quinta-feira, julho 03, 2014

Comunicado da Associação de Defesa do Património de Sintra (ADPS) sobre o abate da Tília do Palácio da Vila de Sintra

Comunicado da ADPS sobre o abate da Tília centenária

Após ter caído um dos ramos da tília centenária que existia em frente do Palácio Nacional de Sintra, deixando à vista alguns problemas numa secção do interior do tronco, esta árvore que ofereceu a várias gerações beleza, sombra e perfume, foi abatida.

Não houve explicação prévia, o que consternou as muitas pessoas, que notaram o desaparecimento da “sua” tília, um dos ícones do Centro Histórico de Sintra.


                                 
Entendemos que a conservação das árvores históricas e das que pelo seu porte e singularidade são marcos paisagísticos, não têm, na generalidade, merecido no nosso país  ao longo dos anos, a atenção e o investimento necessário para a sua conservação, nomeadamente, através de podas apropriadas, regular tratamento fitossanitário assim como a procura de soluções criativas e a utilização das tecnologias mais avançadas, o que permitiria sempre que possível que as árvores envelhecessem com dignidade.

A protecção do património arbóreo é um dos indicadores civilizacionais, universalmente aceites.

Sintra, Paisagem Cultural da Humanidade exige, sem dúvida, a convergência das sinergias necessárias para a conservação deste Éden Glorioso.

      Sintra 26 de Junho de 2014
      Associação de Defesa do Património de Sintra

Para memória futura uma imagem da Tília em 4 de Abril de 2007


*Opinião da "Àrvores de Portugal" -Aqui

1 comentário:

Graça Sampaio disse...

Despida no Inverno..