domingo, dezembro 09, 2012

Postal do Parque da Pena

m197501114616
 Foto do início do SécXX, do Parque da Pena

ca. 1900-1919
negative, gelatin on glass
11 x 15 cm.
Gift of Kodak Pathe
75:0111:4616
NON-GEH NUMBER: 004 E
INSCRIPTION: Cintra chateau et parc de la Pena
NOTES: CATALOGUED 12/88, JBM.
SUBJECT: landscape, park / Pena Park

******************XXXX*****************************

 CINTRA

Oh! Cintra! Oh saudosíssimo retiro!
Onde se esquecem mágoas, onde se folga
De se olvidar no seio á natureza
Pensamentos que embala adormecido
O sussurro das folhas, c’o o murmúrio
Das despenhadas lymphas misturado!
Quem, descansado á fresca sombra tua,
Sonhou senão venturas? Quem, sentado
No musgo das tuas rocas escarpadas,
Espairecendo os olhos satisfeitos
Por céus, por mares, por montanhas, prados,
Por quanto há aí mais belo no universo,
Não sentiu arrobar-se-lhe a existência.
Poisar-lhe o coração suavemente
Sobre esquecidas penas, amarguras,
Ânsias, lavor da vida? – Oh grutas frias,
Oh gemedoras fontes, oh suspiros
De namoradas selvas, brandas veigas,
Verdes outeiros, gigantesca serras!
Não vos verei eu mais, delícias d’alma?

Almeida Garrett/1912

2 comentários:

Graça Sampaio disse...

Muito lindo! Não conhecia. Obrigada pela transcrição.

Beijinhos sintrenses...

pedro macieira disse...

Graça,
Obrigado pela visita.
Um abraço