quarta-feira, setembro 17, 2008

Um Verão sem o eléctrico da Praia das Maçãs

Comunicado do Clube dos Entusiastas do Caminho de Ferro

O Clube dos Entusiastas do Caminho de Ferro manifesta a sua preocupação pelo facto de o Eléctrico de Sintra continuar sem funcionar em toda a extensão da sua circulação.Depois de ter estado encerrado ao público em todo o seu percurso, voltou a reabrir nos primeiros meses deste ano, mas apenas no troço que liga Sintra à Ribeira (Centro Ciência Viva), por tempo indeterminado.

Devido às fortes chuvadas ocorridas em finais de Fevereiro e aos deslocamentos da via férrea entre a Ribeira de Sintra e a Praia das Maçãs, a circulação do Eléctrico de Sintra passou a estar temporariamente condicionada. Foi esta a informação que a Autarquia de Sintra comunicou aos munícipes, porém esperava-se que neste Verão tudo voltasse ao normal, proporcionando o usufruto deste meio de transporte a todos os que habitualmente o procuram, incluindo imensos turistas.

O eléctrico de Sintra constituí um ex-libris de Sintra e de Portugal e tem sido divulgado por todo o mundo. É incompreensível esta situação e muito estranho o silêncio da Câmara Municipal. Afinal quais as razões para que não seja resolvido este problema que, pelos vistos, irá continuar sem solução à vista?

Solicitamos aos responsáveis pelo funcionamento do eléctrico de Sintra uma explicação e a informação sobre a data provável para o restabelecimento da circulação até à Praia das Maçãs.Quantos turistas poderiam ter-se deliciado neste Verão com este meio de transporte? Certamente muitos. Perdeu-se esta oportunidade.

Setembro de 2008
A Direcção do CEC


4 comentários:

CAP CRÉUS disse...

Bem se pode continuar à espera de alguma resposta!

L.G. disse...

A notícia e a resposta, no jornal Cidade VIVA: http://www.cidadeviva.pt/ver_nots.asp?id=2014
Abraço, LG

barãodalapa disse...

Pois é... O que eu não percebo é como o incapaz Seara continua a ser o favorito para as autárquicas de 2009.Onde têm as pessoas a cabeça?

pedro macieira disse...

De facto é lamentável que uma linha instalada recentemente, tenha sofrido tantos danos motivados pelas chuvas do início do ano.E lamentável também o silêncio "envergonhado" dos responsáveis da CMS, sobre este assunto.
Abraços