segunda-feira, julho 16, 2018

Na foz do rio das Maçãs


"Corre este rio que nasce no termo de Cintra, no logar do Lourel, de nascente a poente, e recebendo as aguas que se despenhão do alto da Serra, e de dois riachos que lhe entrão hum junto á quinta da Bréja, e outro junto ao tanque da varsea da mesma Villa, depois de haver feito moer varias azenhas e fertilizado os pomares que ficão nas suas duas margens com suas aguas (as quaes usavão por distribuição do almoxarife, sem pensão, os povos desta Villa) tomando o nome de Gallamares , desde o sitio de Ponte Redonda á varsea, e desta até o Oceano o de rio das Maçãs, vai alli morrer na praia denominada das Maçãs.”
CINTRA PINTURESCA –Visconde de Juromenha –1838

Um espontâneo banhista que quis participar na foto saindo das águas do Rio das Maçãs


No final do percurso, já na Praia das Maçãs aproximando-se do mar



Sem comentários: