segunda-feira, abril 08, 2019

Cidadãos de Sintra oferecem à autarquia árvore para substituir árvore abatida pela CMS



Hoje durante a manhã foi entregue ao Presidente da CMS, Basílio Horta e ao Vereador Domingos Quintas, um marmeleiro com cerca de 2m e 50 cm de altura – árvore adquirida pela Adriana Jones da ADPS e pelo Grupo de amigos das Árvores de Sintra.


O motivo desta acção , é devido ao  recente  abate de um enorme pinheiro de Alepo, que existia na Curva do Duche. Um relatório técnico do ISA, com conclusões ambíguas relativo à intervenção para o Pinheiro, (que considerava ter uma percentagem de risco elevado), foi aproveitado como  justificação pela CMS para o seu abate, considerando haver risco de queda e desta forma evitar assunção de quaisquer responsabilidades futuras. Também técnicos de Serralves apresentaram soluções para a manutenção do Pinheiro de Alepo, por não o considerarem uma árvore de risco, relatório que não foi tido em conta pela CMS.


Após o abate do Pinheiro de Alepo, ficou uma larga clareira, abate que afectou  também mais duas árvores no local, tendo os serviços da Câmara plantado duas pequenas ginjeiras com cerca de 30 cm de altura para ocupar o  novo espaço….

Face a esta situação Adriana Jones, e o Grupo de amigos das Árvores de Sintra, adquiriram um marmeleiro para ser plantado no espaço do pinheiro abatido – solução que Adriana Jones já teria proposto e que os técnicos da Câmara tinham recusado. Hoje foi feita a entrega do marmeleiro, pelos dois grupos, nos Paços do Concelho pessoalmente ao Presidente Basílio Horta, como sinal  da nossa cidadania ambiental e uma demonstração de estarmos atentos ao que acontece com o património arbóreo de Sintra.



1 comentário:

Maria do Carmo Luis disse...

Parabéns pela atitude positiva que talvez faça que no futuro se plantem mais árvores que ajudem as abelhas a sobreviver.