sábado, dezembro 02, 2006

SINTRA ELEITA PRESIDENTE DE ALIANÇA DAS PAISAGENS CULTURAIS

A Câmara Municipal de Sintra foi eleita para ocupar a Presidência da Aliança Mundial das Paisagens Culturais – Património da Humanidade num encontro que reuniu em Aranjuez, Espanha, os quatro membros fundadores desta associação Dresden (Alemanha), Aranjuez (Espanha) e Hallstatt (Aústria), Sintra vai ainda constituir o Comité Promotor desta Aliança, que terá como missão garantir que outros membros da Organização das Cidades Património Mundial (OCPM) adiram a esta rede mundial de Paisagens Culturais.(site da Câmara M. de Sintra)
Sendo relevante para Portugal , que a Câmara de Sintra tenha sido eleita para a Presidência desta Aliança, espera-se agora que que a mesma Câmara assuma com mais determinação a preservação da Paisagem Cultural Património da Humanidade ,da Serra de Sintra, seja através da sua intervenção directa seja através da gestora do Parques a empresa Parques de Sintra- Monte da Lua.

Na reunião recente promovida pela Alagamares, sobre o estado de ruína do Chalet da Condessa d´Edla, ainda à espera de subsídio da EFTA, para a sua reconstrução, uma situação escandalosa para Sintra ,Património da Humanidade, Adriana Jones da Associação de Defesa do Património de Sintra , alertou para os actuais riscos de incêndio na envolvente do chalet, devido à proximidade da Tapada do Mouco,”um pequeno barril de pólvora” pela grande quantidade de material lenhoso que se encontra depositado.A necessidade de limpeza da mata para desse modo minimizar os riscos de incêndio.

A execução do recente acórdão do Supremo Tribunal Administrativo, sobre a mansão do comendador Justino , em Colares, as intervenções,em imóveis e o próprio estacionamento no Centro histórico. O estado de abandono de vários imóveis na Estefânia, são alguns exemplos do trabalho necessário para a preservação do “tesouro” Sintrense.

E a criação rapidamente do que foi exigido pelo último relatório da Unesco sobre Sintra a criação urgente de uma Task Force, independente dos interesses particulares ,que possa gerir o património de forma eficaz








Nota:Todas as Fotos de:Pedro Macieira excepto do Chalet da Condessa de :Alagamares




1 comentário:

Ricardo Carvalho disse...

Caro Pedro Macieira, muito importante esta atribuição para Sintra. Esperemos que a mesma traga nova dinâmica à gestão da paisagem cultural e que o previsível intercâmbio com as restantes entidades gestoras de paisagens culturais seja frutuoso no que respeita à introdução de novas abordagens e métodos de gestão em Sintra. A este respeito deixo a sugestão de que se olhe para o exemplo-conceito da Fundación Aranjuez Paisaje Cultural, em Espanha, cujo endereço na internet é o seguinte: www.aranjuezcultural.es