quarta-feira, dezembro 05, 2012

Conto de Natal

VilaOuro

 A grande Árvore de Natal que costumava "aterrar", nesta época festiva, em frente ao Palácio Nacional, este ano, faltou. Talvez pela malfadada crise, penso eu.
Ora, para compensar essa falta, a bonita fonte que ali existe decidiu-se a derramar, em vez de água, fios de ouro ... ouro verdadeiro ... só que, como nos contos de fadas, se lhe tocarmos desfaz-se em mil gotas ... gotas de água, claro.
É só um "faz de conta" para os nossos olhos, um pouquinho de festa, apenas.


Texto e foto de Emília Reis

Sem comentários: