sábado, outubro 29, 2011

Hipocrisias ou Direitos adquiridos do Presidente da Assembleia Municipal de Sintra



Dados biográficos/Percurso profissional do Presidente da Assembleia Municipal de Sintra -Aqui

4 comentários:

Fatyly disse...

Este e outros palhaços "trinta e um de boca" é que puseram o país de pantanas...e ao ler o percurso dele... pois é...valha o santo "amigalhaço político"!

Dois mil e tal euros de pensão vitalícia...quando ganha o que ganha no desempenho (????) das inúmeras funções + as inúmeras participações televisivas que dá pagas a peso de ouro...É UMA VERGONHA!

Há muito que deviam ser corridos os vendilhões do templo...

carol disse...

Este palhaço - sem ofensa para os ditos - está outra vez na moda! Estamos a passar a verdadeira onda laranja. Até mete impressão!

Carlos José Santos disse...

Temos, por enquanto a possibilidade de desmascarar esta gente desavergonhada, que aufere pensões obscenas, (termo vulgarizado actualmente), porque se fosse a fazer a vontade à raíz popular, teria de escrever um nome pior.
Estes "gajos" nem sequer se lhes pode atribuir perca de vergonha, porque isso foi uma faculdade, e, um valor que nunca tiveram; -Vergonha! Honorabilidade, Respeito, Decência!
Ainda ontem por uma questão muito pequena, que seria fastidioso aqui relatar, cheguei à conclusão que temos no nosso povo, das melhores cabecinhas do mundo, o nosso desenrascanso, vai levar-nos concerteza, a dar cabo desta situação!
Por outro lado, tenho pena de não sermos um povo com "TOMATES" (peço desculpa, ao Pedro e seus leitores pelo vernáculo), porque se os tivessemos no lugar, e "limpando o sebo" a quatro ou cinco destes pulhas, eventualmente isto mudaria de figura.
Para mim não estão em questão os membros do partido A, ou B, são todos aqueles corruptos e oprotunistas, que nos têm feito mal, nos conduziram a este estado de coisas, e, nos têm roubado descaradamente ao longo de todos estes anos, aqueles que não cumpriram nunca com o seu dever de Governantes, mas outro sim, de gatunos oportunistas, que vão para lá tratar em primeiro lugar da sua vida particular, e daqueles que lhes proporcionam dinheiro e bem estar, para estarem livres da carga fiscal, que só atinge o peixe miúdo.

Anónimo disse...

Caros amigos e amigas! A culpa é de todos os que votam e depois não acompanham a "vida" politica diária. Como já disse "n" vezes, a maior parte dos portugueses prefere ver novelas e futebol. Não se interessa pelas reuniões que existem nas suas Freguesias, que são feitas algumas vezes e nas reuniões de câmara. nelas são discutidas assuntos que nos implicam certas coisas. As leis são feitas pelos políticos e são eles TODOS que as aprovam. Na Alemanha existem grupos e até instituições, que controlam TUDO o que diz respeito a dinheiros, e neles estão implicadas as populações, mas estão mesmo!! Não é só votas e depois deixam o assunto. Aqui em Portugal é assim. Se houvesse este mecanismo, por exemplo, não haveria tantas familias nas Autarquias, por exemplo. Ó portuguesinhos tacanhos...