terça-feira, novembro 18, 2014

Seteais/Património e a concessão aos Hotéis Tivoli


images.jpg

A Rioforte, sociedade que controla os activos não financeiros do Grupo Espírito Santo (GES), vai contestar a recusa do tribunal de Luxemburgo em conceder a gestão controlada ("gestion contrôlée"), que permitiria ficar protegida de acções dos credores.
in Jornal de Negócios: aqui



Sobre os Hotéis Tivoli
Após a derrocada do  império BES/GES, há problemas complexos a resolver e  consequências ainda não perfeitamente esclarecidas.
Com sede no Luxemburgo, a Holding  para a área não financeira do Grupo Espírito Santo (GES): Rioforte Investiments,  que pediu  recentemente a  protecção contra credores (falência) - detinha os interesses do GES nos sectores imobiliários, turismo, agricultura saúde e energia. na área do turismo entre muitos outros investimentos estão os Hotéis Tivoli, que têm a concessão até 2023 do Hotel de Seteais -  importante património histórico Sintrense, e que segundo *jornal I - "um consórcio internacional já terá oferecido 853 milhões de Euros pela empresa."
 Relativamente  a esta concessão  que tem um futuro nebuloso, espera-se que os interlocutores neste processo, defendam  os interesses do Estado Português, e de Sintra em particular.


Hotéis Tivoli podem render 300 milhões
O processo de venda dos Hotéis Tivoli foi iniciado ainda antes de a Rioforte pedir a gestão controlada. Mas a decisão pela insolvência poderá fazer com que o dossiê volte à estaca zero. Em causa está uma operação que poderá render mais de 300 milhões à "holding" do GES.


 
Semelhanças - O Hospital de Loures e a Rioforte (BES Saúde)
«A norte-americana UnitedHealth já tem autorização do Governo para controlar o hospital de Loures, a única unidade da Espírito Santo Saúde que funciona sob parceria público-privada e que, por isso, necessita de autorização estatal para mudar de mãos.

"A autorização foi assinada hoje", confirmou ao Negócios fonte oficial do Ministério da Saúde que, juntamente com o Ministério das Finanças, tem de escrever um parecer a permitir a alteração de controlo da sociedade que gere o hospital de Loures e também da sociedade que gere o edifício em que funciona.»
In Jornal de Negócios de Outubro 2014 -
aqui

Posts relacionados:
http://riodasmacas.blogspot.pt/2008/05/assembleia-municipal-de-sintra-contra-o.html

Palácio/Hotel de Seteais - Interiores
http://riodasmacas.blogspot.pt/2011/12/palaciohotel-de-seteais-interiores.html

*Jornal I de 2 de Agosto de 2014


2 comentários:

Graça Sampaio disse...

Que grande trapalhada!! Não há segurança em nada neste país!!

Carlos José dos Santos disse...

Ao que chegou o meu querido Banco Espírito Santo, dos bons tempos.