quarta-feira, dezembro 13, 2006

Ascensores,funiculares e teleféricos para o Palácio da Pena, nos inícios do século XX

Postal antigo com a legenda:Palácio da Pena visto do ar
Projectos para a construção de um teleférico, ou funiculares, para o Palácio da Pena, foram vários e começaram a surgir desde o início do séc.XX, o primeiro terá sido em 1910 para a construção de ascensores, felizmente já nesse tempo houve o bom senso das autoridades da época de não dar andamento a essas propostas, com o argumentos como de que “ colocar carris e cremalheira e cabos aéreos exigindo o corte de árvores e arbustos seria uma grande barbaridade.(...) Uma vez que o Parque da Pena, constitui (...)um dos arboretos mais valiosos do Mundo.” Ou se fosse aprovado a instalação de um funicular , existiria a “ depreciação do Parque, pois sendo um jardim botânico florestal de colecções e exemplares raros e valiosos, exige uma fiscalização muito rigorosa e para o que possui um regulamento de policia...”, estes extractos foram retirados de uma exposição enviada ao Ministro da Agricultura e Obras Públicas, em 1949, pelo então Director Geral dos Serviços Florestais e Aquícolas, José Almeida de Mendia.
Hoje herdámos, um Parque da Pena, com um Chalet da Condessa d’Edla em ruínas, e ainda à espera de financiamento para a sua recuperação ,mas com uma enorme riqueza botânica e florestal quase intacta.

Noticia do Diário de Lisboa de 27/9/1949
Curiosamente o mesmo Director Geral, avançava com uma ideia que hoje está ainda hoje em cima da mesa proposta pela UNESCO, que é a criação de uma” Task Force “para a gestão do Parque Natural Sintra-Cascais, semelhante ao que era sugerido já em 1949 na exposição enviada ao Ministro “só uma comissão oficial, com representantes dos organismos locais, para elaborarem esse plano (plano sobre o turismo de Sintra) a que o Poder central dê pronta solução....” é que permitiria resolver os problemas causados pelos “interesses de ocasiões e de efeitos desordenados” a Sintra e ao seu turismo.

Fonte:" O Palácio da Pena ",de Alexandre Garcia da Fonseca
- Imagem da Noticia do Diário de Lisboa retirada da mesma obra.
Post relacionados:
-Títulos e comemorações-pressionar
-Chalet da Condessa d'Edla-pressionar

1 comentário:

Anónimo disse...

bom artigo..por acaso fui eu que escrevi a tese. se necessitar de algo mais: alex_fonseca@aeiou.pt