quinta-feira, novembro 20, 2014

Garças-Reais do Rio das Maçãs II

GarçaPato217112014blog.jpg
Visitámos de novo,  na última sexta-feira (14/11/2014), as Garças -reais do rio das Maçãs, que ao contrário das outras vezes, continuam já há bastante tempo por ali a conviver com os outros habitantes daquele espaço - neste caso com os "patos-mudos",   também eles têm o hábito, de passar algumas temporadas na Várzea de Colares.
Garça16112014bblog.jpg
Foto em 14/11/2014 na Várzea de Colares
Garça16112014blog.jpg


A Garça-real (Ardea cinerea), pertencente à família Ardeidae, é a maior das garças da Europa, com 90 cm de comprimento, entre 175 e 195 cm de envergadura e cerca de 2 kg de peso. É uma espécie conspícua, facilmente observável e reconhecível no campo, mesmo pelos observadores menos experientes. As garças apresentam um voo impetuoso, com o pescoço retraído formando um “s” e emitem frequentemente um grasnar rouco característico. A plumagem das aves adultas é idêntica para os dois sexos, dominando os tons de cinzento, preto e branco. A cabeça e pescoço são maioritariamente brancos, com excepção de uma nítida coroa preta prolongada, na plumagem nupcial, por duas ou três penas também negras. O dorso é cinzento, bem como parte das asas em que somente as penas de voo (primárias e secundárias) são pretas. O bico é amarelo e as patas cor de carne. Os juvenis apresentam uma maior uniformidade no cinzento da plumagem.


Texto sobre as Garças-reais,encontrado aqui:


http://naturlink.sapo.pt/Natureza-e-Ambiente/Fichas-de-Especies/content/Garca-real-pescadora-elegante?bl=1&viewall=true


Post relacionado
Os Patos-reais do Rio das Maçãs:
http://riodasmacas.blogspot.pt/2014/02/patos-reais-no-rio-das-macas.html

2 comentários:

Fatyly disse...

Vi-as ontem e mesmo com carradas de chuva lá andavam na sua pescaria:)

Bom fim de semana

pedro macieira disse...

Fatyly,
Pois desta vez parece que as Garças encontraram o habitat ideal -sinal de bom gosto.
Abraço