quarta-feira, agosto 27, 2014

Efeméride - Centenário da 1ª Grande Guerra 1914 -18 IV



O Monumento aos Mortos da Primeira Grande Guerra existente no Jardim da Correnteza em Sintra, é obra do escultor José da Fonseca.

"Dez colunas interligadas representando as dez freguesias  em que  o concelho de então estava dividido, as quais formam uma só, encimada pela esfera armilar; à frente desta coluna, uma figura de soldado com fardamento de campanha segurando uma espingarda armada de baioneta"
José Alfredo da Costa Azevedo/Bairros de Sintra




Em 28 de julho de 1914, a ocupação da Sérvia pelas forças do Império Austro-Húngaro marcava o início de um conflito que rapidamente se propagou, num esquema de alianças que dividiu o mundo em dois, alterou
o curso da história e constituiu, para muitos autores, a verdadeira entrada na contemporaneidade.
    Só em princípios de 1917 se inicia o envio de tropas portuguesas para a Flandres, com o primeiro

contingente do Corpo Expedicionário Português (C.E.P.) a embarcar, em janeiro, a bordo de
três vapores ingleses. Este exército, composto por cerca de 30.000 homens, foi sujeito a uma instrução
 preparatória intensiva de nove meses, sob a direção do então ministro de Guerra, o general Norton
de Matos. Ficaria conhecida como "Milagre de Tancos". Visivelmente mal preparado e equipado,
o C.E.P. sofreu pesadas baixas, sendo tristemente célebre a data de 9 de Abril de 1918, que assinala
 a Batalha de La Lys
Fonte (texto) Hemeroteca da CML


Posts relacionados:

Centenário da 1ª Grande Guerra 1914-18 (I)
http://riodasmacas.blogspot.pt/2014/07/efemeride-centenario-da-1-grande-guerra.html

Centenário da 1ª Grande Guerra 1914-18 (II)
http://riodasmacas.blogspot.pt/2014/07/efemeride-1-grande-guerra-1914-18-ii.html

Centenário da 1ª Grande Guerra 1914-18 (III)
http://riodasmacas.blogspot.pt/2014/07/efemeride-centenario-da-1-grande-guerra_31.html






1 comentário:

Graça Sampaio disse...

Adoro a Correnteza!!!