quarta-feira, julho 02, 2014

Sobre a Tília abatida pela PSML no Palácio Nacional da Vila de Sintra

Foto  da Tília em 30 de Maio de 2014

Opinião da associação Árvores de Portugal sobre o abate da Tília
"Depois da árvore abatida é difícil, para não dizer impossível, determinar se a árvore era, ou não, estável. Por outro lado, mesmo que a árvore apresentasse essa debilidade, tendo em conta a sua importância paisagística, teria sido preferível optar por um estrutura metálica que garantisse essa sustentação. Deixo a sugestão de as associações locais de Sintra se unirem e organizarem atividades (visitas guiadas, seminários técnicos...que ajudem a despertar a população local para estes problemas, pressionando, indiretamente, as autoridades municipais a mudar a sua postura. Por outro lado, e agora que a nova lei foi finalmente regulamentada, podem tentar classificar as maiores árvores da vila antes que se lembrem de lhes dar o mesmo destino."
http://www.arvoresdeportugal.net/

Post relacionado:
 http://riodasmacas.blogspot.pt/2014/06/abatida-tilia-do-palacio-da-vila-de.html


1 comentário:

Carlos José dos Santos disse...

Sendo apenas um mero "amigo de infância", desta velha árvore, não tendo eu qualquer qualificação para dar palpites técnicos, sempre me pareceu que se tratou de uma decisão errada, e a que lhes pareceu dar menos trabalho, sem respeitar fosse o que fosse.
Certamente quem escreveu este artigo no (árvores de Portugal), não é tão leigo como eu.
Eu procuro estar atento com o que me cerca, tenho já alguns anos de vida, e sobretudo não gosto nada de estragar, nem ver estragar, seja o que for.