Sobre o Vinho de Colares


 No Fugas (Suplemento do Jornal Público) de 29 de Maio de 2021


Colares vai seguir o exemplo do Pico

 

Nove denominações de origem em análise no artigo deste número no Fugas - (Quinta de San Michele, Casa das Gaeiras,Adega Mãe,Quinta do Cerrado da Porta, Regueiro Barrica, Muros de Melgaço,Vilacetinho Reserva Avesso,Quinta de Carapeços Vinhão,Casa de Paços Loureiro Reserva,Aveleda Ícone-Manuel Pedro Guedes, e Ramillo), que segundo o autor,  "traduzem-se numa diversidade de perfis de vinhos que mereciam mais atenção por parte  dos consumidores."

E destaca  Edgardo Pacheco, que "Entre tanta riqueza, vale a pena destacar a região de Colares porque, em muitos aspectos, poderá renascer das cinzas – à semelhança do que aconteceu com a vinha do Pico.”


 Ramillo

"Pedro Ramillo é designer e o irmão Nuno é engenheiro civil. Em 2013 pegaram nuns pedaços de terra herdada dos pais que rondavam 0,5 hectares.Oito anos depois, estão perto dos 20 hectares. Dois de chão de areia, em Janas, e os restantes em chão rijo, na encosta do rio Lisandro.

Plantar uma vinha em chão de areia, cai no cúmulo da irracionalidade, em particular no caso da casta Ramisco. Primeiro, é preciso encontrar material vegetativo (coisa rara). Segundo, fazer covas na areia até encontrar terra (isto pode variar entre 0.5 metros e 1,5 metros). Trerceiro, esperar que a planta vingue. Quarto, tapar as covas iniciais. Quinto, esperar que a vinha comece a produzir alguma de coisa de jeito. E, sexto, que o tinto se deixe beber. De um hectare de Ramisco, na vinha do Camejo, produziram-se, entre 2016 e 2018, 300 quilos de uva por ano.Em 2019, deu-se um salto para 800 quilos e, em 2020, a enormidade de 2200 quilos."

 

 Sobre o Ramisco 2016/Ramillo

(…)O Ramisco 2016 é um desafio permanente sempre que se roda o copo. Notas de casca de frutos vermelhos, de bosque, de eucaliptos, de caruma, de cedro e por aí fora, Na boca, a primeira sensação é vegetal e adstringente, seguida dos sabores dos tais frutos vermelhos,  num jogo longo mas tudo termina num jogo longo e harmonioso de acidez, taninos e álcool.

Ramisco 2016



Comentários

Mensagens populares deste blogue

Visita à Casa Branca nas Azenhas do Mar

Frutas da Região - Pêra " Lambe-os-dedos" II

Os cedros também se abatem na Serra de Sintra