sexta-feira, julho 31, 2009

Memórias da Feira da Agualva

FeiradaAgualva2
FeiradaAgualvaTexto

Créditos
Imagem : "Illustração Portugueza" de 9 de Maio de 1904
Texto: Revista "Feira da Ladra" Tomo VIII de 1937

quinta-feira, julho 30, 2009

A Gripe A

Gripe A

Aproximando-se o mês de Agosto, tradicionalmente o mês de férias por excelência, prevendo-se por esse motivo grande movimento de pessoas em viagens, e algumas concentrações, onde será maior o risco de contágio da gripe A - aproveitando a oportunidade de a Câmara Municipal de Sintra, ter divulgado agora o Plano Especial Municipal de Contingência para a Pandemia de Gripe A (H1N1) - publicamos um aviso com alguns cuidados que devemos ter em atenção, nesta altura.

-Site da DGS,(Portal da Saúde) sobre a Gripe A (H1N1)-aqui

quarta-feira, julho 29, 2009

Parques Sintra Monte da Lua, compra propriedade privada por 500 mil euros

PSML
Cartaz em Monserrate, quando da intervenção da PSML este ano(23/01/2009)

Excertos uma notícia do "Diário Digital" de 28/07/2009:

“A Parques de Sintra Monte da Lua adquiriu uma propriedade privada de 43 hectares, inserida no território classificado, com o objectivo de interligar as propriedades e aumentar a prevenção de incêndios, disse à Lusa o presidente empresa, António Lamas.
«Acho que foi uma grande oportunidade, a propriedade [Tapada das Roças] tem 43 hectares, está em muito mau estado e vamos começar a limpá-la», adiantou à agência Lusa, o presidente da Parques de Sintra Monte da Lua, António Lamas.”
(...)
“O responsável não adiantou os valores em causa, justificando que «o vendedor pediu confidencialidade», mas a agência Lusa apurou, junto de uma fonte do Ministério do Ambiente, que o negócio com a família Berglund, proprietária do terreno, rondou os 500 mil euros.”


PSMLCapuchos
Uma das clareiras da Tapada D.Fernando II em 04/02/2009, depois da intervenção de limpeza da PSML dois anos antes.

-Continuando a transcrever excertos da notícia do "Diário Digital":

«Nós lançámos um projecto grande de limpeza e beneficiação de todas as áreas florestais, que abrangeu todos os 350 hectares que gerimos. Essa limpeza pôs a descoberto grandes áreas em termos visuais, grandes clareiras que antes eram matagais de infestantes, ao passo que ao lado havia propriedades privadas vizinhas que continuavam a ser esses mesmos matagais», afirmou António Lamas à agência Lusa.

A mesma notícia do " Diário Digital", adianta que este ano “foram adquiridas outras duas propriedades que se «encontravam por limpar e era grandes matagais” e que estavam encravadas em propriedades do Estado - a Mata da Trindade [no Castelo dos Mouros] e a Tapada da Quinta do Ramalhão [parque da Pena].

terça-feira, julho 28, 2009

Museu de História Natural de Sintra

museuhistorianatural2

“Há sempre um princípio para tudo e este caso começou numa criança que encontrou um fóssil numa praia fazendo um sem fim de perguntas, de que pouco a pouco, ia tendo respostas.

Mais tarde, ao longo dos anos, já casado, o interesse passou a dois. De tal modo era o entusiasmo de ambos que a casa onde viviam se encheu de fósseis e minerais. Espalhavam-se já pelo corredor, por toda a casa e até debaixo das camas! Eram fruto de um sem fim de pesquisas, viagens pelo estrangeiro, de trocas com paleontólogos e Museus além de compras a outros coleccionadores e feiras internacionais. Até que o espaço se tornou demasiado pequeno e a vida insuportável. O desejo de partilhar os conhecimentos com outras pessoas também os ia forçando a uma solução museológica.”


Excerto de um artigo que o coleccionador Miguel Barbosa escreveu em 2007,para o site da ADPS, sobre as motivações e as etapas que permitiram a criação do novo Museu de Ciência Natural de Sintra, a inaugurar no próximo dia 1 de Agosto, nas antigas instalações do Mercado da Vila Velha na estrada do Macieira.

Este Museu vai ter o único exemplar existente em todo o Mundo de uma espécie de réptil voador, o Braseodactylus sp.

O Museu de História Natural de Sintra funcionará com entrada gratuita, de terça a sexta-feira, das 10H00 às 18H00; sábados, domingos e feriados, das 14H00 às 18H00. Encerra à segunda-feira

segunda-feira, julho 27, 2009

Serra de Cintra

Serra de Sintra

CINTRA

As campinas retalhadas,
Serrado bosque no centro,
Mimosos valles por dentro,
Fóra as serras penduradas,
Contínuo verde a espessura.

Zefiro sempre em doçura
Mil Satyros, mil Silvanos,
Brandas ninfas, seus enganos
São de Cintra formosura.

(Floresta de Cintra e Passeios de Collares)
José Manuel da Câmara

Publicado no jornal "O Concelho de Sintra" em 16 de Maio de 1911

domingo, julho 26, 2009

Adães Bermudes II

Adães Bermudes, o arquitecto que projectou em Sintra o edifício da Câmara Municipal de Sintra, e a antiga Cadeia junto à estação da CP, e também como lembrou António Lourenço do “Beijo da Terra” - o antigo Matadouro da Ribeira (1905), demolido nos fins da década de sessenta para alargamento da estrada, e da antiga Colónia Penal Agrícola António Macieira (1910), hoje Estabelecimento Prisional de Sintra.

Entre 1902 e 1912 ganhou os concursos públicos para o projecto das Escolas de Instrução Primária, originando a construção de 184 escolas, sendo a Escola Primária de Colares, uma delas.

Escolas de Adães Bermudas
Bermudesescolaprimariacolares
Escola Primária de Colares
BermudesCascais
Escola Primária de Cascais (Escola Monumento D.Luis I) em Cascais

bermudesGuarda
Escola Primária da Guarda
Bermudes Alcobaça
Escola Primária de Alcobaça

Adães Bermudes foi director das construções escolares. No desempenho deste cargo realizou 300 edíficios em todo o País. Contudo, a sua obra mais representativa, ou a que lhe atribuiu maior renome, foi o projecto do monumento ao Marquês de Pombal em conjunto com António do Couto.

BermudesInauguração do monumento ao Marquês de Pombal2
Inauguração do monumento ao Marquês de Pombal em 13 de Maio de 1934

Créditos:
Foto da Escola Primária de Cascais -publi.em "Illustração Portugueza" de 16 de Novembro de 1913
Fotos da Escola Primária da Guarda e Alcobaça encontradas -aqui
Foto do Marquês de Pombal -autor desconhecido, Arq.Fot. da CML

sábado, julho 25, 2009

Sinais positivos na via do Eléctrico da Praia das Maçãs

electricopbfinal22

Sinais de limpeza da via e substituição de travessas já se notam na Ribeira de Sintra, e em Galamares.
Factos positivos e que correspondem a um calendário de obras que possibilitarão o regresso do eléctrico no próximo mês à Praia das Maçãs.

Calendário das Obras

Informação que simpáticamente chegou ao blogue, permite-nos publicar um calendário, se cumprido - embora implementado tardiamente, será uma solução viável para que no restante período de verão o eléctrico chegue de novo à Praia das Maçãs.

“Começam na Ribeira logo a seguir ao café para o lado da Praia. Serão obras somente nos sitios piores que permitam o eléctrico circular em segurança a partir de meados de Agosto e irá circular até final de Outubro. A partir de Novembro terá que parar para a realização das muitas obras de fundo que irão desenrolar-se daqui para a frente: novas travessas e carris onde é necessário, realização de muros de suporte, reformulação do terminal da Praia, novos escoamentos de águas pluviais, algumas das curvas mais apertadas serão feitas em betão, injecção de novo balastro, nivelamento da via e muito mais.
O encerramento a partir de Novembro será entre Ribeira e Praia. Deverá funcionar somente até ao Ciência Viva.
Em Abril de 2010 terá que voltar a circular normalmente em todo o seu percurso.”
ViaverderibeiraSintra copy

Sinais das obras, ontem na Ribeira de Sintra

Cidadania e a Democracia instalada

Dos contactos feitos aos partidos politicos da oposição na Câmara Municipal, através das suas páginas na Internet - "PS-Ana Gomes mulher às direitas","CDU-Alternativa para Sintra Ganhar"e BE - só o Bloco de Esquerda é que respondeu.
Também continuo a aguardar que o Gabinete do Presidente, dê resposta às minhas preocupações sobre o eléctrico.

sexta-feira, julho 24, 2009

Adães Bermudes

AdaoBermudes

O arquitecto Adães Bermudes viveu na Quinta da Saibreira, em Paiões, no Concelho de Sintra. Depois de cursar a Academia Portuguesa de Belas Artes, partiu em 1886, para Paris onde frequentou a Escola de Paris e classes particulares de Paul Blondel.
Da sua vasta e preciosa obra, salientamos as medalhas de ouro e prata, obtidas no ano de 1900, na Exposição Mundial de Paris e, no ano seguinte, o projecto da Escola Monumento D.Luis I, em Cascais.
Entre 1902 e 1912 ganhou os concursos públicos para o projectos das Escolas de Instrução Primária, originando a construção de 184 escolas, sendo a Escola Primária de Colares, uma delas.
No Concelho de Sintra, para além da obra atrás indicada, são de sua autoria os desenhos da antiga Cadeia Comarcã de Sintra e o edifício dos Paços do Concelho da Edilidade Sintrense, inaugurados em 13 de Junho de 1909.

*Adapt. de um texto publicado pela Junta e Freguesia de Rio de Mouro em Setembro de 2008

quinta-feira, julho 23, 2009

Concertos na Ulgueira e Colares no próximo Sábado

ulgueiraigreja2009
Dia 25.7, Sábado, às 19 horas, na Igreja de N. S. Conceição, na
Ulgueira, Concerto de Música Ibérica dos séculos XIX e XX, com
actuações da soprano Ana Barros e da pianista Joana Barata.
Seguir-se-á um convívio, com provas de vinhos e azeites.
Pretende-se com este evento angariar fundos para apoiar o restauro
daquela igreja.

-Na mesma data e hora, mas na Igreja Paroquial de Colares, decorrerá
um Concerto Coral pela Camerata "Primo Tempo", de Zamora, Espanha, que
será dirigida pela maestrina Mercedes Lorenzo Arnaz

terça-feira, julho 21, 2009

Notícias do eléctrico da Praia das Maçãs

electricopbfinal

Aguardando ainda a confirmação oficial e arriscando um novo “flop”, aqui fica a notícia:

Um comentário deixado no blogue, informa que as obras de recuperação da via deverão iniciar-se antes do final de Julho, de forma que o eléctrico volte à Praia das Maçãs no próximo mês de Agosto.

A concretizar-se esta informação é um acontecimento positivo para todos que gostam de Sintra com os seus tradicionais eléctricos.

segunda-feira, julho 20, 2009

Há 40 anos o homem pisava a Lua

A viagem da Terra à Lua foi iniciada às 9h20m (hora da Flórida) do dia 16 de Julho de 1969. Em 29 de Julho (madrugada em Portugal), Neil Armstrong e Edwin Aldrin pisavam o Mar da Tranquilidade em solo lunar.

A conquista da Lua pelo homem foi a conclusão de pelo menos dez anos de intenso trabalho de pesquisa, de projectos, de esforços imensos por parte de centenas de milhares de cientistas e de técnicos.

domingo, julho 19, 2009

A Praia de Nuno Lobo Antunes

A Praia das Maçãs "era a sala de espectáculos"
NunoLobolAntunesPMaças
(...) A praia era a sala de espectáculos: havia fantoches de cabeça de pau que, com voz esganiçada, reproduziam rixas de bêbados, vendedores de línguas-da-sogra em quantidades volúveis, de acordo com a tômbola que encimava a lata, num casino sem néon para apostadores de calções. Aparecia o Catitinha e o seu apito, espécie de Pai natal do Verão, que distribuía apertos de mão, numa antecipação notável dos politicos de hoje. E batatas fritas da Tia Maria em pacotes sem rótulo, e bolas-de-berlim em cestos de vime cobertos de alvuras de linho. Nesse tempo, a bola-de-berlim não tinha creme. E havia também o cabo-do-mar, imponente na sua farda, marinheiro inútil, em doca seca. E distinções de classe, porque a praia , ao domingo era para o povo. E toldos às riscas que navegavam à bolina de acordo com o vento, e barracas com pontes levadiças que se baixavam e se transformavam em casulos onde meninas, dentro se despiam para sairem borboletas, E havia amores, os primeiros, onde não mais se retorna, porque o coração deixou de ser o mesmo. Praia das Maçãs sem macieiras, habitada pela minha infância, bichos de areia e jogo do prego, aparece na solidão da velhice, para me dar, de novo, desbotada, a ilusão da felicidade.

Depoimento recolhido por Teresa Campos
Revista Visão nº853-9a 15 de Julho de 2009

sábado, julho 18, 2009

Acção de prevenção de incêndios na Serra de Sintra

incendiojanas11
Foto do Incêndio de Janas em 2007

Autoridades policiais, militares e civis vão realizar, dias 18 e 19 de Julho, uma acção de sensibilização na Serra de Sintra alertando a população para o risco de incêndio, informando-a também sobre comportamentos correctos a ter nas zonas florestais.
Assim, durante as manhãs destes dois dias (entre as 10H30 e as 13h30) será entregue à população, nos principais acessos da Serra, informação sobre as actividades permitidas e não permitidas nesta época do ano.
Esta acção pretende sensibilizar as populações para o risco de incêndio, limpeza das áreas florestais (garantindo uma menor probabilidade de ocorrência de incêndios florestais) e participação na inventariação de necessidades de intervenção nos espaços florestais, quer em acções de limpeza, quer em registo de ocorrências.
Texto CMS

sexta-feira, julho 17, 2009

Programa promocional de Sintra

SintraRomant

A três meses das eleições autárquicas, foi apresentado ontem por Fernando Seara,"um novo programa de promoção turística e cultural de Sintra para os próximos 4 anos. Um investimento de 1,2 milhões de euros que tem como marca - Sintra, Capital do Romantismo”, segundo a TVI24.

O eléctrico de Sintra

via
Na apresentação deste programa promocional estilo “ALLGARVE”, apoiado num site, que não tem qualquer menção ao centenário eléctrico, terá sido referido pelo presidente da CMS que "as obras começam na próxima semana" - informação que começa a ser recorrente por estes lados...

Na próxima semana, lá estaremos de novo a verificar esta presidencial informação
.

quinta-feira, julho 16, 2009

A RTP e o eléctrico da Praia das Maçãs

QUENTEpmfinal
"O eléctrico de Sintra já não faz a ligação às praias"
RTP em 10-08-2008


Em Agosto de 2008 à RTP, o Vice-Presidente da C.M.de Sintra Marco Almeida, dava explicações para a interrupção do percurso do eléctrico, entre a Ribeira de Sintra e a Praia das Maçãs. A reportagem terminava com a promessa de que "o eléctrico voltará a circular com toda a segurança em 2009" - um ano depois sem o eléctrico circular até à Praia das Maçãs, parece que ninguém quer dar a cara para explicações sobre o futuro deste centenário transporte, e das razões porque é que não existem obras de reabilitação da linha.

via3

Em 2009, a única (envergonhada) explicação oficial existente:

"Informa-se que por motivos técnicos o troço entre a Ribeira de Sintra e a Praia das Maçãs encontra-se encerrado. Os carros eléctricos circulam sómente entre Sintra e a Ribeira de Sintra. A Câmara Municipal de Sintra pede desculpa pelos inconvenientes causados"

quarta-feira, julho 15, 2009

O eléctrico do nosso descontentamento IV

electricoslide

O Gabinete do Presidente da CMS, não responde aos seus munícipes.

É a segunda vez que pretendo informar-me das intenções da vereação de Fernando Seara, sobre eléctrico de Sintra. É a segunda vez que não me dão qualquer resposta - demonstração clara da falta de respeito pelos munícipes, que sem qualquer interesse, além da defesa e da preservação de Sintra, dirigem os seus pedidos de informações àqueles que se candidataram e foram eleitos para gerirem a coisa pública.

Em 31-03-2009, primeiro pedido de informações sobre o eléctrico:

"Acusamos a recepção da mensagem abaixo que encaminhamos para o serviço
responsável pela gestão do Eléctrico de Sintra.
Com os melhores cumprimentos
Ana Cardoso"
Gabinete de Apoio ao Municipe

-Não teve qualquer resposta!

Em 23-06-2009 enviei de novo aos serviços da Câmara Municipal de Sintra o seguinte pedido de informação:

Caros Senhores,

Pela segunda vez faço este contacto por falta de resposta até hoje do meu pedido de informações sobre o eléctrico da Praia das Maçãs.
Sendo autor de um blogue “Rio das Maçãs”, que tem frequentemente divulgado a importância para Sintra da existência de um meio de transporte histórico como o eléctrico - aguardo o começo de obras de recuperação da via como foi informado desde o início do ano.
Como não há até hoje vestígios de obras nem qualquer informação da entidade responsável a CMS – vinha de novo pedir que me fornecessem uma informação oficial sobre o ponto da situação das obras de recuperação da via até à Praia das Maçãs, e se as intenções actuais da autarquia, é deixar “cair” o eléctrico, e todo o investimento até agora feito.
Considerando a não resposta do meu primeiro pedido, e se esta nova solicitação tiver o mesmo resultado – publicarei este meu pedido de informação.

Cumprimentos
Pedro Macieira

25/06/2009
"Acusamos a recepção da mensagem que nos remeteu, a qual mereceu a nossa melhor atenção. Informamos que a mesma foi registada sob o n.º 2301/2009 e que, em face do seu conteúdo foi encaminhada para o responsável pelo Eléctrico de Sintra"
Gabinete de Apoio ao Munícipe

4/07/2009
"Informo que o seu mail foi re-encaminhado para o sr. Presidente."

-Até hoje, sem nenhuma resposta...

Entretanto uma lacónica informação com origem no Gabinete do Presidente da CMS, informava o Diário de Notícias,(5/07/2009) que as obras iriam iniciar-se na última semana....facto que não aconteceu...


terça-feira, julho 14, 2009

Rasgões e pedradas

pedradas

Em 28 de Junho de 2006, publicámos um post sobre uma inqualificável atitude de um eleito PSD:
“O presidente da Câmara de Viseu e da Associação Nacional de Municípios Portugueses, Fernando Ruas, desafiou a população do concelho a "correr à pedrada" os funcionários do Ministério do Ambiente que fiscalizam e multam obras feitas pelas juntas de freguesia."

Três anos depois o caso foi julgado, e hoje o “Público/Lusa”, informa-nos da sentença:

“O presidente da Câmara de Viseu e presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP), Fernando Ruas, foi hoje condenado a 100 dias de multa, à taxa diária de 20 euros, por ter incitado a "correr à pedrada" os vigilantes da natureza.”


Enquanto uns incitam à pedrada outros rasgam politicas sociais e económicas...ou não.

domingo, julho 12, 2009

Os 2ºs Jogos da Lusofonia em Sintra

Os 2os Jogos da Lusofonia – Lisboa 2009 (11 a 19 de Julho) são o maior evento internacional multidesportivo alguma vez realizados em Portugal, recebendo 1300 atletas e oficiais de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Índia, Macau (China), Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe, Sri Lanka e Timor-Leste, que vão competir em Atletismo, Basquetebol, Desporto para Deficientes (demonstração), Futebol, Futsal, Judo, Taekwondo, Ténis de Mesa, Voleibol e Voleibol de Praia, de 11 a 19 de Julho nos Concelhos de Almada, Lisboa, Oeiras e Sintra.

Sintra vai ser palco da 2ª Edição dos Jogos da Lusofonia, nas provas de basquetebol feminino, que se realizam dias 12, 14, 15, 18 e 19 de Julho, no Hockey Clube de Sintra.

Texto CMS
Veja aqui o programa.

sábado, julho 11, 2009

Porque hoje é Sábado...

Frase da Semana
“Os trabalhos desenvolvidos pela comissão parlamentar ao longo dos últimos seis meses perturbaram o processo de investigação que está a ser conduzido pelo supervisor.”
Vitor Constâncio
Governador do Banco de Portugal

O eléctrico do nosso descontentamento III

Electricocapital
A Praia do eléctrico
“A Praia das Maçãs tem um aliado de peso: o centenário eléctrico que este Verão voltou aos carris entre a Ribeira de Sintra e aquela estância balnear. Por isso, aos fins-de-semana não deixa de ser visita obrigatória para os turistas que ali desembarcam. Quem a escolhe encontra a tranquilidade. Bons ares (a praia tem muito iodo). Além de uma variada oferta de restaurantes, cafés e discotecas.”
"A Capital" de 18 de Agosto de 2002

As obras na via ou a falta delas...

electrico10072009
Foto Sexta-feira 10/07/2009, entre a Ribeira de Sintra e Galamares

Ontem, Sexta-Feira, último dia útil da semana em que o gabinete de Fernando Seara, garantiu ao "Diário de Notícias" que as esperadas obras de recuperação da via do eléctrico entre a Ribeira de Sintra e a Praia das Maçãs, iriam começar.

No “Diário de Notícias” de Domingo (05/07/2009):

“Fonte do gabinete da presidência assegura que as obras terão início na próxima semana.”

Obras na via, nem vê-las! - informação da CMS a justificar a afirmação não concretizada, nem vê-la, e eu também sem ver qualquer resposta às minhas questões sobre o futuro do eléctrico.

As imagens publicadas ontem do estado degradado da via do eléctrico, escolhidas ao acaso, a título de exemplo, demonstra aquilo que nos últimos dois anos a CMS, deixou de fazer. A questão da degradação do eléctrico da Praia das Maçãs, infelizmente não é o único sinal da falta de empenho da CMS, na resolução dos problemas de Sintra, basta visitar a Vila Velha e verificar o estado de vários edifícios em ruínas que nos dois mandatos de Fernando Seara não tiveram qualquer solução.

sexta-feira, julho 10, 2009

O eléctrico do nosso descontentamento II

As "obras de recuperação" da via do eléctrico, entre a Ribeira de Sintra e a Praia das Maçãs
via4
Via do eléctrico em Colares em 9/07/2009
via
Estado da via no Banzão em 9/07/2009

Na semana em que o gabinete do Presidente da Câmara de Sintra informou o Diário de Notícias, que iriam começar as obras de recuperação da via.


Quarta-Feira, percorri o percurso do eléctrico entre Sintra e Praia das Maçãs, sem encontrar qualquer vestígio de início de obras na via.

Quinta-Feira, fotografei (talvez para uma memória futura), o (mau) estado da via entre Colares e a Praia das Maçãs.

Vamos ver se hoje, Sexta-Feira é mesmo o início das obras...

via2
Praia das Maçãs 9/07/2009
via3
A única informação que é possivel encontrar na Praia das Maçãs-foto de 9/07/2009

Os contactos efectuados tentando informações junto da CMS:
25/06/2009
"Acusamos a recepção da mensagem que nos remeteu, a qual mereceu a nossa melhor atenção. Informamos que a mesma foi registada sob o n.º 2301/2009 e que, em face do seu conteúdo foi encaminhada para o responsável pelo Eléctrico de Sintra"
Gabinete de Apoio ao Munícipe
4/07/2009
"Informo que o seu mail foi re-encaminhado para o sr. Presidente."

Continuo a aguardar que o Gabinete do Presidente da autarquia Sintrense dê resposta às minhas questões sobre o futuro do eléctrico da Praia das Maçãs.

quinta-feira, julho 09, 2009

As Cores e a Poesia

pordosol20092final

O pôr-do-Sol de ontem na Praia das Maçãs, óptimo motivo para deixar aqui um pouco de Sofia Mello Breyner Andresen.

Há muito que deixei aquela praia
De grandes areais e grandes vagas
Mas sou eu ainda quem na brisa respira
E é por mim que espera cintilando a maré vasa

Há Muito

quarta-feira, julho 08, 2009

O dia da inauguração da Quinta dos Lagos

Hoje voltamos a um tema que tem levantado grande polémica no Brasil, após uma investigação jornalística do “Jornal Pequeno” do Estado do Maranhão.
Depois da revista “Brasil-Portugal” nº255 de 1 de Setembro de 1909, também a revista “Occidente” nº 1105 de 10 de Setembro de 1909, publicava uma interessante reportagem sobre a inauguração da casa do primeiro presidente da Câmara de Sintra, após a implantação da República.

Formigalmoraiscasa
"É na Estefania, no sítio denominado Variante, que o sr. Fernando Formigal de Moraes, com requintado bom gosto, mandou ha pouco construir uma elegante casa e junto desta uma capela cuja inauguração teve logar no dia 15 do mez passado.

Esta construção, em estilo moderno, foi delineado pelo arquitéto sr. Parente, e assente num lindo e espaçoso parque, denominado Amelia Moraes, por onde surgem plantas de raro apreço e arvoredo que a breve trecho dará boas sombras, porque ali se desenvolve fácilmente na frescura do solo, donde a agua borbulha aqui e acolá, como já corre de uma cascata de forma caprichosa figurando umas ruinas, que as heras revestirão pitorescamente. Todas as obras deste parque foram dirigidas pelo seu proprietario sr.Fernando Formigal de Moraes, revelando o bom gosto, que alias presidiu a toda a construção.
formigalmoraiscasa2
Não quiz o sr. Fernando Moraes inaugurar o seu novo solar sem o assinalar por benemeritos actos de caridade, seguindo a tradição de familia em que a crença de nossos maiores e o espirito caridoso são proverbiaes.
Assim, numa justa compreenção da amoravel lei cristan, o acto religioso da sagração da capela, pelo sr.arcebispo de Mitilene, foi seguido da distribuição de vestuario a 250 creanças pobres, quasi todas filhas de operarios que trabalharam nas obras da sua casa em numero de uns cem, e que também receberam fatos novos.
Quantas alegrias de almas e quantas bençãos do ceu não se espalharam sobre aquella inauguração! O relato de uma festa assim entra nos dominios da Chronica do Bem já que infelizmente, tanto ha a registar na Chronica do Mal.

A distribuição dos fatos não se poude fazer completa naquelle dia , e por isso se concluiu no domingo seguinte, 22, em que novamente se reuniram as creanças, fotografando-se então interessante grupo que reproduzimos em gravura, juntamente com a vista da casa, capela e parque, assim como o grupo de pessoas da familia Formigal de Moraes e convidados que assistiram à inauguração.
portaoabertomorais copy
A capela é dedicada a Santa Rosa que se vê numa artistica maquineta sobre o altar, correndo á frente do arco cruzeiro uma elegante balaustrada. Entre as belezas dos estuques e das pinturas a apreciar na nova construção, deve também na nova construção, deve notar-se também o portão de ferro , obra de arte executada sobre desenho do arquiteto sr. Norte Junior."

Na revista "Occidente de 10 de Setembro de 1909

*Nota-Ortografia e pontuação conforme original

terça-feira, julho 07, 2009

O eléctrico do nosso descontentamento

eléctrico2009
Enquanto aguardo pacientemente uma informação do gabinete do Presidente da Câmara de Sintra, sobre as questões por mim colocadas, acerca da inexistência de obras de recuperação na via entre a Ribeira de Sintra e a Praia das Maçãs (facto que impossibilita pelo segundo ano a circulação do eléctrico em mais de 80% do percurso) leio em blogues da região(aqui e aqui) a preocupação por esta abrupta paragem, que impede o prazer de desfrutar de uma viagem única num transporte centenário.

Edite Estrela primeiro, e Fernando Seara depois, fizeram investimentos avultados, para repor em funcionamento o histórico eléctrico em todo o seu percurso. Facto recebido com enorme entusiasmo por todos que gostam de Sintra e dos seus eléctricos.

Desde sempre este blogue tem-se referido ao eléctrico da Praia das Maçãs como um símbolo desta região, e é lamentável que a autarquia responsável por este equipamento descure a mais valia, para a região e para o turismo, de um transporte com estas características. Além do flop da inauguração da “Casa do eléctrico” em Sintra, numa altura em que a via foi interrompida na Ribeira de Sintra em 2008 ,existe por parte da CMS um inexplicável silêncio sobre o futuro do eléctrico da Praia das Maçãs.

Súbitamente em pleno Verão...
O “Diário de Notícias” de Domingo (05/07/2009), terminava uma notícia sobre este assunto, com este parágrafo:
“Fonte do gabinete da presidência assegura que as obras terão início na próxima semana.”
A resposta lacónica da CMS não deixa de surpreender e durante esta semana estarei atento ao “início das obras”!

electrico200922
Stand da CMS na Exposição do 57ºAniversário da Força Aérea que encerrou no Domingo
A CMS que não se preocupa em informar os munícipes e os turistas que nos visitam, e tentam chegar à Praia das Maçãs de eléctrico, não se coíbe de apresentar como imagem de Sintra,o eléctrico que há dois anos tem 80% do percurso sem circulação...

segunda-feira, julho 06, 2009

Incêndio em Galamares

Cerca das 12H00 de hoje, deflagrou um incêndio em zona de mato, em Galamares. A pronta intervenção de uma brigada de Sapadores Florestais, e dos Bombeiros de Almoçageme, rápidamente controlaram, o que se podia transformar num grave problema.

No local considerava-se, que o fogo teria começado pela queda dos postes de electricidade da EDP, de elementos incandescentes que teriam provocado naquele local pela terceira vez incêndios daquele tipo.

fogoGalamaresfinal
O local do incêndio de hoje(Galamares) com a Serra de Sintra e o Palácio da Pena ao fundo

Festival aéreo encerra as comemorações do 57º aniversário da FAP

“A Força Aérea Portuguesa, herdeira das tradições da Aeronáutica Militar e da Aviação Naval, cujo espírito inovador e de aventura absorveu e preservou,foi criada em 1952 para responder a imperativos de mudança na apliacação do poder aéreo depois da 2ª Guerra Mundial, agrupando aquelas duas componentes aéreas.”

Texto da FAP

FAP2009a copy

A RTP, fez uma emissão especial a partir da BA1 de Sintra.

domingo, julho 05, 2009

Luís de Camões e a Serra de Sintra

castelodosmouros

Já a vista, pouco e pouco, se desterra
Daqueles pátrios montes, que ficavam;
Ficava o caro Tejo e a fresca serra
De Sintra, e nela os olhos se alongavam.
Ficava-nos também na amada terra
O coração, que as mágoas lá deixavam.
E já despois que que toda se escondeu,
Não vimos mais, enfim, que mar e céu.

Canto Quinto
Os Lusíadas de Luís de Camões

sábado, julho 04, 2009

Gil Vicente e a Serra de Sintra

Photobucket


Es la sierra mas hermosa
que yo siento en esta vida:
es como dama polida,
brava, dulce y graciosa...

Bosque de cosas reales,
marinera y pescadora,
montera y gran cazadora...

Gil Vicente (Triunfo do Inverno)

sexta-feira, julho 03, 2009

A ARH, o PNSC, o ICNB, a ABAE e a CMS


Afinal, este ano não há bandeiras azuis...

Desencontros de competências entre tantas entidades que gerem a orla costeira de Sintra, resultaram este ano em grande confusão. Atribuindo as bandeiras azuis uns, não as hasteando outros...

As entidades intervenientes:
-Administração da Região Hidrográfica do Tejo.
-Plano de Ordenamento da Orla Costeira Sintra-Sado (POOC) gerido pelo Instituto de Conservação da Natureza e da Biodiversidade (ICNB).
-Parque Natural Sintra Cascais
-CMS
-Associação da Bandeira Azul da Europa