Palácio da Pena, para todas as idades



Duas edições para públicos de idade diferente, uma editada pelo jornal “Público” com o título “Tesouros da Humanidade e da Natureza “ uma colecção do património classificado pela UNESCO, em 1999, e uma edição para leitores mais jovens, editado pela “Caminho” e inserida na colecção de “Uma aventura” desta vez “no Palácio da Pena” com Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada como autoras. E já agora para filatelistas aqui ficam dois selos com a imagem do Palácio da Pena, imagem de marca de uma região classificada pela UNESCO Património Mundial da Humanidade.Esta classificação poderá estar em risco se não forem tomadas as medidas que o último relatório da UNESCO propõe,entre as quais, e a mais importante a criação de uma “Task Force” para a gestão patrimonial, que deveria existir desde 31 de Dezembro de 2006, data limite para a sua constituição.

Um silêncio ensurdecedor envolve os responsáveis por Sintra, e parece que ninguém tem a perfeita consciência do que está em risco.

Comentários

Anónimo disse…
Eu nao quero ser bruxa mas torna-se-me facil adivinhar o que vai acontecer a "Task Force" agora recomendada pelos tecnicos da UNESCO.
Senao veja-se:
-O que aconteceu a Comissao Tecnica(e ao seu badalado Conselho Academico)criada em Abril de 2003 para elaborar um Plano de Gestao para a Paisagem Cultural de Sintra, que deveria estar pronto ate ao fim de 2002, e penso que tambem para aconselhamento tecnico e cientifico da Parques de Sintra Monte da Lua? So se conhece que tenha reunido uma vez em 15 de Julho de 2003.
-E o Conselho Consultivo a formar por residentes e proprietarios com interesses na Paisagem Cultural? Reuniu tambem uma so vez e nao se ouviu falar nunca de qualquer iniciativa que tenha tomado.
-E "o restauro adequado de monumentos, jardins, parques e florestas", tambem preconizado e que anda a passos de caracol?
Estas sao algumas das recomendacoes que os tecnicos da UNESCO que visitaram Sintra em finais de Outubro de 2000 apresentaram como importantes no seu relatorio e que seriam para cumprir nos seis anos seguintes.
Dificil se me torna adivinhar como poderemos nos intervir, como diz,"no silencio ensurdecedor"que tem reinado em torno deste longo"folhetim".

Mensagens populares deste blogue

Visita à Casa Branca nas Azenhas do Mar

Frutas da Região - Pêra " Lambe-os-dedos" II

Os cedros também se abatem na Serra de Sintra