terça-feira, dezembro 16, 2014

Sintra na rota dos Transportes Aéreos Portugueses

TAP29062013blog.jpg
Legenda: Fardamentos da ainda transportadora aérea portuguesa TAP, no Museu do Ar em Sintra
ColaresTAPb071222014blog.jpg
No céu de Colares em 12 de Dezembro de 2014

História na rota do "futuro"

(Texto TAP -aspas  no título acrescentadas pelo editor do blog)

1945 - 1949

A TAP – ou mais especificamente, a Secção de Transportes Aéreos – é criada a 14 de março de 1945 pela mão de Humberto Delgado, à data director do Secretariado da Aeronáutica Civil. É neste ano que são adquiridos os primeiros aviões – dois aviões DC-3 Dakota com capacidade para 21 passageiros. No ano seguinte, são criadas definitivamente as condições necessárias para a companhia começar a operar, através da realização do Curso Geral de Pilotos. São, então, inauguradas as duas primeiras linhas aéreas: a primeira linha comercial Lisboa-Madrid abre a 19 de setembro de 1946. Mais tarde, a 31 de dezembro, é inaugurada a “Linha Aérea Imperial” que serve a rota Lisboa-Luanda-Lourenço Marques que contaria com 12 escalas, cerca de 15 dias de duração (ida e volta) e 24540 quilómetros de extensão. Até ao termo da década de 40, outras rotas são criadas: Paris (1948), Londres (1949) e Sevilha (1948).


Colares07122014TAPhblog.jpg

na rota sobre Colares...

1950 - 1959

Em 1952 entra-se definitivamente na era do jacto: em maio deste ano, a British Overseas Airways Corporation (BOAC) abre o primeiro serviço regular de aviões a jacto, voando cerca de 11 mil quilómetros entre Londres e Joanesburgo em menos de 24 horas e encurtando a viagem, até aqui realizada por aviões a hélice, para metade do tempo anterior. Ainda em 1952 inicia-se a produção do Boeing 707.
No ano posterior – 1953 – a TAP conhece pela primeira vez o significado de “privatização”, passando de um serviço público a uma sociedade anónima de responsabilidade limitada (SARL). Na mesma altura, surgem dois novos destinos TAP: Casablanca e Tânger.
Em 1955 chega a Lisboa o primeiro quadrimotor, uma aeronave impulsionada por quatro motores fixados nas asas, destinado ao longo curso da TAP que, em novembro, começa a operar na linha de África; no mesmo ano realiza-se a viagem experimental ao Rio de Janeiro, com a participação do Almirante Gago Coutinho.
O ano de 1958, apesar de ser palco da demissão de Humberto Delgado, esboça-se como um ano de recordes para a TAP: pela primeira vez, a companhia ultrapassa um milhar de trabalhadores (1009), estende-se por uma rede de mais de 14 mil quilómetros, possui cerca de 10 mil horas voadas e mais de 64 mil passageiros transportados.


Fonte:Texto TAP
- ver mais aqui:
 http://www.tapportugal.com/Info/pt/frota-historia/historia#sthash.a0yIF1PG.dpuf


Post relacionado:
http://riodasmacas.blogspot.pt/2008/05/aeronostalgia-no-domingo-em-sintra.html

Sem comentários: