segunda-feira, maio 07, 2018

A saúde das nossas Abelhas

Abelhas (mais) a salvo

(transcrição parcial de artigo da revista Visão de 3 de Maio de 2018)

União Europeia proíbe uso de pesticidas considerados prejudiciais à polinização

As abelhas ajudam a polinizar 90% das principais culturas agrícolas do mundo - mas nos últuimos anos têm vindo a desaparecer- Os culpados apontam há que tempos os ambientalistas, são três substâncias conhecidas como neonicotinoides: imidaclopride, clotianidina e tiametoxam. Ao contrário dos pesticidas de contacto, que permanecem na superficie da folhagem, os neonicotinoides são absorvidos pela planta na fase da semente e transportados para as folhas, flores, raízes e caule. O seu uso na União Europeia já tinha sido restringido em 2013, mas Bruxelas encomendou um relatório mais abrangente sobre os seus efeitos. O uso daquelas substâncias será apenas permitido em estufas locais em que os insectos não estão expostos aos malefícios. (...)

Agora, espera-se que a medida entre em vigor até ao fim do ano.

Revista Visão
*Fotos de ontem mesmo no Mucifal/Colares

Sem comentários: