sexta-feira, maio 11, 2012

No tempo em que se andava de barco na Várzea de Colares

VColares
 Foto publicada no "Boletim Photographico", Nº75 ,Março 1906

"Summamente aprazivel he o sitio da Varzea, onde o rio tem huma ponte de cantaria, e se represam as aguas que servem para a rega dos pomares, e de agradavel recreio para aquelles que o navegam em hum pequeno batel, debaixo da sombra das arvores carregadas de pommos , os quaes hindo pelo rio abaixo, quando o rio era navegavel até ao mar, deram o nome á praia onde elle vai juntar a sua humilde veia com as encapelladas vagas do Occeano que se quebram nesta praia a que chamão das Maçans.”

-Cintra Pinturesca, ou Memoria Descriptiva da Villa de Cintra, Collares, e seus arredores.-Visconde de Jerumenha 1838
 VColares2
- Foto publicada na "Ilustração Portuguesa" 18 de Julho 1904

4 comentários:

Graça Sampaio disse...

Maravilhosamente lindo! E romântico.

Anónimo disse...

Na minha juventude ainda andei de barco no Rio de Colares.
Caiu em desuso, talvez porque remar exige esforço.
Quem sabe se as motas de água não seriam um êxito...

pedro macieira disse...

E nos Verões, com a represa fechada, talvez fosse interessante para beneficio daquele belo local colocar uns barquitos a remos.
abraços

Anónimo disse...

Aqui há uns 20 anos chegaram a pôr umas gaivotas a pedais era engraçado, lá mais à frente o rio tinha uma ilha.
sintrense