segunda-feira, setembro 28, 2009

O Hotel da Praia das Maçãs de Eugénio Levy

Photobucket

"Pela tarde do dia 18 realizou-se na aprazível Praia das Maçãs a tradicional festa da collocação do "pau de fileira" na magnifica propriedade em construcção, e destinada pelo nosso amigo e abastado capitalista Mr. Eugene Levy ao estabelecimento de um grande hotel, o qual decerto, e especialmente na estação calmosa, deve não só tornar-se de muita utilidade para os numerosos forasteiros da capital, como irá dar uma agradável animação aquella formosa praia.
Na construcção do excellente  edificio a cargo dos Srs. Ventura Terra, conceituado architecto e Francisco dos Santos digno fiscal de obras do municipio, teem trabalhado 36 operários, aos quais o generoso proprietário offereceu por occasião da festa, um excellente jantar, gratificando pecuniariamente todo o pessoal."

Publicado na "Gazeta de Cintra" de 25 de Abril de 1908

Photobucket

Consultando as "Obras de José Alfredo da Costa Azevedo  III", encontramos as seguintes referências:

Em 19 de Abril de 1908, foi anunciada festa rija, nesse mesmo dia, para assinalar a colocação do seu «pau de fileira» na moradia do sr. Eugénio Levy, outro grande impulsionador da Praia das Maçãs, onde está homenageado, justamente, em placa toponímica."

"Outro semanário sintrense,"Echos de Cintra ",anunciava, em 12 de Abril de 1908, a construção de um edifício para hotel e adaptação de outro a restaurante e clube.Quanto ao primeiro, suponho tratar-se do «Hotel Tapie».Este estabelecimento pertenceu a uma senhora conhecida por «Madame Tapie» (...)"


Relativamente ao hotel de Eugénio Levy, não existe mais qualquer referência além dos conhecidos :Hotel-Restaurante Cintra-Praia,  o referido  Hotel Tapie,mais tarde «Atlântico Hotel», que  foi demolido em 1945 e, no local foi construído o Casino,  o Hotel Bela Vista de 1908 e o Hotel  Royal Belle-VueBela Vista, ambos de Rafael Sarnadas  destruído por um incêndio em 1920.
Não se conseguindo até agora  mais informações sobre o destino da construção do edificio anunciado em 1908, pela "Gazeta de Cintra".

Sem comentários: