quarta-feira, abril 09, 2008

Quinta dos Lagos na Estefânea de Sintra- Actualização

A legenda da fotografia : "As novas construcções de Cintra, começam também a adquirir um certo caracter de elegancia.Damos hoje a photografia da casa do sr. Fernando Formigal de Moraes, recentemente construida na Variante da Estephania, cuja capella foi benzida a semana passada pelo sr. Arcebispo de Mytilene."(Fotos: Novaes, na "Ilustração Portuguesa" em 1909)
Publicámos diversos posts sobre Fernando Formigal de Morais, hoje actualizamos, mais alguns dados sobre o palacete, da Quinta dos Lagos, mandado construir em 1907 - segundo projecto do Arq. Francisco Carlos Parente, pelo primeiro Presidente da Câmara de Sintra, após a implantação da República em 1910.
Foto actual
De um texto sobre a Quinta dos Lagos, publicada em “Quintas e Palácios nos Arredores de Lisboa “de Anne de Stoop editado pela livraria Civilização em 1986. transcrevemos:

“Decorada com grande requinte, a casa é rodeada por um jardim regado por águas abundantes, provenientes das antigas canalizações de origem moura. Muito pitoresco, este é pontuado por lagos que dão o nome à quinta e por pavilhões como um templozinho circular em ruínas ao gosto do séc. XVIII.”

“Na fachada da casa, vãos em asas de cesto, e de volta perfeita coexistem como uma «loggia» Renascença e uma torre muito alta, evocando as das cidades medievais italianas com relógio de torre sineira nórdica.”

“Fernando Formigal de Morais não usufruiu muito tempo desta mansão. Arruinado suicida-se pouco tempo depois de ter dado um baile memorável a que assistiu o Rei D.Manuel II.”

“Comprada por um tal Sr.Anderson, cônsul geral da Dinamarca”, a Quinta também teve como proprietários a familia Sibourg e ex-Presidente do Brasil José Sarney.



5 comentários:

Anónimo disse...

See Please Here

zm disse...

Não sei quem lá mora hoje, mas é alguém com muito medo de ladrões.
Já reparaste na vedação eléctrica que circunda toda a propriedade?
Obrigado pelas informações.

pedro macieira disse...

ZM,
A história da família Formigal de Morais, fez-me chegar até aquela casa. Ainda não consegui um contacto que me permitisse entrar na Quinta.E realmente tem sempre o portão com comando eléctrico fechado não permitindo qualquer espreitadela ao interior da propriedade.Também devido ao arvoredo que existe na entrada.
Também neste momento não tenho a certeza a quem pertence a Quinta dos Lagos actualmente, pois já encontrei várias referências a proprietários.
Um abraço

Anónimo disse...

É Andersen.

Anónimo disse...

O "tal" senhor chama-se Andersen e nao Anderson