segunda-feira, outubro 23, 2017

Feira da Maçã Reineta em Fontanelas

Feira da Maçã


Foto  de 13/09/2017,cedida ao Jornal de Sintra
Pelo 5º ano, Maçã Reineta e os seus derivados em Fontanelas
Sr. Fonseca produtor de Maçã Reineta em chão de areia, em Fontanelas, acondicionando a Maçã, para ser transportada para a Cooperativa Agrícola de Colares (foto em 13/09/2017)

sábado, outubro 21, 2017

Porque hoje é Sábado...

Da nossa colaboração com Jornal de Sintra:
Um resultado da nossa já longa colaboração com o Jornal de Sintra (19/10/2017)
Foto original/Vila de Sintra

Jornal de Sintra/site:
http://www.jornaldesintra.com/

quinta-feira, outubro 19, 2017

XVI Mostra de Documentários sobre Direitos Humanos


A visita do Beechcraft Model 18 a Sintra (Reedição)

BaseAbertaN944005092015Bblog.jpg
O Beechcraft UC-45J,N9440 em voo preparando a  aterragem na BA1 em Sintra

Aconteceu durante o evento de Base Aberta na BA1 em Sintra, em  5 de Setembro de 2015 - talvez a surpresa do dia, a aterragem do UC-45J Expedidor. Aeronave reconstruída nos EUA, e que agora voa em Portugal.
BaseAbertaN944005092015blog.jpg
BA1

"O Beechcraft Model 18 é um avião norte-americano bimotor monoplano de asa baixa, de construção metálica semi-monocoque, para seis passageiros e dois pilotos. O projecto da aeronave era bem convencional, exceto pela deriva dupla. Foi fabricado por mais de trinta anos, entre 1937 e 1970, atingindo mais de 9.000 unidades. Por outro lado, a motorização sofreu várias modificações com o tempo, sempre buscando o aumento da carga útil e uma maior velocidade.
Inicialmente, foi utilizado por companhias de transporte do Canadá. Seguiram-se diferentes versões militares durante a Segunda Guerra Mundial. As principais foram a C-45 (ligação e transporte), a AT-7 (treinamento de navegação), a AT-11 (bombardeiro de treinamento) e a F2 (fotografia e reconhecimento). Após a guerra, surgiu a primeira versão comercial do denominada Model D18S. Esta versão estava equipada para transportar oito passageiros, possuía um alcance maior e aumento da carga útil."
Na Wikipédia
BaseAbertaN944005092015Fblog.jpg
O UC-45J  na pista da Granja do Marquês
BaseAberta2Aviao05092015bbloglogjpg.jpg

Airline: Privado
Aircraft: Beech UC-45J Expeditor

Country: Portugal
Registration: N9440     CN: 66464
Photo Date: Setembro,05 de 2015
A rara visita a Sintra deste "pássaro" com 69 anos de idade!
BaseAberta2Aviao05092015b logjpg.jpg
Post relacionado:
http://riodasmacas.blogspot.pt/2015/09/no-dia-de-base-aberta-na-granja-do.html

segunda-feira, outubro 16, 2017

Sintra Press Photo no MU.SA




"O fotojornalista português João Pina, o brasileiro André Liohn e o italo-britânico Siegfried Modola são os convidados para a terceira edição do Sintra Press Photo, que inaugura no dia 14 de outubro, no MU.SA-- Museu de Artes de Sintra.
Esta edição abordará o tema "Suburbia", com a apresentação de histórias sobre gente e lugares que coexistem à margem da sociedade em várias regiões do planeta.
João Pina, que tem recebido ao longo dos anos vários prémios pelo seu trabalho, apresenta em Sintra uma série de retratos de guerrilheiros das FARC. Reunidos nas savanas do Yari, no sul da Colômbia, o fotógrafo decidiu retratar os guerrilheiros com uma máquina de grande formato e filme instantâneo Polaroid, pedindo aos próprios para assinarem os seus nomes de guerra e idade.
No Sintra Press Photo, André Liohn apresenta um trabalho, cujo objetivo é mostrar a violência no Brasil, país que viu no último ano a violência triplicar, com um número de homicídios a atingir os 60 mil e a polícia a matar uma média de 6 pessoas por dia.
O trabalho que Siegfried Modola apresenta foi desenvolvido nas favelas de Nairobi, no Quénia, onde vivem cerca de dois milhões de pessoas e onde a habitação precária, a prostituição, o roubo, o abuso de drogas e o crime predominam.
A exposição Sintra Press Photo 2017 vai estar patente no MU.SA até ao dia 5 de Novembro."


Texto CMS
Mais informações em www.sintrapressphoto.com

domingo, outubro 15, 2017

Discutir e repensar as Cidades do futuro, ontem em Sintra

Evento da ALAGAMARES ontem, sobre Repensar as Cidades, na Escola Secundária de Santa Maria,Sintra


Decorreu no dia 14 de Outubro na Escola Secundária de Santa Maria, em Sintra, um evento subordinado ao tema "Cidades Repensadas", com a proposta de discutir  a reabilitação urbana, a tecnologia ao serviço das cidades do futuro e a importância da street art e do grafitti na vida das cidades. Foram oradores os arquitectos Gonçalo Moleiro e João Bilbao, o street artist Miguel Portelinha e o responsável pela empresa Next Reality Luís Martins.

O programa de Sábado
Miguel Portelinha, na sua apresentação, a "Contra-Cultura" o Graffiti e a Street Art,  nas nossas cidades.
Na moderação do colóquio, Fernando Morais Gomes da Alagamares

sábado, outubro 14, 2017

Porque hoje é Sábado...




Uma névoa de Outono o ar raro vela, (5-11-1932)

Uma névoa de Outono o ar raro vela,
Cores de meia-cor pairam no céu.
O que indistintamente se revela,
Árvores, casas, montes, nada é meu.

Sim, vejo-o, e pela vista sou seu dono.
Sim, sinto-o eu pelo coração, o como.
Mas entre mim e ver há um grande sono.
De sentir é só a janela a que eu assomo.

Amanhã, se estiver um dia igual,
Mas se for outro, porque é amanhã,
Terei outra verdade, universal,
E será como esta [...]
Fernando Pessoa

Fotos em Outubro,no rio das Maçãs/Várzea de Colares
 

sexta-feira, outubro 13, 2017

Menos acácias infestantes na Tapada do Mouco


Hoje, dia 13 de outubro, decorreu em vários locais de Portugal Continental e Ilhas a 11ª acção de voluntariado GIRO – GRACE (Grupo de Reflexão e Apoio à Cidadania Empresarial), Intervir, Recuperar e Organizar. Nesta acção participaram representantes das empresas associadas ao GRACE, assim como instituições universitárias, incluindo o Técnico através da sua colaboração com o GRACE.
Acompanhámos a acção de cerca de 200 voluntários do Grace, hoje, na Tapada do Mouco, na Serra de Sintra, que com apoio da PSML, ajudaram a erradicar as acácias infestantes daquele local.

https://tecnico.ulisboa.pt/pt/eventos/accao-de-voluntariado-giro-grace/

Outono na Praia Grande

Ontem às 15h00, com 25º de temperatura
Fotos de ontem à tarde- (12/10/2017)

quinta-feira, outubro 12, 2017

Patinagem Artística na Várzea de Sintra

A Sociedade Recreativa da Várzea de Sintra vai realizar nos próximos dias 14 e 15 de outubro, a partir das 9h00, nas suas instalações, a 4ª edição do Torneio de Patinagem Artística nas modalidades de Patinagem Livre e Solo Dance.
A iniciativa vai contar com a participação de cerca de 250 atletas, distribuídos pelos escalões de Bambis, Benjamins, Infantis, Iniciados, Cadetes, Juvenis, Juniores e Seniores, em representação dos seguintes clubes: Futebol Clube de Alverca, Grupo Desportivo e Recreativo “Os Lobinhos”, Clube de Futebol Benfica, Associação Educação Física e Desportiva de Torres Vedras, Liga Melhoramentos e Recreios de Algés, Associação Patinagem Atlético Clube Tojal, Grupo Desportivo de Vialonga, Grupo Desportivo Almargense, Sport Clube Sanjoanense, Clube Desportivo de Paço d’Arcos, Ginásio Clube Odivelas, Grupo União Recreativa do Linhó, Clube Patinagem Artística Charneca Caparica e Sociedade Recreativa da Várzea de Sintra.

terça-feira, outubro 10, 2017

Pesticidas afectam as Abelhas e o Mel

Polinização no Mucifal

"Os resultados da investigação, publicada na revista Science, mostram que em 75 porcento das amostras de mel havia vestígios de pelo menos um neonicotinóide. Quase metade do mel analisado tinha restos de dois ou mais pesticidas. E dez porcento dos potes tinham uma mistura de quatro ou cinco desses pesticidas. Geograficamente, a maior percentagem de mel com resíduos fica na América do Norte (86%), Ásia (80%) e Europa (79%). O mel com menor rastro vem da América Latina (57%) e da Oceania (64%). “Pensávamos que encontraríamos muitas amostras contaminadas, mas não 75 por cento. Muitos deles provêm de áreas remotas ou principalmente de áreas naturais e os resultados são ainda mais chocantes”, diz Edward Mitchell, principal autor do estudo. “Quarenta e cinco porcento apresentam múltiplas contaminações. É uma percentagem alta e preocupante, pois não estamos bem conscientes do impacto dessas misturas. E nós apenas analisámos cinco dos aproximadamente 500 que existem. Esta é apenas a ponta do iceberg”, acrescenta."

Revista Visão
http://visao.sapo.pt/verde/2017-10-09-Estudo-mundial-encontra-pesticidas-em-75-de-amostras-de-mel

Foto da polinização do Mucifal/Colares

segunda-feira, outubro 09, 2017

Outono no rio das Maçãs

Momentos de um Outono mais quente do que habitual, hoje no final da tarde, no rio das Maçãs, na Várzea de Colares.
 (foto de 09/10/2017)


Sinais outonais, dados pelo Plátanos.
 (foto de 09/10/2017)

E a Garça, no seu local de eleição a olhar de soslaio, talvez  para o pôr do sol.
(foto de 09/10/2017)

domingo, outubro 08, 2017

Voos dominicais da Garça da Várzea de Colares

Contributos para o Diário da Garça 
Domingo. com muito calor, nada melhor que abanar as longas asas, para refrescar
E escolher uma sombra
Durante a manhã no regresso ao seu habitat

sábado, outubro 07, 2017

Noites de Sintra com o Rally de Portugal Histórico

Noite de Sintra na Peninha e Lagoa Azul, ontem à noite, com a dupla passagem do Rally de Portugal Histórico.
Vicent Caron , Porsche 911 de 1972, na etapa da Peninha
 Pedro Mendes Alves (PRT) levou o Alpine Renault A-110 de 1964 ao triunfo na C2, com o 66º lugar,
O Catalão,  Carlos Miró Vila em Porsche 924 de 1979, no início da classificativa da Peninha
António Garzon (CHE), Porsche 914/6 de1970, na noite de Sintra
"Yves Deflandre e Joseph Lambert(BEL) ,Porsche 911, garantiram a segunda vitória consecutiva no Rally de Portugal Histórico, mas o que chegou a parecer um triunfo fácil, foi tudo menos isso, com a noite de Sintra a exigir trabalho extra à dupla vencedora, e não só." legenda ACP

Porque hoje é Sábado...

BlogueTejo20132b

O Tejo é mais belo que o rio que corre pela minha aldeia,
Mas o Tejo não é mais belo que o rio que corre pela minha aldeia
Porque o Tejo não é o rio que corre pela minha aldeia.
O Tejo tem grandes navios
E navega nele ainda,
Para aqueles que vêem em tudo o que lá não está,
A memória das naus.
O Tejo desce de Espanha
E o Tejo entra no mar em Portugal.
Toda a gente sabe isso.
Mas poucos sabem qual é o rio da minha aldeia
E para onde ele vai
E donde ele vem.
E por isso porque pertence a menos gente,
É mais livre e maior o rio da minha aldeia.
Pelo Tejo vai-se para o Mundo.
Para além do Tejo há a América
E a fortuna daqueles que a encontram.
Ninguém nunca pensou no que há para além
Do rio da minha aldeia.
O rio da minha aldeia não faz pensar em nada.
Quem está ao pé dele está só ao pé dele.
   Alberto Caeiro
in Guardador de Rebanhos

quinta-feira, outubro 05, 2017

Sintra e a preservação do seu património

Hoje fomos informados da destruição parcial de um pequeno nicho, com imagem em azulejos , existente na calçada de Sta. Maria, na Vila Velha, no local onde decorrem as obras do edificío da Gandarinha..
Fotos de M.Clara Gomes em 5/10/2017

O nicho em 30 de Setembro de 2017
Foto de M.Clara Gomes em 30/09/2017
Nicho existente no princípio da calçada de Sta. Maria, Na esquina do muro que contorna a propriedade do Gandarinha. Onde se encontra o pequeno nicho, junto à Fonte da Sabuga.


Foto de M.Clara Gomes em 05/10/2017

Porque hoje é feriado.

"Em Sintra, a 5 de Outubro de 1910, o directório do Partido Republicano Português designou Tomé de Barros Queirós, figura já de destaque na época e ligado a Sintra, onde tinha um chalet, para proceder à proclamação.
Barros Queirós havia chegado a Sintra em meados de Setembro, vindo de férias nas termas e aqui recebe a notícia a 4 de Outubro da morte, assassinado por um doente mental, de um dos chefes da revolta, o Dr. Miguel Bombarda.  Confirmado o sucesso do movimento militar, Barros Queirós é convidado pelo PRP para proclamar a República em nome da Junta Revolucionária, tendo sido designados para o acompanhar nesse momento histórico o jornalista João Chagas, bem como José Barbosa e Malva do Vale."

De um texto de Fernando Morais Gomes


*Nota do blog:
Os feriados civis do dia 5 de Outubro, que assinala a Implantação da República, e o 1.º de Dezembro, Dia da Restauração da Independência, foram repostos em 2016, pela "Geringonça" tinham sido retirados em 2012 pelo governo PSD/CDS.

terça-feira, outubro 03, 2017

Vinho de Colares e o rio das Maçãs

Gravura antiga com Rio das Maçãs na Várzea de Colares

 ”A tradição diz-nos e os factos parecem demonstrá-lo que a grande área do terreno em que se cultiva o Vinho de Colares foi há longuíssimos séculos pertença do mar.

A fundamentar essas opiniões se afirma ser o nome de Galamares, vocábulo que o tempo corrompeu de Alaga-Mar, lugar onde nesses recuados tempos, chegava a maré, inundando na sua enchente o vale.

O facto tem ainda a justificá-lo a circunstância de no foral de Sintra, datado de 1154, nas confrontações do termo de Sintra nele descritas , se referir ao rio Galamares.

Era então um rio navegável e entrava no Oceano por uma foz límpida , onde numa enseada lançavam ferro as embarcações.(...)Acresce ainda que a doação no Reguengo de Colares, feita como atrás dizemos por D.Afonso III , se faz menção de um porto chamado Basa, que se reputa haver sido uma povoação romana, não devendo ser ousadia afirmar que esse porto que no mesmo documento vimos chamar Basan,seja o Banzão de hoje.(...)

Do rio de Colares (Rio das Maçãs*) que serpenteava veloz por entre pomares e deles arrastava os frutos que vieram dar o nome á praia onde tem a foz-Praia das Maçãs(...)."

-No “ O Vinho de Colares” edição da Adega Regional de Colares em 1938
Nota:
*Rio de Colares ,Ribeira de Colares ou Rio das Maçãs nota de PedroMacieira