terça-feira, setembro 06, 2011

Recantos de Sintra

LagoMonserrate2Final

Lago de Monserrate

Lagode Monserrate77Final

LagoMonserrateFinal

"(...)Na encosta sobranceira ao valle está assentado este pomar, se vê uma cascata de enormes calháos, que para ali foram conduzidos expressamente, exforçando-se por este modo com tanto trabalho e artificio humano em imitar a simplicidade das bellezas da natureza, sem magestosa e bella na obras da sua creação; toma esta repreza as aguas que no inverno e principios da primavera descem do alto da serra, e formam uma catarata que se despenha por um leito pedregoso, que forma a parte mais baixa do valle d'esta mata.
Tal é o sitio encantador de Monserrate!"

De "Cintra Pinturesca" de António A.R. Cunha ed.1906
*Ortografia e acentuação conforme o original

Photobucket
Cascata de Beckford

3 comentários:

Fatyly disse...

O texto está uma maravilha...e esse recanto é um descanso para as vistas e para a alma, só faltam o casal de patos brancos...que aparecem sempre que eu vou:)

Adorei e toda a tua reportagem fotográfica(posts anteriores) está um mimo!

Carlos José Santos disse...

O futebol em Sintra, começou no terreno fronteiro ao actual Hotel Seteais, aí jogavam duas equipas da Vila Velha, O SINTRA, e o UNIÃO, bem como o São Pedro-1ºde Dezembro, e o Sintrense (Estefânea). Acabados os jogos os jogadores da Vila, meu pai incluído, iam banhar-se nas águas das denominadas presas de Monserrate.
Era um bocado longe, mas eram as piscinas dos pobres.
Não me lembro do meu pai dizer que morresse lá alguém.
Lembro-me isso sim, de ele dizer que determinado fulano que por acaso até sei o nome (já falecido), não sabia nadar, e amarrava uma cortiça no peito, e que com os movimentos esta se voltava para as costas e ele ficava, a engolir pirolitos debaixo de água, até lhe acudirem.
O futebol acabou nos Seteais, porque o Conde Sucena se fartou, das cenas de pancadaria originadas pelas claques sobretudo da Vila contra a Estefânea. Deu à comunidade das três freguesias o campo onde joga hoje o 1º de Dezembro, que se apoderou dele, sobretudo pela morte dos outros clubes, da Vila, e, do desinteresse no local por parte do Sintrense.

carol disse...

Como já toda a gente sabe, eu adoro Sintra. Mas Monserrate... bem! É uma maravillha autêntica! Aqueles jardins. Aquele palácio..
------

O que tu sabes, Caínhas!...