quinta-feira, julho 29, 2010

Mistérios da Vila Velha

Em Agosto de 2008, tínhamos chamado à atenção para o mau estado em que se encontrava o "telhado" do Café Paris, na Vila Velha em frente ao Palácio Nacional de Sintra.
Aquele telhado, tipo águas furtadas construído em madeira, fazia parte da imagem daquele local, e o seu desaparecimento é uma perda patrimonial difícil de aceitar. O seu desaparecimento nos últimos tempos não parece incomodar ninguém - não li nenhum comentário, (excepto, aqui), nem ouvi algum protesto pela sua destruição .

Photobucket
A casa/telhado do Café Paris antes e agora

TELHADO
Estas eram as imagens que os turistas que visitavam Sintra (Património da Humanidade), levavam nas suas máquinas fotográficas de um local nobre de Sintra, e um dos locais mais visitados.
telhado222


Agora o problema foi "resolvido" - fez-se desaparecer o topo do telhado...

telhado2010f
Nesta casa no cimo do terraço do Café Paris," há mais de 50 anos que não morava lá ninguém, antigamente terá morado a mãe e ex-mulher do joão Manuel da "Piriquita", a senhora já idosa com os seus três filhos,a Rosa, a Idalina e o Cassiano, mais um neto.É uma casa toda em madeira (o chamado tabique), o telhado também era em madeira. Os anos foram dando cabo daquilo, porque nunca foram efectuadas quaisquer tipo de reparações.Impressiona porque devem haver infiltrações nas casas que ficam por baixo ," informou-nos o amigo Carlos Santos - Caínhas, que chegou a ir a essa "casinha, que não era mais do que um pequeno cubículo que nós chamávamos, chalet dos Grilos".
Se o deitar a baixo, pegar como forma de resolver as questões de património edificado abandonado e em ruínas - e na Vila há infelizmente tantos exemplos, teremos um grave problema, se ninguém assumir a responsabilidade de penalizar proprietários que delapidam o património desta forma.

14 comentários:

Fatyly disse...

Claro que nunca penalizam os proprietários, mas Pedro há dois ou três anos não foi nesse topo que houve um pequeno incêndio? Lembro-me de algo grave e ver tudo chamuscado e depois, puseram uma tela e retiraram tendo ficado como mostras.
Estarei enganada?

Realmente neste país não se aproveita o belo, deixa-se chegar ao estado que sabemos e depois é o que descreves.

Um abraço

Zé Maria disse...

Tinha lido esta notícia no mesmo sítio que referes, nos bonecos de bolso. Aguardava mais informações. Obrigado pela informação.
Fico um bocadinho mais triste.
Não poderia a CMS exigir a reconstrução daquele corpo? Pode-se deixar cair o edificado da Vila Velha, como se queira?

Eris disse...

A mim isto parece-me um daqueles fenómenos do entroncamento... talvez derivado pelo facto de não ser possível recuperar por já não haver quem saiba.
... Consigo imaginar a conbersa do trolha perfeitamente: "isto o melhor é partir tudo e isolar, assim o amigo nunca mais tem problemas"
...Por favor se alguém tiver o contacto deste senhor enviem-no directamente para as Mercês "Nova".

Anónimo disse...

E qualquer dia cai o antigo Hotel Central... ou será que irá dar lugar a mais um hotel ou café muito modernaço ?
Deveria começar a fazer-se uma lista do Património Desaparecido (1- Fonte da Estefânea. 2 - Telhado Café Paris, e por aí adiante...)

pedro macieira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
pedro macieira disse...

Este facto é mais um caso triste nesta Vila, é verificar o estado de degradação do Hotel Netto, mesmo encostado ao palácio da Vila, que um dia destes vem abaixo, e então surgirá o tal projecto urbanistico, que está aguardar na gaveta a altura oportuna.
É verdade que não há penalizações para os proprietários que deixam deliberadamente os seu imóveis entrar em ruína, como forma de a seguir poderem resolver os seus planos de construção.
Também não se vê qualquer intenção da CMS, em resolver estes casos espalhados por Sintra, nalguns casos já são autênticos perigos públicos, pois ameaçam derrocada a qualquer momento.
Abraços

Anónimo disse...

E, que acham da esplanada do Café Paris já se estender pelo alcatrão? Nem o passeio todo lhes chega? Qualquer dia está no meio do Paço...

HMBFF disse...

Oh! Passei por lá quinta-feira e nem reparei. Estava muito degradado mas a sua demolição não era de todo a solução que queriamos...

Caínhas disse...

A Vila lá vai sobrevivendo, porque de facto é uma terra muito bonita!
Quando trocámos email's sobre este tema, julgava que estavam as coisas degradadas mas nunca me passou pela cabeça, que o camartelo tinha sido a solução.
Não tenho ido à Vila, quando vou é de passagem!
Será que não há ninguém que por força de lei, ou outra qualquer, obrigue o dono ou donos do imóvel a colocar tudo como era o original?
Se eu tivesse algum poder decisório, mandava reparar, por fora tudo igual, mas deixava fazer as divisões por dentro de modo diferente, tipo "T0, ou Estúdio" porque o original é algo inabitável para os dias de hoje.
Se não for com o chamariz de tirar dali algum proveito, podem ter a certeza que ninguém gasta ali um cêntimo.

Cristina Marques disse...

Oh que pena era tão bonito, mesmo em tão mau estado,achava-o bonito.

Espero que a "moda" não pegue.

Anónimo disse...

As más modas em Sintra pegam sempre!

Anónimo disse...

Já repararam que todos os atentados ao património da Vila Velha (exceptuando o Hotel Tivoli), têm acontecido nos imóveis da mesma criatura???? Porque será?????
Nuno

Anónimo disse...

encontrei isto:
http://www.facebook.com/profile.php?id=1305215332#!/photo.php?pid=30689943&id=1515447178&ref=fbx_album

Verónica disse...

Nem tinha dado conta ainda que já lá não estava. =/ Mas é uma pena.