quarta-feira, março 11, 2009

Postal das Azenhas do Mar III


ESPELHOS
O mar que em mim se espelha
E em mim se degrada
Somente se assemelha
À boca derrotada

Pelos usos inúteis
Do amor e da fala
Ele reflete fúteis
As imagens que exala

É o mar que me espelha
o líquido onde nada
à vida se assemelha
como uma fútil fala

Gastão Cruz [Faro 1941]

Posts relacionados: Postal das Azenhas do Mar I , Postal das Azenhas do Mar II

Sem comentários: