tristes De cabeza. Poco a poco se fueron Componiendo, Haciéndose paisaje, Adquiriendo lunares, gracia, vuelo. El gato, Sólo el gato Apareció completo Y orgulloso: Nació completamente terminado, Camina solo y sabe lo que quiere. El hombre quiere ser pescado y pájaro, La serpiente quisiera tener alas, El perro es un león desorientado, El ingeniero quiere ser poeta, La mosca estudia para golondrina, El poeta trata de imitar la mosca, Pero el gato Quiere ser sólo gato Y todo gato es gato Desde bigote a cola, Desde presentimiento a rata viva, Desde la noche hasta sus ojos de oro. No hay unidad Como él, No tienen La luna ni la flor Tal contextura: Es una sola cosa Como el sol o el topacio, Y la elástica línea en su contorno Firme y sutil es como La línea de la proa de una nave. Sus ojos amarillos Dejaron una sola Ranura Para echar las monedas de la noche. Oh pequeño E

Cinco artistas em Sintra, 1885

Imagem
Foto  PedroMacieira, em 18/05/2019, no Museu  Nacional de Arte Contemporânea do Chiado João Cristino da Silva Este é o primeiro retrato colectivo de artistas na pintura portuguesa, na romântica Sintra. Cristino, auto-representado, revela as linhas principais exploradas pelo grupo dos cinco artistas (Tomás da Anunciação, Francisco Metrass, Vítor Bastos e José Rodrigues) que desenvolvem o retrato, a pintura de paisagem e o natural e a pintura de costumes. Os cinco artistas, à excepção do escultor Vítor Bastos, observam e registam “o natural” em pequenos apontamentos, manifestando a sua atitude artística de captação da natureza e divulgação das tradições locais, embora posteriormente retocada em atelier. Cria-se um envolvente diálogo entre a arte, onde se destaca Anunciação ao centro, em jeito de homenagem, e os usos e hábitos populares, na descrição pormenorizada dos seus trajes, mas também se avista, num horizonte longínquo, uma paisagem, através de um “óculo” criado pela junção d

Sobre o Vinho de Colares

Imagem
 No Fugas (Suplemento do Jornal Público) de 29 de Maio de 2021 Colares vai seguir o exemplo do Pico   Nove denominações de origem em análise no artigo deste número no Fugas - (Quinta de San Michele, Casa das Gaeiras,Adega Mãe,Quinta do Cerrado da Porta, Regueiro Barrica, Muros de Melgaço,Vilacetinho Reserva Avesso,Quinta de Carapeços Vinhão,Casa de Paços Loureiro Reserva,Aveleda Ícone-Manuel Pedro Guedes, e Ramillo), que segundo o autor,  "traduzem-se numa diversidade de perfis de vinhos que mereciam mais atenção por parte   dos consumidores." E destaca  Edgardo Pacheco, que "Entre tanta riqueza, vale a pena destacar a região de Colares porque, em muitos aspectos, poderá renascer das cinzas – à semelhança do que aconteceu com a vinha do Pico.”   Ramillo "Pedro Ramillo é designer e o irmão Nuno é engenheiro civil. Em 2013 pegaram nuns pedaços de terra herdada dos pais que rondavam 0,5 hectares.Oito anos depois, estão perto dos 20 hectares. Dois de chão de

Efeméride do dia

Imagem
Fernando António Nogueira Pessoa  ( Lisboa ,  13 de junho  de  1888  —  Lisboa ,  30 de novembro  de  1935 ) foi um  poeta ,  filósofo ,  dramaturgo ,  ensaísta ,  tradutor ,  publicitário ,  astrólogo ,  inventor , empresário, correspondente comercial,  crítico literário  e comentarista político português. Fernando Pessoa é o mais universal poeta português. (In Wikipédia) Fernando Pessoa #Raphael Bordallo Pinheiro é um dos grandes nomes, senão o maior, na tradição do desenho humorístico em Portugal e no Brasil. Este legado é recuperado pela colecção Os Figurões, por António Antunes, um dos mais conhecidos cartoonistas portugueses, com várias peças, manufacturadas e pintadas totalmente à mão, com base em desenhos originais, como é o caso da figura de Fernando Pessoa e os seus heterónimos.  

Porque hoje é Sábado...

Imagem
(Reedição) Nos anos 50, a Praia das Maçãs teve uma "fábrica" de motociclos muito conhecida na região - a oficina de António Jacinto Canastro, onde era fabricada a "Caravela Praia das Maçãs", um motociclo com motor de 50cc - a oficina, a ctualmente  já não existe e o antigo espaço, foi   recentemente demolido. Fotos de dois modelos da "Caravela Praia das Maçãs" Um dos modelos da "Caravela Praia das Maçãs", na foto, pertencente à colecção do Arq. Frederico Valsassina. Caravela Praia das Maçãs, propriedade do Arq. Frederico Valsassina Foto de outro modelo da Caravela Praia das Maçãs, propriedade de  Nuno Gaspar O fabrico das Caravelas era feito a partir de peças e componentes existentes no mercado - existiam em duas cores (vermelho e azul) e vários modelos. Os motociclos construídos por António Canastro eram muito populares na região. . Foto da Caravela Praia das Maçãs, do Arq.F.Valsassina Uma interessante foto de época , co

Novos recantos a surgir no Mucifal

Imagem
 Um novo espaço público está a surgir no Mucifal. Num caminho até agora de terra batida, entre pomares e estufas de flores - é agora um espaço com iluminação e piso calcetado. Um benefícío para a Freguesia de Colares. Algum mobiliário urbano e a iluminação do novo espaço, criam um ambiente acolhedor naquele trajecto que liga o Mucifal até à Várzea de Colares.  Fotos em 6 de Junho de 2021

Suspensão da circulação do Eléctrico da Praia das Maçãs no dia 7 de Junho

Imagem
  05 junho 2021   "A circulação do Eléctrico de Sintra será suspensa no dia 7 de junho, no âmbito da empreitada em curso, relativa à construção do Percurso Ciclável e Pedonal Banzão – Rodízio. A suspensão deve-se à necessidade de executar uma travessia por baixo da linha do Elétrico, de modo a passar a rede de iluminação." Inf.CMS

Porque hoje é Sábado...

Imagem
  BICICLETA Lá vai a bicicleta do poeta em direcção ao símbolo, por um dia de verão exemplar. De pulmões às costa e bico no ar, o poeta pernalta dá à pata nos pedais. Uma grande memória, os sinais dos dias sobrenaturais e a história secreta da bicicleta. O símbolo é simples. Os êmbolos do coração ao ritmo dos pedais – lá vai o poeta em direcção aos seus sinais. Dá à pata como os outros animais. (…) Herberto Helder Poemas completos (Porto Editora,2014)

Porque hoje é Sábado...

Imagem
 *Foto de janela dentro das muralhas do Castelo de Óbidos "Quando se erguerão as seteiras, Outra vez, do castelo em ruínas, E haverá gritos e bandeiras Na fria aragem matutina? (...)" Camilo Pessanha *Camilo Pessanha, o poeta falecido em Macau, foi subdelegado do procurador régio no julgado municipal de Óbidos.

Antigo Hotel Victor na Vila Velha

Imagem
Fotografia retirada de "Bairros de Sintra" de José Alfredo Azevedo, com o edifício do antigo ,Hotel Victor ao fundo desta imagem.  José Alfredo Azevedo, no volume “Bairro de Sintra”, indica que nas caves do Hotel “foi instalado um restaurante de boa categoria, ao qual foi dado o nome de «Tacho Real».É seu proprietário João Salvado Alves.”  Este restaurante ainda existe nas caves do que foi o Hotel Victor. Pintura em azulejo, num estabelecimento de seu nome “Cintra Antiga”, em que o Hotel Victor surge no plano central. (Foto:PedroMacieira) Imagem de hoje da Vila de Sintra, ainda com o edifício do antigo Hotel em destaque. (foto:PedroMacieira)

O 101º aniversário da BA1 de Sintra

Imagem
 " Considerada o Berço da Aeronáutica, a Base Aérea N.° 1 ( BA1 ), em Sintra, tem as suas origens na Escola Aeronáutica Militar, uma escola criada pelo Presidente da República Manuel de Arriaga, em 14 de maio de 1914. Inicialmente localizada em Vila Nova da Rainha, em 1920 começava a aventura aeronáutica na Granja do Marquês. Oficialmente denominada Base Aérea N.º 1 desde 1939, esta unidade está intrinsecamente associada à formação dos primeiros pilotos e à história da aeronáutica militar. Mais recentemente, para além de ter contribuído de forma significativa para a formação especializada de novos pilotos, foi também a unidade responsável pela capacidade de fotografia aérea da Força Aérea. A  BA1  foi a casa das  Esquadra 502  e extinta 401, na altura equipadas com o C-212 Aviocar e mais tarde transferidas para a Base Aérea N.º 6 ( BA6 ), e da  Esquadra 101 , equipada com o TB-30 Epsilon, entretanto relocalizada na Base Aérea N.º 11 ( BA11 ). A  BA1  albergou ainda a Esquadra 102

"Confinando (confinado)" na Casa de Teatro de Sintra

Imagem
   “Confiando (confinado)”, uma criação da companhia Fio d'Azeite - Marionetas do Chão de Oliva, de 13 a 16 de maio. O texto “Confiando (confinado)” é da autoria de Rui Sousa, vencedor da edição 2020 do Prémio Nacional de Artes do Espetáculo Maria João Fontaínhas, uma iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Sintra e o Chão de Oliva.

Museu do Ar assinala a partir de 15 de Maio o Dia Internacional dos Museus

Imagem
  O Museu do Ar irá assinalar o Dia Internacional dos Museus, comemorado a 18 de Maio sob o mote “O futuro dos Museus: Recuperar e Reimaginar”, com várias atividades gratuitas ao longo do dia 15 de Maio, entre as 10h30 e as 22h00. A programação do Museu do Ar está dividida por 3 blocos: manhã, tarde e noite, sendo possível inscrever-se para o dia todo ou apenas no bloco pretendido. As iniciativas irão realizar-se maioritariamente no exterior e incluem visita guiada ao museu, com intérprete de Língua Gestual Portuguesa, visita guiada à Oficina de Conservação e Restauro, concerto de Jazz Ensemble, DJ da RFM António Mendes, diversos serviços educativos, entre outras. Para o cumprimento das regras de segurança emanadas pela Direção geral de Saúde, devido à pandemia por Covid-19, a lotação do Museu é limitada, sendo necessário realizar inscrição prévia e a utilização de máscara obrigatória durante o evento. A permanência no espaço está delimitada por marcações e é sugerido que o participant

Suspensa de novo a circulação do Eléctrico da Praia das Maçãs

Imagem
 " A circulação do Eléctrico de Sintra será suspensa no dia 7 de Maio, às 10h20 no sentido Sintra-Praia das Maças e às 11h20 no sentido Praia das Maçãs-Sintra, por motivos técnicos.    A linha ferroviária liga a serra ao mar através do percurso da vila até à Praia das Maçãs, ao longo de quase 13 quilómetros, entre a Vila Alda na Estefânia e a Praia das Maçãs." Inf.CMS

Porque hoje é Dia Internacional do Bombeiro

Imagem
  O Dia Internacional do Bombeiro observa-se anualmente   4 de maio . A data foi estabelecida em 1999, após uma intensa circulação de emails pelo mundo gerada pela trágica morte de cinco bombeiros num incêndio na Austrália.

Latino Coelho em Sintra (reedição)

Imagem
Foto - Casa de Sintra de Latino Coelho «O inebriante paraíso do Ocidente.» «Cintra! Quem não tem mil vezes pronunciado o teu ó paisagem umbrosa e ridentíssima de Cintra! Quem não tem desde Lisboa a Portugal inteiro empreendido ao menos uma vez a amena romagem das tuas agruras e das tuas veigas aprazíveis.» Latino Coelho (1825-1891) Arte e Natureza Encontrado no Sintra Guia, ed.CMS

25 de Abril sempre!

Imagem
  Esta é a madrugada que eu esperava O dia inicial inteiro e limpo Onde emergimos da noite e do silêncio E livres habitamos a substância do tempo *Sophia  de Mello Breyner Andresen   *Foto / Mural na Avenida de Berna, em Lisboa, evoca os principais símbolos da Revolução dos Cravos, numa abordagem contemporânea feita por quatro artistas da plataforma Underdogs

A partir de hoje levantamento gradual das medidas de confinamento

Imagem
   A partir de 19 de abril, prossegue a estratégia gradual de levantamento de medidas de confinamento,a abertura do interior dos estabelecimentos de restauração até 4 pessoas e das esplanadas com mesas até 6 pessoas. Assim, nas esplanadas devem ser cumpridos as seguintes orientações: • Na esplanada, a distância no corredor entre mesas, passa a ser, no mínimo, 1,5 metros e entre pessoas 2 metros. No interior do estabelecimento, mantêm-se os 2 metros; • Os coabitantes podem sentar-se frente a frente ou lado a lado a uma distância inferior a 2 metros; • As mãos devem ser desinfectadas à entrada e saída da zona do estabelecimento comercial; • Distância de 2 metros entre os colaboradores e, de um modo geral, entre as pessoas; • Uso adequado e obrigatório de máscara, na esplanada a máscara deve manter-se colocada enquanto se aguarda o serviço.

Porque hoje é Sábado...

Imagem
 "Esteiros. Minúsculos canais, como dedos de mão espalmada, abertos na margem do Tejo. Dedos das mãos avaras dos telhais, que roubam nateiro às águas e vigoras à malta. Mãos de lama que só o rio afaga." In "Esteiros" de Soeiro Pereira Gomes

Exposição "Onde o Sol se apaga no Oceano. O santuário mais ocidental do Império Romano" no M.A.S.M.O

Imagem
No  Dia dos Monumentos e dos Sítios, a Câmara Municipal de Sintra inaugura, a 16 de abril, no   MASMO – Museu Arqueológico de São Miguel de Odrinhas , uma exposição sobre o Santuário Romano do Alto da Vigia. "A exposição intitulada “Onde o Sol se apaga no Oceano. O santuário mais ocidental do Império Romano” dá a conhecer a história da primeira descoberta arqueológica ocorrida em território nacional, que aconteceu no Alto da Vigia no séc. XVI. A mostra é composta pelos objetos mais significativos que foram encontrados no Alto da Vigia, entre os quais se encontram os altares dedicados ao Sol, à Lua e ao Oceano. E também os resultados das recentes campanhas de escavação realizadas pela equipa de arqueologia da Câmara Municipal de Sintra. A temática da exposição constituí uma importante ferramenta para o ensino da História da presença romana em Portugal, enquadrando-se nos programas curriculares dos vários graus do Ensino Básico ao Superior." Inf.CMS Museu Arqueológico de S. Mig

Eléctrico da Praia das Maçãs retoma a circulação

Imagem
"O Eléctrico de Sintra retomou a circulação, tendo em conta todas as medidas de segurança decretadas e diretivas das autoridades sanitárias para prevenção e combate ao surto de Covid-19. As medidas passam pelo cumprimento do distanciamento físico de 2 metros entre passageiros enquanto aguardam o acesso às carruagens nas paragens. A admissão dos passageiros em cada carruagem será condicionada a 50% da capacidade máxima e continuará a ser feita através da porta traseira, de modo a reduzir o contato com os tripulantes. No interior do Eléctrico é obrigatório o uso de máscara, a higienização das mãos e o cumprimento da sinalização existente. A Câmara Municipal de Sintra garante a higienização necessária para reduzir o risco de contágio e a aplicação dos procedimentos para o funcionamento seguro das atividades turísticas, com repercussões tanto ao nível de visitantes, como de colaboradores, seguindo as recomendações da Direção-Geral da Saúde." Info CMS

Segunda fase do desconfinamento

Imagem
  O desconfinamento que hoje começou é muito limitado e exclui a tarde de Sábado e Domingo. As lojas até 200 metros quadrados com porta para a rua podem funcionar até às 21horas nos dias úteis. Esplanadas obrigadas a fechar às 13h00 aos fins-de-semana e feriados.

Postal de Sintra

Imagem
  Postal sem data-Editor: Alberto Malva No “ Guia do Viajante em Portugal e suas colónias em Africa". Ed.Empresa Nacional de Navegação-1907: “O Castello da Pena foi primitivamente um convento, da ordem de S.Jeronymo, fundado em 1503, por El-Rei D.Manuel, em memória do tempo em que alli passou esperando a frota de Vasco da Gama, no regresso da India.Era esse convento uma espécie de prisão, para onde eram mandados os frades d’aquella Ordem, quando comettiam faltas.De architectura godo-arabica, está construído em um dos mais elevados cabeços da serra. Foi em 1841, que D.Fernando,avô do actual monarcha, mandou transformar o convento em palácio, reedificando uma parte do edificio que tinha sido attingida pelo terramoto de 1755.” Nota para visitantes: "Edificio da Pena-visita-se todos os dias e a toda a hora sem bilhete , só o parque e a egreja.Para vêr o palacio, é necessário um bilhete da Administração da Caza Real. Estando S.S.M.M. reinantes, que alli perm