sábado, agosto 10, 2013

Porque hoje é Sábado...

Poema2013RMacasBlogue
  Foto na represa da Várzea de Colares


Porque

Porque os outros se mascaram mas tu não
Porque os outros usam a virtude
Para comprar o que não tem perdão
Porque os outros têm medo mas tu não
Porque os outros são os túmulos caiados
Onde germina calada a podridão.
Porque os outros se calam mas tu não.
Porque os outros se compram e se vendem
E os seus gestos dão sempre dividendo.
Porque os outros são hábeis mas tu não.
Porque os outros vão à sombra dos abrigos
E tu vais de mãos dadas com os perigos.
Porque os outros calculam mas tu não.

Sophia de Mello Breyner Andresen

3 comentários:

Anónimo disse...

Ainda hoje li reli este poema. Os Grandes escritores são eternos e sempre actuais.

Fatyly disse...

A doçura emanada da posia desta Sophia é algo excepcional.

A foto como sempre excelente e o caniço a cair de podre! Limpeza...precisa-se!

Um bom fim de semana

pedro macieira disse...

Obrigado pelas visitas e comentários.
Abraços