quarta-feira, abril 26, 2017

Silêncios Sintrenses

Como temos feito relativamente aos movimentos de cidadãos, que se mobilizaram na defesa do património arbóreo de Sintra, e de partidos políticos  que se colocaram desde o início na linha da frente contra o abate injustificado de 1400 árvores, no Parque Natural Sintra Cascais, por iniciativa do ICNF - publicamos hoje, via Bloco de Esquerda, um relato de uma  recente conclusão da Assembleia Municipal Sintrense, que trava e silencia uma decisão, no sentido de tomada de posição contra o abate em massa no PNSC.


Via BE:

"Sintrenses com Marco Almeida e PS adiam tomada de posição sobre abate de árvores"


http://sintra.bloco.org/assembleia-municipal/sintrenses-com-marco-almeida-e-ps-adiam-tomada-de-posicao-sobre-abate-de-arvore#.WP0cw01ekMI.facebook

1 comentário:

Anónimo disse...

Deve ser a nova moda abater árvores sem razão alguma. Quanto muito inventam-se uma razões sem jeito e siga-se para o corte.

Ao pé da ponte redonda a seguir a Galamares estão várias árvores marcadas como as das fotos aqui colocadas.

À entrada de Almoçageme costumam estar camiões carregados de troncos de árvores. De onde vieram e para onde vão???