sábado, julho 07, 2007

O mistério do nome da estrada velha de Colares

Estrada que liga a Vila velha de Sintra a Colares, é sem dúvida um dos mais bonitos percursos da Serra de Sintra. Devido à riqueza arquitectónica dos inúmeros palácios e das quintas que a circundam.O lugar da Eugaria, é um dos locais servido pela estrada antes da chegada a Colares . Lugar onde também Alfredo Keil tinha uma habitação.(Casal da Serrana).
Tem esta estrada mais de 230 anos, construída no tempo de Marquês de Pombal e Conde de Oeiras, Sebastião José de Carvalho e Melo, Primeiro Ministro de D.José .

Excerto de documento existente no Arquivo Histórico de Sintra.
“Copia de Avizo que no anno de 1773 foi ao provedor de Torre Vedras para auxiliar Bento Dias na abertura da estrada pello caminho da Serra de Sintra e Collares.Sendo prezente a El rey Meu Senhor a petição incluza de* Bento Dias Pereira Chaves reprezentando a incapacida.e , e ruina em que actualm.te se achão os Caminhos da Villa de Collares e a grande utilid.e que se seguirá aos moradores da mesma Villa , e a extracção dos seus fructos, de se ampliar, e abrir huma boa estrada pello caminho da Serra............ (..)Deos G.de a V.M.ª Oeiras 18 de Setembro de 1773,Marquês de Pombal”

Ora é exactamente esta estrada que liga a Vila Velha de Sintra a Colares, que tem dois nomes (!)em Sintra chama-se “Barbosa du Bocage” e à chegada a Colares denomina-se “Estrada Nova da Rainha”, um verdadeiro mistério....

Uns defendem que a mudança de nome teria sido provocada por "graça "de umas eleições autárquicas,outros com algum humor consideram que a Estrada Nova da Rainha é a continuação (ou o começo) da Barbosa du Bocage.É um caso estranho, e qual terá sido a razão para atribuir ao troço inicial de uma das estrada mais bonitas de Sintra o nome de "Barbosa du Bocage"?


*Bento Pereira Chaves, era cavaleiro da Ordem de Cristo, criado de D. José, fundidor da Casa da Moeda e, sargento-mor de Colares,tendo sido bisavô de A.Mazziotti
(nota de Fernando Morais Gomes)

-Post relacionado publicado em Agosto de 2006-pressionar

6 comentários:

Zé-Viajante disse...

Tenha ela o nome que tiver é uma Estrada linda de percorrer.Passo lá muita vez, gosto, mas nunca tive coragem para fazer o percurso a pé...
Abraço

Anónimo disse...

Talvez a Junta de Freguesia de S.Martinho possa dar alguma achega para o esclarecimento e clarificação deste enigma. De qualquer forma fazia muito mais sentido ter um nome único: Estrada Nova da Rainha, de Sintra até Colares.
O assunto da toponímia das ruas tem também que se lhe diga, sobretudo quando se decide alterar a sua designação sem qualquer motivo que o justifique, que é talvez o que tenha acontecido neste caso.
Na Vila Velha, por exemplo, o centenário Largo do Victor, Victor Sassetti, que mandou construir o Hotel com o mesmo nome, citado por vários escritores e viajantes no sec.XIX,(o edifício ainda hoje lá existe), mudou há alguns anos para Ferreira de Castro, que, como se sabe, já tem o seu nome num caminho do Castelo dos Mouros.
Se queriam homenageá-lo, também na Vila, não poderia ter sido escolhido outro local?
e.r.

pedro macieira disse...

Este caso dos dois nomes para a mesma estrada,que não teve até agora uma explicação oficial, será uma razão para continuar a recolher dados, sobre quem e porquê se atribuíu a um troço de uma estrada na serra de Sintra construida, pelo Marquês de Pombal, que já teria a designação "Estrada Nova da Rainha", o nome de Barbosa du Bocage, ilustre poeta de Setubal...

Anónimo disse...

Será que o troço urbano da estrada nova da Rainha tem o nome do Poeta e a parte suburbana continua com o nome original?

P Domingos

pedro macieira disse...

P Domingos,
Este assunto da "Estrada nova da Rainha", será um tema a investigar.Pois sempre que se fala neste caso surgem várias versões para explicar a existência dos dois nomes.E este post, teve a intenção de tentar com a participação dos visitantes recolher mais informação sobre este insólito caso.
Um abraço

Anónimo disse...

Ainda mais uma achega:

O Boletim Cultural, publicação da Câmara Municipal de Sintra (Julho 2007), localiza o Parque de Monserrate na:

ESTRADA DE MONSERRATE
271O-405 SINTRA.
e.r.